Notícias

Polícia Civil conclui inquérito e indicia vereador de Arame acusado de matar ex-esposa

No dia 26 de março de 2023, a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Arame recebeu informações sobre a entrada de uma mulher na urgência do hospital dessa cidade, vítima de violência doméstica, com diversas lesões graves, dentre as quais um corte profundo no crânio, de aproximadamente 07 centímetros, diversos hematomas na face e em outras partes do corpo.

No mesmo dia, a Polícia Militar empreendeu diligências para localizar o suspeito das agressões, informando para a Polícia Civil, por meio de Boletim de Ocorrência informativo, que o autor dos fatos não foi localizado.

Diante da gravidade da situação, de imediato foram realizadas diligências pela Polícia Civil, para apurar o delito, ocasião em que verificamos que as agressões foram cometidas pelo companheiro de união estável da vítima, o nacional Edinilton Silva Rodrigues, conhecido pela alcunha de “Bodó “, vereador da cidade de Arame.

Foi instaurado inquérito policial e expedido ofício para realização de exame de corpo de delito e acompanhamento psicológico para a vítima, realização de oitivas e demais diligências de praxe por parte da polícia judiciária, para apurar o fato criminoso.

Em razão do histórico de violência e ameaças contra a vítima, a Polícia Civil representou pela prisão preventiva do investigado, bem como pela busca e apreensão domiciliar em seus endereços, para cumprir o mandado de prisão e colher outros elementos informativos. O pedido foi acatado pelo Juiz de Direito, após favor parecer favorável do Ministério Público.

As diligências para cumprir os mandados judiciais de busca e apreensão e prisão preventiva, foram realizadas no dia 31 de março de 2023, ocasião em que o investigado não foi localizado, encontrando-se atualmente em local incerto e não sabido.

A Polícia Civil deu ainda apoio a vítima para retirada de seus objetos pessoais da residência onde essa vivia com o agressor e onde se deram os fatos, com amparo na Lei Maria da Penha, sendo tomadas todas as medidas legais para a proteção da vida, integridade física e psicológica da vítima.

O inquérito policial, instaurado inicialmente para apurar a ocorrência do crime de tentativa de homicídio qualificado, pelo feminicidio e asfixia, foi concluído na presente data, 27 de abril de 2023, observando-se o prazo legal do Código de Processo Penal (30 dias).

Foi ainda expedido ofício para Câmara dos Vereadores da cidade de Arame, informando a situação do parlamentar foragido.

A Polícia Civil reforça seu compromisso perante a sociedade, especialmente para prevenir e reprimir quaisquer atos de violência doméstica e familiar contra vítimas mulheres.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *