Poder

Eliziane pede explicações sobre prisão de cabo da PM

A deputada Eliziane Gama (PPS), que é membro da Comissão de Direitos Humanos e das Minorias, destacou a sua ida até o Quartel da PM para pedir explicações sobre a prisão do cabo Campos, preso nesta terça-feira (15), após apresentação de documentação sobre folga de policiais. O cabo é acusado de estimular outros policiais a não trabalhar.

“O cabo Campos continua preso, ele foi acusado de incitar militares do Batalhão de Choque a não trabalharem durante a greve dos rodoviários. Nós estivemos no Comando e falamos com coronéis. O Comandante Geral não pôde nos atender porque estava em outra atividade e, nós também não tínhamos agendado previamente”, explicou.

Na tribuna Eliziane Gama lembrou a luta da categoria durante a paralisação ocorrida no a no passado e destacou a participação do cabo Campos no período da manifestação, o que neste caso acaba sendo uma preocupação.

“O cabo Campos ao lado de outros militares, foi uma das pessoas protagonistas na luta pela valorização da categoria com aquela paralisação que aconteceu ano passado. E isto nos trouxe a preocupação, porque ficou claro nas conversas que tivemos com os militares que testemunharam aquele ato, que o cabo Campos não cometeu nenhum ato de desobediência como ele foi enquadrado no Art. 155 do Código Penal Militar”, comentou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

PPS reafirma pré-candidatura de Eliziane Gama a Prefeitura de São Luís

Em clima de festa a militância do PPS e os representantes dos movimentos sociais, culturais e evangélicos participaram na manhã deste sábado (12) do 1º Grande Encontro do “Fala São Luís” realizado pelo Partido Popular Socialista.

O evento contou com a presença do presidente nacional do PPS, deputado federal, Roberto Freire (SP), que durante o encontro reafirmou a candidatura da deputada estadual Eliziane Gama à Prefeitura de São Luís nas eleições 2012. “Quero reafirmar que vamos ter candidatura própria a Prefeitura de São Luís! Tenho certeza que Eliziane saberá como fazer mais por esta cidade”, destacou.

Freire comentou a necessidade de mudança nos indicadores sociais do Maranhão e referindo-se a união da oposição no Estado completou: “Queremos a unidade, por que este é um bom começo para discutirmos o futuro.”

Em seu discurso, a pré-candidata do PPS, Eliziane Gama destacou que a administração municipal precisa ser inclusiva, e com olhar voltado para os movimentos sociais, além de ter uma gestão forte, inovadora e corajosa para mudar os indicadores sociais e buscar soluções como, por exemplo, a parceria público privado para melhorar a qualidade de vida da população. Ela disse ainda que é preciso uma controladoria forte para evitar o desvio de verba pública, o que segundo ela é um câncer na sociedade.

“Estou aqui nesta discussão como única mulher pré-candidata a Prefeirtura de São Luís. Sabendo que apenas 8% das mulheres estão no exercício político é que eu estou aqui neste resgate, e em um embate sabendo que é difícil, mas imaginando que jamais será impossível. Quero dizer que estou a disposição do meu partido!”, enfatizou a deputada.

Eliziane finalizou reafirmando seu posicionamento histórico de oposição alinhada ao projeto do presidente da Embratur, Flávio Dino.

O presidente regional do partido, Paulo Matos também falou sobre a necessidade de mudança e destacou a atuação da deputada Eliziane Gama. “Eliziane vem conduzindo o mandato como deputada estadual de forma brilhante”, destacou.

Além dos movimentos sociais, culturais e evangélicos, também participaram do encontro dirigentes de partido e representantes da oposição, entre eles: Edinaldo Neves, presidente municipal do PRTB; João Câncio, presidente Estadual do PRTB; Marcio Jerry, presidente municipal do PC do B; os deputados Rubens Pereira Jr.(PC do B) e Marcelo Tavares (PSB); e os pré-candidatos Tadeu Palácio (PP), Edvaldo Holanda Jr.(PTC), Roberto Rocha (PSB), a vereadora Rose Sales (PC do B) e vereador Geraldo Castro (PC do B).

Todas as lideranças presentes destacaram que a deputada estadual Eliziane Gama atende todos os pré-requisitos e tem todas as credenciais para disputar as eleições em 2012 e suceder a atual administração municipal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

AL precisa ser protagonista no combate a pistolagem, diz deputada

Para a deputada Eliziane Gama (PPS), Assembleia precisa ser protagonista no combate a pistolagem no Maranhão. Desta forma, a deputada que é membro da Comissão de Direitos Humanos se posicionou referente a falta de assinaturas suficientes para a instalação da CPI de Combate a Pistolagem, proposta pelo deputada Bira do Pindaré(PT).

“O Maranhão tem vários problemas na saúde, educação, e outras áreas, como a segurança pública, que é uma discussão que temos levantado nesta Casa, que precisa ser protagonista” completou.

Segundo a parlamentar, a proposta da CPI é investigar crimes de pistolagem no Maranhão cometidos contra quilombolas, indígenas e também o caso do jornalista Décio Sá, assassinado no ultimo dia 23 de abril na Avenida Litorânea.

Ela disse que o papel do Legislativo, através das Comissões Parlamentares, é contribuir com o processo de investigação e lembrou dos resultados de importantes CPIs, inclusive as da Pedofilia e da Euromar, que ela participou com presidente e relatora, respectivamente.

“Uma Comissão Parlamentar de Inquérito, como o próprio nome diz, é criada de forma excepcional em uma legislatura para fazer uma investigação, e dar a sua contribuição, como tivemos há alguns anos a CPI do Crime Organizado, a CPI da Pedofilia e a CPI Euromar, que tiveram ótimos resultados”, enfatizou.

Eliziane finalizou destacando a preocupação com o número de mortes no Maranhão e disse que a Assembleia precisa fazer algo. “A quantidade de pessoas que está morrendo nesse Estado é muito grande e não pode ficar impune. Nós não podemos ficar apenas assistindo sem realmente poder fazer nada”, disse.

AUDIÊNCIA PÚBLICA

Com o objetivo de discutir sobre os diretos, deveres e a realidade da atividade dos jornalistas no Estado do Maranhão será realizado no próximo dia 28 de maio uma audiência pública de autoria da deputada Eliziane Gama com o tema: “O jornalista no Estado Democrático de Direito: realidade e soluções”.

Serão convidados para a audiência pública representantes das entidades representativas da categoria, comunicadores locais e nacionais, além de representantes do Poder Público.

O evento faz parte das diversas manifestações por causa do assassinato do jornalista Décio Sá, morto no ultimo dia 23 de abril na Avenida Litorânea.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Assembleia realizará audiência para tratar da atividade dos jornalistas no Maranhão

A Assembleia Legislativa do Maranhão realizará no próximo dia 28 de maio uma audiência pública com o tema: “O jornalista no Estado Democrático de Direito: realidade e soluções”. O requerimento, aprovado na manhã desta terça-feira (8), que solicita a realização do evento é de autoria da deputada Eliziane Gama (PPS), que também é jornalista.

O objetivo do encontro é discutir sobre os diretos, deveres e a realidade da atividade dos jornalistas no Estado do Maranhão. Serão convidados para a audiência pública representantes das entidades representativas da categoria e do poder público.

O evento faz parte das diversas manifestações por causa do assassinato do jornalista Décio Sá, morto no ultimo dia 23 de abril na Avenida Litorânea.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Deputada faz apelo para combate ao crime de pistolagem no MA

Faltando um mês para completar 15 anos da morte do delegado Stênio Mendonça, a deputada Eliziane Gama (PPS) fez um apelo na tribuna da Assembleia Legislativa, na manhã desta quarta-feira (25), para o combate ao crime de pistolagem no Maranhão. Ela citou a morte do jornalista Décio Sá, ocorrida na noite da ultima segunda-feira (23) e também o assassinato de um personal trainer, na terça-ferça (24).

“No meu entendimento é histórico e cada ano precisamos realmente ter um olhar diferenciado no que foi a morte do delegado Stênio Mendonça, vítima da pistolagem e do crime organizado no Estado. No dia 25 de maio de 1997, o delegado foi assassinado com dois tiros na cabeça na Avenida Litorânea. Tivemos anteontem a morte do colega, jornalista Décio Sá, e ontem o assassinato de um personal trainer, numa demonstração clara, que de 1997 pra cá, a pistolagem ainda é uma situação viva neste Estado”, comentou.

Segundo a deputada, existem inúmeras pessoas que estão incluídas no Programa de Proteção às Vítimas e Testemunhas de Violência no Estado do Maranhão (Provita) e também da lista de cerca de 70 pessoas que precisam de proteção e não foram colocadas no programa por falta de recurso suficiente.

“Temos uma lista de pessoas que precisariam ser protegidas pelo Provita, mas que não têm a devida proteção, porque esse programa é um programa que não tem recursos suficientes para a proteção em nosso Estado”, destacou.

Eliziane fez um apelo para que haja atenção especial do Poder Legislativo para este problema e pediu a Assembleia Legislativa que encaminhe requerimento a Secretaria Estadual de Segurança Pública pedindo proteção e segurança para a Promotora de Justiça, Lítia Cavalcanti, uma mulher que combate o crime organizado no Maranhão.

“Lítia Cavalcanti é uma mulher que tem combatido de uma forma veemente e determinada o crime e a máfia neste Estado. Ela tem sido uma mulher combatível e determinada, por isso precisa de proteção. Que fique registrado nos anais desta Casa, que estamos preocupados com a segurança dessa promotora”, enfatizou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Situação de tortura no Maranhão será debatida em audiência na Assembleia

A situação de tortura e do controle interno e externo da atividade policial no Maranhão será tema de audiência pública na Assembleia Legislativa. O requerimento para a realização do evento foi apresentado na manhã desta quarta-feira, dia 14 de março pela deputada Eliziane Gama (PPS).

“Dia 22 de março é o Dia Nacional de Combate à Tortura quando esta Casa estará fazendo uma audiência pública, pois algo também precisamos fazer o mapeamento de pontos fundamentais para o combate à tortura no Maranhão”, destacou.

Durante pronunciamento nesta quarta-feira, Eliziane Gama destacou os assuntos discutidos no Seminário Internacional de Combate a Tortura “O Papel do Estado na Prevenção e Combate à Tortura” que ocorreu no Auditório da Procuradoria Geral de Justiça do Estado do Maranhão. Eliziane citou ainda casos de tortura ocorridos no Maranhão.

“Temos um levantamento de 30 casos de tortura emblemáticos ocorridos no Maranhão no período de 2007 a 2010, e que sabemos que há uma subnotificação, às vezes até por medo da represália, por que boa parte das vezes, a tortura acontece por agentes do próprio Estado”, lamentou.

Educação – Eliziane Gama também falou da preocupação com o reinício das aulas na rede municipal de ensino e com a greve dos professores do município. Ela disse que o atraso no calendário escolar traz prejuízos para os estudantes.

“Espero que as aulas sejam realmente iniciadas, pois sabemos que já houve um atraso no calendário escolar em São Luis. os estudantes vêm enfrentando vários problemas na educação como a falta de vagas, e ainda temos muitas crianças que continuam fora de sala de aula”, enfatizou.

Outro problema citado pela deputada foram os alagamentos e a falto de estrutura em diversos bairros da cidade, que piora com as chuvas. “Até agora nenhuma ação concreta foi realizada”, disse.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Eliziane Gama volta a detonar João Castelo

Em seu último comentário em sua página de relacionamento, no Facebook, a deputada estadual Eliziane Gama (PPS) voltou a criticar João Castelo (PSDB) dizendo que “falta de médicos nas equipes do Progama Saúde da Familia em São Luís”.

Também perguntou “cadê o hospital de alta complexidade, com orçamento de mais de R$ 100 milhões que tanto Castelo prometeu?”.

A deputada estadual Eliziane Gama (PPS) não sabe em qual lado permanece. Antes pertencia a cúpula do grupo Sarney e declarava apoio a governadora Roseana Sarney (PMDB).

Ao chegar próximo das eleições para governador do Maranhão, Eliziane mudou de rumo gerando uma discussão violenta na assembleia Legislativa do Maranhão entre ela e o deputado estadual Tatá Milhomem (DEM).

Já no começo deste ano, Eliziane declarou também apoiar ao prefeito de São Luís, João Castelo.

E por último a parlamentar vem criticando constantemente a gestão de Castelo, mudando da água para o vinho.

Por que só agora Eliziane Gama questiona a saúde pública de São Luís?


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.