Notícias

Secretário de Braide culpa emendas de vereadores para vetar reajuste salarial de servidores de São Luís

O secretário municipal de Governo de Eduardo Braide (PSD), Emilio Murad, culpou as emendas parlamentares dos vereadores por não pagar o reajuste salarial dos servidores.

No início do mês de maio, a Câmara aprovou o projeto de Lei que concede o reajuste de 8,2% para a categoria, no entanto, o aumento não será pago de imediato, como tinha sido planejado.

O auxiliar de Braide afirmou que a causa seria a série de emendas aprovadas pelos vereadores que acabaram inviabilizando o reajuste prometido, ao criar um impacto de aproximadamente R$ 800 milhões nas contas municipais.

“Fizemos todos os estudos de impacto necessários para que o prefeito pudesse conceder o maior reajuste da história aos servidores do Município, que era de 8,2%. Contudo, as emendas aprovadas pelos vereadores, projetam um impacto financeiro na ordem de R$ 794 milhões, com reflexo direto na Lei de Responsabilidade Fiscal. Com isso, a concessão do reajuste foi inviabilizada, não restando outra alternativa a não ser vetar o projeto aprovado pela Câmara Municipal”, disse Emilio Murad.

O secretário disse ainda que as emendas gerariam reflexo na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e por conta disso, o projeto aprovado pelos parlamentares será vetado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *