Notícias

Dino chama deputados de desvairados e reage sobre pedido de prisão: “Passei a noite sem dormir”

Em tom de ironia, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino (PSB), comentou sobre o pedido de prisão enviado à Procuradoria-Geral da República (PGR) por deputados federais de oposição, a quem classificou como desvairados e desatinados.

“Lá no Ceará me perguntaram se eu estava preocupado porque diz que tinha uma tal de CPI e perguntaram também se eu tinha perdido sono porque ontem, um grupinho pequeninho de deputado pediu minha prisão. Eu disse: rapaz, que coisa terrível. E uma repórter me perguntou: e o pedido de prisão? ‘Passei a noite sem dormir!’ Por quê? ‘Por conta do acesso de riso’. Não é possível que essa gente segue tão desvairada, tão desatinada, ao ponto de querer transformar a vítima em algoz. Nós somos vítimas de uma tentativa de golpe de estado no dia 8 de janeiro, portanto não somos investigados”, falou o auxiliar de Lula durante o lançamento do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania – Pronasci 2 em São Luís.

Os deputados acusam Dino de omissão imprópria, conforme artigo 13 do Código Penal, e de crime de responsabilidade (artigo 8 da Lei nº 1.079/1950) por não informar ao GSI sobre o risco de invasão na Praça dos Três Poderes.

A notícia-crime cobra uma investigação com afastamento cautelar do ministro e a prisão preventiva de Dino pelo STF no curso da apuração.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *