Poder

Bom Jardim torra quase R$ 3 milhões com combustível

A prefeita de Bom Jardim, Malrinete dos Santos Matos, “investiu” pesado em combustível no ano de 2016. A Prefeitura desembolsou R$ 2.901.509,28 (dois milhões, novecentos e um mil, quinhentos e nove reais e vinte e oito centavos) só com a referida prestação de serviço.

Ao todo, foram celebrados quatro contratos com uma única empresa: a J. de B. A. Varão (Auto Posto Varão). A parceria suspeita foi firmada no dia 7 de janeiro deste ano e vigora até 31 de dezembro. O fornecimento de combustível atende as secretarias municipais de Educação (R$ 1.000.177,68), Administração  (R$ 1.000.177,68), Saúde (R$ 601.116,00) e Assistência Social (R$ 300.037,92).

De acordo com o extrato do contrato, o Posto beneficiado com a contratação milionária, ficou de receber mensalmente a quantia de R$ 241.792,44 (duzentos e quarenta e mil, setecentos e noventa e dois reais e quarenta e quatro centavos) da Prefeitura de Bom Jardim. Confira:

1

jardim


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeitura de Imperatriz vai torrar R$ 4,5 milhões em combustiveís

O posto de combustível Pernambucano abocanhou a expressiva quantia de R$ 4.511.853,13 (quatro milhões, quinhentos e onze mil, oitocentos e cinquenta e três reais e treze centavos) da Prefeitura de Imperatriz, só no mês de agosto deste ano.

O Blog já havia publicado dois, dos três contratos firmados entre a Prefeitura comandada pelo prefeito Sebastião Madeira e a referida empresa (Reveja). Os dois somaram R$ 3.289.787,19 e foram publicados no Diário Oficial do Maranhão na edição do dia 31 de agosto.

Na edição do dia 1º de setembro, apareceu mais um contrato milionário firmado entre a Prefeitura de Imperatriz e o Posto Pernambucano. De acordo com a publicação, o valor do acordo é R$ 1.222.065,94 (um milhão, duzentos e vinte e dois mil, sessenta e cinco centavos e noventa e quatro centavos).

No documento, consta a assinatura do secretário de Administração e Modernização, Iramar Cândido Lima. O contrato também foi acordado no dia 22 de agosto. Como se percebe, a farra está grande em Imperatriz com combustíveis (gasolina, etanol, diesel e diesel S10).

a

Pernambuco


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeitura de Imperatriz vai gastar R$ 3,2 milhões em combustíveis

A Prefeitura de Imperatriz, comandada por Sebastião Madeira, nos dias 22 e 26 de agosto deste ano, celebrou dois contratos para aquisição de combustível (gasolina, etanol, diesel e diesel S10), que totalizaram a exorbitante quantia de R$ 3.289.787,19. Um verdadeiro disparate.

Os pactos foram celebrados com o Posto Pernambuco e devem atender às ‘demandas’ das secretarias de: Infraestrutura e Serviços Públicos (R$ 2.219.151,00), detentora do maior contrato, e Saúde (R$ 1.070.636,19). Quem assinou cada documento foram os titulares das pastas beneficiadas: Roberto Vasconcelos Alencar pela Infraestrutura e Conceição Madeira, também primeira-dama do município, pela Saúde.

Os dois contratos vigoram até o dia 31 de dezembro. É impressionante, para não dizer revoltante, o valor despendido para tal prestação de serviço. É impossível que apenas duas secretarias municipais gastem esse valor absurdo com combustíveis em apenas quatro meses.

a

Pernambuco


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeitura de São Raimundo das Mangabeiras vai gastar R$ 1,2 milhão em combustível

A Prefeitura de São Raimundo das Mangabeiras pretende gastar uma fortuna com combustível  (álcool, gasolina e óleo diesel) em apenas quatro meses. Conforme o extrato do contrato, será despendida a quantia de R$ 1.282.375,00 (um milhão, duzentos e oitenta e dois mil, trezentos e setenta e cinco reais) com a prestação de serviço.

A empresa que venceu a licitação e garantiu o contrato gordo foi Moacir Ribeiro Costa (Posto Costa). A parceria foi firmada no dia 26 de agosto. Quem assinou o documento foi o prefeito de São Raimundo das Mangabeiras, João Francismar de Carvalho Feitosa.

Conforme a publicação, a prestação de serviço deve atender às ‘necessidades’ das secretarias municipais de Saúde e Vigilância Sanitária e Assistência Social e Trabalho. Confira:

sao

manga


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Barreirinhas vai torrar mais de meio milhão em combustível

Só  no segundo semestre deste ano, a Prefeitura de Barreirinhas vai torrar R$ 528.662,75 (quinhentos e vinte e oito mil, seiscentos e sessenta e dois reais e setenta e cinco centavos) com combustíveis, somente para abastecer a Secretaria Municipal de Saúde.

O acordo foi firmado no dia 21 de julho com a empresa Leal Comercialização de Derivados de Petróleo. Quem  assinou o contrato foi o próprio prefeito de Barreirinhas, Arieldes Macario da Costa. Confira a publicação:

ba

a


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Lajeado Novo vai gastar quase R$ 1 milhão com combustível

A Prefeitura de Lajeado Novo, administrada pelo prefeito Edson, vai gastar a extravagante quantia de R$ 969.100,00 com a contratação de uma empresa para fornecimento de combustíveis à frota da administração municipal.

A empresa detentora dos três contratos firmados com a gestão municipal é o Posto Barros. A parceria foi fechada no dia 19 de julho deste ano e tem vigência de seis meses.

O acordo deve atender às necessidades das secretarias municipais de Administração e Planejamento (R$ 203.300,00), Saúde (R$ 204.200,00), Educação e Desenvolvimento Humano (R$ 561.600,00). Confira os extratos publicados no Diário Oficial do Maranhão:

1

posto


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Sambaíba vai gastar mais de R$ 1 milhão com combustíveis

A Prefeitura de Sambaíba não poupou os recursos públicos e despendeu a exorbitante quantia de R$ 1.048.918,95 (hum milhão, quarenta e oito mil, novecentos e dezoito reais e noventa e cinco centavos) com combustíveis, só para o segundo semestre deste ano.

Foram firmados dois contratos para a prestação de serviço, no último dia 1º.  As empresas: V L Silva Oliveira & CIA (R$ 533.708,35) e Moacir Ribeiro Costa (R$ 515.210,60) foram as vencedoras da licitação. As duas são da cidade de São Raimundo das Mangabeiras.

Quem assinou os acordos foi o prefeito de Sambaíba, Raimundo Santana de Carvalho Filho. As empresas devem fornecer combustíveis  para os veículos da frota do Fundo Municipal de Saúde, Secretaria de Educação e da Prefeitura Municipal até o dia 31 de dezembro.

Além do valor absurdo, chama a atenção também o número do CNPJ da contratada Moacir Ribeiro Costa que aparece no extrato do contrato abaixo (01.707.779.0001-80). Isso poque ele não é válido, segundo o site da Receita Federal. O comprovante de inscrição e de situação cadastral da referida empresa foi obtido por meio do CNPJ 01.707.669.0001-80. Confira:

Sambaíba

1

2

3


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Santa Rita vai torrar mais de R$ 3 milhões em combustível

Três milhões, dois mil e cinquenta reais (R$3.002.050,00). Esse é o montante que a prefeitura de Santa Rita vai arcar, no exercício 2016, com combustível e lubrificantes para os veículos que servem as secretarias municipais de Educação, Administração, Saúde e Assistência Social.

Para a prestação de serviço, o Município celebrou contrato com duas empresas: C.Ribeiro dos Reis (R$ 963.900,00) e Auto Posto Maranhense Derivados de Petróleo (R$ 2.038.150,00).  A primeira deve atender as ‘necessidades’ da pasta de Educação, e a segunda deve satisfazer as secretarias de Administração, Saúde e Assistência Social.

Os dois contratos foram firmados no dia 28 de janeiro deste ano, e assinados pelo prefeito do Município, Antônio Cândido Santos Ribeiro, mais conhecido como Tim Ribeiro. Ambos vigoram até o dia 31 de dezembro.

O número do CNPJ da empresa C.Ribeiro dos Reis não está correto na resenha do contrato. No documento, aparece o número 58 nos dois dígitos finais, mas o correto é 68, conforme o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica. Confira:

1

posto

POSTO2


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder / Política

Lago do Junco vai torrar mais de R$ 1 milhão em combustíveis

IMG_6209

Prefeito Osmar Fonseca dos Santos.

Os gestores do Município de Lago do Junco não perderam tempo e já garantiram o contrato mais que faturado para aquisição de combustível. Foram celebrados dois contratos, no último dia 15, que totalizaram a quantia exorbitante de R$ 1.222.004,70.

As duas empresas foram contratadas para fornecer lubrificantes e combustíveis para as secretarias municipais de Educação, Saúde, Assistência Social, Administração, além de atender o Programa Nacional de Trasporte Escolar. Foram contempladas, as empresas: M.A.S de Sousa Combustíveis (R$ 492.200,00) e M. F Sales Macedo (R$ 729.804,70).

Apareceram como signatários, os secretários: Maria Edina Fontes dos Santos (Assistência Social), Maria Lenir Sousa Albuquerque (Saúde), Marcony Wellython Oliveira Pinheiro (Educação) e Salvador Almeida de Oliveira Sobrinho (Administração). O Município de Lago do Junco é administrado pelo prefeito Osmar Fonseca dos Santos.

Confira os extratos dos contratos publicados no Dia´rio Oficial do Maranhão:

lago


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder / Política

Prefeitura de Pinheiro vai gastar mais de R$ 2 milhões com combustível

cm

O torra torra nas prefeituras maranhenses com combustível continua. O Município de Pinheiro é um desses péssimos exemplos que sangra os cofres públicos com valores descabidos na contratação desse serviço.

No dia 22 de fevereiro deste ano, a prefeitura de Pinheiro celebrou um contrato milionário com a empresa A. Luis C de Almeida para fornecer combustível e óleos lubrificantes à Secretaria Municipal de Educação. Ao todo, foi destinada a quantia de R$ 2.250.461,00 para a prestação de serviço, com vigência até 31 de dezembro de 2016.

Consta no contrato, a assinatura da secretária Municipal de Educação, Maria do Perpétuo Socorro Lima Soares. Uma das fontes de recurso para arcar com absurda contratação é o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB), que deveria ser investido diretamente na educação das crianças e adolescentes do Município. Quanto desperdício!

O Município de Pinheiro, é administrado pelo prefeito Filuca Mendes, que já se envolveu em outros esquemas suspeitos com contrações duvidosas de prestação de serviço ao Município.

pinheiro

pinheiro1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.