Poder

O incitamento dá greve ilegal e o dever constitucional

Por Milton Corrêa da Costa

As gravações autorizadas pela Justiça e exibidas pelo“Jornal Nacional”, da Rede Globo, na edição da última quarta-feira, 08/02/12, mostraram à sociedade brasileira, de forma bem clara, que as ações de terrorismo urbano, ocorridas durante a contínua greve de parte de integrantes da Polícia Militar do Estado da Bahia, foram planejadas entre as lideranças do movimento,colocando assim em grave risco a segurança da população e o funcionamento das instituições democráticas, culminando com a invasão dos sublevados, acompanhados de crianças e mulheres, à Assembleia Legislativa do Estado.

As estarrecedoras gravações mostram também a ação irresponsável orquestrada por políticos, em especial uma deputada estadual do PSOL e um cabo do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro, planejando ações de deflagração de greve na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros do Estado, inclusive com a possibilidade de alastramento para outras unidades da federação. O intuito, extremamente ousado, absurdo e inaceitável, era inclusive a não realização do carnaval no Rio e na Bahia. Vejam a que ponto chega a ousadia e a afronta ao poder público, ressaltando-se, como mais assustador ainda, a mensagem – a TV Bandeirantes e a Rede Globo mostraram- enviada, via telefonia celular, por uma cabo da PM da Bahia, já devidamente presa, sugerindo ao líder do movimento naquele estado, um ex-policial militar, a (pasmem) invadir o quartel onde servia dando inclusive todas as coordenadas da segurança interna do aquartelamento. Será que cabe anistia a quem comete crime de tamanha traição contra o Estado e à sua Instituição?

A própria presidente Dilma Rousseff afirmou nesta quinta-feira, 09/02/12, que ficou “estarrecida” com as negociações para ações de vandalismo por parte de policiais militares na Bahia, em greve desde 31 de janeiro. “Fiquei estarrecida ontem [quarta] quando vi gravações em uma televisão, a TV Globo, sobre o fato de que há outros interesses envolvendo a paralisação. Isso não é correto”, afirmou a presidente. Disse mais Dilma Rousseff: ” Este tipo de prática, observada na Bahia, não é possível. Vai chegar um momento em que vão anistiar antes do processo grevista começar e eu não concordo com isso. Esse movimento espalha pânico e afronta a democaracia”, completou.Tais gravações telefônicas são, portanto, a flagrante materialidade de crime de aliciação para motim e incitamento à desobediência e indisciplina. Uma gravíssima ameaça à ordem institucional e consequentemente à própria segurança nacional.

Ainda que tal movimento, no Rio, com proposta de greve por lideranças de classe, na noite desta quinta-feira, 09/02/10, envolvendo, além de policiais civis e agentes penitenciários, também os integrantes da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, tenha o objetivo de reivindicação pacífica, o direito de greve é ilegal para os militares, conforme a Constituição Brasileira, tratando-se de crime de natureza militar (no mínimo de desobediência e insubordinação), ao deixar de cumprir serviço essencial à segurança e o bem- estar da população. “Ao militar são proibidas a sindicalização e a greve”,dispõe o Artigo 142, inciso VI, da Constituição Federal. Não é outro oentendimento da imensa maioria de juristas de renome e de ministros do SupremoTribunal Federal.

Fica aqui também a reflexão para que lamentáveis fatos, com insubordinação e amotinamento de militares e práticas de terrorismo urbano, como visto recentemente na Bahia, com fulcro em movimentos salariais, por mais justem que sejam, deixem de ocorrer em território nacional. Reivindicar melhores condições de vida e valorização profissional, de forma pacífica, com respeito à lei e à ordem, é um direito de qualquer classe de trabalhadores. No entanto, quando se trata de militares, com missões constitucionais de manutenção da lei e da ordem, de polícia ostensiva e preservação da ordem pública e de defesa civil, o direito à greve não cabe. O dever de servir e proteger o cidadão, firmado em juramento à bandeira, está acima de tudo.

Históricas defasagens saláriais de policiais e bombeiros no Brasil só poderão ser resolvidas com planejamento de caixa progressivo dos estados-membros, procurando, como no caso do Estado do Rio de Janeiro, de acordo com as possibilidades do erário, proceder à justa recomposição salarial. Registre-se que o movimento dos bombeiros no Rio reivindicava, em junho do ano passado, um piso salarial de R$ 2.000,00. Com o aumento aprovado ontem pela ALERJ o salário de um soldado BM ou PM, com a gratificação de R$ 350,00 chegará, já a partir do pagamento referente ao mês de feveiro, a R$ 2.077,00. O reajuste de cerca de 39% será antecipado e completado em fevereiro de 2013. Em 2014 um reajuste, corrspondente do dobro da inflação anual, já está previsto. Tal gratificação, assim como na Polícia Civil, agora também permanece no salário do servidor mesmo em caso de afastamento do serviço por problemas de sáude. O esforço do governo do estado, em atender às reivindicações fica, pois, caracterizado. Vale lembrar que nenhum dos servidores em questão ao se aposentarem estarão no mesmos cargos ou graduações. Há as promoções naturais por merecimento e antiguidade inerentes à carreira. Tudo na vida tem seu tempo de espera e requisitos e obstáculos a serem transpostos, Ninguém nasce subtenente, capitão ou coronel.

Nesse contexto, de preocupante momento para a ordem pública, cabe inclusive indagar: A quem reclamar quando, por exemplo, qualquer cidadão, ao comparecer à emergência médica de um hospital público, deixar de ser atendido porque o médico deixou de comparecer ao serviço por medo de sair de casa numa situação de falta de policiamento ante um possível estado de greve? E as UPPs, ficariam desprotegidas a mercê de narcoterroristas para que ali retornem e matem sumariamante os que aderiram ao sadio convívio policial e à paz social? É isso que pretendem políticos oportunistas? Que a população seja impedida do direito de ir e vir? De exrecer a sua atividade profissional? Que os filhos também de bombeiros e policiais sejam impedidos de ir à escola? Que o comércio deixe de funcionar? Que não haja impostos para o Estado arrecadar e deixar de pagar os salários dos 450 mil servidores, ativos, inativos e pensionistas? Que todos vivam um clima de pânico e insegurança?

É preciso, pois, refletir e entender que quem tem a missão de zelar pelas leis e servir e proteger não pode negar-se à execução do serviço e colocar sob ameaça o bem- estar social e a ordem institucional. O estado democrático de direito e os princípios basilares da hierarquia e da disciplina não permitem. É a regra geral a ser cumprida. O bom senso de policiais e bombeiros e o dever para com a sociedade prevalecerão acima de tudo. Não tenho dúvida. Somos instituições centenárias e essenciais para a manutenção da paz social. Jamais deixaremos de cumprir o nosso dever.

Milton Corrêa da Costa
Coronel da reserva da PM do Rio de Janeiro


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

"Aplicar CPM contra policiais é uma aberração jurídica", diz Raimundo Cutrim

Em pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, o deputado Raimundo Cutrim (PSD) classificou como uma “aberração jurídica” a aplicação do Código Penal Militar  (CPM) contra PMs e bombeiros em greve.

Deputado estadual Raimundo Cutrim (PSD)

Deputado estadual Raimundo Cutrim (PSD)

Ele partiu da declaração do comandante do Corpo de Bombeiros de Salvador, que determinou a prisão administrativa de um policial que foi pego em uma interceptação telefônica. O comandante disse que o policial vai ser indiciado no Código Penal Militar.

“É um absurdo jurídico tão grande que a gente nem acredita que ainda possa ocorrer isso no Brasil”, disse o parlamentar, acrescentando que dezenas de decisões do Supremo Tribunal Federal garantem que o CPPM (lei 1002) e o CPM  (lei 1001) só podem ser aplicados aos policiais militares das forças armadas – Exército, Marinha e Aeronáutica -,  os considerados “forças da Pátria”.

Raimundo Cutrim voltou a advogar em favor da criação do Ministério da Segurança Pública, afirmando que, enquanto isso não acontecer, não será resolvido o problema da segurança no Brasil.

Ele entende também que o Congresso Nacional precisa regulamentar a lei de serviços oficiais que nasceu com a Constituição de 1988 e nunca pode ser aplicada. Defendeu também a urgente votação e aprovação da PEC 300 “para que haja um teto salarial para o policial militar no Brasil, um salário único, como já acontece com a categoria dos professores”.

“Pessoalmente sou contra greves em serviços essenciais, mas não existe no Brasil legislação prevendo isso”, registrou o parlamentar.

MARANHÃO

Cutrim manifestou preocupação também quanto à possibilidade de deflagração de greves simultâneas em diversos Estados do Brasil, conforme conversas telefônicas entre associações de policiais militares e bombeiros interceptadas pelas autoridades.

Cutrim garantiu que é deputado e não pretende ser secretário de Segurança, mas refletiu que os parlamentares da base aliada têm que falar sobre aquilo que pensam. “Acredito que nenhum deputado, do governo ou da oposição, tenha coragem de vir a plenário dizer que temos uma boa segurança pública”, arrematou.

Para ele, com uma média de 60 homicídios mensais, a segurança no Maranhão virou brincadeira. “Voltou tudo o que tínhamos em 1997. Voltou a pistolagem, voltaram os assaltos, voltaram as desovas que antes aconteciam no Tijupá Queimado, mas hoje estão jogando pessoas mortas em outros bairros”, lamentou.

“Trabalho na área de segurança desde jovem e hoje a situação é gravíssima. Não temos comando. O comando acabou. E enquanto se importar secretário de segurança, a tendência é a situação piorar”, disse, reforçando o discurso da quarta-feira.

Agência Assembleia


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Concursados tomam posse na Prefeitura de São José de Ribamar

Novos servidores irão atuar nos mais variados setores da administração ribamarense

O prefeito Gil Cutrim (PMDB), em solenidade realizada esta semana, assinou atos de nomeação dos novos funcionários públicos do município de São José de Ribamar, aprovados no concurso público realizado pela prefeitura, através da Secretaria Municipal de Planejamento, Administração e Finanças (SEMPAF), no ano passado.

Gil Cutrim deu as boas vindas aos novos servidores do município de Ribamar (foto: Willian Tindale)

Gil Cutrim deu as boas vindas aos novos servidores do município de Ribamar (foto: Willian Tindale)

A cerimônia foi realizada nas dependências do Curso Pré-Vestibular Municipal de São José de Ribamar e contou com a participação massiva dos novos servidores.

O concurso faz parte das ações desenvolvidas pelo governo municipal de valorização do funcionalismo público da cidade e teve como principais objetivos, além do preenchimento de 400 novas vagas na estrutura administrativa da prefeitura para cargos de nível superior, nível médio e nível fundamental, continuar melhorando a prestação dos serviços públicos oferecidos ao povo ribamarense. Dos 400 aprovados, 250 (chamados na primeira fase de convocação realizada no período de 1º de dezembro de 2011 a 2º de janeiro deste ano) foram nomeados. Os demais aprovados serão convocados posteriormente, de acordo com o planejamento orçamentário e financeiro da prefeitura e obedecendo rigorosamente o prazo de validade do concurso – são de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

“Ao longo de pouco mais de um ano, investimos muito em ações de valorização dos servidores municipais. Além do concurso público, concedemos reajuste salarial para os funcionários efetivos; criamos o novo estatuto do servidor municipal; instalamos a junta médica dos servidores; implantamos o Portal do Servidor [www.saojosederibamar.ma.gov.br/servidor]; criamos o Plano de Carreiras, Cargos e Remuneração; e concedemos reajuste salarial para os diretores e professores da rede municipal de ensino. Fizemos isso porque entendemos que o funcionalismo, desde 2005, dá, e continuará dando, uma grande contribuição para que São José de Ribamar continue se desenvolvendo”, disse Gil Cutrim ao saudar os novos funcionários.

Para o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São José de Ribamar, Neildo Marinho Ribeiro, a realização do concurso público foi uma demonstração de que o prefeito Gil Cutrim se preocupa em oferecer aos ribamarenses serviços públicos de qualidade, que só podem ser prestados por pessoas qualificadas.

“O prefeito está de parabéns pela realização do concurso e, conseqüente, pela nomeação dos aprovados. Os novos servidores também estão de parabéns por terem conseguido alcançar seus objetivos”, avaliou.

Aprovada e nomeada para o cargo de odontóloga, Alessandra Monteiro Magalhães afirmou que ficou bastante feliz com a nomeação, visto que, as informações que ela possui da administração de São José de Ribamar são as melhores possíveis. “Quando a administração é séria e o funcionalismo é valorizado, os serviços são prestados com maior qualidade. É com esse espírito que estou vindo trabalhar em São José de Ribamar”, frisou.

A deficiente visual Maria Gildaires Freitas Moura, aprovada e nomeada para o cargo de revisora em braile, explicou que, tão logo ficou sabendo do concurso, se inscreveu porque a administração de São José de Ribamar tem credibilidade. “Estou muito alegre porque ainda existem prefeitos sérios que respeitam as leis, como é o caso do prefeito Gil Cutrim”, destacou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Procurador é o primeiro a ser exonerado em Bacabal

Blog do Louremar

Rogério Alves

Rogério Alves

O advogado Rogério Alves, procurador do município de Bacabal, foi o primeiro a ser posto na lista quando o prefeito Raimundo Lisboa decidiu fazer a reforma administrativa.

Rogério não vai ser candidato, não tinha motivo para sair. Na verdade, nem queria. A decisão é do próprio Prefeito depois do episódio em que foi condenado à perda dos direitos políticos por quatro anos.

Lisboa não ficou nada satisfeito com o que considerou uma péssima atuação do advogado Rogério e resolveu que ele seria o primeiro a dançar na faxina que será tornada pública amanhã.

No início da semana conversaram os termos da exoneração. Diplomático, Lisboa deixou para anunciar a exoneração do advogado na hora da reforma. A medida visa não evidenciar o trauma existente na relação entre os dois. Copia o que se dá em nível federal, nunca um ministro é exonerado, por mais que apronte das suas. O protocolo sugere que ‘peça’ pra sair.

Pesou contra o advogado, a maneira como tentou blindar o prefeito Lisboa durante esse tempo em que permaneceu Procurador. É dele a frase “Eu preciso estar convencido para convencer o Prefeito”, (reveja).

Enquanto despachava no mesmo gabinete de Lisboa e tentava escondê-lo do povo e da realidade, conquistou para si a insatisfação de muita gente: Secretários, Vereadores, cabos eleitorais, aspones, membros da assessoria de imprensa e apresentadores de TV alinhados ao governo municipal. Chegaram ao ponto de marcar uma reunião para pedir a cabeça do Procurador. A iniciativa não vingou e conviveram se tolerando.

Agora sorrirão. O poder é efêmero.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Encontro de Revendedores de Combustíveis será realizado nesta sexta-feira

Gerente de Posto fala à Roberto nascimento sobre a boa aceitação do novo diesel

Gerente de Posto fala à Roberto nascimento sobre a boa aceitação do novo diesel

Nesta sexta-feira, São Luís sediará o Encontro de Revendedores de Combustíveis. Uma excelente oportunidade para os colegas jornalistas, radialistas e blogueiros conhecerem o S-50, a nova classificação brasileira do óleo diesel, e mais, o catalisador Arla 32 e o Proncove Fase 7, um programa europeu que desenvolve o novo diesel do Brasil. Uma pauta bem aditivada.

O Encontro de Revendedores é uma promoção da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustiveis) e o Sindicato dos Revendedores de Combustíveis do Maranhão (Sindicomb). Representantes das três instituições estarão presentes ao Encontro. Participe.

Saiba o que é o Diesel S-50 e como a pesquisa e as tecnologias dos novos combustíveis estão ajudando a preservar a natureza e proteger o meio-ambiente nas grandes cidades, povoados e em todo o Brasil. Os palestrantes também poderão discorrer sobre outros temas, referentes ao mercado de combustíveis do Maranhão e do Brasil e ainda sobre o Diesel S-50.

Unidade Móvel – O assessor comercial do Sindicomb, Roberto Nascimento, apresentará na Unidade Móvel, a realização in loco do teste de qualidade do diesel S-50.

Alerta 2012 – A Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, aproveitará o Encontro dos Revendedores do Maranhão para intensificar o alerta que vem sendo distribuído em 166 postos de serviços de 75 municípios maranhenses. Após debates, palestrantes, revendedores e jornalistas presentes participam de almoço de encerramento.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Secretários de prefeitura fazem a festa na Rosana Drink's

Blog do Luis Pablo

Secretários fazem a festa na Rosana Drink's

Secretários fazem a festa na Rosana Drink's

Danou-se: a famosa rua do cabaré de luxo da capital foi pavimentada e asfaltada pela Prefeitura de São Luís, para alegria dos figurões que frequentam o ambiente.

No dia da inauguração, que foi na semana passada, a dona da boate Rosana Drinks promoveu como forma de agradecer pelo eficiente serviço, uma verdadeira farra, ou melhor, putaria com direito a portas fechadas e vários estripes das putas para a equipe do Poder Público Municipal. Tudo de grátis.

Teve secretário que foi fazer Turismo, o outro checar a Infraestrutura e o último a Comunicação do local. Tudo perfeitamente como os deuses gostam.

Na companhia de um vereador aliado do prefeito João Castelo (PSDB), os membros de grandes secretárias fizeram de tudo. Até o que Deus duvida.

Um secretário, segundo uma fonte do PDT, ao chegar no local recebeu uma ligação e com muita alegria disse que estava entrando no cabaré. Preocupado, a pessoa avisou:

“Rapaz você é maluco, aí tem jornalista/blogueiro que vai acabar te olhando”, alertou.

Imediatamente o secretário foi embora nervoso do local e avisou para os amigos que ia ficar em casa com a esposa.

A putaria foi grande e teve direito a muito Old Parr, Champanhe Chandon, Petisco e o prato principal que ficou para o final: as primas.

Enquanto isso…

Centenas de outras ruas do Turu e de diversos bairros da capital, nunca receberam a ação da Prefeitura de São Luís.

A exemplo de bairros da periferia, onde os moradores estão sofrendo nesse período invernoso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Deputado Simplício Araújo critica demora nas obras do aeroporto de São Luís

O deputado federal Simplício Araújo (PPS-MA) criticou, nesta quinta-feira, a ineficiência da Infraero (Empresa de Infraestrutura Aeroportuaria) na administração dos aeroportos do país. Ele disse que o estado em que se encontra o Aeroporto Internacional de São Luís é prova da incompetência do órgão em atender à demanda do crescimento do país.

Deputado Simplicio critica as condições do Aeroporto Cunha Machado

Deputado Simplício Araújo critica as condições do Aeroporto Cunha Machado

Fechada há mais de um ano para reformas, a unidade, avalia o parlamentar, parece “um aeroporto de guerra”, onde os passageiros são obrigados a ocupar o terminal antigo e aguardar o embarque debaixo de uma tenda. “Pelo estado em que se encontra, o nosso aeroporto foi apelidado pela população de ‘Aerotenda’, sem nenhum conforto para os passageiros”, ironizou Simplício.

De acordo com a Infraero, mais de quatro mil pessoas circulam pelo local diariamente. A média de pousos e decolagem de aviões no aeroporto chega a 25 por dia.

Segundo Simplício Araújo, as obras inicialmente eram para reparar o teto do aeroporto, que corria risco de desabar. Depois, foram descobrindo outros problemas, inclusive de que as colunas do prédio não iriam aguentar o peso do equipamento do ar-condicionado. “A cada dia aparece uma alegação da Infraero, e assim vão passando os dias, e os passageiros vão ficando desesperados por causa dessa obra interminável”, afirmou o parlamentar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

TAC beneficiará escola ribamarense com obras

Gil e os promotores Augusto Cutrim e Lítia Cavancati

Gil e os promotores Augusto Cutrim e Lítia Cavancati

A promotora Lítia Cavalvanti (Defesa do Consumidor), o prefeito Gil Cutrim e representante da assessoria jurídica da Companhia de Bebidas das Américas assinaram, na última quarta-feira (08), Termo de Ajustamento de Conduta que proporcionará a execução de obras de ampliação da Escola Municipal Maria Amélia Bastos, localizada na sede do município de São José de Ribamar. Também participaram do ato de assinatura do documento os promotores de Justiça José Cláudio Cabral Marques e José Augusto Cutrim – este último presidente da Associação do Ministério Público do Maranhão (AMPEM).

A unidade escolar, implantada com recursos próprios da prefeitura ribamarense, atende 200 alunos portadores de algum tipo de deficiência, oferecendo, além de ensino especializado, serviços de profissionais das áreas de terapia ocupacional, fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia e clínica médica.

O TAC foi proposto pelo Ministério Público como forma de compensação de cunho social que, além do município de São José de Ribamar, beneficiará entidades e alguns órgãos públicos, como é o caso do Procon, que receberá veículos para dinamizar as suas ações.

“O Ministério Público beneficiou São José de Ribamar por entender que o governo municipal, desde a época do ex-prefeito Luis Fernando e agora com o prefeito Gil, além de aplicar corretamente os recursos, desenvolve importantes ações na área da educação pública que, em muito, estão contribuindo com a melhora da qualidade de vida do povo”, explicou Lítia Cavalvanti que, no ano passado, conheceu e aprovou o funcionamento da Escola Municipal Liceu Ribamarense II, no bairro Parque Jair.

O Liceu II e a E.M Liceu Ribamarense I, ambas construídas, equipadas e mantidas com recursos próprios da prefeitura, formam a primeira rede pública de ensino em tempo integral de São José de Ribamar e do Maranhão.

Um total de R$ 200 mil serão investidos nas obras de ampliação da estrutura física da Maria Amélia Bastos, além da construção de uma piscina, que será de suma importância para o tratamento dos alunos especiais. A elaboração do projeto, assim como a execução da obra, serão realizados pela prefeitura, que receberá os recursos da Companhia após verificação das medições do trabalho.

“Para nós, da administração municipal, é uma honra receber este reconhecimento da promotora Lítia. Além disso, este tipo de ação mostra que o Ministério Público não é apenas um órgão punidor. É um órgão que é parceiro dos municípios e contribui com o desenvolvimento dos mesmos”, disse Gil Cutrim.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeito acusa Antônio Pereira e Tatá Milhomem de compra de votos

Deputados Antônio Pereira e  Tatá Milhomem

Deputados Antônio Pereira e Tatá Milhomem

O prefeito da cidade de Buriticupu Antônio Marcos de Oliveira, o “Primo” (PDT), desta vez passou dos limites ao ser entrevistado em uma rádio local e fazer diversas acusações contra dois parlamentares de forte representação do Governo Roseana.

Na entrevista, o prefeito afirmou que o deputado estadual Antônio Pereira (DEM) que controla a Oscip “Bem Viver”, comprou um apoio político no município de Buriticupu que lhe rendeu cerca de 2 mil votos ao valor de R$ 10 mil reais mensais.

E pior. O gestor reforçou á acusação em nova afirmação dizendo que ligou para o parlamentar, e ao falar com ele sobre uma possível ajuda ao município. Na ocasião, Antônio Pereira disse que os votos obtidos na região foram todos comprados.

“Eu liguei pra ele e ele disse. Não rapaz os meus votos foram todos comprados”, diz o deputado Antônio Pereira.
Depois de acusa-lo na compra de votos, Antônio Marcos de Oliveira direcionou contra o deputado Tatá Milhomem que também teria participado do mesmo jogo ilegal na compra de votos.

Um prato cheio para a procuradora eleitoral Carolina da Hora.

Confira abaixo o áudio de fortes acusações feitas contra Tatá Milhomem e Antônio Pereira:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.