Política

Polícia Federal deve investigar perseguição feita por Edivaldo contra Wellington

img-20160929-wa0049

O candidato a prefeito de São Luís, Wellington do Curso (PP), afirma que está sendo perseguido, e em razão disso, protocolou na presidência da Assembleia Legislativa, um pedido para que a Casa solicite à Polícia Federal uma investigação em relação ao caso.

No ofício enviado para ao presidente da Casa, deputado Humberto Coutinho (PSB), Wellington declara que está sendo perseguido e fotografado por homens em uma Toyota Hilux preta e pede apoio dos federais para identificar quem o monitora.

Segundo buscas realizadas no aplicativo Sinesp Cidadão, módulo do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais e sobre Drogas, o Sinesp, a placa do referido veículo não consta no banco de dados.

De posse dessas informações, a Assembleia Legislativa deve encaminhar o pedido agora à tarde para a Superintendência da Polícia Federal.

veiculo-e1475164000699-266x300

img-20160929-wa0050


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Moradores desmentem Edivaldo Júnior e pedem obras no Jardim São Cristóvão

1475086420-551040956

Moradores do bairro Jardim São Cristóvão, em São Luís, reivindicam a conclusão dos serviços de pavimentação em algumas vias da localidade. Segundo eles, o trabalho de cobertura asfáltica foi iniciado por meio do programa Interbairros, realizado em parceria entre a Prefeitura de São Luís e o Governo do Estado, mas a atividade não foi concluída, causando a indignação dos moradores.

Um das vias que é alvo da reclamação dos moradores é a Avenida 2 do Jardim São Cristóvão. Uma placa chegou a ser colocada no local com os detalhes da obra: os serviços estavam orçados em mais de R$ 646 mil e tinham um prazo de 45 dias para a conclusão.

Dentro do cronograma também estava incluída também a cobertura na Rua Haroldo Paiva. No entanto, as máquinas se retiraram do canteiro de obras e as atividades não foram concluídas. Insatisfação Um trecho de aproximadamente 200 metros da Avenida 2 não recebeu as melhorias.

Segundo alegaram os moradores da comunidade, algumas vezes eles mesmos têm de tapar os buracos existentes na via. A construção de uma nova ponte também é objeto de reivindicação dos moradores.

A que existe no local atualmente foi construída de forma improvida pelos próprios moradores e já não atende mais a demanda da comunidade. “O poder público não respeita a comunidade. Será que somos obrigados a passar por uma situação dessa, já que pagamos o IPTU e todos os outros impostos?”, questionou o servidor público Walmir Bezerra, morador da localidade.

ed1

Como os serviços estavam sendo feitos por meio do programa Interbairros, o morador contou que já entrou em contato com a Prefeitura de São Luís e Governo do Estado em busca de uma solução para o problema, mas nunca obteve resposta.

A Rua Epitácio Cafeteira recebeu serviços de pavimentação, mas eles também não foram concluídos. No período chuvoso a via é penalizada com alagamentos, causando a insatisfação daqueles que moram no local. “Teve dia em que eu andei com a água na canela e fiquei doente por conta disso”, disse o aposentado João Lisboa da Silva.

Mais

O objetivo do Programa Interbairros é a implantação 14 novas conexões viárias no trânsito de São Luís. A ação, de acordo com o Governo do Estado e Prefeitura de São Luís, tem como objetivo criar novas possibilidades de tráfego de veículos nos grandes corredores urbanos para melhorar a mobilidade urbana na capital maranhense.

De O Estado do Maranhão


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Veículo adesivado com Edivaldo é flagrado entregando material de construção

O prefeito de São Luís e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), pode estar em “maus lençóis” e ter sérios problemas.

Um eleitor flagrou, na manhã desta terça-feira (27) um veículo plotado supostamente transportando material de construção para moradores da Zona Rural da capital maranhense, o que caracterizaria compra de votos.

O vídeo foi publicado no Blog Maranhão de Verdade.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Para favorecer Edivaldo, TV Difusora cancela debate

difusora-1

A TV Difusora, atualmente ligada ao deputado federal e presidente do PDT no Maranhão, Weverton Rocha, cancelou o debate que seria realizado com os candidatos a prefeito de São Luís na noite desta terça-feira (27).

Está claro que o cancelamento do encontro é uma medida para beneficiar Edivaldo Holanda Júnior (PDT), uma vez que o também candidato a prefeito, Eduardo Braide (PMN), entrou com um pedido na Justiça para participar do debate e ganhou o direito de se fazer presente.

Com medo de ser confrontado por Braide, que já anunciou que pretende questionar o prefeito em relação às suas ações em São Luís, Holanda Júnior, forçou a emissora a cancelar o debate.

A TV Difusora afirmou que com a entrada do candidato do PMN na sabatina ficou inviável tecnicamente realização do evento, pois a decisão daria brecha para que outros candidatos fossem inclusos e isso seria impossível.

Portanto, é notório o favorecimento a Edivaldo Júnior – que é membro e aliado do partido do presidente da emissora -, que tenta de todas as formas se esquivar da sua obrigação como prefeito, que é de dar explicações de suas ações municipais para a população

Veja a nota na íntegra da TV Difusora:

tv

tv1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Edivaldo é denunciado no MPE por ato eleitoreiro em contrato de R$ 33 milhões do Isec

holandinha

O advogado Pedro Leonel Pinto de Carvalho entrou com uma representação no Ministério Público Eleitoral (MPE) contra o prefeito de São Luís e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e pediu a inelegibilidade do gestor por uso político do Instituto Superior de Educação Continuada (Isec), que gerou um prejuízo de mais de R$ 33 milhões (trinta e três milhões de reais) aos cofres públicos municipais.

Segundo a representação, não existe nenhuma justificativa para que a Secretaria Municipal de Orçamento Participativo gaste em um ano um valor exorbitante num contrato dessa natureza, afinal o órgão serve para fazer reuniões nas comunidades para que a população opine sobre sobre como o dinheiro público gerido pelo prefeito será gasto.

O advogado relata também que a pasta municipal, segundo a imprensa local, não tem atividade-fim e nem tampouco desenvolve algum tipo de atividade que leve benefícios direto para o cidadão.

Pedro Leonel afirma, ainda, em sua representação, que há indícios de que a contratação do ISEC é um grande esquema de cabide de empregos

“Ademais, existem indícios de que a referida contratação nada mais é do que um grande esquema de cabide de emprego de pessoas não-qualificadas e que, assim, apontam o contrato como um mecanismo de auxílio na reeleição do prefeito”, declarou o advogado.

representacao1

representacao2

representacao3

representacao


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Empresa usa vários IP’s para atacar quem acusa Edivaldo Júnior

img-20160926-wa0035

Desesperado, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), que é prefeito de São Luís e candidato à reeleição, vem usando de atitudes baixas e vil durante a campanha eleitoral.

Segundo fontes fidedignas do Blog do Neto Ferreira, o pedetista contratou a agência de notícias, Socialize Marketing Digital, que faz parte da Addpress, para ficar monitorando todos os sites e blogs que publicam informações sobre a sua gestão.

Nesse monitoramento, há pessoas que utilizam vários computadores – conforme imagem abaixo – com nomes diferentes para atacar os veículos de comunicação que acusam Edivaldo Holanda Júnior.

Holandinha deseja de todas as formas maquiar a sua péssima administração.

Os IP’s e nomes diferenciados usados para criticar jornalistas serão denunciados na Polícia.

img-20160926-wa0034


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Funcionário da Prefeitura diz que obra só será finalizada se Edivaldo ganhar as eleições

234

O medo de perder as eleições tem feito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e a sua equipe de campanha cometerem algumas atitudes desesperadas.

N bairro Vila Brasil, um funcionário da Prefeitura de São Luís afirmou que as obras de pavimentação, que já estão sendo realizadas naquela localidade, só serão concluídas se Edivaldo Júnior for o vencedor das eleições municipais.

No vídeo abaixo, obtido pelo Blog do Neto Ferreira, os moradores perguntam se os asfaltamento será finalizado, e o servidor responde que para isso acontecer Edivaldo tem que ganhar.

Assista:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Sem moral, Edivaldo Holanda Júnior deveu IPTU durante 8 anos

edivaldo-holanda-junior-1260x540

O prefeito de São Luís e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), tem um histórico enrolado, que ele tenta esconder a todo custo dos eleitores ludovicenses, acerca do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU).

