Crime

PRF prende três suspeitos de atirar pedra em ônibus policial em Buriticupu

IMG-20170327-WA0016

Na manhã desta segunda feira (27), durante operação da PRF em Buriticupu/MA, no km 530 da BR 222, agentes da Força de Choque da Polícia Rodoviária Federal detiveram três pessoas suspeitas de arremessar pedra contra o ônibus da PRF que se encontra naquela região integrando a logística operacional.

Os acusados revoltados com a ação de policiamento e fiscalização da PRF resolveram apedrejar a viatura que se encontrava estacionada no local da operação, no entanto, foram flagrados e acabaram detidos.

A ocorrência foi registrada na polícia judiciária local.

A Polícia Rodoviária Federal, a Polícia Federal e o IBAMA deram início a “Operação Lignus II / Maravalha” na última quinta feira (23), em uma grande mobilização de enfrentamento a crimes ambientais na região de Buriticupu, Amarante, Santa Luzia (do Tide) e áreas vizinhas. A PRF permanece na região fiscalizando, realizando prisões, apreensões e destruindo madeireiras ilegais. Nesta segunda feira mais dois veículos com ocorrência de roubo / furto foram apreendidos em Buriticupu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Criminoso morre durante assalto a ônibus na Aurora, em São Luís

Screenshot-2017-03-27-at-13.41.19

No início da tarde desta segunda-feira (27), um assaltante foi morto no bairro da Aurora, em São Luís.

Segundo informações, da polícia, o bandido estava com um comparsa quando adentrou um ônibus, que fazia linha Cohatrac IV no bairro Aurora, nas proximidades da CCPJ do Anil, em São Luís, e anunciou um assalto.

Um homem que estava no interior do coletivo estava armado e efetuou vários disparos, acertando um dos meliantes. O cúmplice que tentou fugir foi pego por populares.

O Instituto Médico Legal foi acionado. A Policia Militar encontra-se no local e já efetivou a prisão de um assaltante.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

PRF prende motorista com mandado de prisão em aberto, em Imperatriz

preso

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu no sábado (25) um homem, que não teve a sua identidade revelada, com um mandado de prisão em aberto.

Segundo os policiais, a prisão ocorreu na BR-010, no km 260 em frente à Unidade Operacional da PRF na localidade Lagoa Verde, situado no município de Imperatriz, a 626 km de São Luís.

Ainda conforme a polícia, durante uma abordagem no veículo de placa OCD-0774-MA foi constatado a existência de um mandado de prisão em aberto em desfavor do condutor, expedido pela 1ª Vara de Execuções Penais e Medidas Alternativas da Comarca de Goiânia, em Goiás.

Após a apresentação do mandado, os policiais deram voz de prisão ao mesmo, que foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil em Imperatriz.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Falso médico é preso em flagrante em ótica de Viana

material_apreendido_2

A Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da 6ª Delegacia Regional de Viana, prendeu em flagrante na quinta-feira (23), em Viana, a 214 km de São Luís, Paulo Roberto Barboza Bezerra e Maria Lucineide Trindade Viana pelos crimes de exercício ilegal da medicina e estelionato.

Segundo a polícia, após a denúncia de uma vítima, uma equipe policial decidiu averiguar e constatou que uma clínica oftalmológica, situada na Praça da Bíblia, no município maranhense, estava funcionando sem o devido registro no Conselho Regional de Medicina.

No local, os policiais encontraram e apreenderam vários equipamentos para a realização de consultas oftalmológicas, bem como receituários em branco.

material_apreendido_3

De acordo com a polícia, Maria Lucineide foi autuada pelo crime de estelionato, já que ela era proprietária do comércio “Luótica” e era a responsável por captar pacientes e agendar as consultas do falso médico.

Os policiais acrescentaram ainda que ela era quem arcava com as despesas de aluguel de salas de atendimento e em troca o falso médico indicava a ótica para a confecção dos óculos prescritos às vítimas.

Paulo Roberto Barboza Bezerra e Maria Lucineide Trindade Viana foram encaminhados para a Delegacia Regional de Viana onde ficarão à disposição da Justiça.

G1,MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Operação de combate a crime ambiental é deflagrada no Maranhão

foto 123

A Polícia Federal (PF), em conjunto com o Ibama e a Polícia Rodoviária Federal (PRF), iniciou nesta quinta-feira, (23), no sudoeste do Maranhão, a Operação Maravalha, com o objetivo de combater a prática de crimes ambientais ligados à extração, ao transporte e à comercialização ilegal de madeira proveniente da Terra Indígena Caru, da Terra Indígena Araribóia e da Reserva Biológica do Gurupi.

Em decorrência de 3 ações civis públicas, foram executadas 10 interdições de serrarias clandestinamente instaladas nos municípios de Arame, Amarante e Buriticupu. Tais estabelecimentos tem fortes indícios de receptarem madeira ilegalmente extraída de Terras Indígenas e de unidade de conservação federal, o que poderá gerar prisão em flagrante dos responsáveis.

foto 234

Os investigados responderão por crimes como desobediência à decisão judicial (art. 359 do CPB), receptação qualificada (art. 180, §1° do CPB), ter em depósito produto de origem vegetal sem licença válida (art. 46, parágrafo único, da Lei 9.605/98), dentre outros.

Participaram da ação policiais federais lotados na Superintendência da PF no Maranhão e na Delegacia da PF em Imperatriz, além de policiais rodoviários federais, servidores do Ibama e do ICMBio, bombeiros militares do estado do Maranhão, totalizando cerca de 200 pessoas. A operação conta com o apoio de 2 helicópteros do Ibama, do batalhão de choque da PRF e, também, de equipe do Comando de Operações Táticas (COT) da PF.

A operação foi batizada de MARAVALHA, termo que denomina os restos da serragem de madeira em serrarias, uma vez que o objetivo foi desmobilizar as serrarias irregulares remanescentes das operações realizadas no ano de 2016 com essa finalidade específica na região.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Polícia apreende 130 kg de maconha em Itapecuru-Mirim

WhatsApp-Image-2017-03-22-at-10.08.33

A Polícia Civil apreendeu na última terça‐feira (21), aproximadamente 130 quilos de maconha em um sítio que fica entre a divisa do povoado Caixa D’água e Brasilândia, em Itapecuru-Mirim. De acordo com as informações policiais, três homens foram presos.

Segundo o delegado titular de Itapecuru Mirim, Samuel Morita, dois dos detidos são os traficantes e responsáveis das drogas e um deles era apenas usuário: “essas drogas seriam levadas para algumas cidades do estado, dentre elas São Luís”, afirma o delegado.

As drogas e os presos foram conduzidos para a capital e serão apresentados nesta
tarde na Secretária de Segurança Pública do Maranhão (SSP‐MA).

WhatsApp-Image-2017-03-22-at-10.08.35-1-370x270


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Polícia prende assaltante de banco solto indevidamente pela SEAP

1489508904-1015302992

Um acusado de praticar assaltos a banco no Maranhão, identificado como Antoniel Silva Lima, conhecido como “Cara de Babuíno”, foi preso nesta terça-feira (14), após ter sido solto, indevidamente, pela Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap).

Segundo informações da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), no dia 19 de janeiro deste ano, o assaltante de banco foi preso em cumprimento a dois mandados de prisão preventiva decretada pelos juízos das
comarcas de Governador Eugênio Barros e São Mateus.

Já no último dia 10 de março, o mandado de prisão referente à comarca de Governador Eugênio Barros foi revogado pelo Tribunal de Justiça, com a revogação desse mandado, a Seap colocou Antoniel Silva em liberdade, sem averiguar a existência de um segundo mandado de prisão.

Com a soltura indevida, os investigadores da Seic fizeram buscas e capturaram o assaltante nesta terça-feira (14), na cidade de Governador Archer. Após as formalidades legais, Antoniel Silva foi entregue ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

Antoniel Silva Lima foi indiciado por seis assaltos a bancos:

1 – Banco do Brasil de Timbiras;
2 – Banco Bradesco de Gonçalves Dias;
3 – Banco do Brasil de Gonçalves Dias;
4 – Banco do Brasil de São Mateus;
5- Banco do Brasil de Coelho Neto;
6 – Banco do Brasil de Governador Eugênio Barros;

De acordo com a Seic, a soltura indevida do assaltante será comunicada à Corregedoria Geral e à Superintendência Estadual de Combate à Corrupção (Seccor), para as providências cabíveis.

Do Imirante


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Policial militar morre após confronto com bandido em Chapadinha

IMG-20170314-WA0243

Policial militar, identificado como sargento Queiroz

Na manhã desta terça-feira, 14, um policial militar identificado por Queiroz, foi morto a tiros, em Chapadinha.

De acordo com informações, o bandido estava fugindo de um perseguição da PM, e já nas proximidades da Caixa Econômica, o militar Queiroz que estava de folga, viu toda ação e sacou sua arma reagindo para tentando prender o assaltante que estava em fuga.

O criminoso estava armado e houve um troca de tiros e o bandido acertou o militar na região do abdômen.

Após o fato, o policial foi socorrido, mas morreu minutos depois no Hospital Antonio Pontes de Aguiar ( HAPA)

O bandido foi rendido e preso, e, em seguida, conduzido para a sede do 16º Batalhão da PM.

Blog do Foguinho

IMG-20170314-WA0266

Criminoso que trocou tiros com o sargento.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Bandidos roubam R$ 18 mil em “saidinha bancária” no Turu

bancodobrasil

Na tarde desta sexta-feira (10), uma pessoa foi vítima de uma “saidinha bancária”, no bairro do Turu, em São Luís.

Segundo informação da Secretaria de Segurança Pública, dois assaltantes armados renderam a vítima que saía da agência do Banco do Brasil, que localizado na Avenida São Luís Rei de França, próximo ao Posto Natureza, no Turu, com R$ 18 mil.

Ainda de acordo com a SSP, os bandidos estavam em uma motocicleta e quando se preparava para fugir, a população conseguiu deter o que estava na garupa.

O criminoso pego por populares foi linchado e alvejado por um tiro de raspão. O autor do disparo não foi identificado.

A Polícia Militar foi acionada e chegou ao local antes que matassem o assaltante. O cúmplice dele conseguiu se evadir com a quantia de R$ 18 mil.

O assaltante foi encaminhado para o hospital, e posteriormente será levado para a Delegacia de Polícia Civil do Turu (7º DP).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Chefes do tráfico escapam de cerco policial na Camboa

1489088177-160083923

A polícia realizou ontem uma megaoperação nos apartamentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do bairro Camboa, conhecido como Carandiru, mas o principal objetivo não foi alcançado, já que não conseguiu prender os “cabeças” do tráfico de drogas e chefes de facções criminosas que residem no local, identificados como Valdirene Pereira, a Val, viúva do traficante Daniel Almeida dos Santos, o Danielzinho, e o homem conhecido como Leo Gordo.

Esses criminosos seriam os responsáveis pelo clima de terror no residencial, com a venda de entorpecentes, realização de tiroteio e até mesmo de expulsarem moradores que não aprovam as atividades do bando. Esse tipo de incursão policial vai ser desenvolvido ainda este ano em outros locais da capital dominados pelos criminosos.

O resultado da operação, que reuniu quase 1.000 policiais, 60 delegados e até o helicóptero do CTA , foi apresentado na tarde de ontem em coletiva na sede da Secretaria de Segurança Pública. Uma metralhadora de origem argentina, um revólver calibre 38 e duas pistolas, uma delas roubada da Polícia Civil de São Paulo, foram as armas apreendidas. Sete pessoas foram presas e cinco menores apreendidos.

Entre os detidos somente seis foram identificados, Jhennyfer Kerlem Pereira Viana, Carlos Mariano de Sousa Neto, Denes Alexsandro Silva Diniz, Denilson Oliveira Silva, William Cleyton Pinheiro e Adriano Ferreira Silva. A polícia também encontrou em um apartamento 1,5 kg de maconha pronto para ser comercializada.

Autuação

Segundo o delegado geral da Polícia Civil, Lawrence Melo, os detidos foram levados para a sede da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), no Bairro de Fátima, onde prestaram esclarecimentos, e logo depois foram encaminhados para a unidade prisional onde vão ficar presos à disposição do Poder Judiciário.

O titular da Seic, delegado Thiago Bardal, informou que todos os detidos foram autuados por organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de droga e corrupção de menor. A partir da prisão desses criminosos, foram identificados outros membros do bando, chefiados por Valdirene Pereira que ainda esta semana terão a sua prisão solicitada ao Poder Judiciário.

Também no local, foram apreendidas 15 aves e até mesmo um macaco sagui pelo Batalhão Ambiental da Polícia Militar. Esses animais serão devolvidos ainda esta semana ao seu ambiente natural. Explosão O comandante do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Célio Roberto, informou que em um dos apartamentos foi encontrada uma fábrica clandestina de detergente líquido, com armazenamento de material com alto poder explosivo.

Os bombeiros encontraram ainda um botijão de gás irregular e 1.695 litros de hipoclorito de sódio. Todo esse material foi apreendido e vai ser periciado pelos peritos do Instituto de Criminalística (Icrim). “Esse material apreendido tinha o poder de explodir todo o residencial”, afirmou o comandante do Corpo de Bombeiros Militar.

O secretário de Segurança Pública, delegado Jefferson Portela, declarou que ainda ontem uma equipe da Secretaria das Cidades estava no local fazendo o mapeamento dos moradores, enquanto trabalhadores faziam a limpeza da área, principalmente a pintura dos muros para retirar a marca das facções criminosas.

Vingança

As ações criminosas no Residencial do PAC estavam sendo chefiadas por Valdirene Pereira, como forma de vingança da morte do traficante Daniel Almeida dos Santos, o Danielzinho, de 30 anos, que foi morto a tiros no dia 15 de dezembro do ano passado, nas proximidades de uma casa lotérica, na Avenida Colares Moreira, no Renascença.

Além dela, também funcionava como chefe o traficante Leo Gordo. Ainda segundo o delegado, essa onda de criminalidade ficou mais intensa depois da morte de Danielzinho e de outro criminoso identificado como Pinóquio, que era soldado do tráfico, assassinado no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, no ano passado. Nessa localidade, começaram a ocorrer de forma diária tiroteios promovidos entre as facções criminosas rivais que tinham como alvo dominar o tráfico de droga na Ilha, principalmente nos bairros Liberdade e Camboa. Eles ainda são acusados de realizar assassinatos e expulsar vários moradores dos seus imóveis.

Do Estado


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.