Educação / Política

História de superação de Luis Henrique comove São Luís

A propaganda eleitoral do candidato a prefeito de São Luís, Wellington do Curso (PP), contou a história de vida de Luís Henrique, um estudante que tem paralisia cerebral, mas que com muita determinação e esforço conseguiu chegar a uma universidade.

O vídeo emocionou milhares de telespectadores que tiveram a oportunidade de assistir ao programa eleitoral na televisão.

Luís Henrique é de origem humilde e tem ganhado cada vez mais espaço na sociedade com a sua luta e perseverança. O programa mostrou ainda que é possível, sim, mudar a vida com a educação.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Educação / Judiciário

Juíza recebe servidores da educação durante protesto em Itapecuru-Mirim

m_16082016_1024_1

A juíza Laysa de Jesus Mendes, titular da 1a Vara de Itapecuru-Mirim, recebeu servidores da educação que estavam fazendo manifestação em frente ao fórum. O movimento pacífico era composto por sindicalistas e professores da rede municipal que estão em greve desde maio passado, pais e alunos, que estavam com uma faixa com o nome “Justiça” e falando palavras de ordem em um carro de som.

A magistrada, que estava em audiência dentro do fórum, resolver saber o porquê da manifestação, indo até a entrada do fórum para observar o movimento. “De certo, imaginei que haveria algum clamor direcionado ao Judiciário, resolvi dirigir-me até o rol do fórum para visualizar melhor, quando então determinei ao guarda do Fórum que fosse até lá fora e convidasse os líderes da manifestação a entrarem e virem falar comigo, até porque aquela situação inusitada não era confortável para ninguém, principalmente para eles e suas crianças, pois estavam sob sol forte, bem como para todos os jurisdicionados e advogados que passaram a contar com uma dificuldade maior para estacionar na frente do Fórum e nele adentrar”, ressaltou Laysa.
3
No gabinete, ela conversou com professores, presidente do respectivo sindicato, pais e alunos, oportunidade em que foi informada sobre o motivo da manifestação. “Eu perguntei o que eles pretendiam ou estavam a esperar da Justiça. Disse ainda que, com exceção de um mandado de segurança impetrado por eles na segunda-feira, dia 08/08, data em que em voltei das férias, desconhecia qualquer outro processo de interesse do movimento grevista que estivesse aos meus cuidados, enquanto juíza da Fazenda Pública, que merecesse essa manifestação ou protesto, mas que gostaria de ouvi-los”, disse ela.

Itapecuru

Os manifestantes falaram da greve que se arrasta desde 30 de maio, das promessas não cumpridas do prefeito, do corte de ponto, da ameaça de demissão por abandono de cargo, da contratação em período eleitoral, e outras situações. “Quando então, ao final, manifestei solidariedade aos problemas dos jovens e crianças fora das salas de aula, mas lhes reperguntei qual era a reivindicação a esta juíza, não obtendo resposta clara o suficiente.

Expliquei-lhes que o mandado de segurança, este sim impetrado na Justiça pelos grevistas e aos meus cuidados, a respeito de corte do ponto dos professores pelo Prefeito e o descumprimento por este de acordo com a categoria, havia sido protocolado há três dias e já estava despachado e em mãos da oficiala de justiça para notificar o Prefeito para prestar informações, após o que seria decidida a liminar requerida”, relatou a magistrada.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Educação

Instituto Acqua prorroga inscrições para preparatório gratuito ao Enem

Enem-1

O Instituto Acqua, em parceria com a Noctuam Ensino e a Secretaria de Estado da Saúde do Governo do Maranhão, lança no próximo dia 22 de agosto, o projeto Universidade Cidadã, curso preparatório gratuito para o Enem.

A iniciativa, que já é realizada em comunidade de Santo André (SP) desde maio deste ano, está com inscrições abertas até as 23h59 da próxima segunda-feira (15/8) e vai oferecer 40 vagas para moradores de São Luís e outras 40 para profissionais de unidades de saúde sob gerenciamento do Acqua em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde.

As aulas serão ministradas três vezes por semana em dois horários: das 14h às 18h e das 18h15 às 22h15. A capacitação para o público em geral será feita na Maternidade Nossa Senhora da Penha, que fica na Rua Dinamarca, Quadra 39A, s/n, no bairro Anjo da Guarda, enquanto as aulas para os profissionais das unidades de saúde acontecerão no auditório da Maternidade Marly Sarney, na Avenida Jerônimo de Albuquerque, s/n, bairro Cohab Anil I.

A iniciativa possibilita que pessoas de todas as idades participem de aulas preparatórias para o Enem que irão capacitá-las para o exame. Além disso, o Universidade Cidadã tem como proposta principal oferecer acesso a uma capacitação de qualidade para uma parcela da população maranhense que não teria como investir em um curso particular desse tipo.

O programa prioriza vagas para pessoas de baixa renda e mulheres chefes de família sem trabalho, além de considerar critérios de raça e gênero na seleção dos alunos. Ao abrir espaço para que as pessoas tenham condições de se preparar para o Enem, o Instituto Acqua e a Noctuam Ensino aumentam a autoestima dos alunos e o interesse pela escola, orientam sobre a importância dos estudos para ampliar a condição socioeconômica da família e entregam para a sociedade, ao final do curso, agentes de mudança social.

Enem-2

Benefícios do curso – Entre outras vantagens do projeto, destacam-se os recursos oferecidos para o ensino durante as aulas: todos os participantes receberão apostilas exclusivas, com as questões das últimas cinco provas do Enem comentadas por professores, e terão acesso à plataforma digital Geekie, que contém vídeos, simulados, exercícios e aulas curtas e expositivas das matérias do Ensino Médio cobradas no exame.

O sistema também gera relatórios de desempenho e pode ser acessado por meio de um aplicativo para celular. “Com essa proposta de projeto pedagógico híbrido nós aprovamos em vestibulares seis entre 10 alunos de escolas públicas por meio do Enem e do Prouni, com apenas dois meses de curso em 2015”, contou Diego Zuculin, um dos fundadores da Noctuam Ensino, ao destacar a possibilidade de os alunos obterem descontos em cursos do Ensino Superior por meio de programas de incentivo do governo federal que exigem bons resultados na edição deste ano do Enem.

Os professores do Universidade Cidadã também ministrarão palestras mensalmente sobre temas que incluem apresentação de casos de ex-alunos já atuantes no mercado de trabalho e que tiveram história de vida semelhante à dos participantes do curso. Outro ponto forte do projeto serão as visitas a universidades em São Luís, para possibilitar aos alunos conhecer o ambiente acadêmico que os espera, e os simulados abertos, que proporcionam a todos os interessados em participar do Enem a chance de testar seus conhecimentos nas disciplinas exigidas pela prova.
Inscrições – Para se candidatar a uma das vagas oferecidas pelo Universidade Cidadã é necessário preencher um questionário socioeconômico pela internet. Por meio do link goo.gl/FJ8Dt9, qualquer pessoa responde às perguntas e envia seus dados pessoais para análise. Uma comissão formada por profissionais do Instituto Acqua receberá as informações de todos os inscritos e formará as quatro turmas do curso.

“Queremos proporcionar uma oportunidade para aqueles que sempre sonharam em ingressar em uma faculdade, como por exemplo, mulheres que deixaram o estudo pelo trabalho e educação dos filhos, jovens que trocaram a escola para ajudar a família ou ainda tantas outras pessoas que gostariam de estudar, mas foram impedidas, seja por algum preconceito ou por uma questão socioeconômica”, explicou o diretor-presidente do Instituto Acqua, Ronaldo Querodia.

Entre 22 de agosto e 4 de novembro serão ministradas 150 horas presenciais de curso, além de palestras motivacionais, visitas a universidades, simulados e 300 horas de conteúdo online. “A projeção é que já em 2016 consigamos entre 20 e 30% de aprovação em universidades públicas e até 40% considerando as vagas do ProUni, Fies, universidades federais, estaduais e diplomas de conclusão do Ensino Médio”, avaliou Zuculin.

Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas com o Instituto Acqua, pelo telefone (98) 3190-5188.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Educação

Professores denunciam péssimas condições das escolas em São Luís

Blog do Marcelo Vieira

juju-1-768x502

Como já dissemos anteriormente, a educação tem sido uma das últimas prioridades do Prefeito Edivaldo Holanda Júnior em São Luís.

O Sindicato dos Professores Municipais que o diga! O Sindeducação está realizando trabalhos de fiscalização das reformas nas escolas públicas do município de São Luís. A presidente do sindicato, Elisabeth Castelo Branco e o diretor, Benedito Oliveira, realizaram as visitas nas unidades escolares lotadas na área da Divinéia/Vila Luizão.

A reforma das escolas foi uma das reivindicações dos professores para que a greve dos educadores municipais acabasse. Os representantes sindicais estiveram na UEB Governador Leonel Brizola e nos anexos I -Brizolinha e II – Escola Luiz Gonzaga; e ainda, na UEB Maria Alice Coutinho.

Anexo-Luiz-Gonzaga-5-768x432

Durante as visitas nas UEBs Governador Leonel Brizola e o Anexo II – Escola Luís Gonzaga, os professores se deparam com condições sub-humanas. Essas escolas ainda não passaram por nenhum tipo de reforma.

Na unidade de ensino Governador Leonel Brizola a situação é ainda pior, as janelas de todas as salas são improvisadas com tábuas, deixando o local vulnerável à ocorrência das chuvas, telhados totalmente danificados e com grandes buracos, problemas sérios de infiltração, os banheiros não têm infraestrutura adequada, a mangueira do bebedouro está insalubre, as instalações elétricas estão expostas, além, das marcas de pichações, que tornam o ambiente ainda mais impróprio.

Faltam menos de cinco meses para acabar o mandato do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e o legado que deixará para a educação municipal é de abandono!

Anexo-Luiz-Gonzaga-4-1-768x432


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Educação

Governo do Maranhão convoca excedentes de concurso para professores

Foram nomeados, na última quinta-feira (28), pelo Governo do Estado, 170 candidatos aprovados no cadastro de reserva do Concurso Público para Professor do Quadro Permanente da Secretaria de Estado da Educação do Maranhão (Seduc).

Os 170 candidatos chamados exercerão suas funções nas unidades de ensino da Rede Estadual. Foram convocados 39 aprovados para a disciplina de Português, 3 para Matemática, 13 para Biologia, 6 para Artes, 23 para Química, 13 para Geografia, 8 para Filosofia, 3 para Língua Estrangeira – Espanhol, 18 para Língua Estrangeira – Inglês, 27 para Física, 10 para História, 7 para Sociologia. Para a disciplina de Educação Física não houve candidatos aprovados em cadastro de reserva.

s que forem chamados receberão o salário de R$ 4.985,44, para o regime de trabalho de 40 horas semanais, valor que é uma das melhores remunerações entre as pagas nas redes estaduais do país.

Concurso
O concurso foi lançado em novembro de 2015 para o preenchimento imediato do quadro permanente da Seduc, o qual contou com a participação de mais de 83 mil candidatos de todo o país. Foram ofertadas 1.500 vagas e 300 para o cadastro de reservas para 18 disciplinas. Deste total, 230 profissionais destinados a Educação Especial, que está sendo contemplada pela primeira vez em um certame público do Estado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Educação

Governo convoca excedentes do concurso de professores

maxresdefault

O governo do Maranhão autorizou a convocação de excedentes do concurso de professor para provimento das vagas dos candidatos aprovados que não tomarem posse. O anúncio foi feito pelo governador Flávio Dino (PCdoB) durante a tarde desta terça-feira (5).

A chamada dos excedentes é destinada às vagas do quadro da Seduc que não foram preenchidas na última convocação, ocorrida no dia 26 de maio deste ano. A Seduc está levantando a quantidade de vagas disponíveis e divulgará, nos próximos dias, o quantitativo e a listagem com nome dos professores aprovados em cadastro de reserva, que deverão apresentar documentação e tomar posse de forma imediata.

De acordo com a Secretaria de Estado da Educação, as vagas são remanescentes dos profissionais que não tomaram posse por pendências de documentação ou por questões pessoais. Quanto aos que serão chamados, estes receberão o salário de R$ 4.985,44, para o regime de trabalho de 40 horas semanais, valor que é uma das melhores remunerações entre as pagas nas redes estaduais do país.

Em 2015, o governo do Maranhão realizou concurso para contratação de professores por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc). Foram abertas 1.500 vagas para contratação imediata e mais 300 para cadastro de reserva.

Concurso
O concurso foi lançado em novembro de 2015 para o preenchimento imediato do quadro permanente da Seduc, o qual contou com a participação de mais de 83 mil candidatos de todo o país. Foram ofertadas 1.500 vagas e 300 para o cadastro de reservas para 18 disciplinas. Deste total, 230 profissionais destinados a Educação Especial, que está sendo contemplada pela primeira vez em um certame público do Estado.

concurso


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Educação

Professores realizam protesto em frente a Prefeitura de Itapecuru-Mirim

IMG-20160630-WA0011

Nesse momento, professores da rede municipal de Itapecuru-Mirim estão realizando um ato público, em frente a Prefeitura, para reivindicar direitos conquistados que foram retirados pelo gestor Magno Amorim, como as gratificações.

Segundo os manifestantes, o prefeito descumpriu o acordo que tinha firmado com a categoria. O protesto também solicita melhorias no transporte escolar, nas escolas. Pede, ainda, material didático, merenda escolar, entre outros.

Os funcionários continuam em greve.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Educação

Educação de Cachoeira Grande está agonizando

Setores básicos do município de Cachoeira Grande, como a Educação, estão agonizando. É notório que o prefeito Francivaldo Vasconcelos Souza (PSD) tem abandonado completamente a população e esta clama por socorro.

A cidade virou um canteiro de obras paradas e sem previsão de retomar e concluir. Os repasses, que em grande parte foram feitos pelo Governo Federal, foram recebidos. No entanto, até o momento nenhum prédio foi entregue aos moradores. Um absurdo!

Um exemplo da falta de gerência do prefeito Francivaldo é a construção de uma creche, que está há anos em execução. Além disso, há uma Escola Municipal, localizada no Povoado Pindobal, que foi deteriorada com a ação do tempo e por falta de reparos, cuidados e desmoronou. Os alunos estão estudando em uma casa alugada, que foi transformada em “unidade escolar”.

Os moradores de Cachoeira Grande reclamam, ainda, dos salários atrasados dos servidores da Educação, falta de merenda escolar, transporte escolar, estruturas físicas dignas para que os alunos possam assistir às aulas com conforto, entre outros problemas.

O Blog já havia veiculado uma matéria sobre um ato público realizado pela população, no qual cobrava uma solução imediata para o setor da Educação do município. (Reveja)

Em razão desses problemas gravíssimos, a Justiça Federal bloqueou as contas do gestor municipal. (Confira)

A delicada situação de Cachoeira Grande requer mais atenção por parte dos órgãos fiscalizadores. Portanto, é necessário que o Ministério Público do Maranhão entre com uma ação de urgência.

CACHOEIRA 2

Creche não concluída e sem funcionamento.

CACHOEIRA 1

Escola Municipal do Povoado Pindobal, o mais próximo da sede, sem reforma, caiu, deteriorada pelo tempo, os alunos estudam numa casa alugada


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Educação

Professores protestam contra precariedade na educação de Cachoeira Grande

Professores de Cachoeira Grande, interior do Maranhão, fizeram uma manifestação na manhã desta sexta-feira (27) em frente à sede da prefeitura. O prefeito da cidade, Francivaldo Vasconcelos Souza, do PSD, não estava na ocasião.

O protesto foi contra o estado de precariedade das escolas, transporte público e atraso salarial. Professores reclamam que algumas salas não têm nem ventilador e é precária.

A Prefeitura de Cachoeira Grande, por meio da Secretaria Municipal de Educação, sequer manifestou-se para atender as reivindicações feitas pelos representantes do Sindicato dos Profissionais da Educação.

Durante o protesto professores revelaram que a filha da própria secretária de Cachoeira estuda em Presidente Juscelino, cidade vizinha.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Educação

Escola do Maiobão está estado precário

Os estudantes do Centro de Ensino Médio Robson Martins já não aguentam mais tanto abandono por parte do Governo do estado.

A escola que fica localizada na Avenida 9, no conjunto Maiobão, em Paço do Lumiar, que é da rede estadual de ensino, comandada pelo secretário Felipe Camarão, está em uma situação degradante.

As instalações elétricas estão expostas, colocando em risco a vida dos alunos; a quadra de esportes foi tomada pelo mato e por isso é impossível praticar qualquer atividade física nas dependências do local; as paredes estão sujas, quebradas; os banheiros não tem condições minímas de higiene. Um absurdo!

Na última segunda-feira (23), o Blog divulgou uma matéria relacionada a falta de limpeza e que os alunos tiveram que fazer um mutirão para lavar a escola Domingos Vieira Filho também localizada no Maiobão. (Releia)

Tais informações revelam como o Governo do Maranhão vem tratando a educação no estado. Os órgãos fiscalizadores, como o Ministério Público, tem que imediatamente verificar as condições precárias das escolas estaduais.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.