Poder

Policiais mortos estavam envolvidos em extorsão e assaltos, diz delegado

dupla_pm_dvhIFKS

Os policiais desaparecidos desde novembro de 2016 estariam envolvidos com crimes de extorsão, assaltos e associação criminosa envolvendo outros policiais militares do Maranhão, segundo revelado pela Secretaria de Segurança Pública na manhã desta quarta-feira (31).

O motivo do desaparecimento do cabo Júlio César da Luz Pereira e do soldado Carlos Alberto Constantino Sousa, não estaria relacionado com o exercício de atividades policiais líticas, mas sim de desentendimentos com outros componentes da quadrilha da qual eram parte.

De acordo com o Superintendente de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP), Leonardo Diniz, o cabo e o soldado faziam parte do mesmo grupo de policiais e teriam sido punidos pelos comparsas porque estavam levando vantagem sobre o resto do bando.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), que acompanha o caso, o tenente Josuel Alves de Aguiar foi preso em São Luís e o soldado Tiago Viana Gonçalves foi preso em Bom Jesus das Selvas. Já o também soldado Gladstone de Sousa está foragido e caso ele não se apresente em cinco dias será considerado um desertor da Polícia Militar.

Os suspeitos envolvidos nos assassinatos do cabo Júlio César da Luz Pereira e do soldado Carlos Alberto Constantino Sousa, no município de Buriticupu, estão presos no quartel do Comando Geral da PM, no bairro Calhau.

G1,MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime / Poder

Suspeito de matar militares no MA conversou com parente de policial

Soldado-Tiago-Viana-Tenente-Josuel-e-o-Soldado-Glaydstone

Após a morte do cabo Júlio César da Luz Pereira e do soldado Carlos Alberto Constantino Sousa, um dos suspeitos de cometer o crime, tenente Josuel Alves de Aguiar, chegou a conversar com um parente de um dos policiais que foram assassinados.

O diálogo se dá por meio do aplicativo WhatsApp e na mensagem Josuel afirma que não vai descansar até encontrar o militar. “Tô até doente. Mas não vou cessar até que encontre seu pai”, afirma.

E o familiar da vítima diz que não existe crime perfeito e que o caso está estranho. “Assim espero Tenente. Pois isso está muito estranho, sem pistas, sem paradeiro, não existe crime perfeito hoje”.

Preocupado com a possibilidade de ser descoberta a autoria do assassinato, o suspeito pergunta o que a pessoa acha sobre o crime. “Mas você acha o que assim? Tipo o que?”.

E o parente responde: “Eu acho que esse crime vai ser elucidado, pois Deus não dorme”.

Entenda o caso

O tenente Josuel e os soldados Tiago Viana Gonçalves e Gladstone de Sousa são acusados de assassinar o soldado Carlos Alberto Constantino Sousa e do cabo Júlio César da Luz Pereira, que estavam desaparecidos desde o dia 17 de novembro do ano passado.

Eles foram presos na noite de terça-feira (30), após o pedido da delegada Nilmar da Gama Rocha à Justiça Militar, que decretou a prisão dos acusados. A representação é da Polícia Civil, que concluiu as investigações do caso.

IMG_0763-e1496238164695


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Policiais envolvidos na morte de militares são identificados

Tenente-Josuel-Soldado-Tiago-Viana-e-o-Soldado-Glaydstone-e1496235236759

Os policiais militares acusados de assassinar o cabo Júlio César da Luz Pereira e o soldado Carlos Alberto Constantino Sousa foram identificados como tenente Josuel Alves de Aguiar e os soldados Tiago Viana Gonçalves e Gladstone de Sousa.

As informações são do Blog do Luis Pablo.

Júlio César e Carlos Alberto estavam desaparecido desde o dia 17 de novembro do ano passado, do município de Buriticupu-MA.

A prisão dos suspeitos atendeu ao pedido da delegada Nilmar da Gama Rocha à Justiça Militar, que decretou a prisão dos acusados. A representação é da Polícia Civil, que concluiu as investigações do caso.

O juizado de Buriticupu se fez por incompetente para o caso por ele se tratar de crime militar e deu o caso para a Justiça Militar, que decretou as prisões dos envolvidos.

Segundo informações da família, o tenente Josuel teria apagado filmagens do posto onde estava o carro do PM desaparecido e levou para o quartel com objetivo de dificultar as investigações.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Empresa Nosso Frango ganha contrato de R$ 1,5 milhão em Buriticupu

R$ 1.560.529,50 (um milhão, quinhentos e sessenta mil, quinhentos e vinte e nove reais, cinquenta centavos). Esse é o valor exato que será pago pela Prefeitura de Buriticupu à empresa Nosso Frango, que fica localizada na mesma cidade.

O montante refere-se ao contrato de fornecimento de gêneros alimentícios para atender as necessidades de alimentação dos alunos das escolas municipais de Buriticupu.

O acordo contratual que foi firmado em fevereiro tem vigência apenas até agosto de 2017.

buriticupu

buriticupu1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

M F Construções fatura contrato de R$ 8 milhões em Buriticupu

A M F Construções encontrou a uma verdadeira mina de ouro em Buriticupu, cidade na qual possui sede.

A empresa, cujo proprietário não foi divulgado pela Receita Federal, faturou um contrato milionário na Prefeitura. De acordo com o Diário Oficial do Maranhão, a empreiteira foi a vencedora do Pregão Presencial N.º 013/2017.

O acordo contratual firmado entre a gestão municipal de Buriticupu e a M F Construções chega a R$ 8.053.322,06 milhões (Oito milhões, cinquenta e três mil, trezentos e vinte dois reais e seis centavos).

A quantia exorbitante é referente a prestação de serviços de manutenção predial nas instalações das Secretarias de Educação e de Saúde de Buriticupu.

O contrato tem vigência até o dia 31 de dezembro.

buriticupu

buriticupu1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

PRF prende três suspeitos de atirar pedra em ônibus policial em Buriticupu

IMG-20170327-WA0016

Na manhã desta segunda feira (27), durante operação da PRF em Buriticupu/MA, no km 530 da BR 222, agentes da Força de Choque da Polícia Rodoviária Federal detiveram três pessoas suspeitas de arremessar pedra contra o ônibus da PRF que se encontra naquela região integrando a logística operacional.

Os acusados revoltados com a ação de policiamento e fiscalização da PRF resolveram apedrejar a viatura que se encontrava estacionada no local da operação, no entanto, foram flagrados e acabaram detidos.

A ocorrência foi registrada na polícia judiciária local.

A Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Federal e o IBAMA deram início a “Operação Lignus II / Maravalha” na última quinta feira (23), em uma grande mobilização de enfrentamento a crimes ambientais na região de Buriticupu, Amarante, Santa Luzia (do Tide) e áreas vizinhas. A PRF permanece na região fiscalizando, realizando prisões, apreensões e destruindo madeireiras ilegais. Nesta segunda feira mais dois veículos com ocorrência de roubo / furto foram apreendidos em Buriticupu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Protesto contra reforma da Previdência e rombo no IPSEMB paralisa BR-222, em Buriticupu

capa geral

Ao som de gritos de “CADÊ O DINHEIRO QUE ESTAVA AQUI” e “NÃO A REFORMA DA PREVIDÊNCIA” Servidores públicos, alunos do IFMA e trabalhadores em geral foram às ruas e pacificamente interditaram por algum tempo a BR 222 em Buriticupu na região Oeste do Estado do Maranhão, nessa quarta-feira (15).

Os Trabalhadores liderados pelo SINTEB (Sindicato dos trabalhadores em Educação do Município de Buriticupu), se manifestaram entre outras entidades representativas de classes trabalhadoras de forma bem expressiva, seu repúdio e preocupação com os rumos previdenciários que o Brasil deve tomar caso a Proposta de Emenda Constitucional, PEC 287 seja aprovada pelo Congresso Nacional.

Os Servidores públicos de Buriticupu têm as suas preocupações e desconfianças ainda maiores por motivos peculiares. É que no ano de 2005 o Município criou o IPSEMB, (Instituto de Previdência Própria dos Servidores do Município de Buriticupu), que em tese serviria para assegurar a todos os servidores concursados, sejam pela Câmara Municipal, seja pela Prefeitura as suas aposentadorias e outros benefícios.

A preocupação dos assegurados do IPSEMB se dar porque o Prefeito José Gomes (PRB) se reelegeu sob a suspeita de ter usado o dinheiro do IPSEMB para comprar os votos que garantiu sua permanecia no poder, também não estaria repassando os valores descontados dos funcionários, mesmo tendo parcelado débitos do PATRONAL em 2013.

