Notícias

Suposta empresa de fachada operou contratos de R$ 1,5 milhão em Cachoeira Grande

Funcionando em um imóvel residencial, localizado no Cruzeiro do Anil, em São Luís, a Distribuidora Rolande Empreendimentos vem operando contratos de valores vultosos na Prefeitura de Cachoeira Grande.

Levantamento feito pelo Blog do Neto Ferreira mostra que, no ano passado, a empresa sagrou-se vencedora de 10 acordos contratuais na gestão de Raimundo César Castro de Sousa, que somados chegam R$ 1.513.568,16 milhão.

A contratação milionária previa o fornecimento de materiais de limpeza, expediente, didáticos, pedagógicos, permanente, higiene pessoal, utilidades domésticas, e eletrodomésticos para as Secretarias Municipais de Administração, Educação, Saúde e Assistência Social.

Parte da compra, orçada em R$ 658.520,53 mil, foi bancada com o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), recursos federais destinados exclusivos para ações na Educação.

A Rolande pertence a Leandro Balby de Oliveira Rocha e tem endereço cadastrado na Avenida São Sebastião, número 14, no bairro do Cruzeiro do Anil, na capital maranhense.

O imóvel que consta localizado no endereço é residencial e não há qualquer placa identificando o funcionamento da distribuidora no local. Portanto, há graves indícios de que a empresa é, supostamente, de fachada.

Esses não são os primeiros contratos da Rolande com Prefeitura do Maranhão. Segundo dados coletados no site do Tribunal de Contas do Estado (TCE), a distribuidora possui um rol de contratações nos Executivos maranhenses de valores altíssimos.

Na manhã de quinta-feira (26), a Prefeitura de Cachoeira Grande foi alvo da operação Deterrimus, deflagrada pela Polícia Federal, por envolvimento com grupo criminoso especializado em fraudes licitatórias.

A investigação teve início a partir do encaminhamento de informações do Ministério Público de Contas do Maranhão, que identificou suposta simulação e direcionamento em processo licitatório que visava a contratação de empresa para aquisição de material de limpeza e descartáveis, a fim de atender as secretarias do referido município, cujos contratos somados chegam ao montante de R$ 430.023,77 mil.

Policiais federais fizeram buscas nas dependências do Executivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *