Categorias

Câmara pressiona secretária de Braide sobre obras da saúde em São Luís

Parlamentares da Câmara Municipal de São Luís sabatinaram a secretária Municipal de Saúde (Semus), Ana Carolina Marques Mitre da Costa, em sessão desta terça-feira (14). O debate é fruto de convocação de autoria do vereador Pavão Filho (PSB) e teve como objetivo buscar respostas à população e garantir transparência e eficiência na gestão da saúde pública municipal. Na ocasião, os vereadores cobraram esclarecimentos sobre uma série de questões que impactam diretamente o sistema de saúde do município.

Pavão Filho ressaltou a importância do debate com a gestora na prestação dos devidos esclarecimentos à população. “A presença da secretária é fundamental para que possamos obter informações detalhadas sobre esses importantes temas. A transparência e a prestação de contas são pilares essenciais para o bom funcionamento do sistema de saúde municipal e estamos confiantes de que esta sessão contribuirá significativamente para melhorar a gestão e a qualidade dos serviços oferecidos à população de São Luís”, avaliou.

“Me coloco à disposição para esclarecer as dúvidas, explicar sobre as solicitações e também falar da minha carreira e administração na pasta. A saúde do município é ‘porta aberta’ para todos os demais municípios do Maranhão. Temos grandes desafios, mas eu, que estou há um mês à frente desta pasta, me comprometo com a melhor qualidade deste serviço e recebo quem nos busca para esclarecimentos”, frisou Ana Mitre da Costa.

Entre os pontos abordados, destaque para a conclusão das obras do Hospital Dr. Odorico Amaral de Matos, o Hospital da Criança. Esta é uma demanda urgente e vital para a cidade, uma vez que a conclusão dessas obras é fundamental para ampliar a capacidade de atendimento pediátrico e melhorar a qualidade dos serviços de saúde voltados para as crianças de São Luís e região. Sobre o hospital, a gestora informou que houve expansão da unidade, com abertura de mais leitos, implantação de centro cirúrgico e todos os exames de imagens, realizando a média de 11 mil atendimentos mensais.

“Hoje, a unidade consegue suprir todas as necessidades das crianças que buscam o serviço e tem a condição de fazer exames de imagem, cirurgias diversas e outros atendimentos que não eram ofertados na antiga estrutura do hospital”, destacou Ana Mitre da Costa. Sobre a conclusão da obra, ela disse que não estava na gestão à época, mas se comprometeu a levantar os dados e enviar à Câmara.

Outro ponto debatido foi a construção do Hospital Veterinário. Este projeto representa um avanço significativo no cuidado com os animais e na promoção da saúde pública. Para que se tenha clareza sobre os custos envolvidos e o cronograma de conclusão da obra, a secretária informou que o processo está em andamento e após análise de recursos será dado continuidade às ações.

Na convocação, também foi tratado sobre a reforma do Hospital Socorrão II. A gestora citou Termo de Ajustamento de Conduta que está em cumprimento e a reestruturação da unidade. Enumerou que a unidade atende mais de cinco mil pacientes, de todo o Maranhão. “Tudo está sendo feito a rigor e por determinação do nosso prefeito para melhorar a estrutura do Socorrão II”, afirmou a titular da Semus.

Contratos de obras de estrutura para o funcionamento do hospital, o pagamento de chamadas públicas da secretaria e os custos das reformas das Unidades Básicas de Saúde (UBS) foram outros temas debatidos na sessão. Sobre estes temas, a gestora frisou que segue “se inteirando das ações para poder responder sobre as cobranças e garantir a agilidade das respostas a todas as solicitações”.

“É imprescindível que sejam esclarecidos os valores investidos, os prazos estabelecidos e o andamento de cada uma dessas ações. Assim, podemos garantir a eficiência na aplicação dos recursos públicos e a entrega de serviços de saúde de qualidade à população”, apontou Pavão Filho.

Diversos vereadores se pronunciaram na sessão. O co-vereador do Coletivo Nós (PT), Jhonatan Soares, destacou a importância de garantir condições de atendimento ao público que utiliza a saúde pública municipal. Francisco Chaguinhas ressaltou a relevância da convocação, que “representa um passo importante na busca pela transparência e eficiência na gestão da saúde pública em São Luís, demonstrando o compromisso desta casa com a boa prestação do serviço de saúde pública”.

O vereador Marcial Lima criticou a falta de itens de atendimento básico nas unidades de saúde do município e atos de demissão em massa do prefeito nas secretarias municipais. O vereador Jearlysson Moreira também se manifestou criticando a dificuldade em reunir com a gestora para levar as demandas da população na saúde da capital.

One thought on “Câmara pressiona secretária de Braide sobre obras da saúde em São Luís

  1. Eu acompanhei a sessão pelo YouTube. Achei deprimente a participação dela, respondeu de forma vaga aos questionamentos. Os vereadores se sairam “bem”, exceto nos momentos no qual queriam holofotes. Resumindo: essa secretária manda tanto na secretaria quanto eu no meu chefe.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *