Poder

Vice-governador do MA critica revista Veja e defende principal réu do Mensalão

Do Blog do Luis Cardoso

O vice-governador do Maranhão Washington Oliveira (PT) utilizou sua página pessoal em rede social e atacou a reportagem de capa da semana de uma das revistas de maior circulação no país, a Veja.

A matéria fala sobre um processo de improbidade administrativa aberto pela Justiça Federal de Brasília contra o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu para que ele devolva os valores desviados no mensalão. O dinheiro foi distribuído a parlamentares do PMDB, PT, PR, PTB e PP para que o Congresso apoiasse o governo de Lula. Segundo informações divulgadas neste sábado pelo jornal Folha de S. Paulo, também responderão ao processo outras 20 pessoas, incluindo o deputado federal José Genoino e Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT. O processo não fixa um valor a ser devolvido. Porém, acusa integrantes do PP de terem recebido 4,1 milhões de reais no mensalão. A lei da improbidade prevê, além da devolução do dinheiro desviado, uma multa de três vezes esse valor.

O Ministério Público deu início a essa ação em 2007. Porém, a Justiça somente a aceitou no início do mês passado, alguns dias depois de o Supremo Tribunal Federal (STF) publicar a sentença do julgamento do esquema do mensalão que condenou Dirceu a dez anos e dez meses de prisão. Há ainda outras quatro ações de improbidade administrativas contra condenados pelo mensalão que ainda não foram aceitas pela Justiça.

Washington Oliveira classificou como “canalhice” a publicação da revista em sua postagem e defende o colega de partido e principal réu do mensalão o ex-ministro José Dirceu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Front de guerra

Por Abdon Marinho

Outro dia li numa coluna que jornalistas brasileiros merecem muito mais o título de correspondentes de guerra que muitos jornalistas que estão em áreas de conflito ao redor do mundo. achei a colocação pertinente.
Tanto que diante disso resolvi nesta postagem chamá-los assim.

E os nossos correspondentes de guerra informam as últimas notícias daquele país tropical ao Sul de Equador e que vai receber milhões de turistas no ano que vem. Vamos a elas: bandidos armados de fuzis fazem arrastão e assaltam dezenas em área nobre do Rio de Janeiro. Na mesma cidade um engenheiro erra o caminho e alvejado por traficantes.
Já em São Paulo foi um analista de sistemas que está internado em estado grave após escapar de um assalto. Os bandidos insatisfeitos com o pouco dinheiro que a vitima tinha, cem reais, lhe atearam fogo, para escapar da morte certa ele saltou do carro em movimento. Ainda na capital paulista, semana passada um arrastão de meliantes provocou pânico em centenas de passageiros na saída do aeroporto de Congonhas.

Você não precisa ir muito longe para saber que vivemos numa situação de guerra, pior o inimigo pode lhe atacar a qualquer momento e em qualquer lugar. Apesar disso o país investe bilhões em estádios esportivos para sediar uma copa do mundo. Já nem falo que o evento só nos dará prejuízos, que se colocarmos na ponta do lápis investimento e retorno a conta ficará longe de fechar, já não falo que nossa participação nos dois eventos (copa e olimpíada) será pífia. Isso só não ver quem não quer. O que me preocupa no momento é a segurança que o país vai oferecer aos visitantes, pois nós a patuleia, já estamos a costumados a sair de casa sem saber se voltaremos.

Em todos os cantos do Brasil há um recrudescimento da violência. Tomemos como exemplo o Rio de Janeiro, até as áreas festejadas como pacificadas, as poucas áreas, apresentam níveis elevados de violência. Em dezenas de setores da cidade a polícia não consegue entrar. Balas de fuzis são disparadas por qualquer motivo e a qualquer hora, sobretudo durante a noite, podendo acertar inocentes, como de fato acerta quase sempre. No morro do alemão, bastou a rede globo sair de lá com sua equipe de filmagem, capitão não sei o que à frente para que os bandidos metessem bala até numa passeata pela paz.

Há pontos da cidade onde se mata uma pessoa por ela ter errado o caminho. Essa cidade vai receber grandes eventos, copa das confederações, jornada da juventude, copa do mundo e olimpíada, só para citar os que lembro agora.
Até uma província, como a nossa, possuem números relacionados a violência que nem toda a nação em guerra ostenta.
Ainda assim e apesar disso, o que ver nas TV’s, nos jornais, nos rádios, são apelos ufanistas, como se se tivesse algo a festejar ou a comemorar. Numa sociedade onde os cidadãos estão trancafiados em casa e os bandidos soltos nas ruas, roubando, estuprando, molestando e matando, por tudo e por nada, soa como piada (sem graça) o convite vem pra rua, que a rua é a maior arquibancada do Brasil (o melhor comercial do ano, é verdade).

