Política

Famílias Macedo e Coutinho brigam pela presidência da Assembleia

O resultado vitorioso e o fracasso nas urnas eletrônicas acendeu as discussões políticas sobre a presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão para o biênio 2015/2017.

Duas famílias de peso aliadas ao futuro governador Flávio Dino (PCdoB), mal aguardaram passar a ressaca eleitoral e já caíram em campo nas articulações para a composição da próxima mesa diretora.

Apontado pela classe política como próximo presidente do legislativo com aval do governo comunista, o deputado eleito Humberto Coutinho enfrentará a cobiça da família Macedo pelo posto.

O deputado Fábio Macedo, irmão do prefeito de Dom Pedro, ambos filhos do empresário Dedé Macedo, já começou a pedir votos aos colegas que vão entrar no parlamento. Segundo informou ao Blog do Neto Ferreira.

Há três meses da eleição da mesa, o assunto ganha ânimo e deve encurralar a cada dia Flávio Dino pela amizade que nutri com os Macedos e Coutinhos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Deputados solidarizam-se com o ex-prefeito Humberto Coutinho

Ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho

Ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho

Os deputados Rubens Pereira Júnior (PCdoB) e Magno Bacelar (PV), na sessão desta terça-feira (12), solidarizaram-se com o ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho, que, após exame de rotina realizado semana passada, recebeu o diagnóstico de câncer no intestino.

Logo assim que soube que está com CA, Humberto Coutinho, que é esposo da deputada estadual Cleide Coutinho (PSB), reuniu-se com amigos e correligionários e anunciou que iniciaria o tratamento no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Rubens Pereira Júnior e Magno Bacelar elogiaram a forma como Humberto Coutinho resolveu encarar publicamente a doença.

Rubens Pereira Júnior externou solidariedade à família de Humberto Coutinho, voltando as suas orações para que o ex-deputado recupere-se, o quanto antes, e volte com saúde. “Certamente muitas batalhas virão. Humberto é indispensável para a oposição no estado do Maranhão, por isso, registro a minha solidariedade para que o ex-prefeito Humberto, efetivamente, vença esse grande desafio da sua vida”, disse o parlamentar.

“Presto a minha solidariedade ao ex-deputado e ex-prefeito de Caxias, o médico Humberto Coutinho. Infelizmente, quando cheguei hoje nesta Casa, tomei conhecimento que ele estava com CA no intestino. Lamento porque realmente tive o prazer de tê-lo aqui como deputado, um grande companheiro”, disse Magno Bacelar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Construtora do irmão de Humberto Coutinho será investigada pelo TCU

Os exorbitantes valores pagos pelo Governo Federal a empresas que atuam no programa Minha Casa Minha Vida no Maranhão, chamou a atenção do Senado que aprovou requerimento para o Tribunal de Contas da União (TCU) investigar os contratos com as empreiteiras.

Ex-prefeito de Caxias Humberto Coutinho.

Ex-prefeito de Caxias Humberto Coutinho.

E uma dessas empresas é a construtora Amorim Coutinho, de propriedade do empresário Eugênio Coutinho, irmão do ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho (PDT).

No levantamento sobre os contratos da empreiteira, mostra sua atuação em construção de cerca de 3 mil casas em Caxias, mil em Codó e outras mil em Chapadinha através do programa Minha Casa, Minha Vida.

Na época, algumas situações durante construções de condomínios residências financiados pela Caixa Econômica Federal (CEF) chamou a atenção do Conselho Municipal do Meio Ambiente, Secretaria Estadual do Meio Ambiente e à Polícia Federal como – por exemplo -, a construção realizada as margens do Rio Itapecuru.

A empreiteira de Eugênio Coutinho foi denunciada por está promovendo desmatamento irregular de milhares de hectares em áreas de cocais situadas nos povoados Barriguda e Fazenda Santa Clara. Para piorar a situação, as áreas são de proteção ambiental e dejetos eram despejados no rio.

A Amorim Coutinho foi acusada de produzir agressão ambiental em Caxias, com desmatamento de nascente do riacho Paraíso, afluente do Itapecuru, destruição de mata ciliar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

PDT promove encontro estadual em Caxias

A executiva estadual do PDT promove no próximo sábado, 02 de março, em Caxias, a segunda rodada do Encontro de Organização e Gestão Partidária que reúne os diretórios da região dos Cocais e Maranhão Central. O evento acontece no auditório Marcelo Thadeu Assumpção da Câmara de Vereadores, na Praça da Matriz a partir das 8h.

No sábado passado, 23 de fevereiro, a rodada foi em Imperatriz e reuniu 31 comissões e diretórios do Sul do Maranhão.

Está confirmada a presença do presidente da Embratur, Flávio Dino, pré-candidato ao governo do Maranhão na eleição do próximo ano.

O deputado federal Weverton Rocha chega ainda na sexta-feira, 1º de março, em Caxias, para participar de encontro estadual com secretários municipais de esporte.

O ex-prefeito de Caxias, Humberto Coutinho, do PDT, também confirmou ainda ontem sua participação no encontro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Vereador é baleado em Caxias

Vereador de Caxias Helton Mesquita

Vereador de Caxias Helton Mesquita

O vereador e pré-candidato a prefeito de Caxias, Helton Mesquita (PSC), foi baleado na noite desta quarta-feira (02) durante uma tentativa de assalto em Caxias.

Segundo informações, Mesquita foi baleado na porta de sua residência, que fica localizado na Avenida Senador Alexandre Costa, próximo ao restaurante Jardins.

De acordo com populares dois homens chegaram em uma motocicleta e anunciaram o assalto. Logo em seguida, efetuaram três disparos acertando dois contra o vereador. Após balear Helton, os meliantes apreenderam fuga.

Helton foi conduzido para o Hospital Municipal de Caxias (Gentil Filho), onde lá se encontram familiares e o prefeito Humberto Coutinho (PSB).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

MPF denuncia Humberto Coutinho

O Ministério Público Federal denunciou o prefeito de Caxias (MA), Humberto Ivan Araújo Coutinho, o secretário de Saúde , Domingos Vinícius de Araújo Santos e a representante e administradora do Hospital Casa de Saúde e Maternidade, Ivanise Coutinho Araújo, por contratarem, sem licitação, serviços de tomografia computadorizada e de nefrologia do hospital.

Humberto Coutinho

Humberto Coutinho

Segundo a denúncia, a empresa contratada tinha como sócio o prefeito da cidade e outros parentes. A irmã do prefeito e administradora do hospital, Ivanise Coutinho Araújo, foi a responsável por firmar o contrato com o município. Além disso, a contratação também teria ocorrido sem justificativa do preço.

O secretário de Saúde, Domingos Santos, responsável direto pela contratação dos serviços, justificou que a licitação “não ocorreu, porque na região não havia nenhuma outra empresa que prestasse, embora soubesse que existia o serviço em cidades vizinhas”. De acordo com a Cordenadoria de Controle e Avaliação da Secretaria de Saúde de Caxias, havia dois serviços de nefrologia à época da contratação,

sendo uma clínica na própria cidade e a outra em Timon (MA).

A denúncia aguarda o recebimento pelo Tribunal Regional Eleitoral da 1º Região (TRF1). Se aceita, os acusados responderão por dispensa ilegal de licitação, crime punível com detenção de três a cinco anos e multa.

(Com informações do  Ministério Público Federal)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.