Política

Eliziane Gama declina de convite para integrar o PR

A deputada Eliziane Gama (MD) foi convidada na manhã desta terça-feira, dia 04 de junho para integrar o Partido da República (PR). O convite foi feito no Plenário da Assembleia Legislativa pelo deputado Raimundo Louro. Mas, ao que parece, a parlamentar declinou do convite.

“A ilustre deputada Eliziane Gama é uma mulher de caráter, honrada e de conduta exemplar. Ela se apresenta como uma mulher de fibra, guerreira e sempre buscou o melhor pelo nosso Maranhão. Justamente, por estas características tão positivas e por seu bom trabalho venho deixar registrado o convite do Partido da Republica, para que a nobre deputada venha fazer parte do nosso partido”, destacou Raimundo Louro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Deputado do Maranhão dispara: “TSE engaveta o processo de cassação de Roseana Sarney”

Deputado Rubens Júnior .

Deputado Rubens Júnior .

O líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Rubens Júnior (PCdoB) fez duras criticas ao Tribunal Superior Eleitoral, em virtude do processo de cassação da governadora do Maranhão, Roseana Sarney.

Em discurso durante sessão desta terça-feira (04), o comunista alertou a lentidão da qual está acontecendo apenas no processo da filha do senador José Sarney.

“O ex-governador do Maranhão Dr. Jackson Lago foi cassado por fazer convênios com associações, o que eu não acho que isso seria incorreta. A governadora faz convênio com associação que não existe em povoado que também não existe e o TSE engaveta o processo de cassação de Roseana Sarney”, disparou Rubens Júnior, apoiador do projeto político de 2014 do presidente da Embratur, Flávio Dino.

No processo de cassação do qual é embasado no caráter eleitoreiro, a peemedebista é acusada de abuso de poder político e econômico após realizar convênios com prefeituras nas cifras de R$ 800 milhões em 2010.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeito de São Bento é recebido com festa pelos sambentuenses

Após 3 meses afastado por problemas de saúde, o prefeito de São Bento Carlos Alberto Lopes Pereira, o Carrinho foi recebido pelos sambentuenses no ultimo fim de semana com muita festa.

Ao lado do Vice prefeito Isaac Dias, do deputado estadual J Pinto, de vereadores e de várias lideranças comunitárias o prefeito percorreu ruas e avenidas acompanhado de uma grande carreata e de uma multidão que o seguia.

Em seu discurso o prefeito pediu paciência e garantiu mudar a cidade investindo principalmente em educação, saúde, assistencial social e infraestrutura.

O deputado estadual J. Pinto que também fez parte da carreata, falou que se sentiu satisfeito pelo carinho demonstrado pelo povo sambentuense ao prefeito Carrinho Muniz e informou que não medirá esforços para levar grandes projetos ao município.

Há pouco mais de 5 meses à frente da Administração Municipal, o prefeito Carrinho  não tem limitado esforços para proporcionar ao povo sambetuense dias ainda não conhecidos

Prova disso foi o ponta-pé inicial de sua administração, o carnaval que ganhou uma nova cara como há muito tempo as pessoas não viam, valorizou a cultura local e colocou a cidade como um dos maiores destaques maranhense da festa de Momo.

Ressaltando o compromisso de administrar com responsabilidade e planejamento, o Prefeito Carrinho já anunciou grandes projetos desenvolvidos pelas secretarias e que serão colocados em prática durante a gestão.

Relembre

No inicio do mês de marco, o prefeito de São Bento teve que se afastar do cargo para realizar uma cirurgia de obstrução intestinal. Problema que generaliza  a oclusão parcial ou total do intestino impedindo a passagem de seu conteúdo.  Ele chegou a ficar na UTI internado por vários dias, se alimentando através de sonda.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Polícia Federal desarticula quadrilha que fazia câmbio ilegal em São Luís

A Polícia Federal no Maranhão deflagrou na manhã de hoje (04/06) a Operação Cotação, nos municípios de São Luís e Raposa, para cumprir 10 Mandados de Prisão e 06 Mandados de Busca e Apreensão. Participaram da ação 38 policiais federais.

A investigação foi iniciada no início de 2012 e tem como objetivo desarticular uma quadrilha que atuava no município de São Luís, realizando atividade de câmbio, sem a devida autorização do Banco Central e qualquer tipo de fiscalização, movimentando grandes quantias em moeda nacional e estrangeira.

Os envolvidos responderão pelo crime de formação de quadrilha (art. 288 do Código Penal) e por crime contra o sistema financeiro nacional (art. 16 da Lei 7.492/86). Somadas, as penas podem chegar a 07 anos de reclusão.

Os presos serão encaminhados ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerão à disposição da Justiça Federal.

Será concedida entrevista coletiva às 10h00 na sede da Superintendência Regional de Polícia Federal no Maranhão, na Avenida Daniel de La Touche, nº 4000, Bairro Cohama, São Luís/MA.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Empresa abocanha contrato de R$ 2,6 milhões na saúde de Codó

Prefeito de Codó.

Prefeito de Codó.

Aliado do clã Sarney, o prefeito da cidade de Codó, José Rolim Filho (PV), é motivo de comentários quando se trata de aplicação de recursos federais.

Em um dos contratos firmados em 02 de janeiro com a empresa R. O. Carvalho do Nascimento, o pevista pagará em um ano, R$ 2.623.946,11 (dois milhões seiscentos e vinte e três mil, novecentos e quarenta e seis reais e onze centavos).

De número 20130295, o extrato publicado do Diário Oficial do Estado diz que o valor a ser pago refere-se a aquisição de medicamentos, material hospitalar, material odontológico, Samu, laboratórios e interesse da secretaria de saúde, que deixa muito a desejar.

Para um município que sequer tem mais de 90 mil eleitores, Codó chega a ultrapassar em valores o censo comum de gastos dos cofres públicos.

Codó Diário dia 25


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

O buraco é mais embaixo

Por Abdon Marinho

Não costumo ler a coluna dominical de O EMA, do senador Sarney. Raramente você encontra no texto algo que lhe prenda a atenção. Hoje fiz uma concessão e li o texto sobre os buracos de São Luís. Novamente no texto não há nada de novo sobre o assunto, a crítica é rotineira em todos os veículos de comunicação do grupo e qualquer escriba ou blogueiro com o hábito de alugar a pena, produziria um texto melhor. De novo, mesmo, só o fato de um senador da República mostrar preocupações típicas de vereadores. Aliás, essa já era uma rotina de certos deputados estaduais e federais. Desocupados de suas atribuições constitucionais, desciam e descem à província para criticar as administrações municipais, dos adversários, claro.

Nada contra a crítica, ainda mais quando ela é verdadeira. Meu pai costumava dizer que o errado é da conta de todos. Logo os buracos existentes na cidade de São Luís são da conta de todos, até mesmo dos senadores do Amapá de supostos visitantes germânicos.

É verdade as ruas de São Luís estão esburacadas conforme o senador constatou ao andar por algumas vias principais, a situação é bem mais grave nas ruas internas dos bairros, o que exigirá muito trabalho da atual administração. Algumas ruas internas por onde andei e ando vez por outra lembram as ruas da Alemanha de 1945.

Entretanto ainda acho prematuro, como querem fazer crer os críticos, atribuir-se à atual gestão toda a responsabilidade por tantos infortúnios, os buracos existem, mas já existiam antes da atual gestão, agora estão mais graves devidos ao inverno que também não permite que se adote as medidas necessárias para minorar seus efeitos, sem contar que cinco meses é pouco tempo para resolver todos os gargalos deixados pela administração anterior.
O senador não deve saber, mas os buracos em vias públicas não são problemas apenas das administrações municipais, quem viaja por esse nosso Maranhão (nossa terra, nossa paixão) também não tem melhor sorte, muitas das rodovias estaduais construídas e cantadas em prosa e verso pela mídia estatal, apresentam diversos problemas, buracos surgem até nas construídas e implantadas ha pouco tempo, algumas até com menos de um ano, apresentam pontos onde o asfalto cede. As MA’s que cortam a ilha de São Luís, são um exemplo, estreitas, com buracos, mal cuidadas, são um risco para motoristas, motoqueiros, ciclistas e pedestres, para não falar no grave problema dos animais abandonados. Diferente do prefeito, a governadora está no poder, no atual circulo de mandato, desde 2009. É um mandato que se aproxima do fim sem ter resolvido suas principais promessas para ilha, como mais uma ponte sobre o Rio Anil e a MA transmetropolitana.

Melhor sorte também não tem que viaja pelas BR’s, a nossa principal via, a 135, dispensa comentários, tem toda sorte de defeitos, não apenas buracos.

Como podemos ver, o buraco é maior e bem mais embaixo. O problema do Maranhão, um dos, é que todos conseguem enxergar um cisco no olho do adversário, entretanto uma trave lhe cega as vistas e não conseguem enxergar os seus próprios.
O Maranhão precisa de uma grande união em torno de pauta comum dos interesses do povo e não de pessoas que só conseguem enxergar os objetivos eleitorais. Caso persistam nessa política mesquinha, jamais sairemos de um buraco: o buraco do atraso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Fábio Brasil devia R$ 70 mil para Gláucio

Na tarde desta segunda-feira (3), José de Alencar Miranda Carvalho prestou depoimento à Justiça no Fórum Desembargador Sarney Costa, no Calhau, por suposto envolvimento na morte do jornalista Décio Sá.

Miranda é acusado pelo Ministério Público por formação de quadrilha e homicídio. Em depoimento, ao juiz Márcio Castro Brandão, da 1ª vara do júri de São Luís, ao promotor Luis Carlos Duarte e aos advogados dos outros acusados, o Miranda alegou receber apenas um salário mínimo como comerciante e que, com a venda de galinhas e gados de uma fazenda, ele tem renda mensal de aproximadamente de R$ 3 mil reais. Miranda disse que o acusam de ser agiota, mas essa acusação é descabida. “Como eu posso ser agiota se eu não tenho muito dinheiro? O que tenho é mal para me sustentar”, questionou.

Ao ser perguntado sobre seu conhecimento a respeito de Décio Sá, o depoente afirmou que nunca havia ouvido falar sobre o jornalista nem que ele tinha um blog, no qual havia referencias de seu envolvimento com agiotagem e com o assassinato do empresário Fábio Brasil. E que só soube da morte dele por meio da televisão e por um comentário do seu filho Gláucio de que um jornalista teria sido assassinado.

José Alencar contou, ainda, que uns cinco meses antes da morte de Fábio Brasil, Gláucio ligou para ele para ir até sua casa no Calhau participar de uma reunião. Chegando lá estavam presentes, Fábio Brasil, sua esposa, os policiais Alcides Nunes da Silva e Joel Durans Medeiros, além de Gláucio. Na ocasião, Miranda afirma que soube que Fábio Brasil devia R$ 70 mil para Gláucio e que havia informações de que Fábio tinha mandado matar Gláucio por conta da dívida. Miranda alega que na época falou com Fábio sobre o assunto e ele negou dizendo que jamais faria isso com Gláucio, pois o mesmo era seu amigo, e era a ele quem recorria quando precisava de alguma ajuda. Miranda afirma, ainda, que pediu ao filho que perdoasse a dívida. “Eu falei pro Gláucio pra ele perdoar essa ‘mixaria’, pois não valia à pena ficar brigando por causa disso, e ele perdoou”.

Ao ser questionado sobre ter oferecido R$ 100 mil para matarem Fábio Brasil, Miranda declarou que jamais ia fazer uma coisa dessas, primeiro porque não tinha dinheiro e segundo porque a dívida dele já havia sido perdoada. E que Fábio devia muita gente, além de Gláucio.

Miranda disse que o filho não conversava com ele sobre assuntos de trabalho e, portanto desconhece o envolvimento dele com Júnior Bolinha, ou com Décio Sá. Além disso, Miranda afirmou que só conhecia Fábio Brasil, a mulher dele Patrícia Gracielle, Ronaldo Ribeiro e os policiais Durans e Alcides. Alcides ele afirmou conhecer há 35 anos, pois dois primos dele trabalharam com Miranda. Quanto aos outros suspeitos ele disse não conhecer nenhum.

Cobrador agressivo

O juiz perguntou à Miranda se era verdade que ele cobrava dívidas de forma agressiva. O depoente alegou que não, mas confessou já ter cobrado algumas dívidas do filho, mas que sempre foi calmo e que só fez cobranças poucas vezes.

Ao ser questionado sobre uma ligação ao Disque-denúncia sedo acusado de estar envolvido na morte de Décio, Miranda disse que quem denunciou estava mentindo e tem muita coisa errada por trás do crime de Décio. “Os boatos que espalham por aí são de que tem gente forte por trás de tudo isso. Nós somos os mais fracos”, alegou.

Outra afirmação de Miranda é que um advogado teria oferecido R$ 10 milhões para Gláucio, para que José de Alencar assumisse toda a responsabilidade pela morte de Décio, pois Miranda já estava velho e no fim dos dias. Miranda afirma que Gláucio negou a oferta e que nunca faria algo assim para o pai, pois era tudo pra ele. A proposta foi feita, segundo Alencar, no início das investigações, quando ele estava no Corpo de Bombeiros. Gláucio também falou da oferta em depoimento nesta segunda-feira. Miranda não quis dizer o nome do advogado, pois teria medo de ser assassinado.

Ao final do depoimento, Miranda disse que sua saúde estava comprometida e que estava triste por ter o pedido de prisão domiciliar negado. Afirmou, ainda, que não se sente seguro no Quartel da Polícia Militar onde está preso há mais de 11 meses. E finalizou dizendo que “tenho fé em Deus, que vocês serão iluminados e vão chegar à verdade sobre esses fatos”. (Liliane Cutrim/Imirante)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeita de Rosário é afastada por improbidade administrativa

A Câmara Municipal do município de Rosário aprovou em sessão ordinária na noite de ontem segunda-feira (03), o decreto que pede o afastamento da prefeita Irlahi Linhares (PMDB), acusada de cometer atos de improbidade administrativa.

De acordo com a Lei Orgânica do Município e Regimento Interno da Câmara de Vereadores, Irlahi teria ferido a constitucuinalidade da lei, entre outras irregularidades que ainda devem ser apuradas.

Por seis votos a cinco, os vereadores Luis Carlos, Ademar do Sindicato, Jardson Rocha, Sandro Marinho, Preto e Jorge do Bingo decidiram pelo afastamento de 90 dias da gestora de Rosário.

A decisão deve ser publicada na edição desta terça-feira (04) do Diário Oficial do Estado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Flávio Dino se fortalece no interior do estado e clã Sarney se desespera

Flávio Dino em Amarante do Maranhão.

Flávio Dino em Amarante do Maranhão.

Enquanto Roseana Sarney (PMDB) é recebida com protesto por onde passa, o comunista Flávio Dino se fortalece cada vez mais como – por exemplo -, o apoio da maioria da Câmara de Vereadores de Amarante do Maranhão.

Descontentes com ausência de atuação do governo do Clã Sarney, os vereadores declararam no último sábado (01) querer mudança na realidade do município.

7 dos 13 vereadores da cidade, sendo 6 de oposição a prefeita da cidade Adriana Ribeiro (PV ), e uma do mesmo partido do comunista Cleiva do sindicato (PC do B ), declararam, em reunião com a comitiva de Flávio Dino, estarem convictos do projeto de mudança do cenário maranhense representado por ele.

Vale lembrar que na cidade existe uma grande expectativa em relação ao processo no TSE contra a prefeita Roseanista, Adriana Ribeiro (PV). Para o desespero da gestora, a Procuradoria Geral do Ministério Público Federal, deu parecer pelo indeferimento do registro de candidatura.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Câmara questiona Orçamento para Cultura: “Cadê os R$ 12 milhões do remanejamento prefeito?”

Em pronunciamento durante o Painel sobre o Vale-cultura, realizado pela Câmara Municipal de São Luís, nesta segunda-feira (03), o vereador Fábio Câmara (PMDB), líder da oposição na Casa, questionou o orçamento da Prefeitura para as festas juninas deste ano que, segundo presidente da Fundação Municipal de Cultura, professor Francisco Gonçalves, será de R$ 2,5 milhões.

“Esta Casa aprovou mês passado o remanejamento de R$ 12 milhões do Fundo da Cultura para Fundação Municipal de Cultura (Func), além disso, a própria Fundação já tinha uma previsão de R$ 3 milhões no orçamento que, com o remanejamento, passou a totalizar R$ 15 milhões. Por tanto, cadê os R$ 12 milhões do remanejamento que a Prefeitura afirmou que seriam usados no São João? E porque dos R$ 3 milhões apenas R$ 2,5 milhões estão sendo investidos?”, questionou Câmara.

O vereador do PMDB aproveitou a oportunidade para manifestar sua solidariedade aos artistas, donos de brincadeiras e produtores culturais, que foram excluídos dos arraiais da Praça Maria Aragão, da Cohab, e de outros terreiros patrocinados pelo governo municipal e ainda afirmou que o que está ruim, pode piorar.

“O prefeito Edivaldo de Holanda Júnior não realizou o Carnaval de passarela, agora no São João, das 435 atrações artísticas inscritas para se apresentar nos arraiais patrocinados pela Prefeitura, 210 foram excluídas da programação. A exclusão de quase metade das atrações que pleiteavam espaço na programação causou revolta nos artistas, donos de brincadeiras e produtores culturais, que vêm taxando o São João deste ano como o menos democrático de todos os tempos. É por isso que costumo dizer. O que está ruim, pode piorar!”, afirmou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.