Conforme os documentos abaixo, Edivaldo passou oito anos sem pagar o referido tributo, e teve o nome inscrito na dívida ativa. O período da inadimplência do gestor foi entre janeiro de 2000 e janeiro de 2007. Detalhe, em 2004 ele disputou e ganhou seu primeiro mandato eletivo, como vereador; ou seja, mesmo exercendo um cargo político, ele ainda ficou dois anos pendentes com o IPTU: entre 2005 e 2007.

Edivaldo passou os dois anos iniciais do seu primeiro mandato como vereador cobrando da população o que não cumpria e, pior, infringindo as leis. A cobrança do imposto é determinada pelo Artigo 156 da Constituição Federal. Todo o dinheiro que é arrecadado com a cobrança vai para os cofres da Prefeitura, que o usa para custear despesas municipais. Sendo assim, o atual prefeito de São Luís contribui com o não desenvolvimento da cidade, ao deixar de honrar com o pagamento do IPTU.

img-20160923-wa0034

img-20160923-wa0035

img-20160923-wa0036


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Edivaldo Júnior desrespeita a população e foge de debate na TV

braide

Com medo de ser confrontado pelos adversários sobre a péssima atuação que vem tendo a frente da administração municipal, o prefeito de São Luís e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), tem fugido de todos os encontros organizado pela sociedade civil organizada e dos debates na TV.

A falta mais recente foi no debate da TV Guará, ocorrido na noite da última quinta-feira (22). O que gerou uma crítica por parte do jornalista Américo Azevedo Neto, o mediador do encontro. O jornalista foi incisivo ao afirmar que não queria receber o prefeito, mas o candidato. “O prefeito eu vi, eu vejo. Eu queria conhecer as ideias que ele (Edivaldo) tem para os próximos quatro anos”, frisou.

E Américo disse, ainda, que Holanda Júnior faltou à aula de Antropologia em que se aprende que tradição não é fazer, mas repetir, ou seja, embora ache que tradicionais são os programas das emissoras concorrentes, tradicional também é candidato repetir ausência em debates.

A resposta foi dada após o prefeito de São Luís dizer em seu programa eleitoral que só irá participar dos debates tradicionais da televisão maranhense, o da Difusora e o da Mirante.

O jornalista ressaltou que TV Guará, mesmo sendo a mais jovem das emissoras comerciais de TV, tornou-se tradição na cobertura de eleições. “Foi assim em 2012, foi assim em 2014 e está sendo assim em 2016”, disse ele, lembrando que até mesmo das entrevistas especiais com os candidatos a prefeito, Edivaldo Holanda Júnior foi o único que faltou.

Diante de tais informações, está confirmado que Edivaldo Júnior não aceita ser questionado e nem confrontado. Dessa maneira, desrespeita o povo, que merece suas explicações acerca de suas ações na Prefeitura.

A falta de respeito aumenta ainda mais quando tentar convencer o eleitor que ganhará as eleições no primeiro turno, divulgando pesquisas forjadas por um instituto pago pela sua própria gestão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Edivaldo Júnior mostra que não gosta de esporte e abandona o Nhozinho Santos

1

A certeza de que Edivaldo Holanda Júnior (PDT) tem feito uma péssima gestão a frente da Prefeitura de São Luís cresce cada vez mais, assim como a revolta da população por ter acreditado na “mudança”.

Um exemplo claro e incontestável da inoperância do pedetista é o abandono de locais fundamentais para o desenvolvimento de São Luís, como o estádio municipal Nhozinho Santo, que foi já foi palco de muitas partidas de futebol históricas e que levou esporte e lazer para muitos ludovicenses, mas que hoje encontra-se abandonado.

O Nhozinho Santos está fechado desde o ano de 2013, ou seja, durante todo o mandato de Edivaldo Holanda Júnior. O prefeito prometeu, como sempre faz, que reabriria o estádio em agosto de 2016, porém até o momento o local está interditado.

O fechamento de um dos maiores símbolos do futebol municipal prejudica e muito o esporte, pois times precisam jogar em outros locais, que muitas vezes estão precários, sem qualquer condições de uso, porque o estádio está fechado por falta de interesse da Prefeitura em investir no esporte e lazer do cidadão ludovicense.

Um absurdo!

img-20160922-wa0036


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.