Ao dizermos essas coisas as autoridades acham que estamos sendo pessimistas, ou torcendo contra, não, não é isso. Na verdade estamos vendo o que as autoridades deveriam está vendo e tomando providências. Ao invés de lotearem o governo entre seus aliados, deveriam está fazendo o dever de casa, garantindo as coisas mais elementares para os cidadãos. Saúde, segurança, educação. Podiam começar por ai e não pelo circo armado e pelo pão dormido. O problema é que para as autoridades não interessa o serviço correto, sério e de longo prazo. O que querem é o espetáculo, a grandiloqüência, o apelo ao patriotismo chinfrim, o resto que se dane, o que são milhares de vida em troca de uma eleição?

É isso. E viva o circo!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flávio Dino lidera pesquisa e clã Sarney entra em desespero

A pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa Econométrica, volta a atormentar o clã Sarney quando se trara da disputa ao governo do estado em 2014. Segundo números da pesquisa, o presidente da Embratur, Flávio Dino (PCdoB), lidera com folga, tranquilo e sem desespero para derrotar o candidato sarneyzista.

A Econométrica montou um seguinte cenário: Flávio Dino, Luís Fernando (PMDB) Hilton Gonçalo e Saulo Arcangeli. E neste foi apontado que o candidato comunista teria 54%, o secretário estadual de Infraestrutura 25%, Hilton Gonçalo 7,3% e Saulo Arcangeli 0,9%.

A pesquisa foi realizada no período de 23 a 30 de maio e ouviu 2.070 eleitores em 38 municípios localizados em todas as regiões do estado.

A escolha por este cenário, optando por deixar de fora a deputada estadual Eliziane Gama (PPS), fica por conta da dificuldade que a parlamentar terá para se viabilizar candidata. O seu partido se fundiu com o PMN, virando o MD e que agora deve ter como presidente, o também deputado estadual Eduardo Braide.

Na espontânea, aquela em que o entrevistador não apresenta o nome dos prováveis candidatos, Flávio Dino lidera com 29,2% das intenções. Em segundo lugar aparece o nome da governadora Roseana Sarney, que não poderá disputar nova reeleição em 2014, com 4,6%. O secretário Luis Fernando aparece em terceiro e é lembrado por 3,4%; o ex-prefeito de São Luís, Castelo (PSDB) por 1,9%, o ministro Edison Lobão por 1,7%; o de Hilton Gonçalo com 1,1% e os outros nomes com pontuação abaixo de 1%, entre os quais Eliziane Gama, Zé Reinaldo, Tadeu Palácio, Edivaldo Holanda Júnior etc.

Rejeição – No quesito em que o eleitor não votariam de jeito nenhum, o candidato do grupo Sarney aparece com 33,5%, ou seja, Luís Fernando lidera o índice de rejeição da pesquisa. Já Flávio Dino aparece com 14,1% de rejeição, os demais candidatos não são citados neste quesito

Flávio Dino 54%
Luís Fernando 25%
Hilton Gonçalo 7,3%
Saulo Arcangeli 0,9%
Nulo 3%
Não sabe/Não respondeu 9,7%

E entre estes candidatos quem você não votaria de jeito nenhum.

Luís Fernando 33,5%
Flávio Dino 14,1%
Não rejeita nenhum 26,8%
Rejeita os dois 4%
Não sabe/Não respondeu 21,6%


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Projeto de Sarney reduz contratação de percentual de pessoas com deficiência

Do Atual7

Desde 2006, o ex-presidente do Senado e ainda senador pelo Amapá, José Sarney (PMDB), tenta colocar em votação no plenário da Casa um projeto de lei que poderá desempregar milhares de pessoas com deficiência já contratadas pela Lei de Cotas e reduzir drasticamente o potencial das vagas reservadas para deficientes, caso seja aprovado.

Se passar pelo Senado – e for sancionado pela presidente Dilma Rousseff (PT), o PL 112 de Sarney deve reduzir – dos atuais 5% para 3% – o número de contratações de pessoas com deficiência em empresas privadas, tanto para as com cem ou mais funcionários.

PL de Sarney quer alterar as leis vigentes de proteção ao trabalho para pessoas com deficiência. Foto: Reprodução / Agência Senado

PL de Sarney quer alterar as leis vigentes de proteção ao trabalho para pessoas com deficiência. Foto: Reprodução / Agência Senado

O projeto permitirá ainda que a terceirização de mão de obra possa ser considerada para fins do cálculo dessa quota, quebrando o compromisso direto da empresa com o cumprimento da lei e distorcendo o real significado do processo de inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Além disso, a PL propõe uma criação de reserva de vaga inconstitucional e desnecessária para as pessoas com deficiência na educação, determinando que as instituições públicas de ensino fundamental, médio, profissionalizante e de educação superior tenham um percentual fixo de 5%, quando, na verdade, as instituições devem aceitar quantas forem as pessoas com deficiência que queiram se matricular e nelas cursarem a sua formação correspondente, por ser a educação inclusiva um direito de todos e dever do Estado e da família.

