Política

Simplício Araújo deve presidir no Maranhão partido Solidariedade

Simplício Araújo é confirmado como presidente da legenda.

Simplício Araújo é confirmado como presidente da legenda.

Com a confirmação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que aprovou a criação na noite de ontem terça-feira (24) – em votação acirrada de quatro a três – do partido Solidariedade, dois parlamentares do Maranhão devem fazer suas adesões.

A legenda que tem como líder nacional o deputado federal de São Paulo, Paulo Pereira da Silva, será o 32º partido do Brasil.

No Maranhão, já é confirmado como presidente estadual do Solidariedade o deputado federal Simplício Araújo. Além de Araújo, o também deputado federal Domingos Dutra deve se filiar e terá cadeira garantida na executiva estadual do partido.

O TSE que também aprovou a criação do Partido Republicano da Ordem Social (PROS), deve rejeitar a criação da Rede Sustentabilidade de Marina Silva.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Procurador acaba com esperanças de Dutra e Simplício Araújo

Pode dá adeus o ex-petista Domingos Dutra após confirmação do procurador do Ministério Público Eleitoral que afirmou ser impossível a criação da Rede, partido de Marina Silva.

Dutra e Simplício Araújo que brigam para conseguir 492 mil assinaturas, se depararam com a péssima notícia do ministro do Supremo Tribunal Federal, Marco Aurélio Mello, que disse: “se as assinaturas é uma esperança vã, impossível de frutificar”.

Para raiva de Domingos Dutra, o ministro ainda falou que não será por falta de partidos que as eleições de 2014 deixarão de ocorrer. Eugênio Aragão, vice-procurado-geral Eleitoral, também informou que não será feita nenhuma “concessão” para a criação da Rede, caso não levante assinaturas necessárias.

Pelo visto, Simplício Araújo e Domingos Dutra devem procurar o mais rápido possível uma legenda.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Ao lado de Dutra, Marina Silva pede criação da Rede no TSE

Nesta segunda-feira o deputado federal do Maranhão, Domingos Dutra acompanhou a ex-senadora Marina Silva até o  Tribunal Superior Eleitoral, onde foi feito o pedido de criação da legenda Rede Sustentabilidade, mesmo sem ter todas as assinaturas de apoio validadas, ou seja, certificadas pelos cartórios eleitorais.

Até o momento, a Rede conseguiu validar junto aos cartórios 304 mil assinaturas. Para que a Rede de Marina se torne partido, a ambientalista precisa apresentar ao TSE cerca de 490 mil assinaturas de apoio validadas pela Justiça Eleitoral dos estados brasileiros. Todos estes processos precisam ser concluídos até o dia 05 de outubro, caso contrario, Marina não poderá ser candidata em 2014, pelo partido que pretende criar.

Domingos Dutra que já declarou abertamente que irá sair do PT, está confiante na criação da Rede para que ele possa ingressar no novo partido de Marina sem perder o seu mandato de Deputado Federal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Domingos Dutra grava com Sabrina Sato do Pânico sobre sua saída do PT

Atual7

sabrina-sato-domingos-dutra-e1376678061443O deputado federal maranhense Domingos Dutra (ainda PT) foi entrevistado, no início desta semana, pela apresentadora do Programa Pânico, Sabrina Sato.

A razão da entrevista de Dutra seria a repercussão de uma matéria de Veja sobre sua possível saída do Partido dos Trabalhadores, legenda que o deputado de Saco das Almas ajudou a fundar, tendo sido ainda um de seus presidentes no Estado.

No início de agosto, durante edição do movimento ‘Diálogos pelo Maranhão’, em Milagres do Maranhão, o quase ex-petista fez um discurso emocionado, no qual deixou claro para todos os petistas que o ouviam: ele deixará a legenda que ajudou a fundar, há 33 anos, para se filiar à Rede, de Marina Silva, e disputar uma vaga no Senado Federal nas eleições de 2014.

O motivo do rompimento, segundo ele, foi a aliança do PT com o caudilho maranhense e ainda senador pelo Amapá, José Sarney (PMDB). O deputado, que chegou a fazer greve de fome em 2010 contra o apoio do PT à reeleição de governadora sub judice Roseana Sarney, cansou de defender que seu partido não se junte ao Clã que domina a política maranhense há décadas.

De acordo com a assessoria de Domingos Dutra, a entrevista vai ao ar neste domingo (18), na TV Band.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Luta de Dutra e Simplício pode se tornar em vão

Araújo e Domingos Dutra: situação complicada.

Araújo e Domingos Dutra: situação complicada.

Uma decisão que deve gerar conflito entre o STF e a Câmara Federal após o ministro e relator do STF, Gilmar Mendes, votar pelo arquivamento da proposta de criação de novos partidos politicos.

Caso os nove ministros sigam o voto do relator, além de Marinha Silva, criadora do partido, outros deputados federais do Maranhão Domingos Dutra e Simplício Araújo devem ser afetados.

Os federais lutam intensamente para coletar milhares de assinaturas suficiente ao ponto de fortalecer a legalização da sigla.

Ao que parece, o partido deve ser barrado no STF…


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Domingos Dutra será levado ao Conselho de Ética da Câmara

Feliciano complicará a vida de Dutra.

Feliciano complicará a vida de Dutra.

O deputado federal, Domingos Dutra (PT), não sabe o grande mal que fez pra si mesmo após renunciar da Comissão de Direitos Humanos. Ocorre que seu desafeto, o também deputado Marco Feliciano e os evangélicos estão partindo para dá o troco.

Na reunião da última terça-feira, os evangélicos decidiram e apresentaram ao presidente da Câmara Federal, deputado Henrique Alves, a grave denúncia que pesa contra Domingos Dutra, da qual ele colocou uma empregada doméstica como funcionária da Câmara.

Na época, a doméstica Regiane Abreu descobriu que seu nome foi usado pelo parlamentar após entrar na Justiça do Trabalho para garantir direitos trabalhistas.

Com isso, os deputados evangélicos que defendem Feliciano vão pedir reabertura do processo contra Dutra no Conselho de Ética.

Denúncia feita no ano passado pelo deputado federal Chiquinho Escórcio.

Denúncia feita no ano passado pelo deputado federal Chiquinho Escórcio.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Deputado Domingos Dutra deve ir para Rede Sustentabilidade

No último sábado(16), o deputado federal Domingos Dutra (PT-MA) participou do ato de fundação de um partido novo coordenado pela ex-ministra Marina Silva. “O nome Rede Sustentabilidade surgiu como uma novidade, pois, não leva o nome de partido na sigla e tem a intenção de manter todos os membros em uma conexão mutua”, destacou a coordenadora.

Em seu discurso no a tribuna na sexta-feira(15), o deputado Domingos Dutra disse que após 33 anos de luta pela criação do Partido dos Trabalhadores(PT) e 80% de sua vida dedicados exclusivamente ao partido, se via novamente na luta pela criação de um grupo que confia e que pode fazer a diferença dentro da política brasileira. “Estou há 33 anos no Partido dos Trabalhadores. Fui um dos fundadores do PT, em 1980. Estou com 57 anos de idade, e 80% da minha vida útil foram dedicados ao PT. Contribuí para a eleição do Presidente Lula e tanto eu como tantos brasileiros que fundaram o PT enfrentamos muitas dificuldades ainda no final da ditadura”, declarou o parlamentar ao declarar que não será fácil sair de um partido que ajudou a fundar: “Não é fácil sair do PT. Para mim, que venho de um quilombo, filho de camponeses, não é fácil sair do PT. Mas, infelizmente, as circunstâncias do meu Estado me obrigam a iniciar um processo de saída do Partido”.

Domingos Dutra relatou o lamentável ocorrido nas eleições de 2010 quando o PT estadual decidiu democraticamente pelo apoio ao então deputado federal, Flavio Dino(PCdoB) e o PT nacional anulou a eleição, dando total apoio a família oligárquica, Sarney, que ainda impera no estado. “Infelizmente, essa vitória não valeu. O senador Sarney moveu céu e terra e, ao final, conseguiu a intervenção, anulando o nosso encontro e entregando o PT do Maranhão para a oligarquia Sarney”, explicou.

“Nesses 3 anos, o PT do Maranhão tem sangrado. Vários militantes saíram do partido. Esperei pacientemente esses três anos para que a conjuntura mudasse. Infelizmente a situação do PT do Maranhão é a pior do Brasil. Eu digo que é um partido de duas cabeças. Uma cabeça do PT, a cabeça oficial, está no curral do Sarney, e há outro grupo tentando derrubar o curral do Sarney para libertar o Maranhão. Mas, infelizmente, eu não vejo perspectiva de essa relação mudar em função da prioridade da reeleição da Presidente Dilma, na qual o PMDB é partido prioritário”, proferiu Domingos Dutra.

O parlamentar não escondeu sua dor pelo provável desligamento e disse ainda haver chances de se manter no PT. “Com dor no coração, estou iniciando esse processo de construção de um novo partido. Caso até no final de setembro o PT do Maranhão continuar ajoelhado, humilhado pela oligarquia Sarney, eu não terei outra caminho que não seja me desfiliar do PT e me filiar a essa nova agremiação partidária”.

“Lamento profundamente, mas estou sendo obrigado a sair do PT, partido pelo qual, há três décadas, dedico a minha vida, em função dessa situação esdrúxula. Um partido que nasceu para libertar os pobres da opressão, da humilhação, hoje está aliado à única e mais antiga oligarquia do Brasil, um grupo familiar que trata um Estado da Federação como se fosse a sua propriedade privada, um grupo familiar que trata o povo maranhense como se fossem os seus escravos”, concluiu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Dutra rebate críticas de aliado de Sarney contra Roberto Gurgel

Deputado federal sai em defesa de procurador.

Deputado federal sai em defesa de procurador.

“O Senador Fernando Collor de Melo (PTB-AL) foi o responsável pela mais grave crise institucional da história recente do País e cassado por corrupção. Portanto, não creio que o mesmo tenha autoridade moral para questionar uma instituição tão imprescindível à cidadania como o Ministério Público brasileiro”, disse deputado Domingos Dutra (PT/MA), durante discurso no Plenário da Câmara.

A afirmativa foi uma crítica do parlamentar após discurso proferido pelo Senador Collor ao atacar o Procurador Geral da República, Roberto Gurgel chamando-o de “chantagista, ímprobo e praticante de ilícitos administrativos e de crime de responsabilidade”.

Segundo Collor, o processo de crise e conflitos entre os Poderes da República está vinculado à conduta de alguns agentes, como Roberto Gurgel. Collor disse ainda que, além de atitudes criminosas, o procurador-geral agora vem querendo interferir nos outros Poderes. Collor acrescentou já ter apresentado sete representações nas instâncias de controle do Ministério Público e no Senado sobre a conduta de Gurgel.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Dutra reúne lideranças para discutir problemática indígena no Maranhão

Com o intuito de sanar problemas enfrentados diariamente pela população indígena no Estado do Maranhão, o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara, Deputado Federal (PT/MA), estará reunido com lideranças indígenas amanhã, dia 24, no Sindicato dos Bancários, das 8h às 11h30. O encontro terá a presença também da Sociedade Maranhense em Defesa dos Direitos Humanos e do Conselho Missionário Indigenista Maranhense (CIMI).

Calamidade na saúde, educação de péssima qualidade, invasão dos territórios por madeireiros e ameaças de morte de lideranças são
alguns dos temas a serem debatidos durante a audiência. A mesma será aberta ao público em geral que poderá apresentar soluções a problemática em questão.

Alem de levantar o diagnostico da situação atual, o presidente da Comissão dos Direitos Humanos quer incluir na pauta nacional os desafios enfrentados pelos índios do Maranhão.

“A nação indígena não quer tomar uísque envelhecido; não almeja luxo
ou coisa parecida. Nossos irmãos índios e quilombolas querem unicamente o direito de viverem sossegados em seus territórios”,
destaca Domingos Dutra.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Domingos Dutra denuncia Sarney na Câmara Federal

Deputado federal Domingos Dutra

Deputado federal Domingos Dutra

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias (CDHM) da Câmara dos Deputados, Domingos Dutra (PT-MA), rebateu nesta terça-feira (19), no Plenário, denúncias que, segundo ele, foram ‘plantadas’ na revista Isto É, e disse que está, juntamente com a sua esposa, Núbia Dutra, e a sua família como um todo, “com a integridade física ameaçada pelo senador José Sarney”.

O deputado maranhense também vai protocolar na Mesa da Câmara e na Polícia Federal pedido de segurança de vida. Aos parlamentares, ele explicou o porquê desta decisão.

“Há três meses, uma autoridade estadual me informou que os capangas, os carregadores de penico do Sr. José Sarney, se reuniram e decidiram cassar o meu mandato, monitorar os meus passos e os da minha família e vasculhar a minha história e da minha mulher. Eu não dei muita atenção, apesar de saber das serpentes com que eu luto”, disse o parlamentar.

Segundo Domingos Dutra, “há dez dias, essa mesma autoridade estadual me comunicou que esse grupo que carrega os penicos do Sarney, capangas, tinham comprado uma ex-chefe do meu gabinete”.

Como ao longo desses 5 anos, tive 4 ou 5 mulheres chefiando o gabinete, eu fiquei em dúvida. Não tinha certeza. Hoje, estou dando credibilidade à informação dessa autoridade, porque no final de semana a revista Isto É trouxe uma matéria, apesar de confusa, dizendo que tínhamos fantasmas”, declarou.

O parlamentar também explicou que “todo mundo sabe aqui que os nossos assessores que trabalham nos estados não precisam tomar posse aqui. É passada procuração, um monte de documentos para a pessoa tomar posse. Todo mundo sabe que ninguém pode receber dinheiro por outro que não seja através de conta bancária”.

E acrescentou: “Mas esse capanga e carregador de penico de Sarney é, acima de tudo, um araponga que fica vigiando todo mundo. Foi esse cidadão que produziu provas falsas contra o Jackson e que levou à cassação do Governador. Felizmente, agora não somos nós que estamos falando isso. É um aliado dele.”

O deputado Domingos Dutra disse que vai processar aqueles que fizeram calúnias e reafirmou que está pedindo garantia de vida na Câmara contra o senador Jose Sarney.

Vou contratar uma empresa particular, porque o Maranhão virou o paraíso da pistolagem, da agiotagem e da corrupção. E quero aqui, neste momento – voltarei outras vezes – responsabilizar o Senador Sarney por qualquer risco que haja à minha família e à minha vida pessoal”, acentuou o deputado.

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.