Poder

Deputados Josimar e Detinha prestigiam aniversário em Boa Vista do Gurupi

Na noite de ontem (18), o casal Josimar Maranhãozinho (deputado federal) e Detinha (deputada estadual), esteve no município de Boa Vista do Gurupi prestigiando o aniversário da ex-prefeita e liderança política do município Dilcilene.

Maranhãozinho e Detinha receberam uma recepção calorosa logo na chegada, aonde os populares faziam questão de registrar “selfies” ao lado do casal de deputados mais bem votados da história política do Maranhão. “É sempre bom receber todo esse carinho das pessoas, essas demonstrações de confiança só aumenta a nossa responsabilidade como representantes do povo maranhense,” afirmou a deputada Detinha.

A comemoração aconteceu em frente à residência da ex-prefeita reunindo uma multidão, que dançaram e cantaram ao som da aparelhagem “Búfalo do Marajó”. Na oportunidade o casal de deputados agradeceu a votação recebida e reafirmou o compromisso de trabalhar por um Maranhão de mais oportunidades para todos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

MPF pede fiscalização imediata nas terras indígenas Awá Guajá

O Ministério Público Federal (MPF) no Maranhão pediu à Justiça Federal que adote medidas executivas urgentes para garantir a segurança no entorno da Terra Indígena Awá-Guajá e determine o deslocamento imediato da Polícia Federal (PF) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF) para a região a fim de evitar possível invasão por não índios. O território indígena abrange áreas dos municípios maranhenses de Carutapera, São João do Caru, Governador Newton Belo, Zé Doca e Centro Novo do Maranhão.

O pedido é fundamentado em representação oferecida pela Secretaria Estadual de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), notícias circulantes em mídias sociais e em matérias jornalísticas amplamente divulgadas na imprensa, onde o povo indígena Awá-Guajá denuncia novas ameaças de reocupação de suas terras, tendo havido inclusive a organização de encontros promovidos por antigos moradores da região, realocados da área em cumprimento à decisão judicial que determinou a desintrusão do território, desde o ano de 2014.

A Funai também tem contribuído no procedimento de apuração e levantamentos destas ameaças, tendo se comprometido em fornecer mais elementos e provas colhidos a partir do permanente contato com lideranças indígenas da região.

O movimento de reocupação da Terra Indígena estaria sendo fomentado por fazendeiros e madeireiros após mudanças no organograma da Administração Pública Federal determinadas pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, por meio da Medida Provisória 870, que transferiu parte das atribuições da Fundação Nacional do Índio (Funai) para o Ministério da Agricultura, entre elas a identificação, delimitação e demarcação de terras indígenas e quilombolas.

Para o MPF, a apresentação do requerimento à Justiça Federal em caráter de urgência visa preservar o respeito à decisão judicial que assegura aos Awá-Guajá a idoneidade de seu território, a paz social e os meios de viver e de fazer indígena.

O MPF requer, ainda, a permanência da força policial na localidade enquanto durar a ameaça de reocupação da área indígena e a expedição de ofício ao Secretário Estadual de Segurança Pública e à Presidência da Funai, comunicando-os dos fatos e da eventual decisão judicial que venha acolher o pedido do MPF, entre outras medidas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Empresas de Imperatriz e Riachão ganham contrato de R$ 1,8 milhão em Balsas

A aquisição de gêneros alimentícios vai custar R$ 1.826.436,30 milhão em Balsas.O contrato milionário foi firmado com três empresas das cidades de Imperatriz e Riachão.

A fatia maior do acordo contratual ficou com a Distribuidora JDC Ltda, de propriedade de Cleube Fonseca da Silva e Luciano Rodrigues Seidel, que deve faturar R$ 1.724.519,30 (hum milhão setecentos e vinte e quatro mil quinhentos e dezenove reais e trinta centavos).

Já a B.L.A Lucena-ME – Atacadão Alencar, com sede em Riachão, vai lucrar R$ 26.440,80 (vinte e seis mil quatrocentos e quarenta reais e oitenta centavos). E a LLG Comércio Serviços e Alimentos – Comercial Lima, pertencente À Lindava Lima Gomes, vai ganhar R$ 75.476,20 (setenta e cinco mil quatrocentos e setenta e seis reais e vinte centavos) com a aquisição da Prefeitura.

A vigência do contrato não foi divulgada pelo Executivo municipal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Empresários são acusados de integrar esquema que desviou R$ 27 milhões em Itapecuru

Um grupo de empresários foi denunciado pelo Ministério Público por integrar um esquema de fraude em licitação que causou um prejuízo de quase 27 milhões em Itapecuru-Mirim.

As investigações do Ministério Público mostraram a existência de uma organização criminosa, chefiada por Magno Amorim, com o objetivo de fraudar processos licitatórios e desviar recursos públicos. Os contratos totalizaram quase R$ 27 milhões.

o MPMA ofereceu três denúncias. Na primeira figuram José Allan Ferreira Barros (responsável pela empresa Caripi e Serviços Ltda.), Jorlan Ferreira Barros (responsável legal pela empresa Sabá Serviços Ltda.), Darllan Ferreira Barros (responsável legal pela Sabá Serviços Ltda. e, com identidade falsa, responsável pela empresa Slz Construções e Serviços Ltda.), Ibrain Hayckel Ferreira Barros (com identidade falsificada, sócio da Slz Construções e Serviços Ltda.), José Rivelino Siqueira (contador das três empresas) e José Sousa Barros Filho, engenheiro da Prefeitura de Itapecuru-Mirim à época dos fatos.

Na segunda Denúncia figuram Daniel Ovídio Amaral (sócio da empresa DM Comércio Varejista de Produtos Alimentícios Ltda.), Fabiano de Carvalho Bezerra (sócio das empresas FCB Produções e Eventos Ltda. e Escutec Pesquisas de Mercado e de Opinião Pública), Antônio José Fernando Júnior Batista Vieira (sócio da A.J.F. Junior Batista Vieira – ME, Escutec e FCB Produções), José Luiz Maranhão Chaves (sócio da empresa JL Maranhão Cia Ltda.) e Magyla Costa Chaves (sócia-administradora da JL Maranhão Cia Ltda.).

A terceira Denúncia é contra Francisco Ferbini Dourado Gomes (sócio da FZ Construções e Serviços Eireli), Leandro Gomes Batista (sócio responsável pela empresa Boa Esperança Empreendimentos e Serviços Eireli – ME), Joaquim Viana de Arruda Neto (sócio responsável pela empresa JL Contabilidade e Serviços Ltda.), Jorge Henrique de Figueiredo Fernandes (sócio responsável pela JH de F Fernandes – ME) e Marco Antônio Magalhães Lopes (sócio da Engecnew Empreendimentos e Construções Ltda.).

Entre os crimes denunciados também estão crime de responsabilidade, fraude a licitação, organização criminosa, falsidade ideológica, corrupção ativa, falsidade ideológica, falsificação de documentos públicos e particulares, entre outros.

Leia mais________________________________________________

Magno Amorim é denunciado por chefiar uma quadrilha que desviou R$ 27 milhões


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Balanço da PRF mostra dimunuição de acidentes nas estradas do Maranhão

Nesta sexta-feira (18), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou o balanço completo das ações realizadas nas rodovias federais do Maranhão em 2018.

Segundo a PRF, durante o ano passado foram registrados cerca de 1.213 mil acidentes. Os números tiveram uma queda em relação a 2017, que foram registrados 1.559 sinistros.

Os dados sobre feridos também diminuíram. Em 2018, a PRF contabilizou 1.309 pessoas que ficaram feridas em colisões, 157 a menos do que em 2017, onde teve 1.466 mil. Ainda de acordo com Polícia Rodoviária 231 pessoas morreram durante acidentes em 2018. Já em 2017, foram registradas 245 mortes.

