Cultura

Vereador é assaltado no restaurante Paraibano; policias da PF trocaram tiros com bandidos

Do Imirante

Por volta das 11h desta sexta-feira (1º), o vereador Barbosa Lages foi assaltado no restaurante Paraibano, localizado no Cohajap. Estima-se que a quantia roubada chegue a 30 mil reais. No momento do assalto, havia dois policiais federais no restaurante. Eles reagiram ao assalto e, com o tiroteio, um dos assaltantes foi atingido, mas, mesmo assim, conseguiu fugir.

Com medo, as pessoas que presenciaram o tiroteio se esconderam debaixo das mesas do restaurante.

A guarnição da polícia que fez o atendimento, após o ocorrido, acionou os hospitais para saber se alguém deu entrada por ferimento à bala, objetivando achar o assaltante ferido. Foi identificado que, no hospital Socorrão II, uma pessoa havia dado entrada por ferimento de bala. Acompanhados do vereador, os policiais foram até o hospital e a pessoa não foi reconhecida. Em seguida, o vereador pediu que a investigação fosse encerrada e nem mesmo fez o Boletim de Ocorrência do assalto.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Prefeito de Coelho Neto será denunciado à Polícia Federal

Prefeito de Coelho Neto, Soliney Silva.

Prefeito de Coelho Neto, Soliney Silva.

A base oposicionista de Coelho Neto, comandada pelo ex-vereador Américo de Sousa (PT), vai formalizar uma denúncia no Ministério Público Federal e Polícia Federal para investigar alguns atos escabrosos do prefeito Soliney Silva.

Conforme o parlamentar, foi recebido uma denúncia de que supostamente há irregularidades em toda folha em boa parte da folha de pagamento dos servidores, principalmente na Educação e na Pasta da Saúde que era controlada pela ex-candidata a prefeita de Imperatriz, Rosângela Curado.

A situação tomou proporções maiores depois de obtido documentações bombásticas sobre o assunto. Além disso, em documentações colhidas, há indícios de irregularidades nos recursos da Saúde e do Fundeb.

As estreitas relações perigosas do prefeito de Coelho Neto, vêm sendo investigadas pela Polícia Federal, que já chegou a intimá-lo para prestar esclarecimentos sobre fortes indícios de irregularidades no período em que conduziu o primeiro mandato à frente do município.

Caso os auditores da CGU confirmem a existência de irregularidades, Soliney Silva poderá ser o próximo alvo da Operação que poderá desencadear em Coelho Neto.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Josemar Sobreiro ainda não mostrou trabalho em Paço do Lumiar

Prefeito de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro

Prefeito de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro

Após assumir a gestão da Prefeitura de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro (PR), demitiu todos os funcionários contratados. Os servidores ainda não receberam os salários do mês de dezembro e nem tem previsão de quando irá sair o pagamento.

O atual gestor também cancelou o contrato com o único hospital que recebe pacientes pelo SUS, ainda não se sabe quando será feito um novo convênio. Enquanto isso, a população luminense ainda sofre as consequências de uma administração desastrosa.

Após o afastamento da Prefeita Bia Venâncio, presa pela PF, assumiu o seu vice Raimundo Filho que maqueou a cidade deixando o municipio no mesmo caos.

Por último a atual gestão acusou o ex-secretário de educação do município de ter sumido com quase R$ 1 milhão das contas da prefeitura, conforme publicado neste blog.

E até agora nada foi feito em Paço do Lumiar, cidade que comemou 52 anos ontem, e vive uma péssima administração há mais de 10 anos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

PF se reúne com Aluísio Mendes para discutir investigações sobre políticos no Maranhão

O secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes, informou nesta sexta-feira (22), em entrevista à rádio Mirante AM, sobre a recente reunião que teve para tratar sobre as investigações com a cúpula da Polícia Federal.

De acordo com ele, nessa semana houve uma importante reunião com membros da Polícia Federal do Maranhão e de Brasília, no qual foi discutida a questão dos fortes indícios de políticos estarem envolvidos com a contratação do serviço da agiotagem.

Com essa contratação, os gestores sangravam os cofres dos municípios, e efetuavam pagamentos das dividas através de cheques da Prefeitura.

Aluísio Mendes falou sobre a continuidade das investigações, e afirmou que caso seja preciso o deputado estadual Raimundo Cutrim será chamado para depor.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Agente da Polícia Federal é preso em Carolina

Agente da PF

Agente da PF

Policiais militares do município de Carolina efetuaram a prisão, no último domingo (20), de um agente da Polícia Federal, identificado como Erison Luis Fiorin, 34 anos, lotado em Imperatriz, pela prática de sequestro contra uma adolescente de 15 anos.

Na tarde do domingo, o agente da PF teria discutido com a adolescente e amarrado seus pés e mãos com uma corda. Ele teria chamado um táxi para levá-la a Imperatriz, onde um suposto amigo do policial, ainda não identificado, conduziria a menina ao município de Açailândia, com destino a Casa de Ruth, um centro de reabilitação para dependentes químicos.

Segundo informações, Sidney Oliveira, Erison após colocar à força a jovem no táxi, se dirigiu até a agência do Banco Brasil onde teria sacado a quantia de R$ 490,00 e pago o taxista, que a princípio pensou estar ajudando o agente.

No percurso percebeu algo estranho e não seguiu o destino requerido pelo agente, e conduziu a jovem ao quartel da Polícia Militar da cidade, onde relatou o fato. No caminho, a adolescente teria dito ao taxista que Erison Fiorin tinha problemas mentais e era usuário de drogas.

Policiais militares foram até a casa do agente, no bairro Elias Barros, no Centro de Carolina, onde efetuaram a prisão. Erison foi conduzido à Delegacia de Carolina.

Ele foi autuado em flagrante delito pelo delegado Sidney, e permanece custodiado na delegacia à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Tudo sobre:
Cidade

Receita Federal, Polícia Federal e Seic deflagram Operação em São Luís

A Receita Federal em conjunto com a Polícia Federal e a Seic (Superintendência Estadual de Investigações Criminais) (deflagraram hoje (23/4) a Operação “Hay Dao”, com o objetivo de combater organização criminosa suspeita de cometer sonegações de impostos.

A operação ocorreu pela prática do crime de sonegação de tributos federais e estaduais no Maranhão.

Policias da PF e Seic deram apoio durante a Mega Operação que apreendeu hoje grande quantidade de produtos piratas comercializados por chineses no centro de São Luís.

A ação foi em cumprimento a mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça.

Daqui a pouco mais informações…

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Caso Fernanda Lages: PF faz busca e apreensão em faculdade de Teresina

Fernanda Lages Veras Morta

Fernanda Lages Veras Morta

Agentes da Polícia Federal realizaram uma ação de busca e apreensão, na noite de ontem, na faculdade NovaUnesc, na Sudeste de Teresina.

Os policiais federais de posse de um mandado de busca e apreensão expedido pelo juiz da Primeira Vara do Júri de Teresina, Antônio Noleto, apreenderam o celular de um aluno da faculdade identificado apenas “Bruno”.

O blog apurou que o tal celular teria sido usado por Fernanda Lages e também por Nayra Veloso, a Nayrinha, na noite em que Fernanda Lages foi assassinada.

O CASO – A estudante de direito, Fernanda Lages (19 anos), foi encontrado morta no dia 25 de agosto do ano passado no complexo de obras da Avenida João XXIII, zona Leste de Teresina.

A morte de Fernanda Lages é um mistério no Piauí. A Polícia Civil passou dois meses investigando e concluiu o inquérito sem apontar nenhum criminoso.

A Polícia Federal então entrou no caso e está em fase de investigação para saber o que causou a morte da estudante.

(Com informações do Portal Meio Norte)

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Com medo preso, Ricardo Murad diz está à disposição da Polícia Federal

Ricardo Murad

Ricardo Murad

Diante dos fortes indicius de desvio nos recursos federais utilizados pela Secretaria de Saúde do Estado,  onde poderá desencadear uma possível operação da Polícia Federal (PF) na Secretaria de Estado de Saúde, o secretário Ricardo Murad com medo de ser preso, encaminhou ofício, ontem,  quinta-feira (2), à direção nacional do Departamento da PF, em Brasília, com cópia para a Superintendência do órgão no Maranhão, se colocando à inteira disposição para eventuais esclarecimentos referentes à sua gestão, com o fornecimento de documentos que diz necessários à investigação, caso a demanda se concretize.

No ofício ao diretor Leandro Daiello Coimbra e ao superintendente Cristiano Barbosa Sampaio, o secretário afirma que “a partir deste momento a Secretaria de Estado de Saúde do Maranhão está a sua inteira disposição para que seus agentes e delegados fiscalizem ou investiguem o que entender necessário”. E completou: “O que não se quer é essa onda de anúncios e mais anúncios de “operações” que não deixam de prejudicar o trabalho de um grupo de servidores que se dedica, e muito, em fazer a anunciada e necessária revolução no sistema de Saúde Pública do Maranhão, cujo único objetivo é garantir saúde de qualidade aos maranhenses”.

Ao argumentar que as anunciadas “operações” decorrem de iniciativas de cunho político perpetradas, inicialmente, pelo ex-presidente do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea-MA), Raymundo Portelada, e pelo deputado Domingos Dutra, o secretário Ricardo Murad relatou que, dos recursos empregados no Programa Saúde é Vida, apenas 30% do custo de oito Unidades de Pronto Atendimento (UPA) – todas já construídas – são oriundos do Tesouro Nacional e cujas respectivas contas são prestadas com todo o rigor que exige o Ministério da Saúde.

Todas as “irregularidades” apontadas por Raymundo Portelada foram, no documento, classificadas como denúncias vazias. Segundo explicou o secretário, o preço de cada um dos 72 hospitais e de todas as UPAS obedece rigorosamente os valores praticados em obras da União e pela Caixa Econômica Federal, e que os procedimentos licitatórios foram públicos, obedecendo aos ritos legais.

“Obras pagas e não realizadas, de jeito nenhum. Todas elas estão de pé, muitas delas já funcionando plenamente, o que é facílimo de ser constatado, pois já estão atendendo a população do nosso Estado”, contestou o secretário, acrescentando que o Pleno do Tribunal de Contas do Estado, após acolher tais acusações, decidiu por reavaliar as denúncias, o que está sendo feito no momento.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ladrões usam camisetas da PF para roubar parentes de deputado em RO

Uma operação conjunta da Polícia Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal de Rondônia prendeu quatro homens que tentavam assaltar a residência do genro de um deputado estadual fazendo-se passar por agentes da Polícia Federal.

 A quadrilha chegou à casa dos parentes do deputado na noite de quinta-feira (8), em Ji-Paraná, usando camisetas da PF e portando supostas identificações. Eles falaram para a família que eram da polícia e a família abriu o portão da casa. Foi neste momento que os criminosos teriam anunciado o assalto.

A Polícia Civil divulgou que os ladrões pediram dinheiro e começaram a agredir as vítimas para que entregassem as quantias. Integrantes do setor de inteligência das polícias Civil e Militar foram acionadas sobre o roubo em andamento e conseguiram cercar a casa.

Os quatro suspeitos foram preso em flagrante. Eles usavam um Siena com placas do Maranhão. A Polícia Civil abriu um inquérito para apurar o caso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Incra quer abafar operação da Polícia Federal no Maranhão

Blog do Luis Cardoso

Pela segunda vez, a Polícia Federal realiza operações no Incra do Maranhão em menos de dois anos. A primeira consistiu na descoberta de transações que envolviam quase todo o pessoal do órgão. Do superintende e ex-superientende aos chefes de setores. Todos foram indiciados.

Operavam nas escuridão pegando propinias de construtoras no superfaturamento de obras de assentamento rural e até na aquisição de terras.

Mas recentemente, a PF esteve no Incra, agora na nova gestão do petista Zé Inácio, indicado para dirigir o órgão pelo enrolado vice-governador, Washington Oliveira.

A PF detectou negociatas nas vendas de terras de assentamentos em lugares que hoje foram transformados em verdadeiras fazendas e até para criar peixes.

O Incra regional tinha conhecimento de tudo, mas fingia não enxergar porque lá estavam “companheiros” petistas sentados è beira do caminho esperando a grana chegar.

A PF fez a operação, mas os resultados ainda não foram divulgados. E a direção local do Incra agradece.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.