Poder

Acusados de roubos a veículos são presos em São Luís

Na manhã desta segunda-feira (19), a Polícia Civil do Maranhão cumpriu cinco mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão em São Luís, durante uma operação de repreensão a acusados de assaltos a veículos na capital.

As investigações tiveram início no dia 17 de maio deste ano, quando um veículo Corola foi tomado de assalto, por um homem armado, no bairro São Francisco, em São Luís.

Após investigações, o veículo foi recuperado e identificado o responsável pelo roubo, bem como uma associação criminosa que utilizava os carros roubados em assaltos a residências.

A polícia conseguiu identificar e prender os integrantes da associação criminosa. Entre os presos está um homem que, segundo os levantamentos, havia cometido roubos a motociclistas no mês de maio deste ano.

Depois de investigações da Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos (DRFV), também foi recuperada a motocicleta e identificada a autoria, o que levou à prisão do suspeito.

Os presos foram conduzidos às Delegacias Especializadas em Roubos e Furtos de Veículos (DRFV) e Roubos e Furtos (DRF), onde passaram pelos procedimentos legais e foram levados ao Complexo Penitenciário de São Luís, onde estão à disposição da Justiça.

As delegacias especializadas contaram, na operação desta segunda, com o apoio das equipes do Saisp Oeste e Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Governador sanciona lei que torna agente penitenciário em Polícia Penal no Maranhão

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), sancionou a Lei n° 11.342, que torna os agentes penitenciários como policiais do sistema penal.

Com a carreira policial, os agentes passam agora a ser equiparados com as demais forças policiais do estado, mas com atribuições específicas que regulamentam as funções dessa nova polícia.

Segundo o governo, a lei cria a Polícia Penal do Estado do Maranhão como órgão do sistema de segurança pública, vinculada à Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

O texto foi publicado no dia 29 de setembro, e já tinha sido aprovado pela Assembleia Legislativa.

A lei transforma os cargos efetivos de Agente Estadual de Execução Penal e de Inspetor Estadual de Execução Penal, respectivamente, nos cargos de Inspetor de Polícia Penal I e Inspetor de Polícia Penal II.

Segundo a lei, os inspetores de Polícia Penal I e II, no exercício de sua função, exercem poder de polícia. Assim como o cargo efetivo de Auxiliar de Segurança Penitenciária, integrante da carreira de segurança penal, que passa a ser Auxiliar Penitenciário.

O subgrupo atividades penitenciárias segundo suas categorias funcionais, fica com os seguintes cargos efetivos:

Inspetor de Polícia Penal I
Inspetor de Polícia Penal II
Auxiliar Penitenciário.

Há ainda os especialistas nas áreas jurídica, psicólogo, assistente social, enfermagem, terapeuta ocupacional e pedagogo. Além de técnicos penitenciários: administrativo e de enfermagem.

De acordo com a lei, também serão criadas oito unidades prisionais de ressocialização e duas duas penitenciárias. Sendo elas:

Unidade Prisional de Ressocialização de São Luís 9
Unidade Prisional de Ressocialização de Governador Nunes Freire
Unidade Prisional de Ressocialização de Carolina
Unidade Prisional de Ressocialização de Tutóia
Unidade Prisional de Ressocialização de Segurança Máxima
Unidade Prisional de Ressocialização de Barra do Corda
Unidade Prisional de Ressocialização de Colinas
Unidade Prisional de Ressocialização de São João dos Patos
Penitenciária Regional de Governador Nunes Freire
Penitenciária Regional de Brejo.

A Lei

De acordo com o governo do estado, a lei é oriunda da Emenda Constitucional (EC) 104, que alterou o Art. 144 da Carta Magna do país, criando, assim, a polícia penal, órgão responsável pela segurança do sistema prisional federal, estadual e do Distrito Federal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Trio mata homem a pedradas, pauladas e golpes com barras de ferro em São Luís

Um homem foi morto após sofrer ataques com pedras, pedaços de madeira e barras de ferro, por volta das 13h desse domingo (18), na capital.

Ítalo Mateus Sousa Tavares foi espancado até a morte na rua Gomes de Sousa, na Vila Passos.

Segundo informações policiais, três homens são suspeitos de agredirem a vítima até a morte. O trio seria pertencente a uma facção criminosa. Ítalo era morador de outra região. Após verificação, não foi encontrada nenhuma passagem da vítima pela polícia.

Informações anônimas apontam disparo de arma de fogo, mas a perícia não encontrou marcas de tiro pelo corpo da vítima. No entanto, foram constatadas várias lesões provocadas por trauma, principalmente na cabeça.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas a vítima morreu no local do crime. O corpo foi removido ao Instituto Médico Legal (IML).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeito de Afonso Cunha é alvo de investigação criminal por fraude em licitação

Prefeito de Afonso Cunha, Arquimedes Américo Bacelar.

O prefeito de Afonso Cunha, Arquimedes Américo Bacelar, está no bojo de um inquérito criminal instaurado pela Procuradoria Geral de Justiça (PGJ).

Segundo informações colhidas pelo Blog do Neto Ferreira, a investigação já está em andamento e foi motivada por indícios de fraude em procedimentos licitatórios.

O suposto crime em licitações foi denunciado ao Parquet, que instaurou a Notícia de Fato nº. 040379-500/2019 para apurar as informações. Devido a necessidade de aprofundar as investigações, a PGJ converteu em Procedimento Investigatório Criminal (PIC).

Ainda de acordo com a Portaria publicada no Diário Eletrônico do Ministério Público, o promotor responsável pelo caso é Carlos Henrique Brasil Teles Menezes, que foi designado pelo procurador-geral de Justiça, Eduardo Nicolau.

O prazo de conclusão do PIC é de 90 dias.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Polícia Federal, Ibama e Exército interditam serrarias clandestinas em Zé Doca

Uma operação conjunta, realizada entre os dias 14 e 16 de outubro, interditou serrarias no município de Zé Doca.

A Operação Verde Brasil 2 foi realizada pela Polícia Federal, IBAMA e Exército, com o apoio da Capitania dos Portos do Maranhão, Batalhão de Policiamento Ambiental e Corpo de Bombeiros do Maranhão.

Três serrarias, localizadas no entorno das Terras Indígenas Awá e Alto Turiaçu, foram interditadas, nove fornos foram inutilizados, dois caminhões com madeira pronta foram apreendidos nas proximidades, seiscentos metros cúbicos de madeira em tora foram apreendidos e inutilizados, além de setenta e dois metros cúbicos de madeira serrados.

O setor de inteligência da Polícia Federal foi o responsável por localizar as serrarias. Os criminosos identificados são reincidentes e vão responder pelos crimes ambientais e por receptação.
As ações integradas continuarão e visam o combate a crimes ambientais. A Operação Verde Brasil 2 é coordenada pelo Ministério da Defesa. Está no escopo do Conselho Nacional da Amazônia (CNA), em apoio aos órgãos de controle ambiental e de segurança pública.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

PRF apreende droga avaliada em mais de R$ 500 mil em Ribamar Fiquene

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 500 quilos de drogas avaliada em mais de meio milhão de reais. A apreensão ocorreu no domingo (18) na BR-010, em Ribamar Fiquene.

Segundo informações da PRF, a droga estava em um ônibus cor vermelha com placas de Teresina (PI) quando foi parado em uma fiscalização de rotina.

Ao ser realizada vistoria na parte interna do veículo, foram encontrados 545 tabletes de substância análoga à maconha dentro de várias caixas de papelão, sendo a maior parte escondida no banheiro. Não havia passageiros no ônibus. O condutor afirmou aos policias que saiu de Corumbá de Goiás/GO e levaria a droga para São Luís/MA e que receberia R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais) pelo transporte do ilícito.

Após pesagem de toda a substância apreendida, chegou-se à quantidade de 491,42 Kg, volume avaliado em aproximadamente meio milhão de reais.

O condutor do ônibus, um homem de 44 anos, recebeu voz de prisão e foi encaminhado ao Plantão Central da Polícia Civil em Imperatriz.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Família cria “vakinha” solidária para custear tratamento de bebê portador de encefalopatia

O bebê Davi Miguel está travando uma luta pela vida. Ele é portador de encefalopatia crônica e usa uma sonda gtt e traqueostomia e por isso a família criou uma vaquinha na internet, onde busca ajuda para custear o tratamento do neném.

“Ele necessita de O2 sondas em casa, nós recebemos benefício do governo federal, mas não dar nem para os insumos hospitalares que usa. Eu trabalho como autônomo, pois não consigo me manter em emprego fixo devido as várias internações, pois tenho que ajudar minha esposa nos revezamento no hospital e ajudar a cuidar dos nossos outros dois filhos”, disse Jeanderson, pai do Davi Miguel.

Durante a pandemia o caso se agravou e a família viu sua renda diminuir bastante. Além disso, o bebê teve um quadro de infecção e se encontra internado no Hospital da Criança.

Em razão disso, decidiu criar uma vakinha solidária para tentar melhorar a vida do Davi Miguel.