A reportagem do Atual7 apurou que o projeto chegou a ser arquivado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado em 2009, mas à pedido de Sarney, em 2011, a matéria foi desarquivada e, em março desde ano, passou para as mãos do senador Romero Jucá, também do PMDB, agora relator do PL. Após reunião com Sarney, Jucá propôs uma redução do número de contratações ainda menor: de 5% para 0,5%.

Outro ponto polêmico do PL de Sarney é a restauração do prazo para que veículos de transporte coletivo sejam adaptados para pessoas com deficiência, contradizendo o ordenamento nacional. Para o ex-presidente do Senado Federal, as empresas poderão adaptar seus veículos num prazo de até 10 anos, ainda que este mesmo prazo já tenha vencido.

Além de ferir direitos em vigor da pessoa com necessidades especiais, o projeto de lei de Sarney não avança na conquista de novos direitos garantidos na Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, e vai contra a Convenção da ONU sobre esses mesmos direitos, promulgada por decreto do governo federal em 2009.

O Atual7 não possui o levantamento de quantas pessoas com necessidades especiais trabalham em empresas privadas no Maranhão, mas sabe-se que são milhares. Imagina-se, então, no Brasil.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Aeroporto de Imperatriz foi fechado por três vezes em uma semana

O aeroporto Renato Cortez Moreira, em Imperatriz, foi fechado por três vezes esta semana para pousos e decolagens por causa de nevoeiro. Nesta sexta-feira (7), por exemplo, os passageiros de dois voos com destino a Brasília tiveram que esperar mais de três horas pra embarcar.

Nos meses de maio e junho é comum o dia amanhecer com forte nevoeiro, que encobre prédios e, por causa da visibilidade, acaba fechando o aeroporto. O resultado são filas, saguão lotado, e malas amontoadas, à espera do embarque.

Nesta sexta, os voos com destino a Brasília estavam previstos para fazer escala em Imperatriz, por volta de 6h, mas os aviões de duas companhias nem chegaram a decolar em São Luís, no horário programado. Foram mais de três horas de atraso.

Imperatriz tem seis voos diários e pelo menos 100 passageiros embarcam em cada um deles. Faltou espaço pra tanta gente. Alguns se acomodaram no chão mesmo. Apesar do transtorno, há quem diga que o melhor é tentar compreender a situação.

“Vão ser cinco horas de atraso por causa do mau tempo. É uma situação em que infelizmente temos que aguardar, porque o clima não ajudou. É uma questão de segurança”, disse o advogado Bruno Soares.

Segundo a Infraero, a instalação de equipamentos mais modernos, para auxiliar na navegação aérea, que têm um custo muito alto, dependeria de uma demanda maior de passageiros. ( Do G1-MA ).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Banda AR-15 promete agitar a noite em São Luís

Quem curte um programa diferenciado, com música para ouvir e dançar tem endereço certo na noite deste sábado (08). A casa de tecno brega Mixtura, recebe a banda de tecnomelody AR-15 que fará a festa, a partir dás 23h.

A festa no ritmo do Pará, vai oferecer infraestrutura para quem quer curtir a noite com segurança. conforte e muita diversão. Antes e depois do super show, o publico vai dançar os embalos ao som dos djs Max Getway e Lenon. Não percam!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Gestão de Edivaldo Júnior começa dá sinais

A gestão de Edivaldo Holanda Júnior (PTC), começa a dá sinais através de mais de 50 mil metros quadrados de via pública de São Luís que já receberam os cuidados da Operação Tapa-Buracos da Prefeitura. O balanço dos 60 dias de operação foi anunciado esta semana pela Secretaria de Obras e Serviços Públicos (Semosp). A Operação Tapa-Buracos, determinada pelo prefeito Edivaldo Holanda Júnior, foi iniciada em abril e tem cumprido cronograma diário, realizando reparos nas avenidas de grande tráfego de veículos e corredores de coletivos da capital.

Apenas nesta última semana 16 bairros de São Luís foram contemplados com os serviços de recuperação das vias que por um grande período haviam sido tomadas por buracos. Entre os pontos beneficiados estão localidades, como Rua do Jeep, no bairro Isabel Cafeteira; Lagoa da Jansen; trecho da Ponta d’Areia; Calhau; Avenidas General Arthur Carvalho e São Luís Rei de França, no Turu; Parque Shalon; e vias de acesso do Terminal Rodoviário da capital.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Balneário em Caxias sofre com abandono e falta de conservação

O que já foi um dos principais pontos de encontro para tomar banho nos fins de semana em Caxias está tomado por lixo, caramujos e muito mato. Hoje, pouca gente se arrisca a frequentar a tradicional Piscina do Ponte.

No local, há pequenas quedas-d´agua. A Piscina do Ponte, com 300 metros de comprimento, ganhou essa estrutura ainda na década de 80. Mas atualmente, na água, garrafas pet se acumulam com o mato. O esgoto que vem das casas é despejado dentro da Piscina do Ponte. Um retrato nada convidativo para quem, até pouco tempo atrás, tomou banho no local. “Já foi encontrado animal morto. Agora, não está em condições para tomar banho”, disse o estudante Felipe Santos.

A dona de casa Maria dos Anjos foi ao local com roupas sujas para lavar. Mas, ao chegar, olhou, analisou e acabou desistindo. “Vou lá em cima, porque a água está muito suja”, disse.

Moradores das ruas no entorno do balneário estão se mobilizando por meio de um abaixo-assinado. No documento, eles exigem do Poder Público uma manutenção mais eficaz para o lugar. Já pensam até em transformar a Piscina do Ponte em patrimônio cultural do município.

“Um riacho que passa na frente das casas é uma raridade. Isso deveria ser conservado como um patrimônio natural. Pretendemos levar esse abaixo-assinado para autoridades competentes para pedir limpeza, iluminação e segurança”, disse a professora Maria Alice Machado.

Balneario 02

O que restou do tradicional balneário, próximo ao centro da cidade, foram as boas lembranças de quem já curtiu muito o lugar. Um tempo em que a água era cristalina, e tomar banho era uma das principais diversões dos moradores.

A secretaria de Infraestrutura de Caxias foi procurada, mas ninguém se manifestou sobre o problema mostrado na reportagem. Do G1 MA, com informações da TV Mirante


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Funcionários do Socorrão I reclamam de repasse de verba

O Estado do Maranhão

Em protesto contra a diminuição do repasse de verba de incentivo do Sistema Único de Saúde (SUS), aproximadamente 20 técnicos de enfermagem do Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I) paralisaram parcialmente as atividades na manhã de ontem. De acordo com os funcionários, o valor somado ao salário era de R$ 147,00 e passou para R$ 120,00. Eles também denunciaram a falta de equipamentos, medicamentos e materiais básicos em alguns setores do hospital.

Segundo os funcionários, os técnicos contratados pelo Socorrão I recebem um salário líquido de R$ 540,00, mais o incentivo pago pelo SUS. Os efetivos têm um salário menor, mas o incentivo segue o mesmo valor para a categoria. No entanto, de acordo com a técnica de enfermagem Meire Nunes, a gratificação paga pelo SUS e repassada aos funcionários pela Prefeitura veio mais baixa este mês. “Fomos pegos de surpresa e não foi dada explicação para que o valor tivesse diminuído”, disse.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Davizinho, Escórcio, Lobão e Roseana brigam pela ‘paternidade’ de obra autorizada por Dilma

Do Atual7

Davizinho acusou Francisco Escórcio de pegar informações de seu Facebook para mentir sobre paternidade da duplicação da BR-010. Foto: Reprodução / Faceboook

Davizinho acusou Francisco Escórcio de pegar informações de seu Facebook para mentir sobre paternidade da duplicação da BR-010. Foto: Reprodução / Faceboook

O deputado federal maranhense Davi Alves Silva Júnior, o Davizinho (PR-MA), usou a sua página pessoal no Facebook, no final da noite dessa quinta-feira (6), para, segundo ele, restabelecer a verdade sobre a obra de duplicação da BR-010, conhecida popularmente como Belém-Brasília, no perímetro urbano do município de Imperatriz.

Numa indireta ao também deputado federal pelo Maranhão, Francisco Escórcio, o Chiquinho (PMDB-MA), que, na segunda semana de maio, cobrou da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII), por meio de um blog que mantém sobre suas atividades parlamentares, a atribuição de paternidade da duplicação rodovia, Davi Júnior disse que é triste ver o peemedebista se intitular pai da obra.

Escórcio afirma que ele e a senador pelo Amapá, José Sarney, são os únicos responsáveis pela revitalização da obra.

Após chamar Chiquinho de deselegante, Davi Júnior informou que o início das obras dependem agora apenas da liberação da licença ambiental pela Secretaria de Meio Ambiente do município de Imperatriz, para entrar no processo de licitação, e que o prefeito Sebastião Madeira (PSDB) teria informado que será criado uma força tarefa para estudar a liberação da licença.

Continue lendo no Atual7.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.