Cidade

Avenida Quarto Centenário também apresenta ‘rachaduras’

A Avenida Quarto Centenário, obra incompleta do governo Roseana Sarney, apresentou fissuras na massa asfaltica. É possível ver uma parte do asfalto cedendo na pista, principalmente perto da curva que desce para o bairro Alemanha.

As chuvas que caíram no último final de semana trouxeram a tona vários problemas bastante conhecidos em São Luís. Junto com as chuvas vêm às inundações, buracos, valas descobertas e muito risco tanto para pedestres quanto para os motoristas.

Na Via Expressa, recentemente inaugurada pelo governo anterior, algumas barreiras deslizaram, deixando moradores apreensivos com medo de suas casas serem atingidas.

O governador Flávio Dino deve determinar que seja feita auditoria sobre a construção e deve entrar em contato com a empresa responsável pela obra que apresentou rachaduras no fim de semana.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

São Luís: lixo, esgoto e buracos tomam conta de rua

Do Imirante

A Estrada da Vitória, no bairro do João Paulo, é uma alternativa para o motorista que tenta fugir do trânsito caótico na região em determinados horários. Mas, o condutor que se vê livre do engarrafamento acaba tendo prejuízos devido aos buracos. As condições do asfalto na região têm dificultado o tráfego e não só de veículos. Até quem passa a pé reclama da lama.

Isso porque, além, das chuvas, na Estrada da Vitória é despejado esgoto liberado das casas com o quintal voltado para a via. São visíveis os canos com escoamento para a localidade. O Imirante.com entrou em contato com a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) e aguarda uma resposta.

Outro problema é o lixo que, segundo a dona de casa Célia Regina Piedade, é deixado por carroceiros. “Nunca mais vieram limpar. Quando chove vem tudo para a porta da gente”, reclama. A situação fica, ainda, pior à noite, uma vez que a maioria dos postes de iluminação pública, segundo a dona de casa, estão sem funcionar desde o último sábado (7). “Já passaram por aqui, já verificaram, mas não fizeram nada. Deram 15 dias para ajeitar”, contou. Enquanto a situação não é solucionada, os moradores convivem com a medo de saírem à noite e serem assaltados.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Gil Cutrim vistoria obras nas áreas da saúde, educação e infraestrutura

O prefeito Gil Cutrim vistoriou, neste sábado (07), obras nos setores da saúde, educação e infraestrutura que estão sendo executadas por sua administração em regiões do município de São José de Ribamar e que serão entregues à população em breve.

No Miritiua, localizado na região limítrofe com a capital São Luís, Cutrim, acompanhado de vereadores e várias outras lideranças políticas e comunitárias da cidade, verificou o andamento da construção da nova Unidade Básica de Saúde do bairro.

A UBS possuirá cinco consultórios, atendimento odontológico e será dotada de toda a infraestrutura necessária para ampliar a oferta de serviços nesta área de São José de Ribamar. Ela substituirá uma antiga que já funciona há vários anos.

Na Matinha, bairro situado na chamada região semiurbana, o prefeito vistoriou a obra de construção de uma Creche Municipal, que está sendo custeada com recursos federais, com contrapartida do município, e que terá capacidade para atender cerca de 240 crianças, com idade variando entre quatro meses a cinco anos. A obra faz parte de um amplo conjunto de ações na área da educação que prevê, ainda, a implantação de novas Creches Municipais em outras localidades, tais como Nova Aurora, Miritiua, São José dos Índios e Novo Cohatrac, por exemplo.

No bairro Moropóia, na sede da cidade, Gil Cutrim acompanhou a obra de perfuração de um novo poço, de um total de 29 que serão implantados, ainda neste primeiro semestre, objetivando ampliar a oferta de água de qualidade em vários bairros da cidade.

“O prefeito Gil está de parabéns por esse conjunto de importantes obras que estão sendo executadas em vários setores da cidade. O povo está ao seu lado e continuará apoiando essas iniciativas”, avaliou o motorista Ivaldo Queiroz, morador da sede, que participou da visita à obra de perfuração do novo poço.

Gil Cutrim agradeceu o apoio dos populares e garantiu que o trabalho em São José de Ribamar, apesar das dificuldades financeiras pelas quais passam todas as cidades brasileiras, continuará firme e ganhando, a cada dia, ritmo mais acelerado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Moradores de bairro de São Luís reclamam da infraestrutura das ruas

Ruas esburacadas de São Luís.

Ruas esburacadas de São Luís.

Os moradores do Residencial São Domingos, localizado entre os conjuntos Araras, Pinheiros e Esperança, no bairro da Cohama, em São Luís, estão insatisfeitos com a falta de infraestrutura em que o local se encontra. Segundo eles, dentre todos os problemas que já causaram prejuízos aos residentes, o pior é o grande número de buracos que atualmente vem tomando conta da maioria das ruas.

Dentre elas, destaque para a Rua Um, que conforme realato dos próprios moradores é a que se encontra em pior estado. De acordo com informações do professor Antonísio Furtado, que mora no local, na via já não existe mais asfalto, e as atuais condições está impedindo até o lazer das crianças do bairro.

“Só tem buraco. Na verdade não tem mais asfalto aqui e isso prejudica toda a população. As crianças não podem andar de bicicleta, os idosos têm dificuldade de se locomover e é lamentável que a Prefeitura vire as costas para uma importante região como essa”, desabafa o docente.

Para o administrador Antônio Moura, até os veículos sofrem com descaso público. Ele diz que por conta da falta de manutenção os carros acabam tendo muita dificuldade na hora de trafegar, e tudo piora ainda mais com a chegada do período chuvoso. “Os veículos têm muita dificuldade, as crianças também que vão para a escola têm muita dificuldade e no período de chuva piora muito a situação”. Do G1MA.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Moradores sofrem com a falta de infraestrutura em Balsas

Com as fortes chuvas dos últimos dias, muitas ruas de Balsas têm ficado quase intrafegáveis. Lama e muitos buracos têm tomado conta das vias e dificultam o tráfego de veículos e pedestres.

A falta de infraestrutura é visível em vários pontos da cidade. Em alguns bairros as crateras tomaram conta das ruas e ameaçam até as estruturas das residências. Os moradores reclamam também das poças de lama que se formam nas portas das casas. Têm lugares que mais parecem lagoas no meio da rua.

Alguns pontos de ruas importantes da cidade foram transformados em verdadeiros atoleiros. Os motoristas precisam de atenção redobrada e fazerem malabarismos para poder desviar dos buracos e não ficarem atolados ou quebrarem os veículos.

Segundo a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Balsas, os trabalhos emergenciais já começaram para conter as erosões na periferia da cidade e que o trabalho de recuperação mais completo será feito assim que o terminar o período chuvoso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Gil Cutrim autoriza obra de ampliação da UBS da Matinha

O prefeito Gil Cutrim autorizou neste último fim de semana a obra de ampliação da Unidade Básica de Saúde do bairro Matinha. O trabalho faz parte de um amplo rol de ações que visam ampliar e reformar Unidades de outras localidades do município de São José de Ribamar contribuindo, desta forma, para expandir e reforçar, ainda mais, os serviços de saúde.

A obra está sendo executada com recursos federais (cerca de R$ 275 mil), com contrapartida do município, e tem prazo de execução de 120 dias. É importante ressaltar que na semana passada Cutrim autorizou a construção de uma Creche Municipal na Matinha, equipamento público que beneficiará centenas de famílias moradoras desta região da cidade.

“O trabalho consiste em melhorar e ampliar a infraestrutura desta e de outras Unidades contribuindo, ainda, para reforçar o setor e expandir suas ações. Também iremos autorizar, em breve, a construção de novas UBS”, diz Gil Cutrim.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

“Tocar obras e diálogo com setor privado serão nossas diretrizes”, diz Clayton Noleto

Secretário Clayton Noleto

Secretário Clayton Noleto

Em entrevista, o secretário de Infraestrutura apresentado por Flávio Dino para comandar a pasta a partir de 1º de janeiro de 2015 afirmou que as obras do recurso do empréstimo ao BNDES serão tocadas e concluídas no próximo Governo.

Segundo Clayton Noleto, já existe um esforço em conhecer a pasta e a situação financeira do Estado para garantir que os recursos dessas obras sejam apresentadas de forma transparente para o próximo governo, para que a população não seja prejudicada com a troca de nomes.

Entre as prioridades apontadas pelo próximo secretário estão o diálogo com a classe empresarial mantendo “um clima de respeito e independência” de ambas as partes. Clayton é oriundo da Região Tocantina e afirma que todas as regiões serão contempladas com as ações no Governo Flávio Dino.

1 – O Maranhão é um estado que tem muitos problemas infraestruturais a serem resolvidos. Qual será a sua prioridade na pasta?

Vamos cumprir o Programa de Governo, cujo conteúdo foi elaborado em amplo debate com todos os setores da sociedade: concluir todas as obras vinculadas aos recursos do BNDES, obras cuja responsabilidade é do Governo Estadual, e combater a corrupção. Vamos apoiar as prefeituras na recuperação permanente das estradas vicinais, especialmente as destinadas ao escoamento da produção. Essas medidas vão abranger todas as regiões do Maranhão – muitas delas, que foram relegadas ao esquecimento ao longo dos anos. Vamos fazer tudo isso com transparência, agilidade e eficiência, num clima de respeito e independência em relação ao setor privado.

2 – E as obras não concluídas pelo atual governo, qual o tratamento que será dado a partir de 1º de janeiro?

Esse tema será tratado com seriedade. Uma das nossas solicitações diz respeito ao demonstrativo de obras em andamento, com informações detalhadas do que foi entregue ou não está concluído. Conhecemos os problemas de mobilidade urbana nas grandes cidades e trataremos as obras da Via Expressa, do Corredor Metropolitano e da Quarto Centenário com a atenção devida. Outro caso que terá nossa total atenção é o da MA-008, a famosa “Paulo Ramos-Arame”, importante para escoamento da produção e facilitar o deslocamento, acesso a serviços de saúde, educação. Essa obra, que foi integralmente paga e nunca foi feita, será o símbolo da inauguração de um novo momento no governo do Maranhão. Vamos fazer essa estrada, importante para o desenvolvimento do estado.

3 – Como o senhor pretende conduzir o Programa de investimentos em infraestrutura do BNDES no Maranhão, conhecido pela polêmica criação do Fundema?

Primeiramente, é necessário conhecer com detalhes a real situação de todos os convênios e estamos fazendo isso nesse período de transição. Saber quanto existe em caixa, quanto já foi gasto e o que ficará para executar no próximo Governo. Já estamos tomando ciência de todo o programa de investimentos previsto no BNDES e vamos acompanhar a execução, obra a obra, para que o dinheiro público seja finalmente revertido em benefícios para todos os maranhenses; e isso será levado ao conhecimento dos maranhenses. Nossa prioridade será garantir a conclusão de todas as obras oriundas do financiamento do BNDES.

4 – O senhor tem destaque em Planejamento Estratégico e, nessa área, o Maranhão precisa transformar as obras em mais desenvolvimento. Como fazer isso no novo governo?

Vamos colocar em prática o compromisso do Governador eleito – garantir o combate à corrupção e ao desperdício. E isso nós vamos fazer com diálogo permanente com o setor privado, aumentando a celeridade e qualidade das obras, assegurando transparência e probidade nas despesas do Estado. Os investimentos serão feitos em sintonia com as diretrizes estabelecidas pelo Flávio. Temos um estado rico e capaz de produzir em todas as regiões, por isso, as obras não podem ser feitas aleatoriamente. Elas devem estar sintonizadas com as necessidades de cada região. O nosso esforço será feito nesse sentido.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Bairro do Coroadinho está sem água há três anos

O bairro do Coroadinho, localizado em São Luís, passa por sérios problemas de infraestrutura e esgoto a céu aberto, no entanto o problema que mais assombra aos moradores é a constante falta de água durante três longos anos.

Por toda a rua da alegria podemos observar a grande quantidade de problemas que faz parte de seu cenário. Os esgotos, lixos e a falta de pavimentação causa alagamento na rua em tempo de chuva, os moradores afirmam que a situação fica tão precária que a passagem pela rua se torna dificultosa.

Moradores afirmam que o secretário de Obras e Infraestrutura de São Luís, Antônio Araújo, esqueceu completamente os problemas do bairro Coroadinho.

“Por conta de todos os problemas que se nota na rua, o tempo de chuva faz com que a água suba até a altura da parede e isso desperta a vontade para que a autoridade venha ao nosso bairro fazer algo pra melhorar a situação que já está se tornando insuportável, pois somos nós que os colocamos no poder”, reclama uma moradora.

Quem imagina que esses são os únicos problemas enfrentados pelas famílias, se engana. A falta de água nas casas do bairro tem uma data longa de três anos e os moradores afirmam que para conseguir sobreviver devem tirar do próprio dinheiro para comprar água.

“Vivemos na capital do Maranhão, mas não parece. A situação que passamos por aqui parece de povoado de interior, onde temos que calcular a quantidade de água para qualquer tipo de situação. Acredito que a maior vontade dos habitantes dessa área é abrir a torneira e vê a água descer”, comenta Carla Dias.

Segundo informações, o órgão responsável já foi acionado várias vezes e no entanto nunca foi resolver o problema dos moradores que sofrem a anos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade / Poder

Edivaldo Júnior deixa São Luís afundar em ruas precarias

A rua Antônio Dino, localizada no bairro do São Cristovão I, apresenta vários problemas de infraestrutura que afetam o trânsito e a moradores da região.

O problema da pavimentação precária persegue a comunidade há anos e nunca teve uma solução pela prefeitura de São Luís, o que trás insatisfação por quem anda ou dirigi pela rua do bairro.

“Não sabemos mais o que podemos fazer para que haja uma reforma rápida nesse lugar. Falta infraestrutua e saneamento básico, a prefeitura e o governo poderiam entrar em um concenso rápido para melhorar a nossa cidade. Uma falta de respeito com a população”, relata um morador da áreaa.

Segundo informações é uma situação que afeta o trânsito na área por ser uma rua bastante usada pelos condutores que querem fugir dos congestionamentos, a maior parte da rua é quebrada onde o problema é amenizado pelos próprios habtantes da área.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Em mais de um ano e meio da gestão de Edivaldo Júnior, São Luís ainda permanece no buraco

O estacionamento do reviver, também, não escapa dos terríveis buracos de São Luís. Um dos pontos turísticos mais visitado de da capital está se acabando na infraestrutura da gestão de Edivaldo Júnior.

O problema, além de causar uma péssima imagem aos turistas, dificulta o tráfego de veículos no local. É impossível não passar pelos buracos do local pela quantidade exagerada deles.

“Engraçado mesmo é que, além dos buracos que temos que nos desviar e, quase, bater nos carros estacionados, temos que procurar vagas por muito tempo. Quando encontramos temos que pagar por ficar em um local público e se não paga o prejuízo é grande. Vivemos em uma ilha onde antigamente era cercada por águas e hoje é cercada por buracos”, desabafa um condutor.

Alguns guardadores de carros, para amenizar a situação, jogam pedras nos buracos, porém de nada adianta pois o problema só tende a aumentar. Segundo informações, a Secretaria de Obras e Serviços Públicos informou que a área do estacionamento do projeto Reviver irá receber uma equipe de serviço da operação tapa-buracos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.