Para a PRF, a redução nos números mostra o esforço em fiscalizar as estradas maranhenses. “Os números favoráveis de 2018 refletem um somatório de ações e condutas como a intensificação dos trabalhos operacionais realizados pela PRF, a exposição das atividades e orientações e dicas de segurança através da mídia, além de ações educativas ao longo das rodovias e a adoção de comportamento mais regular por parte do condutor”, afirmou a PRF.

Em relação a fiscalização, a Polícia Rodoviária Federal diz que foram cerca de 50.706 mil multas aplicadas a condutores infratores. E testes do bafômetro foram no total de 24.001 mil.

E sobre ocorrências policiais, os dados da PRF mostram que foram registrados 556 Boletins de Ocorrências. Os policiais detiveram 419 pessoas e apreenderam 369 veículos. E a recuperação de veículos chegou a um total de 136. E as campanhas educativas alcançaram 70.953 mil pessoas.

“Um fator importante em 2018 foi a conclusão da duplicação da BR 135, especialmente no trecho de 19 quilômetros do Campo de Peris, local conhecido pelas ocorrências de acidentes graves e óbitos durante várias décadas. A obra, enfim, foi entregue à circulação de veículos vindo a ajudar a reduzir os acidentes mais graves e pondo fim a diversos outros transtornos, como as imensas filas, lentidões e engarrafamentos. Mesmo assim, a PRF chama a atenção para os acidentes de menor gravidade, que continuam acontecendo e levaram a delegacia PRF de Pedrinhas a utilizar quase que diariamente o radar portátil no trecho duplicado”, finalizou a PRF.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Eletricistas fazem protesto em São Luís após morte dos funcionários da Cemar

Na manhã desta sexta-feira (18), trabalhadores da Consórcio Norte, que presta serviço para a Companhia Energética do Maranhão (Cemar) realizam um protesto na sede da empresa Consórcio Norte Enegnharia, no bairro Santo Antônio.

A manifestação ocorre após o assassinato de dois funcionários no Sítio Natureza, em Paço do Lumiar, na terça-feira (15).

Dentre os itens da pauta de reivindicações, a categoria pede o fim da operação que coloca trabalhadores para realizar corte de energia elétrica durante a noite ou busca por fraudes de energia durante a madrugada.

Segundo a categoria, estas situações põem em risco a vida dos trabalhadores. Eles também pedem reajuste do piso salarial e o vale-refeição.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Magno Amorim é denunciado por chefiar uma quadrilha que desviou R$ 27 milhões

A 1ª Promotoria de Justiça de Itapecuru-Mirim denunciou o ex-prefeito Magno Amorim por integrar uma organização criminosa que desviou quase 27 milhões de verbas públicas no período de 2013 a 2016.

O MPMA ofereceu 6 denúncias que estão divididas entre os núcleos político, administrativo, jurídico e empresarial.

Do núcleo político, foram denunciados o ex-prefeito Magno Rogério Siqueira Amorim; o ex-secretário municipal de Cultura, José Luís Maranhão Chaves Júnior; Flávia Cristina Carvalho Beserra Costa, ex-secretária municipal de Saúde; Wilma Lucina Correa Cabral Amorim, secretária de Assistência Social de Itapecuru-Mirim na época dos fatos; Wilson Aires, ex-secretário de Infraestrutura; Elisângela Maria Marinho Pereira, então secretária municipal de Educação; e Miriam de Jesus Siqueira Amorim, ex-secretária municipal de Finanças.

As investigações do Ministério Público mostraram a existência de uma organização criminosa, chefiada por Magno Amorim, com o objetivo de fraudar processos licitatórios e desviar recursos públicos. Os contratos totalizaram quase R$ 27 milhões.

O ex-prefeito nomeou secretários e membros da Comissão Permanente de Licitação (CPL) indicados por Fabiano de Carvalho Bezerra, empresário também denunciado, além de ter assinado contratos e ter sido beneficiado pelos recursos desviados. Já os ex-secretários praticaram atos nos procedimentos licitatórios sem autorização legal, assinando contratos e peças dos processos fraudulentos e inserindo documentos nesses processos como se fossem verdadeiros.

Todos os integrantes do núcleo políticos foram denunciados por crime de responsabilidade, fraude a licitação, organização criminosa, falsidade ideológica, corrupção ativa, falsidade ideológica, falsificação de documentos públicos e particulares, entre outros.

Também são acusados de “promover, constituir, financiar ou integrar, pessoalmente ou por interposta pessoa, organização criminosa”, crime previsto na lei n° 12.850/13, que estabelece pena de reclusão, de três a oito anos e multa; além de dos crimes terem sido praticados em concurso de pessoas (art. 29 do Código Penal) e concurso material (art. 69 da mesma lei).

Magno Amorim e José Luís Chaves Júnior também foram denunciados por corrupção passiva, cuja pena prevista é de reclusão de dois a 12 anos, mais multa.

Os demais envolvidos respondem, ainda, por falsidade ideológica, com pena que pode chegar a cinco anos de reclusão, além de multa.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Talita Laci vai torrar R$ 744 mil com gráfica de São Luís

Em meio a crise financeira que atinge vários municípios do Brasil, a Prefeitura da Raposa, comandada por Talita Laci, celebrou contratos com valores altíssimos com a M.Mendonça Gráfica e Editora – a Gráfica Gênesis, localizada em São Luís.

Os acordos contratuais foram firmados no primeiro dia útil de janeiro e tem validade até o dia 31 de dezembro de 2019.

A empresa irá prestar serviços de diagramação, confecção e fornecimento de impressos gráficos pelo valor de R$ 744.504,60 mil. A Prefeitura vai pagar o montante, principalmente, com recursos da educação e da saúde.

Se dividir o valor pelos 12 meses do contrato, a gráfica vai faturar mensalmente quase R$ 63 mil na Prefeitura de Raposa.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Homem é preso após tentar matar a própria filha de 6 anos em Itapecuru

Um homem identificado como José Ivaldo Cardoso Machado foi preso acusado de tentar matar a própria filha de 6 anos. A pri~são ocorreu em Rosário.

De acordo com os policiais, José Ivaldo Cardoso Machado foi encontrado em uma fazenda, localizada no Povoado Mata dos Pires, em Santa Rita. Ele estava foragido desde o dia do crime.

Segundo a polícia, o caso ocorreu no dia 28 de outubro de 2018, no Povoado Juçara, situado em Itapecuru-Mirim, e na ocasião José Ivaldo, que também é conhecido como Maciel, teria desferido vários golpes de foice contra a sua filha.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Resultado do Enem de 2018 é divulgado pelo Inep

As notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 foram divulgadas na manhã desta sexta-feira (18). Para acessar, os candidatos que fizeram o exame devem entrar na Página do Participante (https://enem.inep.gov.br/participante/), incluir o CPF e a senha cadastrada. A nota do Enem só pode ser consultada individualmente.

Inicialmente, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) havia divulgado que as notas sairiam a partir das 10h desta sexta. Porém, o resultado já estava disponível por volta das 8h20. Ao G1, o Inep esclareceu que a liberação das notas costuma ser antecipada para que, até o horário oficial da divulgação, o sistema passe por um período considerado de teste, quando pode passar por momentos de sobrecarga.

O objetivo desse teste, segundo o Inep, é garantir que, às 10h, o acesso de todos os cerca de 4 milhões de participantes do Enem esteja estável e não fique sobrecarregado.

De acordo com o Inep, o resultado dos treineiros e o espelho da redação estarão disponíveis no dia 18 de março.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.