Notícias

Influencer contesta versão da polícia e nega suposto golpe em rifa: “Ninguém rifa carro alugado”

A influenciadora digital, Skarlete Mello, alvo de operação Operação Quebrando a Banca que investiga um esquema envolvendo o ‘Jogo do Tigre’ em São Luís, voltou às redes sociais para negar que a rifa que está divulgando tenha como prêmio um carro alugado.

“Gente, ninguém rifa carro alugado não, e outra coisa, quando eu falei, eu disse ou o carro ou 100k no pix (R$ 100 mil). Eu não vou deixar ninguém lesado. Se eu não conseguir fazer a rifa vai ser devolvido o dinheiro que de quem comprou. No aplicativo tem tudo, eu só preciso pegar meu celular, depois que eu pegar eu consigo fazer isso para todo mundo. O pessoal insiste em fazer fake news o tempo todo”, garantiu Mello em um vídeo publicado no Story do Instagram.

Em outro trecho, a influencer questiona como a mídia tem tido acesso às informações sobre a operação se o inquérito está em segredo de Justiça e classifica as notícias como fake news.

“Queria entender como essas páginas tem tanto acesso à laudos da polícia, porque até onde eu sei todo o processo está tramitando em segredo de Justiça. Como essas páginas espalham coisas e dizem que segundo? Está estranho essas fake news de vocês. Será que a polícia falou isso para vocês mesmo? Porque se corre em segredo de Justiça jamais ela vai chegar para uma página de fofoca e falar”.

A Polícia Civil do Maranhão afirmou que se Skarlete Mello continuar promovendo os jogos de azar nas redes sociais e rifas pode ser presa.

Após ter sido alvo da operação de busca e apreensão realizada na terça-feira (26), a influenciadora afirmou nas redes sociais que, apesar das investigações, a rifa que estava fazendo em que o prêmio seria um carro de luxo importado, seria realizada. Para ganhar o veículo, Skarlete anunciou a venda de pontos com valor mínimo inicial de R$ 0,60.

A influencer também usou as redes sociais para dizer que os jogos de azar que ela divulga também continuariam sendo realizados.

De acordo com a Polícia Civil, investigações constataram que o veículo divulgado pela influenciadora digital é alugado. O automóvel foi apreendido pelos policiais na terça-feira (26).

“Se ela insistir nessa conduta de contravenção penal que é promover jogos de azar, certamente a Polícia Civil representará por medidas mais severas, podendo chegar até a prisão cautelar da investigada”, disse o delegado Pedro Adão, delegado do Departamento de Combate ao Crime Organizado.

A Polícia Civil disse ainda que, caso a rifa seja feita, além de ser presa, Skarlete Mello pode ser enquadrada pelo crime de estelionato. “Provavelmente o bem não seria entregue ao possível ganhador, já que não pertencia a ela, o que caracteriza um crime de estelionato”, disse o delegado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *