Notícias

Paulo Velten e Ângela Salazar disputam vagas no STJ com 57 desembargadores

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Paulo Velten, e a desembargadora da Corte, Ângela Salazar, estão na briga por duas cadeiras de ministro do Supremo Tribunal de Justiça (STJ).

Os magistrados disputam a vaga com mais 57 desembargadores de outros Estados.

As duas vagas de ministro do STJ, direcionadas a membros de tribunais estaduais, foram abertas com a aposentadoria de Jorge Mussi e o falecimento de Paulo de Tarso Sanseverino.

A Corte também está com outro cargo de ministro em aberto, que deverá ser preenchido por advogado ou advogada. Nesse caso, cabe à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) encaminhar uma lista com seis indicados para o STJ, que irá reduzi-la a três nomes.

Paulo Velten já detém o forte apoio do ministro da Justiça Flávio Dino (PSB), que tem forte influência nos Tribunais em Brasília e a candidatura de Ângela vem ganhando força, pois ela está sendo apoiada pela presidente do STJ, ministra Maria Thereza de Assis Moura, além de contar com o apoio do ministro Benedito Gonçalves.

No dia 23, os ministros da Corte irão escolher quatro entre os 59 candidatos em votação secreta, que ocorrerá em sessão aberta.

A lista dos mais votados será encaminhada ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a quem caberá definir quem são os próximos dois ministros do STJ.

Os indicados serão sabatinados pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e, posteriormente, submetidos à votação no Plenário. Se aprovados, serão nomeados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *