Crime

Ordens para tribunal do crime em São Luís são dadas de Pedrinhas

codó2

Presidiário Leilson da Silva.

Um verdadeiro tribunal do crime vinha sendo realizado em São Luís para punir bandidos que não se enquadram nas normas de um grupo criminoso. A polícia diz que as sentenças do tribunal eram dadas de dentro do Complexo de Pedrinhas, na capital.

De acordo com as investigações, o presidiário Leilson da Silva, era quem dava as ordens de dentro da Penitenciária de Pedrinhas para punir os integrantes da facção que desobedeciam as regras da organização criminosa. Em um vídeo divulgado nas redes sociais, bandidos são baleados na mão ou na perna após roubarem dentro de comunidades onde as quadrilhas se escondem.

É uma espécie de tribunal do crime e os próprios criminosos julgavam, e executavam as sentenças. O objetivo dessa prática, segundo o delegado Paulo Franco, é fazer com que os moradores se sintam seguros, evitando assim denúncias anônimas de tráfico de drogas e consecutivamente as ações da polícia. “Isso é uma tentativa criminosa de ganhar comunidade. Como ‘se oh aqui não vai ter mais crime, tem essa facção que comanda’. Querendo substituir o poder do Estado de julgar e de executar as suas penas”, revelou.

presos

A polícia cumpriu quatro dos cinco mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça. Outros três homens foram presos durante a operação na Vila Maranhão. Já na Vila Ariri, também na área Itaqui-Bacanga, a polícia descobriu uma casa que servia de esconderijo para outros bandidos.

Eles chegaram a exibir na internet armas de grosso calibre. Pistolas ponto quarenta e fuzil. Um dos integrantes é um adolescente de apenas 15 anos de idade que aparece com uma pistola nas mãos encarregado de executar três homens de uma facção rival. O menor foi apreendido, mas depois liberado. Os outros maiores fugiram na hora que a polícia chegou na casa, onde também encontrou drogas, dinheiro e rádio de comunicação.

A polícia continua as investigações. Agora para tentar prender o homem que está arregimentando menores para a prática de crimes, como tráfico de drogas, roubos e até execuções. Segundo as investigações do delegado responsável pelo o caso, Walter Wanderley, o aliciador é Tarcísio Rodrigues Alves, que teria entregue as armas aos menores e aparece no vídeo com um fuzil. “Nós estamos tomando as providências dentro da lei. Se ele não se apresentar com advogado eu vou pedir a prisão dele”, finalizou.

2

Do G1,MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Líderes de quadrilha que sonegou R$ 23 milhões no Maranhão são presos

Gaeco

Uma ação conjunta do Grupo de Atuação Especial no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), Superintendência Estadual de Prevenção e Combate à Corrupção (Seccor) e Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) resultou, nesta quarta-feira, 16, na prisão de três dos líderes da organização criminosa alvo da Operação Paraíso Fiscal.

Paulo Henrique Costa Carrijo, Missias Francelino da Silva e Wemerson Miguel da Silva foram presos, na manhã desta quarta-feira, em Goiânia-GO. Eles estão sendo trazidos para São Luís pelos delegados Roberto Wagner Leite Fortes (superintendente da Seccor), Ricardo Luiz de Moura e Silva e Luiz Augusto Aloise de Macedo Mendes (2° Departamento de Combate à Corrupção – 2° Deccor).

Outros três mandados de prisão de líderes da organização criminosa continuam em aberto. Todas as prisões preventivas foram determinadas pelo juiz Ronaldo Maciel, titular da 1ª Vara Criminal Privativa para Processamento e Julgamento dos Crimes de Organização Criminosa da Comarca da Ilha de São Luís, com base em pedido conjunto do Ministério Público e Polícia Civil do Estado do Maranhão.

Assinaram a representação os promotores de justiça Marco Aurélio Cordeiro Rodrigues, Marcos Valentim Pinheiro Paixão e Klycia Luiza Castro de Menezes; além dos delegados da Seccor e 2º Deccor.

Em 25 de maio, uma primeira etapa da Operação Paraíso Fiscal havia efetuado as prisões de Nelton Carrijo Gomes e Thaisa Vieira de Moura, além da apreensão de documentos, dois computadores, uma arma e telefones celulares.

FRAUDES

Segundo o Ministério Público do Maranhão e o 2º Deccor, empresas de fachada foram registradas no Maranhão, Pará, Piauí e Bahia e, mediante a emissão de notas fiscais eletrônicas falsas, simulavam a venda de grandes quantidades de soja para a Agropecuária MCD LTDA, registrada no Maranhão e supostamente localizada em São João do Paraíso.

A organização criminosa inseria declarações dos valores devidos do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) nas notas fiscais frias com o objetivo de gerar créditos tributários falsos em favor da Agropecuária MCD LTDA.

Em seguida, a empresa vendia grãos de milho a empresas de outros estados e com os créditos tributários sonegava o pagamento dos impostos.

A Receita Estadual do Maranhão detectou, entre março de 2014 e novembro de 2016, 828 operações de simulação de compra de soja com as firmas de fachada, totalizando R$ 176.711.498,00. A Agropecuária MCD realizou 11.561 operações interestaduais de venda de milho, no valor de R$ 212.935.854,00.

O Gaeco aponta que o esquema fraudulento causou um prejuízo de R$ 23.235.361,00 ao Estado do Maranhão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Acusado de estupro é preso pela PRF em Imperatriz

IMG-20170816-WA0005

Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciou na terça-feira (15), por volta das 17h, os procedimentos de abordagem a um ônibus que fazia a linha Peixoto de Azevedo, no Mato Grosso para a cidade de Imperatriz, com verificação de bagagens e fiscalização aos passageiros.

Após consultas aos sistemas de segurança, foi constatado mandado de prisão em aberto para um homem de 24 anos, pela comarca do município maranhense de Alta Garças, em processo que é acusado pelo crime de estupro de vulnerável.

O passageiro, que não teve a sua identidade revelada, foi preso e conduzido para a Delegacia de Polícia Civil em Porto Franco, a 700 km de São Luís. Ele foi acusado de estupro de vulnerável e pode pegar de oito a quinze anos de prisão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Tudo sobre:
Crime

PF e Ibama prendem 9 pessoas durante torneio de pássaros em São Luís

thumbnail_Op. Curió Legal (1)

A Polícia Federal (PF), com o apoio do Ibama e do Instituto Chico Mendes (ICMBio), deflagrou, na manhã (13), a operação Curió Legal com o objetivo de debelar a prática de delitos ambientais contra a fauna que praticados nos torneios de pássaros canoros na Região de São Luís, além de outros delitos relacionados como posse e porte ilegal de arma de fogo.

A partir das investigações, foi possível constatar que as suspeitas recaiam sobre os criadores amadoristas competidores. A recorrência de anilhas falsas ou fraudadas nesses concursos é muito forte, e muitas vezes os pássaros nem se quer possuem a referida marcação. A corroborar as suspeitas, o Ibama informou que há mais de um ano não entrega anilhas novas a criadores amadoristas no estado do Maranhão.

thumbnail_Op. Curió Legal 1 (7)

Assim, muitos dos pássaros que participaram desse torneio teriam sido capturados na natureza de forma clandestina e foram postas anilhas falsas, caracterizando os delitos do Artigo 296, do Código de Processo Penal bem como do Artigo 29 da Lei, 9.605/98, Lei de Crimes Ambientais, entre outros.

Os espécimes vencedores são muito valiosos, chegando a custar dezenas de milhares de reais cada um. Evidentemente que os melhores cantores são encontrados na natureza e não nos cativeiros, onde, em tese estariam legais.

Cerca de 55 policiais federais, 10 servidores do Ibama, 2 do ICMBio participaram da operação. A ação policial ocorreu em um clube local utilizado para esse tipo de competição e frequentado pelos criadores de canários e outras aves na capital maranhense.

Durante o desencadeamento da operação foram efetuadas nove prisões em flagrante, tendo sido os procedimentos de polícia judiciária lavrados na Superintendência Regional de Polícia Federal no Maranhão. Foram apreendidas 62 aves, 1750 projéteis de pistola 9mm, 3 armas de fogo, 101 projéteis de fuzil 556, além de 2 caixas acústicas, meio extremamente cruel utilizado para treinamento dos pássaros cantores.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Alunos são detidos por furto e tráfico de drogas dentro de escola, em São Luís

IMG-20170811-WA0041

Três alunos do Centro de Ensino Dr. Francisco de Assis Ximenes Aragão Filho, no bairro da Vila Embratel, em São Luís, foram detidos na manhã desta sexta-feira (11), por furto e tráfico de drogas. Dois dos três estudantes são maiores de idade: Fabrício de Jesus Pinheiro Pereira, 18 anos, morador da Vila Embratel; e Robson Lima dos Santos, 19 anos, também morador da Vila Embratel.

Já o terceiro estudante envolvido no caso é um adolescente de 17 anos. Segundo informações do delegado Walter Wanderley, titular do 5º DP no Anjo da Guarda, uma guarnição da Ronda Escolar do 1º BPM foi acionada para averiguar uma denúncia de furto dentro da escola da rede estadual de ensino Francisco Ximenes.

Chegando ao local, a PM questionou os alunos sobre o furto, mas ninguém assumiu ter praticado o crime. Para ajudar no esclarecimento do caso, a direção da unidade escolar mostrou as imagens das câmeras de segurança da escola aos policiais, onde foi possível identificar que o celular havia sido furtado pelo adolescente, o qual repassou o objeto para Robson Lima, que por sua vez deu o aparelho para Fabrício de Jesus.

De posse dessas informações, a PM fez a vistoria na mochila dos alunos para verificar onde estava escondido o celular. Na mochila de Fabrício, a polícia encontrou uma faca afiada, e o jovem afirmou que o objeto era para cortar bambu. Já na mochila de Robson Lima, os policiais encontraram 114 trouxinhas de maconha, prontas para consumo, dentro de uma embalagem de margarina, além de R$ 127, 25 em espécie.

Na delegacia, Robson confessou que a droga era para ser vendida dentro da escola. Já o celular furtado foi achado dentro de um cesto de lixo no banheiro da unidade de ensino. Segundo o delegado Walter Wanderley, o aparelho estava com Fabrício, que ao ver a polícia chegando na escola tentou sair do prédio, mas não obteve êxito. Então, ele foi ao banheiro e descartou o celular furtado dentro do cesto de lixo.

As imagens das câmeras de segurança da unidade escolar mostram o momento em que Fabrício entra no banheiro para se desfazer do objeto.

Ainda segundo o delegado Walter Wanderley, Fabrício de Jesus Pinheiro Pereira será autuado por furto e corrupção de menores. Já Robson Lima dos Santos será autuado pelos crimes de tráfico de drogas, furto e corrupção de menores. E o adolescente de 17 anos será autuado por furto.

Com informações do Imirante.com

IMG-20170811-WA0042


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

PRF apreende 80kg de maconha em ônibus interestadual, em Caxias

IMG-20170811-WA0033

No início da manhã desta sexta feira (11), na Unidade Operacional da PRF em Caxias, uma equipe de agentes apreendeu 80 quilos de maconha prensada transportados em duas malas com uma mulher.

Por volta das 05h30, durante fiscalização no Posto da PRF de Caxias/MA, foi abordado um ônibus de turismo que seguia de São Paulo para Teresina, o MB/O 400 placa GPN7625/MA.

No bagageiro do ônibus foram encontradas duas malas com aproximadamente 80kg de uma substância com odor forte e textura semelhante a maconha, transportadas por uma passageira de 30 anos de idade.

Ela assumiu a propriedade da droga e que, de acordo com o depoimento da mesma, receberia R$ 2.000,00 para transportar o material ilícito de São Paulo para a capital piauiense. O caso foi encaminhado à Polícia Civil em Caxias para os procedimentos cabíveis.

Esta é a terceira apreensão de maconha realizada pela PRF nesta semana nas BRs que cortam o Maranhão. Na primeira delas foram apreendidos 100kg e na segunda mais 7kg.

thumbnail_IMG-20170811-WA0035


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Tudo sobre:
Crime

PRF prende mulher com 7 Kg de maconha em Imperatriz

IMG-20170810-WA0034

Na manhã de quinta-feira (10), policiais rodoviários federais prenderam uma mulher que estava transportando drogas dentro ônibus da empresa Satélite Norte que fazia a linha Goiânia/GO – Fortaleza/CE, em Imperatriz.

Durante fiscalização a todos os passageiros, foram encontrados na bagagem de uma jovem de 27 anos sete tabletes de substância semelhante à maconha.

A passageira informou ter pego a droga no Estado do Mato Grosso e levaria para Fortaleza/CE, mas não informou para quem entregaria o ilícito. Ela receberia R$ 5 mil pelo transporte.

Diante dos fatos, os PRF’s deram voz de prisão para a mulher e a conduziu, juntamente com a droga, para o plantão central da Polícia Civil em Imperatriz.

IMG-20170810-WA0033


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Dois homens são presos com 101 Kg de maconha em Presidente Dutra

thumbnail_IMG-20170810-WA0001

Na noite de quarta-feira (09), dois homens foram presos pela Polícia Rodoviária Federal com 101,48 quilos de maconha, na cidade de Presidente Dutra.

Segundo a PRF, os agentes se deslocaram até uma agência de turismo próximo à rodoviária de Presidente Dutra com intuito de apurar denúncia de um carregamento de droga que estaria por chegar.

Quando a equipe compareceu ao local, visualizou dois indivíduos no interior de um GM/Classic vermelho de placas NMQ-3684, estacionado na porta do referido estabelecimento.

Ao perceberem a presença da viatura da PRF, os dois homens, de 25 e 34 anos, empreenderam fuga com o veículo, mas foram alcançados pelos policiais rodoviários federais alguns metros à frente.

Após a abordagem, os agentes fizeram alguns questionamentos, confirmando que os dois jovens iriam buscar três caixas com 101,48 Kg de maconha, distribuídos em cem tabletes.

Diante das evidências, foi dada voz de prisão para ambos e conduzidos junto com a droga para a Delegacia de Polícia Civil em Presidente Dutra.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Casal é preso suspeito de cometer latrocínio contra idoso em Timon

1502300262-419524485

Em uma ação coordenada pela Polícia Civil, através do 1º e 2º Distrito Policial da cidade de Timon, resultou na prisão de Daniel San Brito Lima e de Raquel da Silva Teixeira, apontados como autores de um latrocínio na BR-226, na zona urbana de Timon.

A prisão ocorreu horas depois do ato criminoso, que teve como vítima Raimundo Ferreira Lima (63) que no ato de impedir o roubo de sua motocicleta, reagiu dando um golpe de arma branca da região da barriga de Daniel San, que revidou dando com 1(um) disparo de arma de fogo contra o idoso que não resistiu ao ferimento.

O casal foi preso na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Promorar, na cidade de Teresina, no Piauí, onde Daniel estava tratando da perfuração. Diante do fato, foi dada voz de prisão aos dois suspeitos, sendo Raquel encaminhada a Central de Flagrantes de Timon. Já Daniel, segue internado para se recuperar do ferimento.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Ex-funcionário de farmácia é preso por ameaçar indiciado em inquérito policial

1502298840-419524485

Um homem, identificado como Marcus Vinícius Sousa Corrêa, foi preso nesta quarta-feira (9), acusado de ameaçar uma pessoa envolvida nas investigações sobre o desvio de dinheiro de uma rede de farmácias em São Luís.

Segundo informações do delegado Marcone Matos, titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), as investigações sobre o desvio de dinheiro estavam em andamento, e Marcus já havia sido chamado para depor, por ser suspeito de envolvimento no caso, mas aguardava a conclusão das investigações em liberdade.

No entanto, no decorrer do processo, Marcus Vinícius começou a ameaçar uma outra pessoa investigada no inquérito, tentando coagir o suspeito a mudar seu depoimento. Por isso, a Polícia Civil pediu à Justiça a expedição de um mandado de prisão preventiva contra Marcus. O pedido foi acatado, e Marcus Vinícius acabou sendo preso e encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, para não atrapalhar as investigações.

“Ele já tinha sido ouvido na delegacia, bem como o outro indiciado. Mas, no decorrer do inquérito policial, ele começou a ameaçar o outro suspeito, e isso começou a prejudicar o andamento do inquérito. Em razão disso, começamos a coletar as provas da ameaça e representamos pela prisão dele, que foi concedida pelo Poder Judiciário. Agora ele vai ter que explicar essas ameaças, porque o inquérito policial tem que correr de maneira célere, mas também dando a oportunidade para a outra parte” , explicou o delegado.

Ainda segundo Marcone Matos, o primeiro suspeito de envolvimento no desvio, que não teve a identidade revelada, declarou ter participação no crime e até explicou como funcionava o esquema. Já Marcus Vinícius, negou qualquer tipo de envolvimento no caso. “Ele negou ter participação, mas começou a ameaçar o outro indiciado. Se ele não tem nenhum envolvimento, será absolvido, mas não pode de forma alguma tentar prejudicar o inquérito policial. Então, a prisão dele não é, em princípio, por causa do desfalque na empresa, mas por causa das ameaças contra o outro suspeito. Marcus Vinícius foi preso para que se mantenha a ordem pública” , informou o delegado.

Sobre o esquema

As investigações apontam que funcionários da rede de farmácia conseguiam a senha da gerente e cancelavam as compras em dinheiro. Desse modo, o cliente levava os produtos, já que pagava por eles, mas o dinheiro ficava em poder dos funcionários, já que no sistema da farmácia constava que a compra havia sido cancelada.

“A empresa pensava que o objeto ainda estava na farmácia, mas o cliente já havia levado. Assim, durante um dia de trabalho, eles (os criminosos) conseguiam em torno de R$ 400 cada um, totalizando mais de R$ 700 desviados por dia. As investigações apontam que os desvios totalizaram cerca de R$ 48 mil, e o crime só foi descoberto após a empresa passar por uma auditoria. Agora, o inquérito vai continuar, pois faltam algumas coisas a serem levantadas” , declarou Marcone Matos.

Do Imirante.com


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.