Brasil

MEC cancela provas do Enem no CE

O MEC (Ministério da Educação) decidiu cancelar a prova dos 639 estudantes do colégio Christus, de Fortaleza (CE). O ministério reconheceu nesta quarta-feira que um simulado feito pelo colégio, duas semanas antes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), continha nove questões idênticas às do exame –aplicado no fim de semana passado para 5,4 milhões de alunos em todo o país.

As questões do simulado foram divulgadas ontem em um perfil do Facebook. Dos 14 itens expostos na rede social, 9 eram idênticos às questões apresentadas pelo Enem. A Polícia Federal foi acionada para investigar o caso. Uma das hipóteses trabalhadas é que as questões vazaram pelo pré-teste do Enem.

A cada ano, o Inep (instituto do MEC responsável pelo exame) aplica provas para alunos de diferentes escolas do país para testar o nível de dificuldade dos itens. Essas questões, após serem testadas, podem fazer parte do banco de itens, de onde saem as questões do Enem.

Da Folha


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

MEC divulga gabarito oficial do Enem 2011

Do G1

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, na tarde desta terça-feira (25), o gabarito oficial da edição 2011 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado neste sábado (22) e domingo (23). Os documentos estão disponíveis para download no site do Enem.

Na segunda-feira (24), o Inep havia divulgado os cadernos de provas utilizados pelos candidatos, divididos por cor.

Cerca de 4 milhões de pessoas fizeram as provas no sábado (22) e no domingo (23). No total, mais de 5,3 milhões de estudantes se inscreveram no exame, mas a abstenção média, segundo o MEC, foi de 26,4%, o que representa mais de 1,4 milhão de candidatos. O número bateu recordes neste ano.

Segundo o edital do Enem, o resultado individual das provas, que inclui a correção e nota da redação, será divulgado em 4 de janeiro de 2012.

Clique aqui e veja o resultado completo


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Médicos paralizam hoje unidades do SUS do Maranhão

Médicos de unidades do SUS (Sistema Unificado de Saúde) do Maranhão vão parar hoje em protesto contra as baixas remunerações e as más condições de trabalho na rede pública. Serão interrompidos os atendimentos a consultas e exames, apenas os atendimentos nas unidades de emergência e urgência não irão aderir a paralização.

Durante toda esta terça-feira está confirmada nos Estados do Maranhão, Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Sergipe.

Com nome de “Movimento Saúde e Cidade em Defesa do SUS”, as manifestações são organizadas por uma comissão composta por representantes do CFM (Conselho Federal de Medicina), da AMB (Associação Médica Brasileira) e da Fenam (Federação Nacional dos Médicos).

Com informações da Folha


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Crime de trânsito: decisão judicial na contramão de direção

A notícia da revogação da prisão preventiva do ex-subsecretário estadual de governo, Alexandre Felipe Vieira Mendes (Rio de Janeiro). Ex-integrante da coordenação da Operação Lei Seca, que se envolveu, em agosto último, em grave acidente, dirigindo embriagado e em zigue-zague, conforme relato de uma testemunha, atropelando na calçada três pedestres e resultando na morte de um ciclista, além de empreender fuga do local, precisa servir de objeto de análise e reflexão ante a barbárie constante do trânsito brasileiro e a importância de punições imediatas, na contenção de tal tragédia, onde 35 mil pessoas ( em média)  perdem a  vida anualmente  em rodovias e  vias urbanas. 

Decisão judicial não se discute. No entanto, como estudioso da matéria e com fulcro na livre expressão do pensamento, princípio basilar do estado democrático de direito, discordo de tal decisão. Num país onde o uso do álcool ao volante é causa determinante de constantes tragédias no trânsito, tal decisão é um retrocesso na tentativa do necessário rigor imediato na aplicação de medidas judiciais contra os homicidas alcoolizados do volante. Quem bebe e dirige é assassino em potencial. Quanto mata e fere gravemente, sob o efeito do álcool, deve ser recolhido ao cárcere até por respeito aos familiares das vítimas e ali aguardar o julgamento. E se o homicida em questão, Alexandre Felipe, sentindo a iminência da condenação, resolver fugir? Quem será responsabilizado? O que dizer aos familiares da vítima fatal?

A meu ver não está em jogo a periculosidade do acusado ou sua folha penal pregressa. – é bom lembrar que fugiu sem prestar socorro às vítimas e não se apresentou para cumprir a prisão preventiva- mas a aplicação do necessário rigor da lei como mecanismo de desestímulo à tal prática nefasta, que ceifa preciosas vidas pela ação irresponsável de beber e dirigir. Tal medida, a meu ver, está na contramão de direção ante a possibilidade do desenvolvimento de projetos educativo-punitivos que visem a mudança comportamental do perfil, imprudente e irresponsável, de boa parte de nossos motoristas. Trânsito é meio de vida, não de imprudência, morte, dor, sofrimento, tragédia e mutilação. Registre-se que o trânsito é a maior causa de morte de jovens no país na faixa etária entre 15 e 34 anos no país. Estamos diante de uma grave doença dócil cujas medidas judiciais rigorosas e imediatas são importantes para inibir a sanha assassina dos alcoolizados irresponsáveis do volante.

Milton Corrêa da Costa

Coronel  da reserva da PM do Rio de Janeiro


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Rio de Janeiro: a vida sob risco ao errar o caminho

No mesmo dia, 17/10, em que o Instituto de Segurança Pública (ISP), mostra a queda em três indicadores considerados estratégicos no combate à criminalidade, nos sete primeiros meses de 2011, comparativamante ao mesmo período do ano passado, quanto ao índice de letalidade violenta- crimes correlatos- (caiu 13,2%,), de roubo de veículo ( diminuiu 15,3%,) e de roubo de rua com redução de 14,3%., com tendência contínua de queda desde 2009, o corpo de um idoso, de 74 anos, é sepultado no Rio, vítima da violência e da ousadia de narcoterroristas que continuam, de posse de armas de guerra,  a ameaçar a vida e a dignidade humana, dominando ainda inúmeros redutos, considerados ‘zonas de anomia’, onde a lei predominante é a do terror e da opressão aos moradores.
 
Valdemiro Lázaro dos Santos ia para casa, na Via Light ( Baixada Fluminense), quando o motorista do carro em que se encontrava errou o caminho e entrou no Morro do Chapadão, uma comunidade conhecida como violento reduto marginal, na localidade de Costa Barros. Foram abordados por um grupo de traficantes. No banco de trás do carro -o motorista acelerou tentando fugir-  foi alvejado pelo bando de traficantes. Logrando êxito na fuga, os dois outros ocupantes do veículo, feridos de raspão, conduziram a vítima, gravemente ferida, para o Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, onde foi operado, mas precisou ser transferido por falta de leito na UTI daquela nosocômio. Ao recorrer à justiça (parece piada) a família da vítima, quase 24 horas após a agressão à bala, conseguiu que Valdemiro fosse transferido para o Hospital Estadual Alberto Torres, em São Gonçalo. A distância percorrida entre as duas unidades foi de cerca de 50 km. Pouco tempo depois de chegar ao destino veio a falecer. O filho, indignado com a morte do pai, acusou o Estado de duplo assassinato: pela falta de segurança e pela falta de estrutura na área de saúde. Se morreu ou não pela carência de assistência médica o inquérito policial irá dizer.
 
 Dias atrás, também por errar o caminho, um policial civil foi morto na entrada no Complexo da Maré, nas proximidades da Avenida Brasil, no Rio. Walter Cardoso não resistiu ao tiro na cabeça. Ele e outro policial civil, que estavam em um carro de passeio, entraram por engano no local e foram abordados por bandidos. Houve troca de tiros. Um bandido morreu e três foram presos. Para completar o noticiário policial que confirma a ousadia extrema do banditismo , cerca de dez meliantes, fortemente armados, fizeram um arrastão no final da noite do último sábado na Rodovia Presidente Dutra, na altura de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Segundo testemunhas, três carros foram usados pelos criminosos para bloquear uma das pistas da rodovia. Os bandidos roubaram celulares, carteiras e um carro durante a ação. 

Este é o contexto da violência que continua, apesar do advento das UPPs e de todo o esforço de autoridades e seus agentes – vide a anunciada queda dos números do crime- atemorizando a tudo e a todos. O medo do crime é um fato real. No Rio e em sua Região Metropolitana, há locais transitáveis e não transitáveis. O Rio continua lindo, porém violento, onde as armas de guerra permanecem adentrando por nossas vulneráveis fronteiras e chegando aos morros e favelas. Por enquanto, o direito de ir e vir aqui não é pleno. Narcoterroristas continuam nos ameaçando em qualquer hora em qualquer lugar e errar o caminho pode ser um erro fatal.

 Milton Corrêa da Costa

Coronel da reserva da Polícia Militar do Rio de Janeiro


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

98% dos internautas brasileiros estarão em redes sociais em 2015

Em 2015, 98% dos usuários brasileiros de internet estarão cadastrados em alguma rede social, segundo projeções divulgadas pelo CGI.br nesta quinta-feira (13), durante o I Fórum da Internet no Brasil. Nos dados previstos para 2011, essa porcentagem fica entre 70% e 80%. Os dados foram apresentados por Demi Getschko, diretor-presidente do NIC.br e conselheiro do CGI, durante o I Fórum da Internet no Brasil.

Também deve crescer o número de lares com acesso à internet. O CGI.br prevê que 80% dos lares brasileiros tenham conexão à web até 2015 –hoje, esse número fica entre 30% e 40%.

Entre as principais causas apontadas para o alto crescimento estão o Plano Nacional de Banda Larga, a redução do custo do acesso à web e do computador e o aumento das cidades com cobertura de acesso Wi-Fi gratuito. Demi Getschko projeta também um crescimento na habilidade e competência no uso da internet por parte dos internautas brasileiros.

“A gente acha que tem que haver a educação dos usuários, mas isso não é um pré-requisito para o acesso à internet. Mesmo que, eventualmente, esse novo usuário caia em golpes velhos, ele acaba aprendendo”, disse. “O brasileiro é muito afeito a novidades. Nem sempre ele sabe inglês, mas se vira e participa de redes sociais.”

Getschko, que é considerado um dos “pais” na internet no Brasil, conta que o problema de acesso à internet muda de acordo com as regiões do país. “Em São Paulo, o sujeiro quer mais recursos pelo que paga, quer competição e alternativas. Agora, no interior do Maranhão, não há alternativas. Para ele, não é o mais importante que seja banda larga, e sim o acesso básico.”

Para ele, o caminho para a expansão da internet no Brasil deve ser feito por meio da criação de uma estrutura física de fibras: “O wireless é legal para quem já tem a base e quer ter mobilidade.”

Celulares – Dados do CGI de 2010 mostram que já existem 6,3 milhões de usuário de internet via telefone celular no Brasil. De acordo com Getschko, o acesso à web móvel está estável no Brasil, principalmente pela barreira do custo.

Apesar disso, ele conta que, entre 2005 e 2010, houve um aumento expressivo no uso do celular para enviar mensagens de texto e fotos.

(Com informações do G1)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Piauiense ganha sozinho 45 milhões na Mega-Sena

O prêmio principal, de R$ 45,3 milhões, saiu para um bilhete.

A Caixa Econômica Federal divulgou na noite deste sábado (51) as seis dezenas sorteadas pelo concurso 1.328 da Mega-Sena. O sorteio aconteceu em Chapecó (SC).

Confira os números sorteados:  10 – 23 – 27 – 43 – 53 – 59

O prêmio principal, de R$ 45.390.782,32, saiu para apenas um bilhete, cuja aposta foi registrada no Piauí. A quina saiu para 213 apostadores, que vão receber R$ 16.945,58; e a quadra, para 14.179, que receberão R$ 363,65.

Estimativa de prêmio para o próximo concurso, que será soretado na próxima quarta-feira (19), é de R$ 2 milhões.

 Do G1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Decisão judicial contra homicida do volante deveria servir de exemplo

O permanente clamor público contra a impunidade pelos crimes de trânsito no país, onde o ex-jogador de futebol Edmundo, que envolveu-se num grave acidente ao sair de uma boate, na zona sul do Rio, em 1995, matando três jovens, foi beneficiado recentemente pela prescrição dos homicídios, começa a dar sinais que possa ter ressonância. Registre-se que algumas decisões, de instâncias judiciais superiores, ainda permanecem na contramão de direção quanto a punibilidade dos criminosos do trânsito. Vale lembrar que recentemente, uma decisão do STF, transformou uma acusação de homicídio doloso no trânsito para culposo. O argumento vencedor –a decisão não foi por unanimidade- é de que o réu, ao ingerir bebida alcoólica momentos antes do acidente, não o fez com a intenção de matar. Com todo respeito ao notável entendimento jurídico mas quem bebe e depois senta-se ao volante de um carro para transformá-lo numa arma mortífera, assume sim o risco do resultado danoso, ainda que não queira o fim trágico. Fica portanto aí configurado o chamado dolo eventual.

 Assim é que uma decisão da justiça do Rio do Janeiro, tomada na sexta-feira, 14/10, decretando a prisão preventiva do ex-subscretário estadual de governo Alexandre Felipe Vieira Mendes, que também integrava (pasmem), até fevereiro deste ano, a equipe de coordenação da Operação Lei Seca no estado, deve ser aplaudida por toda a sociedade, vítima em potencial dos assassinos do volante. Alexandre Felipe, em agosto deste ano, ao sair de uma festividade, no município de Niterói, Região Metropolitana do Rio, dirigindo visivelmente embriagado, segundo uma testemunha e em zigue-zague atropelou quatro pedestres na calçada, inclusive crianças, e em seguida um ciclista que acabou falecendo no hospital momentos após em razão de traumatismo cranioencefálico, fato que demonstra a força do impacto e a velocidade com que o veículo era conduzido. O causador da tragédia fugiu do local do acidente sem prestar socorro às vítimas. Após 16 horas  apresentou-se à delegacia policia, sendo então submetido -os culpados quando possível agem sempre assim- a exame etílico, que obviamente deu negativo, como era de se supor. Responde agora por homicídio doloso, lesão corporal e omissão de socorro.

Salta aos olhos, neste caso, a exemplar atitude do juiz Peterson Barroso Simão, titular da 3ª Vara Criminal da Comarca de Niterói, ao declarar em sua justificativa para tomada da decisão que “o Judiciário não pode ser menos rigoroso quando as vítimas são pessoas simples e humildes, pois sabe que o valor da vida humana é igual para todos”. Disse mais o magistrado :  “a lei penal poderia ficar comprometida, pois, se houve fuga durante o fato, não há confiabilidade para que não fuja outra vez, frustrando a reposta penal”. Aplausos, aplausos e aplausos ao nobre magistrado pela memorável decisão.

 A realidade  é que o álcool tem sido a causa de constantes tragédias na barbárie do trânsito brasileiro,  como grande componente de um total ( em média) de cerca de 35 mil mortes/ano, sem falar nos que são incapacitados definitivamente adquirindo graves sequelas pela violência do trânsito. É bom lembrar que o álcool, ao ser ingerido, passa a circular na corrente sanguínea atingindo diretamente o cérebro onde são processadas as informações necessárias para a condução de um veículo. A partir daí o motorista leva maior tempo para avaliar as diferentes situações que se apresentam no trânsito, tendo seus reflexos prejudicados, surgindo maior dificuldade para tomar atitudes que requeiram reações rápidas e precisas.

 Uma matéria publicada recentemente num jornal de grande circulação no país, revelou que na análise de 1.053 processos criminais por embriaguez ao volante, abertos entre março de 2009 e junho deste ano, contra motoristas flagrados em blitzes da Operação Lei Seca no Rio,  apenas seis deles acabaram em condenações. Registre-se que o crime previsto no Artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), por direção alcoolizada, se configura quando a dosagem alcoólica do condutor, aferida no teste do bafômetro, é igual ou superior a 0,3 mg de álcool por litro de ar expelido dos pulmões ou o equivalente a 6 dg de álcool por litro de sangue. Acrescente-se que a Lei Seca (Lei Federal 11.705/08), que alterou dispositivos do CTB, também admite a prova testemunhal para a configuração do crime e da infração administrativa de dirigir sob a influência de álcool, através do relato dos notórios sinais de ingestão de bebida alcoólica apresentados pelo condutor. Os mecanismos de detecção de dirigir sob o efeito de outras drogas, como o teste da saliva feito em outros países, também precisam ser postos em prática em rodovias e vias urbanas.

Aqui vale lembrar que o ex-deputado estadual do Paraná, Carli Filho, dirigindo bêbado, com a carteira de habilitação suspenda e a 167 km/h  matou dois jovens em maio de 2008 e será submetido brevemente a júri popular acusado de homicídio doloso. Que as brechas da lei, os intermináveis recursos judiciais e a morosidade da justiça não o beneficiem para deixa-lo longe do cárcere. Que tais lamentáveis fato sirvam, portanto, de lição para os que ingerem álcool (em qualquer quantidade) muitas vezes associado ao uso de drogas ilícitas e energéticos  e assumem irresponsavelmente a condução de um carro . Os acidentes que envolveram o ex-subsecretário de estado Alexandre Felipe Mendes e o ex-deputado Carli Filho não são fatalidades. É irresponsabilidade que deve ser punida com todo o rigor da lei.  A recente decisão do juiz Peterson Barroso Simão merece, pois, todos os aplausos da sociedade. Trânsito é meio de vida. Não de mortes, dor, tragédia, impunidade e mutilação.

Milton Corrêa da Costa

Coronel da reserva da PM do Rio de Janeiro


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Rio de Janeiro: Tragédia anunciadas pela omissão e sem responsáveis

Numa cena própria de filme de ação ou de atentado terrorista no Iraque, no Afeganistão ou em embaixadas em todo o mundo, numa explosão equivalente a 10 quilos de dinamite, o térreo e o subsolo de um prédio comercial no centro no Rio, onde funcionava irregularmente um restaurante (vazamento de gás é a causa provável) foi pelos ares. Resultado da tragédia: corpos arremessados a vários metros, parte do prédio demolida, 3 mortos, 17 feridos ( 4 em estado grave ), corpos queimados, dor, pânico, sofrimento e jogo de empurra para fugir da responsabilidade de quem poderia ter evitado a tragédia anunciada. O restaurante, como um nome sugestivo, de Filé Carioca, virou um amontoado de escombros e destroços.

De uns tempos para cá, como já não bastasse conviver cotidianamente com a morte por tiro de fuzil na próxima esquina ( balas perdidas e tiros certeiros), apesar de todo o esforço de autoridades e seus agentes para reduzir a violência -vide o importante projeto da UPPs-, o carioca vive agora o pavor do descaso pela explosão por vazamento de gás, de bueiros, por tragédias em bondes, nos parques de diversões com brinquedos assassinos, etc, etc.

A cada bueiro explodido já há inclusive uma quantia pré-estabelecida pelo valor da vida humana perdida ou mutilada ou pelo dano material causado. O órgão i(responsável), seja a Light, Ceg, companhia telefônica ou quem for, paga R$ 100 mil e pronto. Tá resolvido o problema da omissão da prevenção. No caso do acidente que matou dois jovens num parque de diversões na Zona Oeste do Rio, há dois meses, (pasmem) o engenheiro i(responsável) apenas assinava- já o fazia há alguns anos- os laudos técnicos sobre o suposto bom estado de conservação dos brinquedos sem sequer vistoriar o local. Na tragédia com o bonde que matou 5 e feriu 57 no bairro de Santa Teresa ( impressiona a fotografia do bonde tombado) a perícia constatou 23 itens de mau estado de conservação do tradicional e secular meio de transporte de um dos mais belos cartões postais do Rio.

Na cena de terror desta quinta-feira, 13/10, no centro da cidade -a edificação não foi aprovada para utilização de gás combustível, seja sob a forma de cilindros de GLP ou canalizado de rua sem prévia autorização, mas o restaurante funcionava- fica apenas uma pergunta a ser respondida, (espera-se) após a conclusão dos inquéritos técnico e policial. Quem são os responsáveis pela imprudência, pela omissão, pelo descaso, pela negligência e pelo dever de fiscalizar? Que pelos menos cada qual responda civil e criminalmente por seus atos. As vítimas e seus familiares exigem justiça e a responsabilização. Por enquanto, o Rio continua sendo a Cidade do Terror. Aguardemos agora a próxima tragédia evitável.

Milton Corrêa da Costa
Coronel da reserva da PM do Rio de Janeiro


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Funcionários dos Correios voltam a trabalhar amanhã

 

Nesta quinta-feira as atividades nos correios retornaram

Nesta quinta-feira as atividades nos correios retornaram

A Federação dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect ) informou nesta quarta-feira (12), que os funcionários dos Correios irão cumprir a determinação do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e retornarão ao trabalho a partir das primeiras horas desta quinta-feira.

Segundo o diretor da Fentect, José Gonçalves de Almeida, a orientação passada para os sindicatos estaduais é para que todos retornem já no período damanhã. “Brasiília e Rio de Janeiro já decidiram pelo retorno. Em estados como Paraíba e Piauí, as assembléias só irão ocorrer amanhã pela manhã. Mas a orientação é para que todos retornem ainda pela manhã”, afirmou.

De acordo com o diretor, a maioria dos estados já decidiu por encerrar a greve iniciada no dia 14 de setembro. Só nesta quinta-feira, entretanto, a federação terá um balanço sobre o fim das paralisações.

Na terça-feira, o TST determinou a volta ao trabalho a partir de quinta-feira, sob pena de multa, e autorizou a empresa a descontar dos funcionários sete dos 28 dias não trabalhados. O tribunal fixou ainda o reajuste salarial da categoria em 6,87%, retroativo a 1º de agosto, além de aumento real de R$ 80 com validade a partir de 1º de outubro.

Com informações do Imirante


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.