Quem desejar ajudar é só clicar no link abaixo:

http://vaka.me/1038317?utm_campaign=whatsapp&utm_medium=website&utm_content=1038317&utm_source=social-shares


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

TCE volta a apresentar Artur Farias como ficha suja

O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA), voltou a apresentar o ex-prefeito de Guimarães, Artur Farias, como um dos ex-gestores municipais que possui contas reprovadas, ancorando sua inelegibilidade para as eleições deste ano.

A retomada da disponibilidade do nome do ex-prefeito vem após uma decisão do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) que cassou uma decisão arbitrária do TCE/MA que retirou o nome do ex-prefeito da lista dos inelegíveis.

Em uma consulta feita na manhã desta sexta-feira (16), o nome do Artur Farias voltou a aparecer no sistema como constando sua reprovação de contas, o que o afastará, ou pelo menos deveria, da disputa eleitoral deste ano.

Veja o documento aqui


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Depois do motorista, Júnior Lourenço tenta eleger a mãe para a Prefeitura de Miranda

Deputado Júnior Lourenço, a mãe Angélica Bomfim e o prefeito Carlos Negão.

O deputado federal Júnior Lourenço (PL) não quer largar o comando da Prefeitura de Miranda de forma alguma.

Após eleger o seu motorista nas eleições anteriores, agora o parlamentar tenta emplacar o nome da sua mãe, Angélica Maria Sousa Bomfim, na disputa pelo Executivo Municipal mirandense.

Ter alguém de sua confiança no poder municipal, é de extrema importância para Lourenço, pois assim ele consegue manter o seu grupo em pleno funcionamento na cidade de Miranda.

Júnior Lourenço ficou a frente da Prefeitura por 8 anos, em seguida elegeu o seu motorista Carlos Eduardo Fonseca Belfort, o atual prefeito. Agora, para manter o controle dos cofres públicos tenta colocar a própria mãe no comando do Executivo. Querendo fazer do governo municipal o próprio quintal da sua casa.

Apesar de nunca ter concorrido a um cargo público, Angélica é figura bastante conhecida no Município. Além de Lourenço Júnior, ela é mãe do promotor de Justiça Tarcísio José Sousa Bonfim, que já ocupou o cargo de presidente da AMPEM.

O fato de Angélica ter um filho membro do Ministério Público pode beneficiá-la em um futuro bem próximo, caso seja eleita como prefeita de Miranda.

A candidata também tem como integrante da família Bomfim o atual prefeito. Ela o tem como filho adotivo. Um fato que poderá trazer sério problemas, uma vez que o mesmo é investigado pela Polícia Federal por desvios de verbas na Saúde.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Tragédia que matou uma pessoa no Mix de Ilson Mateus completa duas semanas

Funcionária do Mix Mateus, que morreu durante o acidente, Elane de Oliveira Rodrigues, e o empresário Ilson Mateus

Nesta sexta-feira (16), completa duas semanas do desabamento de prateleiras que ocorreu no Supermercado Mix Mateus, da Curva do 90, em São Luís, deixando uma pessoa morta e oito feridos.

As investigações cíveis e criminais sobre o grave acidente já estão em andamento, no entanto ainda não tem um prazo definido para serem concluídas e as autoridades não deram qualquer posicionamento sobre o andamento do caso. Os procedimentos investigatórios foram instaurados pelo Ministério Público e pela Superintendência de Homicídios da Polícia Civil.

Auditores-Fiscais do Trabalho da Superintendência Regional do Trabalho no Maranhão também estão investigando a existência de irregularidades e infrações relativas às Normas Regulamentadoras de Segurança e Saúde no Trabalho e a influência de possíveis infrações relacionadas à jornada de trabalho e aos períodos de descanso garantidos pela legislação; além de entrevistar os trabalhadores e outras pessoas direta ou indiretamente envolvidas, para a apuração dos fatos.

A equipe busca, ainda, identificar as medidas de prevenção que poderiam ter evitado o evento indesejado, bem como as medidas de proteção que poderiam ter reduzido as suas consequências.

Entenda o caso

No dia 2 de outubro, quatro prateleiras do supermercado desabaram e fizeram nove vítimas.

Oito pessoas sofreram ferimentos leves e a jovem identificada como Elane de Oliveira Rodrigues, de 21 anos, que trabalhava no supermercado, não resistiu e morreu após o acidente.

A promotora de Defesa do Consumidor Lítia Cavalcante informou que o acidente pode ter ocorrido por “negligência ou imprudência”. Segundo a promotora, houve uma falha de segurança durante o processo de transferência da prateleira.

O supermercado faz parte do Grupo Mateus, que tem como dono o empresário Ilson Mateus


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.