Notícias

Flávio Dino queria Galdino na Educação, mas Brandão disse não

A ruptura política entre o governador Carlos Brandão e o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, ambos do PSB, cada vez mais se torna realidade em um futuro próximo.

Há, por exemplo, diversos pontos de divergências entre eles que corroboram essa tese: a eleição para presidência da Assembleia Legislativa (reveja), espaços não atendidos no primeiro escalão e, principalmente, o veto ao nome do ex-secretário de Estado Diego Galdino.

Galdino que, exerce atualmente a função de secretário-executivo adjunto do Ministério da Justiça, chegou a ser indicado por Dino no final do ano passado para assumir este ano a Secretaria de Educação do Estado, mas não foi aceito pelo governador.

A decisão do veto de Brandão, explicado por uma fonte, foi o pivô de toda a crise política que motivou o ministro a ficar profundamente irritada com a situação, passando a não esconder mais a insatisfação de dividir o mesmo ambiente com o seu antecessor (reveja).

One thought on “Flávio Dino queria Galdino na Educação, mas Brandão disse não

  1. E eu sso aí Brandão, você não vai ser um governador marionte de Flávio dinono,
    Você é o chefe desse Estado. Imposição e a palavra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *