Brasil

Morre o Rei do Brega, Reginaldo Rossi

reginaldo-rossi

Morreu na manhã desta sexta-feira (20), aos 69 anos, o cantor e compositor Reginaldo Rossi. Conhecido como o “Rei do Brega” e autor do sucesso “Garçom”, ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Memorial São José, na área central do Recife, desde 27 de novembro. Na quinta-feira (19), sofreu uma piora no quadro clínico.

Durante o tempo em que ficou internado, Reginaldo Rossi foi submetido a uma cirurgia para retirada de um nódulo na axila direita. A biópsia confirmou o diagnóstico de câncer. Ele também passou por um procedimento chamado de toracocentese, para drenar líquido acumulado entre a pleura e o pulmão.

Rei do Brega
Reginaldo Rossi ganhou o título de “Rei do Brega” graças a músicas como “Garçom”, nas quais cantava sobre temas como amor e traições. Compositor de linguagem popular, ele também é autor de sucessos como “A raposa e as uvas”, “Leviana” e “Recife minha cidade”. Ele dizia que foi o primeiro na cidade  a usar calça sem pregas. “Passava na rua e os caras gritavam: ‘Wanderléa! Olha a Wanderléa!’ E depois todo mundo usava.”

Apesar do jeito extrovertido nas entrevistas e apresentações, se dizia avesso à fama. “Eu sou muito tímido. Essa coisa que eu faço, que requebro no palco, canto ‘Garçom’, o corno e tudo mais, é para enganar minha timidez”, afirmou recentemente em entrevista ao programa Bom Dia Pernambuco.

Nascido no Recife, em 1944, Reginaldo Rodrigues dos Santos começou a carreira na esteira da Jovem Guarda, na década de 1960, imitando Roberto Carlos. Antes, estudou engenharia civil e chegou a dar aulas de matemática. Ele faria 70 anos em fevereiro.

Quando trocou a sala de aula pelos palcos, optou por cantar rock no Nordeste e comandou o grupo The Silver Jets. Em 1966, lançou seu primeiro LP, “O pão”. Somente em 1970, pela gravadora CBS, estreou em disco, com o LP “À procura de você”, afastando-se do rock e passando a apresentar um repertório brega-romântico, do qual se tornou ícone.

Entre seus maiores sucessos estão, além de “Garçom”, “A raposa e as uvas”, “Em plena lua de mel” e “Leviana”. Ele continuava fazendo shows pelo Brasil, apresentando o mais recente álbum, “Cabaret do Rossi”. Nos dias 21 e 22 de novembro, Reginaldo Rossi tocou no Manhattan Café Teatro, na capital pernambucana. (G1)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Dilma confirma salário mínimo entre R$ 722 e R$ 724 em janeiro de 2014

Presidente Dilma

Presidente Dilma

A presidente Dilma Rousseff confirmou, na manhã desta quarta-feira, 18, que o novo salário mínimo, vigente a partir de 1º de janeiro de 2014, ficará entre R$ 722 e R$ 724, o que representaria uma alta de 6,5% a 6,78% sobre os R$ 678

“A regra da correção do salário mínimo depende do fechamento do PIB [Produto Interno Bruto] e da inflação, mas dá para sabermos que ficará entre R$ 722 e R$ 724. Se tivermos perto de R$ 724 arredondamos para cima, damos uma força”, disse.

“O pessoal pode ficar satisfeito antecipadamente”, completou a presidente, em entrevista para emissoras de rádio de Pernambuco.

O atual salário mínimo está em vigor desde janeiro de 2013. A inflação oficial, medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), acumula alta de 4,95% em 2013, até novembro.

Em São Paulo, o salário mínimo para alguns empregados será um pouco maior. Na terça-feira, 17, a Assembleia Legislativa de São Paulo aprovou o salário mínimo paulista de R$ 810 a partir de janeiro de 2014 para um grupo de trabalhadores da iniciativa privada que inclui domésticas, pescadores, serventes e motoboys.

Orçamento 2014.

Na madrugada desta terça-feira, 17, o Congresso Nacional anunciou a aprovação do Orçamento do governo para o ano que vem. O texto atualizou o valor do salário mínimo em relação à proposta original do governo, de R$ 722,90 para R$ 724. O cálculo gera um custo extra de R$ 250 milhões para a União. O salário mínimo, no entanto, é definido por decreto presidencial e até o momento Dilma ainda não havia se manifestado a respeiro do tema.

Na discussão sobre o Orçamento, os partidos saíram beneficiados, pois irão receber mais dinheiro em 2014. Para destravar as discussões e conseguir ver o Orçamento votado ainda em 2013, o governo aceitou colocar mais R$ 100 milhões no fundo partidário e prometeu empenhar mais R$ 2 milhões em emendas para os membros da Comissão Mista de Orçamento (CMO) e “caciques” do Legislativo. A lei vai agora à sanção presidencial.

A exigência de parlamentares da base aliada e da oposição por mais recursos do fundo partidário para serem usados no ano eleitoral provocou impasse na votação da Lei Orçamentária Anual (LOA) e o governo teve de atender à demanda para conseguir aprovar a proposta na CMO. A verba do fundo é rateada entre as legendas de acordo com suas bancadas na Câmara. O governo era contrário, mas o relator, deputado Miguel Corrêa (PT-MG), acabou cedendo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Morre Nelson Mandela, ícone da luta pela igualdade racial

ap_mandela2009

O ex-presidente da África do Sul Nelson Mandela morreu aos 95 anos em Pretória, anunciou nesta quinta-feira (5) o atual presidente, Jacob Zuma. Mandela ficou internado de junho a setembro devido a uma infecção pulmonar. Ele deixou o hospital e estava em casa. “Ele partiu, ele se foi pacificamente na companhia de sua família”, afirmou o presidente. “Ele descansou, ele agora está em paz. Nossa nação perdeu seu maior filho. Nosso povo perdeu seu pai.”

Conhecido como “Madiba” na África do Sul, ele foi considerado um dos maiores heróis da luta dos negros pela igualdade de direitos no país e foi um dos principais responsáveis pelo fim do regime racista do apartheid, vigente entre 1948 a 1993.

Foram quatro internações desde dezembro. Em abril, as últimas imagens divulgadas do ex-presidente mostraram bastante fragilidade – ele foi visto sentado em uma cadeira, com um cobertor sobre as pernas. Seu rosto não expressava emoção. Em março de 2012, o ex-presidente sul-africano havia sido hospitalizado por 24 horas, e o governo informou, na ocasião, que Mandela tinha sido internado para uma bateria de exames rotineira.

Em dezembro, porém, ele permaneceu 18 dias hospitalizado, em decorrência de uma infecção pulmonar. No fim de março de 2013, ele passou 10 dias internado, também por uma infecção pulmonar, provavelmente vinculada às sequelas de uma tuberculose que contraiu durante sua detenção na prisão de Robben Island (ilha de Robben), onde ficou 18 anos preso, de 1964 a 1982.

Histórico
Ele ficou preso durante 27 anos e ganhou o Prêmio Nobel da Paz em 1993, sendo eleito em 1994 o primeiro presidente negro da África do Sul, nas primeiras eleições multirraciais do país. Mandela é alvo de um grande culto em seu país, onde sua imagem e citações são onipresentes. Várias avenidas têm seu nome, suas antigas moradias viraram museu e seu rosto aparece em todos os tipos de recordações para turistas.

Havia algum tempo sua saúde frágil o impedia de fazer aparições públicas na África do Sul – a última foi durante a Copa do Mundo de 2010, realizada no país. Mas ele continuou a receber visitantes de grande visibilidade, incluindo o ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton.

Mandela passou por uma cirurgia de próstata em 1985, quando ainda estava preso, e foi diagnosticado com tuberculose em 1988. Em 2001, foi diagnosticado com câncer de próstata e hospitalizado por problemas respiratórios, sendo liberado dois dias depois. (G1)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Chiquinho Escórcio agradece ministro Alexandre Padilha e critica a oposição no Maranhão

Francisco Escórcio (PMDB-MA) subiu à tribuna da Câmara para agradecer e parabenizar o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, pelo primeiro transplante renal feito em Imperatriz.

“Eu aqui, em nome do povo do Maranhão, principalmente da Região Tocantina, venho aqui te parabenizar e dizer muito obrigado pelo que você tem feito para o meu querido estado do Maranhão”, disse.

Escórcio aproveitou para mandar um recado aos oposicionistas, dizendo que é preciso ter competência até para ser oposição, visto que todos os prognósticos dela foram fracassados.

