Crime

Agência bancária de Buriticupu é alvo de bandidos

m grupo de 15 a 20 bandidos fortemente armados explodiu e assaltou na noite de quarta-feira (1º) a agência bancária do Bradesco situada no município de Buriticupu, a 395 km de São Luís. O assalto foi por volta das 21h e neste momento muitos estabelecimentos comerciais estavam abertos na cidade.

Segundo informações da polícia, os criminosos trocaram tiros com policiais e fizeram vários moradores da cidade como reféns em frente a agência bancária. Os assaltantes detonaram duas bombas no banco, deixando-a completamente destruída. Apesar do tiroteio, que durou cerca de 40 minutos, ninguém saiu ferido. Várias cápsulas de armas de grosso calibre ficaram espalhadas pelas ruas de Buriticupu.

Após a ação criminosa os assaltantes, que estavam divididos em quatro caminhonetes, fugiram sem deixar pistas pela BR-222 em direção a cidade de Açailândia, deixando vários grampos de ferro pela rodovia com o intuito de furar os pneus dos veículos que tentassem segui-los.

Até o momento, a gerência do banco ainda não informou o valor levado pelo bando. Policiais militares dos Batalhões de Buriticupu, Zé Doca e Pindaré Mirim realizam buscas na região a fim de capturar e prender os criminosos envolvidos na ação.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Diretor de escola sofre tentativa de homicídio em São Luís

O diretor adjunto da UEB Gomes de Souza foi vítima de uma tentativa de homicídio no início da tarde desta terça-feira (31). O diretor chama Luciano Farias de Jesus e a escola municipal fica no bairro Vila Maranhão, em São Luís.

De acordo com a polícia militar, Luciano estava chegando na escola quando um homem o atacou e desferiu vários golpes de facão que atingiram o braço e a cabeça. O diretor adjunto foi levado para o hospital Socorrão 1, mas não estaria correndo risco de vida.

A escola não estava funcionando no momento do crime, mas seria reaberto a partir desta quarta (31). A polícia procura pelo autor da tentativa de homicídio, que seria o marido de uma funcionária que trabalha para uma empresa terceirizada na escola.

“Foi o marido de uma funcionária que estava com ciúmes do diretor, que brincava muito com ela. Como todos os dias ele deixava ela na escola e hoje se encontrou com o diretor, pegou um facão e cometeu o crime. O acusado já responde por um homicídio e está em uma condicional. Estamos diligenciando para capturar ele”, informou o major Cláudio André, comandante do batalhão de polícia responsável pela região.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Corpo de homem é encontrado com mãos e pés amarrados

Nesta quarta-feira (1º), populares encontraram o corpo de um homem, no bairro Cinco Irmãos, nas proximidades do no 50 Bis, em Imperatriz. O corpo estava com os pés e mãos amarrados e uma sacola na cabeça.

De acordo com informações policiais, uma irmã da vítima teria feito o conhecimento, mas até agora nada está confirmado oficialmente. Se o caso for confirmado, trata-se de José de Oliveira,
que era usuário de drogas, segundo a parente, que ainda não compareceu ao Instituto Médico Legal (IML) com a documentação para a liberação do corpo.

O cadáver foi removido para o IML para que seja feito o exame necroscópico, para saber a causa da morte. “Aparentemente ele foi morto por asfixia mecânica (enforcamento). Mas vamos aguardar o resultado do laudo para poder confirmar esta informação”, ressaltou o delegado regional, Eduardo Galvão.

O delegado informou, ainda, que a vítima não foi morta naquele local. “O corpo foi transportado para aquele local”, enfatizou, acrescentando que agora a polícia trabalha para saber quem foram as últimas pessoas que estavam em companhia dele, no intuito de efetivar a prisão e descobrir a motivação do crime.

Caso seja confirmada a morte por asfixia mecânica, será o primeiro homicídio do mês de agosto, somando 78 durante o ano. Cabe lembrar que o mês de julho fechou com 10 mortes violentas, em Imperatriz.

Do Imirante


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Polícia apreende toneladas de cargas contrabandeadas em Carutapera

Na madrugada desta quarta-feira (1°), foram apreendidas duas carretas e um caminhão-baú, carregados de mercadoria suspeita de ter sido contrabandeada no município de Carutapera.

De acordo com informações da polícia, os veículos chegavam por meio de uma barca que atracava mensalmente no porto de Carutapera e transportava toneladas de mercadorias, fabricadas possivelmente na Coréia.

A denúncia foi recebida pela polícia militar e, após abordagem, sete pessoas fugiram para uma área de matagal. Uma pessoa não identificada foi presa.

A polícia apreendeu a barca e os veículos e os encaminhou ao pelotão da PM para que a carga seja vistoriada.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Padrasto confessa e detalha assassinato de bebê de nove meses

Do Imirante

Após ser preso, o acusado de assassinar a golpes de facão o enteado de nove meses, nessa segunda-feira (30), em Governador Edison Lobão, confessou a autoria do crime. Em depoimento à polícia, Francielson Gomes Pereira, de 18 anos, contou com frieza detalhes de como tudo aconteceu.

De acordo com o delegado regional, Eduardo Galvão, Francielson Gomes vinha tendo várias brigas com a mãe da criança, uma adolescente de apenas 15 anos, com quem vivia há cinco meses. A mãe do pequeno Ângelo Gabriel Sousa Borges já tinha o plano de abandonar Francielson de forma definitiva até o fim de mês.

Segundo relato da mãe à polícia, toda vez que se falava em separação, o suspeito ameaçava se suicidar. “Dessa vez, ao contrário da situação, ele praticou este crime bárbaro (contra a criança). Ele confessou. Disse que recebeu a criança da mãe no horário do almoço, ele conseguiu fazer a criança dormir um pouco numa rede. Teve um impulso, foi até outro quarto, se armou com um facão. Ao retornar, coloca a criança ainda dormindo em cima da cama e passa a golpeá-la”, conta o delegado.

Ainda segundo o depoimento, “a criança começa a chorar no primeiro golpe, e ele só para de golpeá-la já no chão, depois de ter a certeza de que a criança estava morta”, completa Galvão. O suspeito disse que foram pelo menos cinco golpes, mas a polícia acredita que foram mais golpes contra o pequeno.

Após matar a criança, Francielson Gomes disse que sentou na porta de casa e esperou a polícia chegar. A mãe que estava fora de casa por cerca de 20 minutos, ao chegar, e perceber que o lho estava morto, chamou a polícia. Ainda segundo o delegado, o suspeito não é, aparentemente, portador de necessidades especiais, não toma medicação controlada, não ingere bebida alcoólica, não usa drogas.

“Fez (cometeu o assassinato) como forma de evitar que a mãe fosse embora, ou para chamar a atenção, alguma coisa nesse sentido. Não há uma motivação específica para um gesto tão cruel. Mas se trata de um crime motivado pela possibilidade de a mãe deixá-lo”, ressaltou Eduardo Galvão, acrescentando que pelas investigações, a jovem também seria morta. “Além do facão usado do crime, a polícia encontrou um punhal, o qual o suspeito estava sentado em cima”.

Francielson Gomes permaneceu no local até a chegada da polícia, em seguida foi conduzido para a Delegacia Regional de Imperatriz, onde foi autuado por homicídio triplamente qualificado.

O caso chocou os moradores da pacata cidade de Governador Edison Lobão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Preso homem que se passava por policial civil para extorquir comerciantes em São Luís

Nesta terça-feira (31), a Polícia Civil prendeu José Arnaldo Coelho Soares, integrante de uma quadrilha especializada em se passar por policiais civis para cometer crimes de extorsão, furtos e roubos a comerciantes da região metropolitana de São Luís.

Segundo informações policiais, José Arnaldo se dizia policial e apreendia máquinas caça-niqueis em diversos estabelecimentos, na ocasião ele aproveitava para extorquir os comerciantes. Além disso, destruíam as máquinas em busca de dinheiro. Certa vez, chegou a levar o dinheiro do aluguel de uma comerciante na BR-135.

Após a prisão, José foi encaminhado a Delegacia, e em seguida deverá ser recambiado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficará à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Estelionatário é preso com cartões e documentos falsos no Calhau, em São Luís

A Polícia Civil, através da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico – SENARC, prendeu na segunda-feira (30), Angêlo Augusto de Oliveira Salviano, de 41 anos, suspeito de cometer crime de estelionato, em São Luís.

Com ele, foram apreendidas cédulas de identidade expedidas pela Secretaria de Segurança Pública, bem como lista de pessoas e demais informações referentes a CPF, PIS, e demais dados encontrados em anotações que seriam utilizadas na composição de cédulas para auferir vantagem ilícita, junto a Caixa Econômica Federal, além de equipamentos utilizados na confecção dos documentos, como: impressoras e notebook, e a quantia de R$ 637,00 em espécie.

A prisão ocorreu em virtude de denúncias anônimas que davam conta que Angelo estava armazenando e comercializando entorpecentes no bairro Calhau, bem como produzindo documentação falsa, utilizando dados de terceiros para receber benefícios referentes ao PIS/PASEP.

Os crimes estavam ocorrendo em seu aparatamento localizado no Residencial Grand Park, Parque Shalon.

Diante dos fatos, ele foi encaminhado à sede da SENARC onde foi autuado pela prática dos crimes de estelionato, falsificação de documento público e posse de substância entorpecente.

Ressalta-se que, o autuado já responde a processo criminal pelo crime de estelionato, no estado de Pernambuco. Após autuação em flagrante e expedição das comunicações legais e de praxe, Angêlo foi encaminhado ao Centro de Triagem de Pedrinhas, onde ficará à disposição da Justiça Federal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Dupla é presa após fazer 5 pessoas de reféns em assalto aos Correios de Santa Helena

Nesta segunda-feira (30), dois homens, que ainda não foram identificados, foram presos suspeitos de assaltarem a agência dos Correios em Santa Helena.

Segundo informações preliminares, os assaltantes fizeram clientes e funcionários de reféns. Mas os policiais fizeram o cerco e conseguiram libertar as vítimas e prender os bandidos.

Duas armas e uma grande quantia em dinheiro foram apreendidos.

Após os procedimentos cabíveis, os assaltantes devem ser encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficarão à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Postos de combustíveis clandestinos são alvos da polícia em Barra do Corda

Postos de combustíveis em Barra do Corda foram alvo de uma operação de combate a venda de combustíveis em postos clandestinos. Batizada de “Tanque Cheio”, a operação ocorreu nos povoados de Três Lagos do Manduca, São José e Ipiranga.

Durante a operação da polícia, foram apreendidos cerca de 1000 litros de combustível. Nos três povoados foram encontrados postos de combustíveis instalados de forma caseira. Foram apreendidos também combustíveis que eram vendidos por comerciantes locais em galões de diversos tamanhos.

Na operação um homem, que não teve a sua identidade revelada, foi preso pelo crime de venda ilegal de combustíveis. Quatro suspeitos conseguiram fugir da prisão em flagrante, mas já estão identificados e já foram intimados a prestarem esclarecimentos à polícia.

A Polícia Civil informou que vai continuar fazendo esse tipo de operação com o intuito de preservar a vida e a integridade dos moradores dessas localidades.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

PCC planeja atacar fóruns de todo o país em busca de armas, afirma polícia

Da Folha de São Paulo

Com base em interceptações telefônicas, a Polícia Civil de São Paulo suspeita que integrantes da facção criminosa estejam planejando uma série de ataques a fóruns do país em busca de armas guardadas pela Justiça.

Nas conversas monitoradas, os criminosos falam de ordem dada por chefões do crime para a realização de levantamento de fóruns em todo o território nacional que possam ter estoques de “ferramentas”, maneira como os criminosos chamam as armas.

Tal orientação, segundo o relatório da polícia obtido pela reportagem, teria partido de Presidente Venceslau (interior de São Paulo) onde está presa a cúpula da facção, incluindo Marco Camacho, o Marcola, apontado pela polícia e pela Promotoria como o principal chefe do grupo.

A orientação dada aos subalternos é para que eles levantem informações sobre prédio e endereço e, em seguida, enviem fotos desses locais para auxiliá-los em futuras ações. “Tais informações irão subsidiar ações da facção que visam o roubo das armas em depósitos do Poder Judiciário em todo o Brasil”, diz trecho de documento.

Como o PCC está em guerra declarada desde 2016 contra facções rivais, como o CV (Comando Vermelho), a polícia acredita que o armamento eventualmente roubado venha a ser utilizado para equipar integrantes nos estados.

Um dos principais responsáveis pela cobrança do levantamento, segundo a polícia, era Wanderson Pessoa Lima, o Confusão, que aparece em ligações com comparsas de outros estados em que cobra agilidade na pesquisa. “Expliquei pros parcero lá, bati no salvero, bati na geral da capital, geral da rua, expliquei pros parcero que o trampo dos fórum é determinação, o barato tem que acontece, tá ligado meu?”, diz, em conversa com um homem de Roraima.

Apesar da prisão de Wanderson, ocorrida no final do ano passado, delegados ouvidos pela Folha afirmam que o plano de ataque aos fóruns está em “andamento” e pode ocorrer a qualquer momento. Se confirmados,acreditam os policiais, esses roubos devem ser semelhantes aos já ocorridos em São Paulo em junho do ano passado, quando criminosos levaram 566 armas dos fóruns de Guaruja e Diadema (Grande SP).

Nesses roubos, segundo o Tribunal de Justiça paulista, os criminosos demonstraram planejamento e chegaram a utilizar até dez homens em cada uma dessas ações.“Eles agiram do mesmo modo nos dois casos e conheciam profundamente a rotina dos espaços”, afirmou à época o presidente do Tribunal, Paulo Dimas Mascaretti.

Depois desses megarroubos, o TJ paulista criou medidas de segurança e, entre elas, de não mais receber armas para guardar em seus prédios. “Após a perícia [pela polícia], são remetidas para destruição ou para melhor equipar as forças de segurança”, diz nota do tribunal paulista.

Para os policiais, esses roubos de São Paulo não fazem parte, porém, da operação iniciada por ordem da cúpula, porque o levantamento teve início no final deste ano. As gravações feitas pela polícia ocorreram na chamada operação Echelon (do grego escalão) e que culminou na denúncia de 75 pessoas, não apenas do estado de SP.

A investigação teve início após apreensão, pela Secretaria da Administração Penitenciária, de bilhetes que presos tentavam se livrar pela descarga sanitária durante revistas de agentes. No meio da investigação, a polícia passou a monitorar ligações telefônicas de criminosos, incluindo alguns deles em presídios com bloqueadores de sinal.

Uma das informações que mais chamaram a atenção dos policiais foi, conforme a Folha revelou, a apreensão de celulares de pessoas suspeitas de contabilizar as mortes ordenadas pela facção. Pela quantidade de imagens, milhares de fotos e vídeos, os delegados passaram a afirmar que o PCC realiza um genocídio no país.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.