Notícias

Iracema nomeia na Assembleia preso pela PF e Gaeco por roubo de dinheiro público

A presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, a deputada estadual Iracema Vale (PSB), entregou um pomposo e contraditório discurso que vai na contramão de suas ações nos primeiros dias de gestão.

Embora pregando a moralidade e ética, a parlamentar decidiu, simplesmente, rasgar os princípios básicos da Administração Pública e nomear um aliado preso pela Polícia Federal e pelo Grupo Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) para o cargo de Secretário do Gabinete da Presidência. O ato de nomeação foi publicado no Diário Oficial da Alema do dia 2 de fevereiro.

O designado para função se trata do ex-prefeito de Urbano Santos, Aldenir Santana Neves, que foi preso em duas operações policiais por desviar verbas públicas no período em que esteve a frente do Executivo municipal.

A primeira prisão do aliado de Iracema foi realizada pela PF, no âmbito da operação Rapina, em 2007. À época, ele e mais sete prefeitos maranhenses foram acusados de participar de uma quadrilha que movimentou cerca de R$ 1 bilhão em recursos federais, desviado com as fraudes licitatórias.

Aldenir Santana quando foi preso pela segunda vez pelo Gaeco em 2013.

Seis anos depois, Aldenir Santana voltou a ser preso, só que pelo Gaeco, e mais uma vez por desvios de verbas públicas entre 2005 a 2009. Na ocasião, os investigadores cumpriram um mandado de prisão temporária e outro de busca e apreensão em imóveis do ex-prefeito.

Ele foi acusado de movimentar R$ 2.193.853,38 milhões, que tinham sido transferidos das contas da Prefeitura de Urbano Santos e, que seriam destinados para programas sociais (como Saúde da Família, entre outros), para as contas particulares do ex-gestor.

O atual secretário Gabinete da Presidência da Assembleia também se envolveu em outro escândalo durante a sua gestão municipal. Ele comprou um colar de ouro 18 quilates, no valor de R$ 27.800 mil, que foi registrado na prestação de contas do município referente ao exercício financeiro de 2008, desaprovada pelo TCE e depois confirmada pela Câmara de Vereadores de Urbano Santos.

E em 2013, o Tribunal de Contas mais uma vez desaprovou as contas do ex-prefeito, neste caso as relativas ao exercício financeiro de 2007, condenando-lhe a devolver ao erário a quantia de R$ 11,4 milhões.

Mesmo com um histórico de corrupção e prisões, Aldenir Santana foi aliado e apoiador fiel de Iracema Vale em seus dois mandatos como prefeita de Urbano Santos. Ele participava ativamente da gestão municipal da socialista no município, inclusive era figura frequente em reuniões com representantes do governo estadual e membros do Executivo municipal.

O ex-prefeito também era um dos nomes fortes da campanha de Vale nas eleições de 2022, de onde saiu vitoriosa com uma votação recorde para deputada.

Então prefeita Iracema Vale em reunião com o então secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, ex-assessora de planejamento da secretaria municipal de saúde Clesiane Souza, representando a Câmara de Vereadores, os ex- parlamentares Edinilson Moura e Aldenir Santana.

One thought on “Iracema nomeia na Assembleia preso pela PF e Gaeco por roubo de dinheiro público

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *