Política

Márcio Jerry chama prefeito de Imperatriz de ‘falso’, ‘ingrato’ e incompetente’

Após o prefeito de Imperatriz Assis Ramos (DEM), divulgar um vídeo nas redes sociais cobrando apoio do governador Flávio Dino (PCdoB) para a infraestrutura da cidade, o deputado federal Márcio Jerry (PCdoB) foi para o Twitter rebater as críticas.

Em sua conta, o parlamentar chamou o gestor imperatrizense de falso, ingrato e incompetente.

Jerry disse ainda que Assis está sendo negligente e irresponsável ao jogar a culpa da falta de infraestrutura de Imperatriz para o governo.

“Vejo vídeo do prefeito Assis, o incapaz, mostrando uma rua esburacada e acusando o governo do estado pelos buracos. Prefeito mostra incapacidade de resolver buracos de uma rua e culpa o governo. Excesso de cinismo e escassez de responsabilidade”.

O parlamentar afirma que o prefeito se aproveita dos eventos governamentais e depois “covardemente, fala mal”.

O governador Flávio Dino (PCdoB) também se manifestou acerca das críticas de Assis. Dino classificou a agressões de “baixo nível”.

“Não respondo agressões pessoais de baixo nível. Sempre estou lutando para resolver os problemas. Alguém já me viu exigindo que o governo federal tape buraco de estrada do MA, de competência estadual? Esse tipo de grosseria e disparate não condiz com a minha formação”.

Entenda o caso

O prefeito de Imperatriz, Assis Ramos (DEM), divulgou um vídeo nas redes sociais, onde cobra do governo ações para solucionar os problemas causados pelas chuvas nas ruas da cidade.

“Bom dia, gente, estou aqui no bairro Redenção, na Rua Sálvio Dino, isso mesmo, a rua que leva o nome do pai do governador. Eu escolhi essa rua de propósito mesmo. Nós estamos aqui para demonstrar a rua toda esburacada, todo mundo sabe o que Imperatriz está passando, por dificuldade das chuvas das enchentes, de tudo o que tá acontecendo. Mas até agora a Prefeitura de Imperatriz não recebeu uma ajuda do governo do Estado.”


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Governo Flávio Dino é condenado a recuperar trecho da MA-008

O Estado do Maranhão foi condenado em Obrigação de Fazer, devendo apresentar, no prazo de 30 dias, projeto de restauração da Rodovia MA-008, no trecho compreendido entre o Povoado Zé Chicão e a sede do Município de Olho d’Água das Cunhãs. O projeto deverá estar adequado às normas técnicas aceitas pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (normatização de restauração de rodovias). Em caso de descumprimento, será aplicada a multa diária no valor de cinco salários-mínimos. Depois de finalizar o projeto, o Estado deverá iniciar as obras necessárias para a adequada reparação e conservação da Rodovia MA-008, no trecho citado, no prazo de 90 (noventa) dias. A sentença foi assinada pelo juiz Galtieri Mendes de Arruda, titular de Olho D’Água das Cunhãs.

A sentença enumera os serviços necessários à recuperação da rodovia, com a retirada de toda a pavimentação asfáltica existente; tratamento do leito do solo; realização de obras de drenagem; construção de acostamentos e asfaltamento de todo o trecho, de forma a eliminar os defeitos existentes (afundamentos, buracos, bordas desagregadas, áreas severamente trincadas, desagregações do revestimento). Após ter cumprido a restauração da via, deverá o Estado do Maranhão proceder à adequação da sinalização horizontal (pintura das linhas divisórias de fluxo e de bordo e canalizações).

Deverá, ainda, implantar tachas refletivas sobre as linhas divisórias de fluxos, linhas de bordo e de canalização, para auxiliar no posicionamento dos veículos na via, principalmente sob condições adversas de tempo (chuva); adotar balizadores refletorizados nos trechos em curva, com objetivo de direcionar os veículos na pista, especialmente à noite e vertical (afixação de placas de advertência e obrigatórias). A sentença se de em Ação Civil Pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual.

O Judiciário realizou a audiência em 24 de fevereiro de 2016, na qual foram fixados alguns pontos, como as condições da estrutura viária; pavimentação e sinalização da Rodovia MA 008 (trecho Zé Chicão – Sede do Município); existência de projeto de recuperação da referida rodovia, a curto prazo; bem como dotação orçamentária para execução da obra. Foi determinada, ainda, uma diligência por Oficial de Justiça para que verificasse no local as condições de trafegabilidade da rodovia e existência de sinalização horizontal e vertical.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Governo vai gastar R$ 64,8 milhões com Sistema de Abastecimento de Água

R$ 64.853.224,00 milhões. Este é o somatório dos valores que o governo Flávio Dino (PCdoB), por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDES) vai gastar com a implantação de Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água – SSAA.

As empresas que executarão o serviço são a Só Poços e Construções, localizada em Imperatriz, e a Palmares Engenharia e Poços Tubulares, com sede em São Luís.

De acordo com o Diário Oficial, as contratadas irão executar a restauração, fornecimento, montagem, instalação, operação e comissionamento de Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água – SSAA compreendendo captação em profundidades de até 300 metros de profundidade, reservação, adução e distribuição no Estado.

A Só Poços, que pertence à Antônio César Martins Jorge e Augusto César Martins Jorge, irá receber R$ 32.509.969,00 milhões para implantar os SSAA’s nas regiões Alpercatas, Baixo Parnaíba Maranhense, Chapada das Mesas, Cocais, Gerais de Balsas, Guajajaras, Mearim, Médio Mearim, Médio Parnaíba Maranhense, Serras e Timbiras. Ao todo, serão 100 Sistemas.

De propriedade de Walbert Costa Pinheiro e Ana Júlia de Macedo Utta Pinheiro, a Palmares Engenharia, vai lucrar R$ 32.343.255,00 milhões para executar a implantação dos SSAA’s nas regiões Alto Turi, Amazônia Maranhense, Baixada Maranhense, Grande São Luís, Gurupi Maranhense, Lençóis Maranhenses, Médio Itapecuru, Pindaré, Reentrâncias Maranhenses e Vale do Tocantins Maranhense. Também serão 100 sistemas de água instalados.

Os dois contratos tem prazo de vigência de 12 meses.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Equipamentos de informática vão custar R$ 14,1 milhões no governo Flávio Dino

No dia 13 de setembro, o governo do Maranhão celebrou um contrato milionário com 6 empresas do ramo para aquisição de equipamentos de informática. O acordo contratual foi divulgado no site do Diário Oficial.

As empresas são a Daten Teconlogia Ltda, It Connections Comércio e Serviços de Informática Ltda-ME, Globaljtech Brasil Ltda-ME, M.C.S. de Lima Roos-ME, H.S. Comércio, Locação e Manutenção de Equipamentos de Informática Ltda, C.J.G. Samineses Comercializações.

O valor total do contrato é de R$ 14.160.321,00 (quatorze milhões, cento e sessenta mil, trezentos e vinte e um reais).

A maior parte do acordo contratual ficou com a Daten Tecnologia, que vai lucrar R$ 7.290.200,00 milhões. Em seguida vem a It Connections, que vai faturar R$ 2.448.474,00 milhões. A M.C.S vai lucrar R$ 1.857.386,00 milhões.

A H.S. Comércio ficou com o montante de R$ 1.304.106,00 milhão. Já a Globaltech vai faturar R$ 786.650,00 mil e a C.J.G Samineses vai ganhar R$ 491.505,00 mil.

Os órgãos estaduais beneficiados serão o Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor – PROCON; Polícia Militar do Maranhão – PMMA; Agencia de Mobilidade Urbana – MOB; Comissão Central Permanente de Licitação – CCL; Secretaria de Estado da Fazenda – SEFAZ; Corpo de Bombeiro Militar do Maranhão – CBMMA; Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão – FAPEMA; Empresa Maranhense de Administração de Recursos Humanos e Negócios Públicos S.A – EMARHP; Secretaria de Estado da Gestão e Previdência – SEGEP; Fundação Nice Lobão; Secretaria de Estado da Educação – SEDUC; Universidade Estadual do Maranhão – UEMA; Secretaria de Esporte e Lazer – SEDEL; Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular – SEDIHPOP.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Locação de veículos vai custar R$ 3,8 milhões ao governo Flávio Dino

O governo Flávio Dino (PCdoB) vai gastar R$ 3.868.233,25 milhões com locação de veículos. O contrato milionário foi publicado no Diário Oficial.

As empresas contratadas para prestar o serviço são a TCAR Locação de Veículos Eirelli EPP, a ELV Empresa Locadora de Veículos Ltda EPP, a Zetta Frotas Ltda e a Locadora Conte Eireli.

Cerca de treze órgãos estaduais serão beneficiados com a locação dos veículos.

De acordo com o DOE-MA, TCAR Locação de Veículo, localizada em Belém (PA) e de propriedade de Leonardo Costa Houat, foi a empresa que ficou com a maior parte do contrato. Ela vai lucrar cerca de R$ 3.474.272,00 milhões. Já a ELV Empresa Locadora de Veículos, com sede em Fortaleza (CE) e pertencente à Pedro Paulo de Lacerda Rebouças, vai faturar apenas R$ 256.161,25 mil.

O governo vai pagar à  Zetta Frotas Ltda, sediada em São Paulo e de propriedade de Paulo Emílio Pimentel Uzeda e U2S Participações Ltda, o valor de R$ 97.800,00 mil e para a Locadora Conte, localizada em São Luís e pertencente à Carlos Eduardo Borges Machado, a quantia de R$ 40 mil.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Governo vai gastar R$ 20,5 milhões em links de internet

O governo Flávio Dino (PCdoB) vai gastar R$ 20.527.978,87(vinte milhões, quinhentos e vinte sete mil e novecentos e setenta e oito reais e oitenta e sete centavos) na implantação de rede de comunicação de dados e acesso à internet.

O contrato foi celebrado via Secretaria de Estado de Planejamento e Orçamento (SEPLAN) com as empresas Paulo de Tarso de Carvalho Bayma Filho -EPP, que tem como nome fantasia Wiki Telecom, e Viacom Next Generation Comunicação Ltda-EPP, a IZOOM. Ambas estão localizadas em São Luís.

Segundo foi publicado no Diário Oficial, a Wiki Telecom ficou com o lote I e deve faturar R$1.290.000,00 milhão com a implantação dos links de internet.

Já a IZOOM, de propriedade de Maurício Machado de Oliveira e Márcio Antônio Silva de Almeida, ficou com os lotes 2 e 3 e vai lucrar R$ 19.237.978,87 milhões.

O contrato milionário foi assinado em 23 de agosto e tem vigência de 12 meses.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Governo vai pagar R$ 31,2 milhões em sementes de arroz, feijão e milho

O Governo Flávio Dino (PCdoB), por meio da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca, pretende gastar R$ 31.277.750,00 (trinta e um milhões, duzentos e setenta e sete mil, setecentos e cinquenta reais) com a compra de sementes arroz, feijão e milho.

O contrato milionário foi dividido entre 6 empresas do ramo da agricultura.

De acordo com o Diário Oficial, a B&G Comércio e Serviço Ltda-ME, localizada em Goiânia (GO), e pertencente à Alex Borges e Denise Gonçalves Borges, irá ganhar R$ 6.097.500,00 milhões; a empresa Santana Agroindustrial Ltda, sediada em Alto dos Rodrigues (RN) e de propriedade de Ivanilson Araújo e Elissa Galvão Araújo, ficou com uma das partes maiores do acordo contratual e deve faturar R$ 9.140.000,00 milhões.

Sediada em São Carlos, a Giovanna M.C. Di Salvo -ME irá receber R$ 1.575.000,00 milhão; a GEB – Comércio de Produtos Agropecuários Ltda-EPP, localizada em Santa Bárbara D’Oeste (SP) e pertencente a Alexandre Bacchin e Gláucia Conceição Maygton Bacchin, deve lucrar bem menos, o valor de R$ 1.140.500,00 milhão; a empresa Sementes Selegrãos Ltda, com sede em Santo Anastácio (SP) e de propriedade de Roberto Rapchan Benito e Octávio Matheus Ricci Rapchan, vai faturar R$ 3.138.000,00 milhões.

Pertencente a Pedro Eduardo Almeida e Leonardo de Britto Pereira, a Sementes Agropecuária de Ouro Ltda-ME, localizada em Tucano (BA) ficou com a maior parte do contrato e irá embolsar R$ 10.186.750,00 milhões.

No termo de homologação publicado pelo governo não há informações sobre a vigência do contrato.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Governo vai gastar R$ 18 milhões com obra do Centro Socieducativo em Imperatriz

R$ 18.044.879,89 (dezoito milhões, quarenta e quatro mil, oitocentos e setenta e nove reais e oitenta e nove centavos). Esse é o valor exato que o governo Flávio Dino (PCdoB) vai gastar com a conclusão da obra do Centro Socioeducativo da região tocantina em Imperatriz.

A empresa contratada para executar o serviço é a RDC Construtora e Empreendimento, de propriedade de Ricardo Sabag Del Castilho e fica localizada em Imperatriz.

O contrato, que foi assinado em 16 de agosto, tem validade de 12 meses e será pago com recursos estaduais.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Empresa de Minas Gerais fatura contrato de R$ 35,7 milhões no governo Flávio Dino

O governo Flávio Dino (PCdoB) homologou um contrato milionário com a empresa Trivale Administração Ltda, localizada em Umberlândia, Minas Gerais (MG) e de propriedade de João Batista Rodrigues e Valeinvest Participações e Investimentos S/A.

O objetivo do acordo contratual é a prestação de serviços de gerenciamento eletrônico com uso de tecnologia de cartões magnéticos individuais, através de rede de estabelecimentos credenciados no Estado para fornecimento de combustíveis da frota de veículos e manutenção preventiva e corretiva dos veículos.

O valor que será repassado à empresa mineira é de R$ 35.748.473,85 milhões.

Segundo foi publicado no Diário Oficial, diversos órgãos estaduais serão beneficiados pelo contrato, entre eles estão: Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão – AGERP, Corpo de Bombeiro Militar do Maranhão – CBMMA, Comissão Central Permanente de Licitação – CCL, Empresa Maranhense de Administração Portuária – EMAP, Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão – IEMA, Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos – IMESC, Núcleo de Assistência dos Servidores Públicos do Maranhão – NASSP, Secretaria de Estado da Agricultura Familiar do Maranhão – SAF, Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano do Maranhão – SECID, Secretaria de Esporte e Lazer – SEDEL, Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular – SEDIHPOP, Secretaria de Estado da Educação – SEDUC, Secretaria de Estado da Gestão e Previdência – SEGEP, Secretaria de Segurança Pública do Maranhão – SSP, Secretaria de Transparência e Controle do Maranhão – STC.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Governo Flávio Dino vai gastar R$ 60 milhões com a compra de medicamentos

O governo Flávio Dino (PCdoB), por meio da Secretaria de Saúde, licitou R$ 60.647.387,50 milhões em medicamentos do Componente Básico da Assistência Farmacêutica- CBAF para Atender as Necessidades da Unidade Gestora de Insumos Estratégicos (UGIE).

Segundo dados obtidos pelo Blog do Neto Ferreira, 6 empresas do ramo farmacêutico irão fazer o fornecimento dos produtos, sendo a Vivamar Hospitalar (M.A.Silva Equipamentos Hospitalares), a Droga Rocha Distribuidora de Medicamentos, a Produtos Roche Químicos e Farmacêuticos S.A., a Distrimed Comércio, a Uni Hospitalar e Conquista Distribuidora de Medicamentos e Produtos Hospitalares.

De acordo com o Diário Oficial, a Vivamar, localizada em São Luís, é a empresa que vai faturar mais alto com essa aquisição do governo. O montante que será pago a ela chega a R$ 35.416.892,50 (trinta e cinco milhões quatrocentos e dezesseis mil oito centos e noventa e dois reais e cinquenta centavos).

Em seguida, vem a Uni Hospitalar, com sede em Recife (PE) e de propriedade de Pedro Ferreira da Silva Filho, Christian Mendes oliveira Tavares e Ldjane de Albuquerque Ferreira, que vai lucrar R$ 17.459.520,00 (dezessete milhões quatrocentos e cinquenta e nove mil quinhentos e vinte reais).

A Distrimed Comércio, localizada em Teresina (PI) e pertencente à Mário Dias Ribeiro Neto e Luiz Carvalho dos Santos, vai embolsar cerca de R$ 4.115.150,00 (quatro milhões cento e quinze mil cento e cinquenta reais). A Conquista Distribuidora, com sede em Camboriú (SC) e de propriedade de Geraldo Ribeiro Franco e Maria da Conceição Franco, vai lucrar o montante de R$ 1.949.825,00 (um milhão novecentos e quarenta e nove mil oitocentos e vinte e cinco reais).

Pertencente à Antônio Francisco Rocha de Abreu e Marilene Rocha de Abreu Santos, a Droga Rocha, com sede em Teresina (PI), vai faturar R$ 946.000,00 (novecentos e quarenta e seis mil reais). E a empresa Produtos Roche Químicos ficou com a menor parcela do contrato milionário, cerca de R$ 760.000,00 (setecentos e sessenta mil reais).

O acordo contratual, que foi assinado no dia 31 de julho, tem validade de 12 meses.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.