Poder

Raiundo Lisboa começa a demarcar território em Bacabal

Blog do Louremar

Prefeito de Bacabal, Raimundo Lisboa

Prefeito de Bacabal, Raimundo Lisboa

A aliança Lisboa-Zé Vieira foi construída em etapas. Depois de escancarada a união do seu grupo com o do deputado Zé Vieira, o prefeito Lisboa inicia uma nova fase do plano.

É chegada a hora do Prefeito mostrar quem manda. Nessa nova etapa começará a ser usada a guilhotina para decepar a cabeça daqueles que não compactuam com o casamento dos dois caciques políticos.

A primeira vítima foi a irmã do deputado federal Alberto Filho. A odontóloga Luciana Veloso. De nada adiantou o seu irmão e o pai Zé Alberto estarem dando uma de polidos e civilizados participando de almoços ao lado de Lisboa. Ontem a jovem foi demitida.

Não deve ficar desempregada. Se ficar, não passa fome. O pai é rico fazendeiro. Pior é o que deve acontecer com o pessoal que não tem uma novilha nem de pelúcia.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Após audiência, Lupi diz que tem 'todas as condições' de ficar no cargo

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, afirmou na tarde desta quinta-feira (17) que tem “todas as condições” políticas de se manter no cargo. Lupi teria usado, durante viagens ao Maranhão em 2009, um avião pago pelo dirigente de uma ONG que posteriormente firmou convênios com o ministérios.

“Eu tenho todas as condições políticas [de manter o cargo]. Tranquilidade, serenidade e, repito, não há nenhuma acusação contra a minha pessoa […] Agora, meu cargo é de confiança da presidente da República. Depende dela. Eu já tive a conversa [com Dilma]. Já conversamos e eu vou continar trabalhando normalmente”, afirmou o ministro.

Na manhã desta quinta, Lupi falou por quase três horas na Comissão de Assuntos Sociais do Senado. Aos senadores, o ministro negou que tenha mentido ao afirmar que não conhecia o empresário Adair Meira, dirigente de ONGs posteriormente beneficiadas por convênios com a pasta. Lupi afirmou que não voltou atrás em relação ao depoimento prestado na Câmara, onde o ministro negou ter relações pessoais com Meira.

(Com informações do G1)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Segurança do empresário Glaúcio é baleado na porta de sua empresa

Seguranças do empresário conhecido por Gláucio arrumaram uma confusão na tarde desta quinta-feira, 17, na porta de sua empresa no bairro da Ponta D’Areia.

A briga motivada entre dois seguranças, um particular conhecido por Laércio e o outro segurança da empresa GAP, de propriedade de Gláucio.

Ao chegar na porta da GAP, Laercio tentou agredir o vigilante que é seu desafeto. E pior: o segurança em defesa sacou a arma e disparou sem pena 7 tiros contra Laércio, acertando apenas 1 na região do abdômen do segurança.

Neste momento a vítima se encontra em estado grave no Hospital Djalma Marques (Socorrão I)

Alguns funcionários da empresa estão prestando depoimento na delegacia do Bairro do São Francisco.

Daqui a pouco mais informações…


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Professora dá parte de João Castelo por agressão

Do Imirante

Professora Lindalva Batista

Professora Lindalva Batista

A presidente do Sindicato dos Profissionais do Magistério do Ensino Público Municipal de São Luis (Sindeducação), a professora Lindalva Batista, registrou um boletim de ocorrência da Delegacia Especial da Mulher contra o prefeito de São Luís, João Castelo. De acordo com a professora, em entrevista na rádio Mirante AM, ao tentar conversar com o prefeito, ele puxou seu terno e a chamou de ”maluca”.

O caso ocorreu no fim da manhã desta quinta-feira (17), na Prefeitura de São Luís, durante a posse dos conselheiros municipais de Educação.

”Quando eu fui falar com ele, ele veio de maneira muito agressiva, me chamou de maluca. Eu sabia que ele era acostumado a bater em estudantes, mas não sabia que ele batia também em professores! Então ele não me bateu porque ele disse que eu era mulher. Esse foi meu entendimento. É a segunda vez que ele me trata assim”, contou a professora Lindalva Batista.

Segundo a versão da professora municipal, ela foi tentar falar com o prefeito João Castelo sobre alguns problemas que estão ocorrendo na Educação Municipal, relacionados às condições de trabalho dos professores.

Segundo Lindaval Batista, a prefeitura ingressou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade contra a aprovação do Estatuto do Professor. ”Ele diz na ação que o estatuto foi eleitoreiro, que não foi aprovado de maneira correta, um absurdo!”, disse Lindalva.

Durante a discussão com o prefeito João Castelo, ele teria chamado um secretário para tentar resolver o problema. ”Disse a ele que era importante falar com ele. Como ele não recebe ninguém, aproveitamos esses momentos para tentar conversar com ele”, completou a professora. Lindalva contou, ainda, que três vereadores presenciaram a cena: Batista, Ivaldo Rodrigues e José Joaquim. ”Eles não fizeram nada, apenas me pediram calma”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

100% das obras do aeroporto Cunha Machado só serão entregue em 2012

Imirante.Com

O novo terminal de passageiros do Aeroporto Internacional Marechal Cunha Machado, em São Luís, deve ficar pronto no ano que vem. A pista principal do aeroporto já foi liberada. 

 A pista principal do aeroporto já foi liberada e os voos que tinham sofrido alterações de horários já voltaram a funcionar normalmente. A pista menor está sendo recuperada por partes para não alterar o funcionamento do aeroporto.

 Essa manutenção nas pistas são obras programadas pela Infraero e ocorrem a cada dez anos. Já em relação ao terminal de passageiros, só no próximo ano as tendas serão substituídas pelo novo prédio.

 Praticamente está sendo construído um novo terminal de passageiros dentro do antigo terminal. O aeroporto vai ficar maior e todo climatizado.

 A estrutura do telhado, que ameaçava desabar, vai ser toda refeita. Estão sendo construídos novos banheiros, nova praça de alimentação e toda a parte de checking dos passageiros. Do lado de fora, a parte coberta da calçada vai ser duplicada.

 Assim que as obras do terminal de passageiros forem concluídas, a Infraero já começa a dar início do processo de licitação para obras de melhorias em outras partes do aeroporto.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Diz logo onde está essa grana João Castelo!

Por Matias Marinho

Fazenda de Castelo

Fazenda de Castelo

Não consigo compreender o porquê de uma Comissão Parlamentar de Inquéritos (CPI) para que se descubra o que foi feito com R$ 73 milhões, repassados pelo Estado para a Prefeitura de São Luís, por meio de convênios, e que por uma decisão judicial deveriam voltar para os cofres do Executivo Estadual, mas que não voltou, e, no fritar dos ovos, não se sabe que fim levou a grana.

Numa época em que os órgãos são obrigados a manter sites na internet de divulgação de receitas e despesas, para promover a transparência no trato com o dinheiro público, sinceramente não acredito que se precise chegar a tanto.

A não ser que o prefeito João Castelo continue com a mesma postura, em vez de dizer onde estão os R$ 73 milhões, opte por acusar o  questionador, no caso o “pé no saco” do Roberto Costa.

A bela fazenda do prefeito de São Luís

A bela fazenda do prefeito de São Luís

É bom que fique claro que mesmo sendo um pé no saco ou um calo no sapato de Castelo, é melhor que se diga logo que fim levou essa dinheirama, ou continuaremos com a mente maldosa imaginando milhões de coisas, como por exemplo, pensar que o dinheiro esteja enterrado nessa belíssima fazenda em Peritoró.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeita de Paço do Lumiar permanece no cargo

Prefeita de Paço do Lumiar, Bia Venâncio

Prefeita de Paço do Lumiar, Bia Venâncio

A juíza Jaqueline Caracas da comarca de Paço do Lumiar, em decisão tomada na quarta-feira, 16, condenou Bia Venâncio prefeita de Paço do Lumiar (sem partido) a perda de alguns direitos políticos.

Em contato com o titular do blog na manhã desta quinta-feira, 17, o advogado da prefeita Venâncio, esclareceu que não houve afastamento do cargo, apenas uma suspensão dos direitos políticos pelo período de aproximadamente cinco anos, incluído uma multa.

Segundo o advogado, a decisão tomada pela da juíza Jaqueline Caracas não tem efeitos de afastamento de cargo, cabendo ainda dois recursos no Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) e na última instancia do Supremo Tribunal Federal (STF).

Já alguns opositores da gestão de Venâncio, andaram espalhando falsas notícias, dando conta de uma possível cassação do mandato da prefeita de Paço do Lumiar. Que barricada!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Fernando Collor deve R$ 280 mil de pensão atrasada

Fernando Color

Fernando Collor

A Justiça de Alagoas tenta há dois anos notificar o ex-presidente e senador Fernando Collor de Mello (PTB-AL) sobre uma ação de cobrança de Rosane Malta Collor de Mello, sua ex-mulher.

O oficial de Justiça fez oito tentativas para encontrá-lo em Maceió. Não conseguiu em nenhuma delas.

Rosane cobra do ex-marido –de quem se separou em 2005, após 22 anos de casamento– uma dívida de R$ 280 mil, referente à diferença no valor da pensão paga por Collor durante dois anos.

Em 2007, o Tribunal de Justiça fixou em 30 salários mínimos (R$ 16.350) o valor da pensão. Como Collor pagava até então um valor inferior, Rosane quer agora receber o total retroativo da diferença.

A ex-primeira-dama conseguiu em janeiro que a Justiça bloqueasse um imóvel de Collor como garantia de pagamento, mas a decisão não foi publicada no “Diário Oficial” nem comunicada ao cartório de registro de imóveis.

A defesa de Rosane fez em outubro uma representação na Corregedoria do TJ contra a juíza Nirvana Coêlho, da 27ã Vara Cível, reclamando de demora no andamento da ação.

O advogado de Collor, Fábio Ferrário, disse que o senador mora e trabalha em Brasília e que não poderia mesmo ser encontrado em Maceió. Segundo ele, Rosane não tem do que reclamar, pois a pensão é paga em dia e no valor fixado pela Justiça.

Da Folha


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

No Senado, Lupi admite viagem em avião, mas nega ter mentido

Radar Político

Carlos Lupi

Carlos Lupi

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, participa na manhã desta quinta-feira, 17, da audiência pública na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, na qual presta novas explicações sobre as denúncias de corrupção e tráfico de influência contra ele. Com uma postura contida, em contraste com o estilo irônico nas manifestações anteriores, Lupi admitiu ter viajado em um avião contratado pelo presidente da entidade Pró-Cerrado, Adair Meira. Enfatizou, porém, que não mentiu na Câmara, quando disse não ter contato Adair Meira,cuja ONG tem contratos milionários com o Ministério do Trabalho.

“Nunca neguei que o conheço, não disse isso”, afirmou Lupi, que afirma ter sido mal interpretado. “O que me foi perguntado foi sobre a relação pessoal [com Adair]“, disse. O ministro admitiu ter viajado no avião King Air, durante uma agenda no Maranhão, em 2009, mas diz que a questão é saber quem pagou pelo aluguel da aeronave. “Meu erro pode não ter sido checar com a devida apuração que devia. O senhor, que a revista acusa de ter pago a aeronave, disse que não pagou, publicamente. Quero saber do que estou sendo acusado”, disse. Vídeo revelado nessa terça-feira, 15, pelo site da revista Veja, mostra o ministro com Adair, durante viagem oficial ao Maranhão, em dezembro de 2009. “Eu viajei com o ministro num trecho, isso eu confirmo”, afirmou Meira em entrevista ao Estado.

O colega de partido do ministro, o senador Pedro Taques (PDT-MT), defendeu o afastamento de Lupi do cargo. “Com toda lealdade, entendo que o PDT deve se afastar do ministério porque nesse momento não detém mais a confiança para permanecer”, afirmou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

O enriquecedor comentário sobre a glamourização do banditismo

Por Milton Corrèa da Costa

No último final de semana o traficante Nem, antes de ser preso no Rio, teve direito a quatro páginas da Revista Época, duas delas numa entrevista concedida à ilustre jornalista Ruth de Aquino, num raro ato de coragem da citada profissional de imprensa. O bandido foi entrevistado em seu próprio habitat, a Favela da Rocinha. Ontem foi postado pelo amigo Neto Ferreira, neste blog, um artigo de minha autoria, em que questionava a relação imprensa e a possível glamourização dos ‘mitos do tráfico’. O jornal Tribuna da Imprensa, na Internet, também publicou o artigo, onde um interessante e enriquecedor comentário de um leitor, naquele jornal, chamou-me a atenção. Para nossa reflexão é com prazer que aqui o reproduzo..

 Por Francisco Vieira (Brasília/ DF)

O endeusamento de bandidos (principalmente traficantes) pela imprensa não é de hoje.

Os mais velhos ainda devem se lembrar da minissérie noturna “Bandidos da Falange”, nos idos do assaltante Fernando da Gata, em que uma emissora procurava justificar as ações de bandidos, assaltantes e traficantes cariocas; a minissérie causava a simpatia e a admiração dos expectadores pelos traficantes, mesmo “sem querer, querendo”, e levava o expectador a torcer contra a polícia.

É triste lembrar, mas na ocasião um pai atirou na própria filha (que havia se levantando durante a madrugada para beber água, sem ligar a luz) pensando que ela fosse o pilantra.

Naquela mesma emissora, no programa de final da noite de domingo, já foram ao ar várias entrevistas que procuraram trocar a repulsa do cidadão ao delinquente pela admiração a sua garra, resistência, coragem(?) ou habilidade: já foram entrevistados ladrões de carros e pedido que mostrassem a destreza abrindo vários veículos em poucos segundos; o bandido ficou “cheio da moral” com os colegas! Será que não existiria nenhum especialista que levasse a vida honestamente (industrial, policial, chaveiro ou fabricante de fechaduras) para tomar o lugar de pessoa tão desprezível? Nesse mesmo programa, assaltantes também já ensinaram ao cidadão-assaltado-vítima como se comportar durante um assalto para não atrapalhar a ação ou assustar o facínora.

Aqui vale prestar a atenção nestes pontos: sempre que alguém morre em um assalto ou estupro, a primeira coisa que se pergunta ao homicida é se a vítima reagiu: se reagiu, tudo bem! Estará perdoada – e justificada – a covardia deste e os ânimos e repulsa do narrador do telejornal estarão apagados! Mesmo que o verme esteja mentindo, a sua palavra será considerada verdadeira diante do repórter. Se a reportagem for sobre uma rebelião carcerária, obrigatoriamente o repórter relatará se estava faltando vaga na cela ou no presídio, mesmo que a causa da confusão tenha sido uma briga por um cigarro de maconha, uma tentativa de fuga ou um acerto de contas!

Lembro, ainda, de um traficante que foi estrela naquele programa das tardes de domingo: acompanhado por uns engravatados, dizia-se arrependido (et: só se arrependeu depois que foi preso; antes, aterrorizava o pedaço!) e que tinha como grande sonho de infância trabalhar como palhaço (certamente se fosse uma pessoa de bem, se trabalhasse e pagasse os impostos regularmente sem ter recebido nada em troca, já estaria levando essa vida!). Durante o programa, chorou feito mamoeiro lanhado. E com direito a close do cinegrafista nas lágrimas que lhe banhavam o rosto! Realmente emocionante!

No final do programa conseguiu o emprego que queria em um circo. Dica para quem estiver desempregado! Só fico aqui matutando comigo mesmo: porque será que nunca o programa foi ao circo para ver como o seu pupilo estava progredindo?

Mas a coisa não fica só por aí: e a entrevista de capa com o ladrão goiano Pareja?

Concedida a uma revista semanal, ele procurou mostrar aos leitores (e aos jovens) que a vida deve ser medida pela largura (das emoções sentidas) e não pelo comprimento, mesmo que a sua ação resulte em morte e perdas materiais para as vítimas dessas emoções primitivas. Ele se transformou em estrela tão rapidamente que foi assassinado na cadeia pelo amigos, tomados de inveja com tanto brilho! Reportagem muito educativa!

E os apelidos simpáticos e carinhosos e o respeito demonstrado pela mídia na simples menção do nome desses criminosos? Deixam a impressão que tentam identificar uma pessoa cruel, assassina e sem princípios como se fosse um parente do expectador, alguém que “entraria pela nossa cozinha”, que teria a nossa simpatia e que trataríamos na intimidade com nomes carinhosos, geralmente no diminutivo: Escadinha, Fernandinho, Marcinho, Lindão, Ronaldinho, Marcelinho, e por aí vai! Se o bandido tiver nome feio, não cai no gosto da mídia.

Outra coisa curiosa é o holofote dado às ESTRELAS de TV e às pessoas que vivem da imagem e que são SÓCIAS desses bandidos. Todas ganham espaço na imprensa e se intitulam, orgulhosamente, “ex-viciadas”, mesmo que tenham acabado de dar uma tragada! A simples menção da palavra “ex-viciado” já garante a participação dessas pessoas em algum programa de entrevistas e, quem sabe, até em alguma novela. Um belo exemplo a ser seguido pelos jovens, imaturos emocionalmente! Mas o curioso é que o entrevistador, em momento algum, pergunta quem era o seu fornecedor ou se ele faz ideia de quantas crianças morreram (e de quantas autoridades foram corrompidas) no percurso efetuado pela sua fonte de prazer, desde a saída da Colômbia/Paraguai até a chegada ao seu fashion apartamento ou casa de praia!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Tudo sobre: