Poder

II feira do Banco do Saber é realizada em Rosário

feira do saber

Foi realizado na manhã de ontem (14)  na praça da Matriz, centro de Rosário, a segunda edição do grandioso projeto que vem se tornando referencia para diverso municípios do Maranhão e no País, a II feira foi realizada 3 meses após a primeira edição. De uma forma prática, inovadora e incentivadora a secretaria de educação em parceria com a  prefeitura de Rosário vem mudando e revolucionando o ensino municipal.

Os resultados do projeto Banco do Saber começa a ser percebido nos seis (6) primeiros meses, por diretores, professores e pais de aluno, mas com a consciência que o resultado maior ainda há de vir, como as estatísticas futura.

Durante a II feira do Banco do Saber, aconteceu várias apresentações de brincadeiras folclóricas da região e logo após a criançada puderam trocar seus méritos adquiro na sala de aula por vários brinquedos, kit’s, materiais escolar etc.

O secretário educação Joaquim Neto, destacou o retorno e os benefícios que cada aluno e aluna estar podendo ter com a implantação do Banco do Saber em Rosário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

CPI contra Bimba e Ivaldo tem rumo definido: vai para o espaço

Foi para o espaço o requerimento que solicitava a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) contra Marconi Bimba e Ivaldo Cavalcante, ambos ex-prefeitos de Rosário.

De um lado Ivaldo que responde a processos de improbidade, do outro Bimba atrelado até o pescoço com agiotagem.

Esses grupos que dominaram há tempos os cofres públicos, andam satisfeitos com a estagnação de uma preposição que poderia vasculhar todos os contratos e aplicações de verbas municipal, estadual e federal.

Quem vive sob ameaça desta CPI mesmo não participando diretamente das administrações anteriores, chama-se Leandro Rodrigues Cavalcante (PTB).

Conhecido no parlamento como Léo, o jovem de 27 anos que preside a Câmara de Vereadores de Rosário, é pupilo de nada menos que Ivaldo.

Antes assegurada em uma Secretaria na gestão da peemedebista, Denise Rodrigues Cavalcante, filha do ex-prefeito ficha-suja de Rosário, Ivaldo Cavalcante (PTB), era mil amores com Irlahi Linhares. Misteriosamente, opitaram pelo rompimento.

E esse rompimento simboliza apenas os interesses contrariados da família Cavalcante.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Família Cavalcante rompe com grupo da prefeita de Rosário

Ex-secretária de Rosário, Denise Cavalcanti

Ex-secretária de Rosário, Denise Cavalcanti

O grupo do ex-prefeito ficha-suja de Rosário, Ivaldo Cavalcante (PTB), rompeu com o grupo da atual prefeita Irlahi Linhares (PMDB).

Ivaldo Cavalcante foi impugnado pelo TSE, devido várias irregularidades cometidas na sua gestão. Impedido de buscar novas eleições, Cavalcante tentou emplacar a mulher, Lúcia Cavalcante, nas eleições municipais de 2012, mas a tentativa não vingou.

Em junho de 2011, ele foi condenando a devolver quase R$ 10 milhões malversados de recursos do Fundeb.

Mas não para por aí. Os tentáculos da família Cavalcante ainda continuavam em Rosário, até a ex-secretária municipal da mulher pedir exoneração na última sexta-feira (7).

Denise Rodrigues Cavalcante é irmã do atual presidente da câmara de Rosário, vereador Léo Cavalcante (PTB). Ambos são filhos do ex-prefeito Ivaldo Cavalcante.

Além do rompimento político dos Cavalcantes com a prefeita Irlahi, a falta de prestígio na pasta e a falta de recursos, fortaleceu na decisão.

Decisão assinada pela ex-secretária

Decisão assinada pela ex-secretária

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Justiça manda Irlahi Linhares reassumir em Rosário

Do Atual7

Prefeita de Rosário foi afastada por determinação da Câmara dos Vereadores. Foto: Reprodução

Prefeita de Rosário foi afastada por determinação da Câmara dos Vereadores. Foto: Reprodução

Uma liminar da juíza de direito da 1.ª vara da comarca de Rosário, Rosângela Santos Prazeres Macieira, determinou, nesta quarta-feira (5), que a prefeita de Rosário, Irlahi Linhares Moraes (PMDB), retome, imediatamente, o cargo. Segundo a juíza, o afastamento da peemedebista não encontra amparo legal.

Há dois dias, Irlahi Moraes foi afastada, por 90 dias, pela Câmara Municipal, por prática de improbidade administrativa e não cumprimento dos dispositivos da Lei Orgânica do município.

O afastamento se deu por causa da denúncia de que a chefe do Executivo municipal teria contratado a empresa de combustíveis e derivados de propriedade da própria família por quase R$ 1 milhão. O fato foi denunciado pelo Atual7 e reproduzido por outros veículos de comunicação do Estado.

Em tom de ‘desabafo’, o vereador Sandro Marinho, que votou pelo afastamento da prefeita, utilizou a rede social Facebook para afirmar que a Câmara de Rosário cumpriu com o seu papel.

‘Quero dizer que a a Câmara Municipal, através dos vereadores Sandro Marinho, Preto do Raça, Jardson Frazão, Jorge do Bingo, Ademar do Sindicato e Kiko estamos cientes de que fizemos a nossa parte (sic!)’, disse.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeita de Rosário é afastada por improbidade administrativa

A Câmara Municipal do município de Rosário aprovou em sessão ordinária na noite de ontem segunda-feira (03), o decreto que pede o afastamento da prefeita Irlahi Linhares (PMDB), acusada de cometer atos de improbidade administrativa.

De acordo com a Lei Orgânica do Município e Regimento Interno da Câmara de Vereadores, Irlahi teria ferido a constitucuinalidade da lei, entre outras irregularidades que ainda devem ser apuradas.

Por seis votos a cinco, os vereadores Luis Carlos, Ademar do Sindicato, Jardson Rocha, Sandro Marinho, Preto e Jorge do Bingo decidiram pelo afastamento de 90 dias da gestora de Rosário.

A decisão deve ser publicada na edição desta terça-feira (04) do Diário Oficial do Estado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeita de Rosário contrata sua própria rede de postos de combustíveis por quase 1 milhão

Rosário Notícias

Irlahi Linhares Morares

Irlahi Linhares Morares

De acordo com o Diário Oficial da União (DOU) em sua publicação no dia 05 de Março, a Prefeitura Municipal de Rosário (leia-se prefeita Irlahi Linhares Moraes, do PMDB), através da Secretaria Municipal de Administração fechou contrato de R$ 919.450,00 (novecentos e dezenove mil quatrocentos e cinquenta reais), ou seja, quase um milhão de reais com a empresa Moraes e Linhares Ltda CNPJ Nº 07.516.487/0001 – 09 que é de propriedade da própria prefeita e família, para aquisição de combustíveis e derivados para todas as Secretarias, com base na Lei Federal 8.666/93.

A Moraes e Linhares Ltda possui uma rede de postos de combustíveis e derivados na cidade, onde um deles fica na Rua Padre Possidônio e outro no povoado Prata. O contrato não tem prazo de validade, mas é válido desde a sua publicação.

Será que a Prefeitura tem tantos carros assim para abastecer? Ou será “lavagem” de dinheiro? Nem as ambulâncias justificam esse gasto enorme, pois São Luís fica a apenas 60 km. Pelo visto, dos repasses federais de aproximadamente 8 milhões de reais (segundo o Portal da Transparência) que caíram até o primeiro trimestre, quase um milhão já tem destino definido pela prefeita.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Empresário é envolvido em caso de pedofilia na cidade de Rosário

Foto ilustração.

Foto ilustração.

Um empresário de Rosário será alvo de investigação pela Promotoria de Infância e Juventude de São Luís e Comissão de Direitos Humanos e das Minorias suspeito de pedofilia.

Segundo apurou o blog, o caso foi encaminhado através de morador da cidade onde imagens foram gravadas durante o ato sexual, o que é considerado crime. “As imagens feitas já são crime”, disse um advogado ao titular do blog.

O caso que envolve um adolescente e um empresário de Rosário está sendo divulgado na internet e muitas pessoas do município estão com a gravação no celular.

De acordo com a Lei 12.015, é estabelecida penas maiores para crimes sexuais como pedofilia e assédio sexual contra menores.

Na próxima semana o Blog do Neto Ferreira divulgará o nome e sobrenome do empresário.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Irmã de vereadora é presa em flagrante por compra de votos

Candidata a reeleição

Candidata a reeleição

Maria da Graça Botentuit irmã da candidata Sônia Botentuit foi presa no municipio de Rosário. Ela e mais outras duas pessoas pessoas foram presas em flagrante por compra de votos naquela cidade. Com o trio foram apreendidos cera de R$ 5.000,00, sendo várias notas de 10,20 e até de 50. Todo o dinheiro estava dividido em envelopes juntamente com santinhos da candidata.

A irmã da candidata foi solta após pagar fiança de cinco salários mínimos . José Augusto de Jesus Santos e Edvaldo Moreira Martins, os outros dois presos, foram libertados mediante o pagamento de fiança de três salários mínimos .


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.