Em 2015 o IPSEMB passou por uma auditoria feita pelo Ministério da Previdência Social, onde ficou constatado que o rombo estava bem maior do que se imaginava, motivos que levou a POLICIA FEDERAL instaurar inquérito para investigar possíveis desvios, e conforme fontes do Blog JO FERNANDES, já foram intimados a depor os ex- gestores e também os atuais, José Gomes, prefeito municipal e o Sr. Francisco Dias, atual presidente do IPSEMB.

Logo após a confirmação das intimações pela Policia Federal, o Prefeito “mais honesto do mundo” seu Zé Gomes, apresentou à Câmara de vereadores, um Projeto de Lei “meia boca”, onde pede autorização do poder legislativo para parcelar mais uma vez os valores que vêm descontando dos funcionários e não teria repassado para ao IPSEMB e nem para ao INSS, com a aprovação do projeto, o ilustre prefeito pretende jogar a responsabilidade sob as costas dos Vereadores.

Na manifestação de hoje, os servidores, pararam em frente ao sucateado IPSEMB e em ato simbólico literalmente lavaram com água e sabão a “sujeira” que vem sendo acumulada ao longo das gestões, na porta do Palácio Maracajá, sede do executivo municipal enceram os protestos, onde discursaram o Presidente do SINTEB Eliésio, Presidente da Câmara Jairo da Cikel (PRB) e os vereadores Estaniel (PR) Vanusa (PR).

“Gostaria de agradecer nossos companheiros professores, alunos e servidores públicos em geral, por se fazerem presente neste ato público contra a PEC dos golpistas, e dizer que essa briga não é só dos professores, e nem também só dos servidores públicos, mas de toda sociedade brasileira, porque está em risco hoje, o maior sistema de seguridade social do nosso país e ainda, enfatizar nossa preocupação com o nosso Instituto Municipal, o IPSEMB que sofre sérios riscos”. Disse Prof. Eliésio presidente do SINTEB.

Blog do Jo Fernandes


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

BR-222 é interditada após asfalto ceder entre Santa Luzia do Tide e Buriticupu

IMG-20170222-WA0009

Na tarde desta terça-feira (21) a BR 222 em Santo Onofre, entre Santa Luzia (do Tide) e Buriticipu, no sudoeste do Maranhão, foi completamente interditada na altura do km 461. O asfalto cedeu e um veículo de carga ficou preso em um buraco.

A situação da BR 222 continua se agravando, pois o pavimento continua cedendo. No entanto, motoristas se arriscam a passar por ela, correndo grande perigo.

Nesta quarta-feira (22), o DNIT deverá proibir totalmente a passagem de todo tipo de veículo.

IMG-20170222-WA0007

IMG-20170222-WA0008


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Em Buriticupu, instalação de reservatórios de água vai custar mais de R$ 650 mil

A Prefeitura de Buriticupu vai gastar uma quantia considerável com instalação de reservatórios e redes de distribuição de água em comunidades rurais do município. Será despendia a quantia de R$ 658.817,42 (seiscentos e cinquenta e oito mil, oitocentos e dezessete reais e quarenta e dois centavos) com a prestação de serviço.

A parceria foi firmada com a empresa M de S Penha Com. e Serviço, de São José de Ribamar. O contrato foi celebrado no dia 31 de agosto e vigora até o dia 31 de dezembro. Portanto, a Prefeitura de Buriticupu vai gastar mais de R$ 650 mil em apenas quatro meses. Um verdadeiro absurdo.

O documento foi assinado pela secretária Municipal de Administração e Planejamento, Maria José da Silva e Silva. Confira o extrato do contrato publicado no Diário Oficial do Maranhão.

buriti

2


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeito de Buriticupu declara lote de 166 hectares por menos de R$ 5 mil

O prefeito de Buriticupu e candidato à reeleição, Zé Gomes, declarou um valor generoso de bens à Justiça Eleitoral: R$ 1.097.896,00 (um milhão, noventa e sete mil, oitocentos e noventa e seis reais). Os dados foram obtidos no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Na lista dos bens, constam: ponto comercial, casa residencial, rendimentos tributários, lote rural, dinheiro em caixa, 630 cabeças de gado e participação no capital de um posto de combustível. Os valores declarados variam entre R$ 4.500,00 e R$ 352.500,00.

A quantia declarada poderia ser muito maior. Ao verificar o valor do lote rural, por exemplo, que causa muita estranheza. Isso porque o terreno de 166, 4 hectares foi declarado com o valor irrisório de R$ 4.500,00.

a


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.