“Nos primeiros momentos a oposição dizia que estava com 70%. Agora começou a cair, a cair, está desabando como está desabando todo aquele prognóstico que traziam para esta Casa. Dizia que a governadora Roseana Sarney estava cassada, que o seu processo estava sendo analisado com grande chance de cassação no TSE. Mas para a nossa felicidade esse processo voltou ao TRE porque estava cheio de defeitos. Esses dias eu estava no meu querido Maranhão, em São Luís, quando eles diziam que iam impugnar a eleição do vice-governador, mas que agora já assumiu, hoje de manhã, a função de conselheiro do Tribunal de Contas do estado.”, concluiu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Governadora do Maranhão lamenta morte do governador de Sergipe Marcelo Déda

26012011-260111JC4758ae

A governadora do Maranhão Roseana Sarney (PMDB) lamentou, na manhã desta segunda-feira (2), a morte do governador do Estado do Sergipe Marcelo Déda (PT). Por meio de nota, Roseana disse que se solidariza com o povo sergipano e com os familiares do governador.

“Venho me solidarizar com o povo sergipano e com os familiares de Marcelo Déda por essa perda irreparável. Ele deixa um legado de muito trabalho e dedicação por Sergipe, sua terra natal”. Leia a íntegra da nota abaixo:

A governadora Roseana Sarney recebeu com profundo pesar a morte do governador de Sergipe, Marcelo Déda (PT), 53, ocorrida nesta segunda-feira (2), no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado para tratar de problemas decorrentes de câncer no estômago e no pâncreas.

Roseana Sarney destacou a história política de Marcelo Déda, que estava em seu segundo mandato de governador e também já havia ocupado os cargos de deputado estadual e federal e ainda de prefeito de Aracaju.

“Venho me solidarizar com o povo sergipano e com os familiares de Marcelo Déda, por essa perda irreparável. Ele deixa um legado de muito trabalho e dedicação por Sergipe, sua terra natal”, declarou a governadora.

Entenda
Aos 53 anos, Déda morreu  às 4h45 desta segunda-feira (2) no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internado para tratar de problemas decorrentes de câncer no estômago e no pâncreas. Ele lutava contra a doença havia quatro anos. A informação foi confirmada pelo hospital. (G1)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Feriado sangrento nas estradas federais

6ac2ff52d38f22539e89ac2955f76b72_L

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), divulgou balanço da operação realizada durante o feriado. A PRF, registrou 45 acidentes com 32 feridos e quatro mortes nas estradas federais do estado, durante o feriado da Proclamação da Republica. Os dados divulgados, mostram que o número de acidente e de mortes deste ano, se comparado com o ano anterior não teve muita alteração.

Segundo a PRF, a Operação Proclamação da República, deste ano iniciou às 00:00 h da quinta-feira (14) e se estendeu até a noite do domingo (17).

Os resultados da Operação Proclamação da República deste ano mantiveram-se praticamente inalterados em relação a 2012 que teve 44 acidentes, 34 feridos e 04 mortos.

Veja o número de acidentes por dia:

Dia

Acidentes

Feridos

Mortos

14

9

5

1

15

17

15

1

16

8

7

1

17

11

5

1

Total

45

32

4


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Amiga de adolescente que se suicidou toma veneno após saber que aparecia em segundo vídeo

Júlia Rebeca, de 17 anos, foi encontrada morta enforcada em um fio de chapinha

Júlia Rebeca, de 17 anos, foi encontrada morta enforcada em um fio de chapinha

Depois que amigos comentaram sobre a tentativa de suicídio da estudante que aparece com Julia Rebeca no primeiro vídeo de sexo que se espalhou pode redes sociais, a polícia constatou a informação, e descobriu que a jovem ingeriu veneno na tentativa de tirar a própria vida.

O caso teria acontecido ainda no início da semana, quando soube da morte de Julia, cujo corpo foi encontrado dentro do próprio quarto, enrolado no fio da chapinha.

A adolescente chegou a ser internada na UTI, mas reabilitou-se e conseguiu se recuperar da ingestão do veneno. Ela ficou chocada com a notícia da morte de Júlia, que ocorreu ainda no domingo, dia (10/11) e tentou repetir a história.

A polícia já confirmou a existência de um segundo vídeo íntimo protagonizado por Julia. Este também teria cenas de sexo entre a jovem e um rapaz. O jovem que aparece no primeiro vídeo, que provocou toda tragédia, já teria se apresentado à polícia para prestar depoimento, já que o delegado que acompanha o caso busca saber como as imagens se espalharam na internet.

Com informações do site 180 graus.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Mensalão: saiba como cumprirá a pena cada um dos 12 réus com prisão decretada

CDD2

Confira na lista abaixo qual é a situação de cada um dos 12 condenados no processo do mensalão que tiveram mandado de prisão expedidos nesta sexta-feira (15) pelo relator do processo do mensalão no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa.

Como alguns deles questionaram por meio de embargos infringentes algumas das condenações, o tempo de prisão pode diminuir (os embargos infringentes são recursos que podem levar à revisão da pena). O Supremo julgará os embargos infringentes somente no ano que vem.

José Dirceu, ex-ministro da Casa Civil
– Pena total: 10 anos e 10 meses
– Crimes: formação de quadrilha (2 anos e 11 meses) e corrupção ativa (7 anos e 11 meses)
– Situação: ingressou com embargos infringentes para questionar a condenação pelo crime de formação de quadrilha. Se excluído esse crime, a pena diminui para 7 anos e 11 meses. Enquanto o recurso não for julgado, cumpre a pena em regime semiaberto.

José Genoino, deputado federal licenciado (PT-SP)
– Pena total: 6 anos e 11 meses
– Crimes: formação de quadrilha (2 anos e 3 meses) e corrupção ativa (4 anos e 8 meses)
– Situação: a pena original já permite o cumprimento da prisão em regime semiaberto. Mas tem embargos infringentes para serem julgados em relação ao crime de formação de quadrilha. Se o recurso for aceito, a pena diminui para 4 anos e 8 meses
.

Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT
– Pena total: 8 anos e 11 meses
– Crimes: formação de quadrilha (2 anos e 3 meses) e corrupção ativa (6 anos e 8 meses)
– Situação: questionou por meio de embargos infringentes a condenação por formação de quadrilha. Excluído esse crime, a pena diminui para 6 anos e 8 meses, e o regime de prisão passa de fechado para semiaberto.

Marcos Valério, apontado como “operador” do esquema do mensalão
– Pena total: 40 anos, 4 meses e 6 dias
– Crimes: formação de quadrilha (2 anos e 11 meses), corrupção ativa (15 anos, 1 mês e 10 dias), peculato (10 anos, 3 meses e 6 dias), lavagem de dinheiro (6 anos, 2 meses e 20 dias) e evasão de divisas (5 anos e 10 meses)
– Situação: cumprimento da pena em regime fechado. Ingressou com embargos infringentes em relação ao crime de formação de quadrilha. Excluído esse crime, a pena diminuirá para 37 anos e 5 meses e 6 dias.

José Roberto Salgado, ex-dirigente do Banco Rural
– Pena total: 16 anos e 8 meses
– Crimes: formação de quadrilha (2 anos e 3 meses), lavagem de dinheiro (5 anos e 10 meses), gestão fraudulenta (4 anos) e evasão de divisas (4 anos e 7 meses)
– Situação: apresentou embargos infringentes para questionar todas as condenações, mas mesmo assim teve mandado de prisão emitido. Se começar a cumprir pena por todas as condenações, vai ficar no regime fechado.

Kátia Rabello, ex-presidente do Banco Rural
– Pena total: 16 anos e 8 meses
– Crimes: formação de quadrilha (2 anos e 3 meses), lavagem de dinheiro (5 anos e 10 meses), gestão fraudulenta (4 anos) e evasão de divisas (4 anos e 7 meses)
– Situação: cumprimento de pena em regime fechado. Ingressou com embargos infringentes para questionar a condenação por crime de formação de quadrilha. Excluído esse crime, a pena diminui para 14 anos e 5 meses.

Cristiano Paz, ex-sócio de Marcos Valério
– Pena total: 25 anos, 11 meses e 20 dias
– Crimes: formação de quadrilha (2 anos e 3 meses), corrupção ativa (11 anos), peculato (6 anos, 10 meses e 20 dias) e lavagem de dinheiro (5 anos e 10 meses)
–  Situação: ingressou com embargos infringentes para questionar a condenação por formação de quadrilha, mas mesmo se obtiver êxito o cumprimento da pena será em regime fechado.

Ramon Hollerbach, ex-sócio de Marcos Valério
– Pena total: 29 anos, 7 meses e 20 dias
– Crimes: formação de quadrilha (2 anos e 3 meses), corrupção ativa (11 anos), peculato (6 anos, 10 meses e 20 dias), lavagem de dinheiro (5 anos e 10 meses) e evasão de divisas (3 anos e 8 meses)
– Situação: apresentou embargos infringentes para  os crimes, mas mesmo assim teve mandado de prisão emitido. Se for cumprir pena por todas as condenações, vai ficar no  regime fechado.

Simone Vasconcelos, ex-funcionária de Marcos Valério
– Pena total: 12 anos, 7 meses e 20 dias
– Crimes: formação de quadrilha (1 ano e 8 meses; pena prescrita), corrupção ativa (4 anos e 2 meses), lavagem de dinheiro (5 anos) e evasão de divisas (3 anos, 5 meses e 20 dias)
– Situação: apresentou embargos infringentes para questionar as condenações por lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Excluídos esses crimes, a pena diminuiria para 4 anos e 2 meses, e o regime de prisão passaria para semiaberto.

Romeu Queiroz, ex-deputado pelo PTB
– Pena total: 6 anos e 6 meses
– Crimes: corrupção passiva (2 anos e 6 meses) e lavagem de dinheiro (4 anos)
– Situação: cumprimento de pena em regime semiaberto. Não apresentou embargos infringentes.

Jacinto Lamas, ex-tesoureiro do extinto PL (atual PR)
– Pena total: 5 anos
– Crimes: corrupção passiva (1 ano e 3 meses; pena prescrita) e lavagem de dinheiro (5 anos)
– Situação: cumprimento de pena em regime semiaberto. Não apresentou embargos infringentes.

Henrique Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil
– Pena total: 12 anos e 7 meses
– Crimes: formação de quadrilha (3 anos e 9 meses), peculato (5 anos e 10 meses) e lavagem de dinheiro (3 anos)
– Situação: cumprimento de pena em regime fechado. Não tem embargos infringentes pendentes.

(G1)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

MEC elimina 21 candidatos que postaram fotos do Enem na internet

enem1
O MEC (Ministério da Educação) informou neste sábado (26) que 21 candidatos foram eliminados por postar fotos da prova do Enem 2013 (Exame Nacional do Ensino Médio) na internet. Ontem, o ministro Aloizio Mercadante já havia dito que as redes sociais seriam monitoradas para identificar quem postasse fotos durante o exame.

Neste primeiro dia do Enem 2013, foram aplicadas as provas de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias.

No Instagram, uma estudante comentou “Boa sorte pra mim e para quem vai fazer #enem #sorte” por volta das 12h30. A imagem já tem cerca de 5.000 pessoas recomendando.

Uma garota de São Paulo publicou a foto do cartão de prova com o endereço do local de exame visível. Nos comentários, internautas avisam que a candidata deve ser desclassificada. Outro candidato postou a foto com o nome completo e assinatura, uma internauta comentou que isso facilitaria a identificação.

Prova

Mais de 7,1 milhões de estudantes farão as provas do Enem neste sábado e no domingo. O exame será aplicado em 1.661 cidades e em 15 mil salas de aula. A prova do primeiro dia terá 4h30 com questões de ciências humanas e suas tecnologias e de ciências da natureza e suas tecnologias.

A partir das 18h30, os professores do Curso e Colégio Objetivo farão a correção online do Enem 2013 aqui no UOL. O UOL trará também a opinião de professores sobre as questões, a elaboração e o nível de dificuldade da prova.
Reforço de segurança

Para reforçar a segurança, o MEC (Ministério da Educação) anunciou que todos os malotes de provas têm lacres eletrônicos. Os lacres registram o horário do fechamento do malote na gráfica e o horário em que foi aberto no local de aplicação da prova.

Além disso, o ministério vai monitorar a internet para identificar os candidatos que usarem celular para postar fotos durante a prova. No ano passado, 65 candidatos foram desclassificados por esse motivo.

Antes do início do exame, a presidente Dilma Rousseff publicou mensagens de tranquilidade para os estudantes de todo o país. Em sua conta oficial. “Confie em si mesmo. O Brasil confia em você. Boa sorte!”, disse.

Domingo

No domingo, serão realizadas as provas de linguagens, códigos e suas tecnologias, redação e matemática e suas tecnologias, com duração de 5h30, contadas a partir da autorização do aplicador para início das provas.

O MEC aumentou o rigor da correção das redações neste ano, textos que contarem com trechos desconectados com o resto da redação (como as que apresentaram receita de macarrão e trecho do hino do Palmeiras) vão receber nota zero. Até o momento, provas com esse perfil perdiam de 400 a 500 pontos. (Uol)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

PT e PMDB adiam votação de piso para agentes de saúde na Câmara

agentes

De costas para deputados na galeria do plenário da Câmara, agentes comunitários de saúde protestam contra dificuldade em votar piso salarial para a categoria (Foto: Luis Macedo/Ag.Câmara)

Após obstrução de partidos da base aliada, principalmente PT e PMDB, e ameaças de veto pelo governo, a Câmara adiou nesta quarta-feira (23) a votação do projeto de lei que estabelece piso salarial para agentes comunitários de saúde. Os deputados conseguiram, contudo, aprovar regime de urgência, para que o texto não precise passar por comissões.

De acordo com o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), o texto votará à pauta no dia 5 de novembro.

Agentes de saúde haviam lotado as galerias da Câmara diante da promessa de que tanto a urgência quanto o mérito seriam votados e chegaram a cantar o hino nacional quando o texto entrou na pauta.

No entanto, o PT liderou a oposição dizendo que a União não pode arcar com os custos trabalhistas do piso, sem dividir a responsabilidade com estados e municípios. O partido foi apoiado pelo PMDB, segunda maior bancada da Câmara, e conseguiu derrubar a sessão por falta de quórum depois que o regime de urgência foi aprovado.

Pela proposta, o piso salarial seria de R$ 950 em 2014, R$ 1.012 em 2014 e reajustes conforme a inflação a partir de 2015. Atualmente não há um mínimo salarial, mas o governo federal repassa por meio de portaria R$ 950 por mês aos municípios para cada agente comunitário.

Como não há piso, alguns municípios transferem aos profissionais apenas o salário mínimo e utilizam o restante dos recursos para outras finalidades. O governo se opôs ao projeto porque não quer arcar com os reajustes anuais do piso.

De acordo com o líder do governo, Arlindo Chinaglia (PT-SP), se o texto for aprovado sem alterações, a presidente Dilma Rousseff poderá vetá-lo. “Sou obrigado a informar que, se aumentar o gasto da União, a não ser que haja uma mudança de opinião, será vetado. Sob aparência de avanço, poderá haver uma derrota no final”, disse.

á o líder do DEM, Ronaldo Caiado (GO), argumentou que o governo é capaz de pagar os encargos decorrentes da proposta.

“O governo quer rejeitar essa proposta logo depois de dar anistia de R$ 23 bilhões às dívidas da cidade de São Paulo”, afirmou em referência à aprovação nesta terça de projeto que muda o indexador das dívidas de estados e municípios.

Chegamos a um ponto em que a categoria prefere votar para perder hoje em vez de aguarda”
André Moura,
líder do PSC

O líder do PSC, André Moura (PB), que articulou a aprovação do piso, destacou que há sete anos os agentes aguardam a aprovação de um piso salarial no Congresso. “Todo tipo de proposta a categoria atendeu. Chegamos a um ponto em que a categoria prefere votar para perder hoje em vez de aguardar. Mas sei que isso é o sentimento de quem está há sete anos sonhando com esta noite. Mas de 10 mil agentes vieram a Brasília com um sonho”, afirmou.

No entanto, diante da resistência do governo, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), propôs adiar a votação do mérito para novembro e analisar apenas o regime de urgência nesta quarta. “Não quero vitória apenas do voto aqui. Quero que esta casa ganhe e leve. Não quero que um veto, que poderá acontecer, seja a frustração de todos nós”, afirmou.

O líder do PMDB, Eduardo Cunha (RJ), inicialmente apoiou a proposta e disse que o partido votaria a favor do texto em novembro mesmo se não houver acordo com o Executivo. “O PMDB e este líder sempre honraram a palavra nesta Casa. O PMDB concorda e dá o compromisso de que não votaremos mais nenhuma matéria no dia 12. Se não tiver acordo, o PMDB estará aqui no dia 12 e votará a matéria da maneira como vossa excelência encaminhar”, disse.

No entanto, partidos de oposição recusaram o acordo pedindo que a votação do texto também ocorresse nesta quarta.  Diante disso, PT e PMDB decidiram obstruir a votação e evitar que houvesse quórum para a análise do pedido de urgência. Apesar da manobra, a urgência foi aprovada por 268 votos a favor e 4 abstenções.

Em seguida, os dois partidos conseguiram derrubar a sessão por falta de quórum quando era votado um requerimento pedindo a retirada de pauta. (G1)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.