Crime

Família de pedreiro morto por PMs prova inocência; veja

José de Ribamar tem comprovante que nunca teve problemas judiciais.

O pedreiro assassinado por PMs

O pedreiro assassinado por PMs

A família do pedreiro morto por policiais, no início da semana, tenta provar que ele era inocente. José de Ribamar andava com comprovante de que nunca teve problemas com a Justiça. Segundo os parentes, ele tinha dinheiro e estava de tanque cheio, o que desmentiria a versão da polícia de que ele abasteceu o carro e saiu sem pagar.

Depois da divulgação das imagens na internet, o comando da PM se calou. Os policiais alegaram legítima defesa para atirar no pedreiro. Disseram que ele colocou dez reais de combustível e saiu sem pagar. No momento da abordagem, segundo a polícia, ele estava armado e reagiu.

Família do pedreiro mostra varios certificados de boa conduta. Tanque de combustivel estava cheio

Família do pedreiro mostra varios certificados de boa conduta. Tanque de combustivel estava cheio

As imagens mostram o contrário. A vítima não saiu do carro. O policial dispara por duas vezes em direção ao pedreiro. Mesmo ferido, ainda é arrastado até a viatura, um deles chega a chutar o braço da vítima.

A Secretaria de Segurança informou que os quatro policiais envolvidos no caso foram afastados do serviço nas ruas e vão responder a três procedimentos: um inquérito policial militar, um inquérito criminal e um administrativo.

Do Imirante


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Mãe entrega filho acusado de ser hacker

Outro menor foi detido pela Polícia Militar na tarde de ontem sábado (5), em Uberlândia, suspeito de envolvimento na quadrilha que rouba cartões de crédito e clona os dados para realizar compras pela internet. Segundo a PM, a mãe do garoto de 16 anos entregou o filho à polícia.

No início da tarde um adolescente de 15 anos já havia sido apreendido na própria residência, no bairro Martins, por policiais da 92ª Companhia de Polícia Militar.

Segundo o soldado, Marcos Alexandre, durante investigação a PM descobriu o endereço do menor de 16 anos e foi até o local. Em conversa com familiares, a mãe do garoto decidiu entregar o filho à PM a fim de resolver a situação.

“Ele ficava muito na internet, mas eu não suspeitava. Fica o alerta para que os pais sejam atentos aos que os filhos fazem na internet”, argumentou. O menor de 16 anos informou para a polícia que começou a acessar o sistema há uma semana.

A PM suspeita que a quadrilha seja composta por outras pessoas e continua realizando buscas para encontrar outros envolvidos. A vítima, a comerciante Sandra Aparecida Cassiano, comentou que ficou supresa. “Tenho um filho da mesma idade desses garotos”, disse. Até agora ela calcula que o prejuízo gire em torno de R$ 4 mil.

Com informações do G1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Polícia-marginal…

Blog do Marco D’Éça

A execução do homem que tentou fraudar uma compra de combustível é mais uma ação da polícia-bandida maranhense.

Foi execução por que os policiais não quiseram saber de diálogo – talvez até irritados pelo fato de o homem ter batido em uma de suas motos.

Nestes casos, eles não pensam duas vezes: matam!

Este blog não cansa de denunciar estes criminosos, que são muitos na estrutura das polícias – Civil e Militar – e usam a farda e o distintivo para cometer crimes.

É claro que há os bons policiais nas duas corporações. Infelizmente, os dados levam a crer que ainda são poucos.

Muitos querem mesmo é se utilizar da corporação para cometer crimes.

A ameça ao traficante do Morro Zé Bombom é um exemplo disto. Só outros marginais poderiam fazer isso. O troco dado ao policial civil, mês passado, na Cohama, é outro exemplo de acerto de contas.

Sem falar no delegado espancador, nos policiais que extorquiram um casal na Cidade Operária e muitos outros, Maranhão a dentro.

Aliás, há suspeita de que um dos agentes de trânsito flagrados recebendo propina há dois meses seja também policial militar exercendo dupla função.

Boa parte daqueles que são pagos para proteger o cidadão se utilizam disto para roubar, extorquir, chantagear, achacar, traficar, espancar e matar, sem escrúpulo algum.

Lamentável para o Maranhão…


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Advogada é presa ao tentar subornar delegado; veja o vídeo

Delegado dá voz de prisão a advogada

Delegado dá voz de prisão a advogada

Uma advogada foi flagrada, com uma câmera escondida, tentando subornar um delegado do distrito policial da Bahia.

Em conversa com o delegado, a advogada assumiu ter cometido o crime de falsidade ideológica em montar um Registro Geral (RG) falso com sua foto em um documento que não a pertencia.

Na filmagem, mostra o momento em que a advogada comenta e entra em detalhes como foi montado o falso RG e pergunta para o delegado, “o que pode fazer para que eu não responda pelo ato e queria acertar por aqui mesmo?”, disse a advogada.

O pior: ela chega a pegar dinheiro em uma bolsa com uma pessoa que está ao lado acompanhando-a e oferece ao delegado.

“Aqui tem uns R$ 1.400”. O delegado espera ela terminar a tentativa de suborno e dá voz de prisão pelos crimes de falsidade ideológica e tentativa de suborno. Veja abaixo as imagens surpreendentes:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Sistema de saúde da cidade de Matões é caótica

Blog do Décio

Medicamentos foram enterrados

Medicamentos foram enterrados

Na semana passada foi denunciado a descoberta de um cemitério clandestino de remédios em Matões, administrada pela mãe do deputado imberbe Rubens Pereira Júnior (PCdoB), Suely Pereira (PSB). A população desconfia que os remédios eram comprados com o prazo de validade perto de vencer porque eram mais baratos e por isso tinham de ser logo descartados. Na terça-feira, o ex-deputado e prefeito de fato da cidade, Rubens Pereira, pai do deputado comunista, foi à Câmara se explicar. Sem ter o que dizer, ele culpou a direção da Vigilância Sanitária do município. Disse que a prefeitura abriu um procedimento interno para apurar o caso. Veja a reportagem do jornalista Ricardo Rodrigues, da Band Caxias:

Enquanto a Prefeitura de Matões joga milhares de remédios no lixo, moradores penam para conseguir uma internação nos hospitais municipais. Tem morador tentando há dois anos realizar um simples exame. As pessoas dormem na porta das unidades. Enquanto fazia a reportagem abaixo, Ricardo Rodrigues passou a ser intimidado por homens ligados à prefeita Suely Pereira. O jornalista só pôde deixar Matões escoltado pela polícia. É assim que agem os “comunistas” e “socialistas” de Matões. Clique e veja a barbaridade em Matões:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Justiça decreta prisão de jovens acusados de estupro

Foi decretado pela Justiça do Maranhão a prisão preventiva dos acusados de estuprar a jovem de apenas 15 anos que saia do Colégio Paulo VI, no bairro Cidade Operária em São Luís.

Segundo informações, a Polícia Civil já está na busca para prender os acusados de cometer o crime de abuso sexual contra a menor.

Os participantes do ato criminoso residem no bairro Ipem São Cristóvão, um dos jovens é conhecido por Tayrone.

Entenda o Caso

A família da jovem de 15 anos estudante da 6ª Série do Colégio Paulo VI, na Cidade Operária, denunciaram na Delegacia Especial da Cidade Operária (Decop), e ao Ministério Público após a estudante ser estuprada.

O estupro foi filmado e divulgado na internet por três jovens que são os mesmos acusados de cometer o crime.

Segundo relatos, o ato sexual ocorreu no dia 4 de setembro. A jovem abusada detalhou que foi sequestrada na porta da escola Paulo 6º, levada para casa de um dos jovens conhecido por Tayrone. Após ingerir bebida alcoólica, a de menor ficou inconsciente e foi estuprada por três rapazes.

A  menor de idade  foi abordada na porta da escola e levada em Corsa Classic, que segundo informações é de propriedade de Tayrone, morador do bairro Ipem São Cristóvão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Jovens acusados de estupro em São Luís são denunciados

A família da jovem de 15 anos estudante da 6ª Série do Colégio Paulo VI, na Cidade Operária, denunciaram na Delegacia Especial da Cidade Operária (Decop), e ao Ministério Público após a estudante ser estuprada.

O estupro foi filmado e divulgado na internet por três jovens que são os mesmos acusados de cometer o crime.

Segundo relatos, o ato sexual ocorreu no dia 4 de setembro. A jovem abusada detalhou que foi sequestrada na porta da escola Paulo 6º, levada para casa de um dos jovens conhecido por Tayrone. Após ingerir bebida alcoólica, a de menor ficou inconsciente e foi estuprada por três rapazes.

A  menor de idade  foi abordada na porta da escola e levada em Corsa Classic, que segundo informações é de propriedade de Tayrone, morador do bairro Ipem São Cristóvão.

Agora é aguardar o desenrolar de mais um dos casos violentos de estrupo cometido em São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Quadrilha de agiotas é presa no Rio de Janeiro

Líder da quadilha de agiotas

Líder da quadilha de agiotas

A Polícia Civil, revelou, nesta sexta-feira (28), que a quadrilha de agiotagem desarticulada na quinta-feira (27) durante a Operação Shylock controlava cerca de 60 escritórios no estado do Rio e ainda em Juiz de Fora, Minas Gerais. O grupo agia não só na Baixada Fluminense e na Região Metropolitana, mas também na Zona Sul do Rio – nos bairros do Flamengo e da Gávea – e ainda na Região dos Lagos, em municípios como Cabo Frio e Rio das Ostras.

Outro integrante da quadrilha criminosa de agiotas

Outro integrante da quadrilha criminosa de agiotas

“Nesse momento, surpreende não a quantia financeira, mas sim a quantidade de escritórios, os braços da quadrilha, praticamente por todo o estado. Nós chegamos à conclusão que seriam em torno de 60 escritórios”, afirmou o delegado-adjunto da 19ª DP (Tijuca), Leonardo Marchet.

Dinheiro escondido embaixo de colchão

Quinze suspeitos foram presos. Na quinta-feira (27), a polícia tinha a informação de que eram 15 salas e que elas lucravam cerca de R$ 1 milhão por mês. Segundo a polícia, na casa do homem apontado como chefe da quadrilha foram encontrados R$ 1 milhão em espécie, embaixo de um colchão.

Com o fim da operação e os novos escritórios descobertos, a polícia ainda calcula o valor que era arrecadado por mês. Milhares de pessoas foram prejudicadas. Segundo o delegado, está era a maior quadrilha de agiotas do estado.

“Certamente, ao final da operação podemos afirmar que é a principal quadrilha de agiotas do estado do Rio. Ela já estava ultrapassando os limites do estado, chegando a Juiz de Fora”, afirmou Leonardo Marchet.

Do G1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Governador do Piauí pede que PF investigue caso Fernanda Lages

Fernanda Lages

Fernanda Lages

O governador do Piauí, Wilson Nunes Martins, pediu ao Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que a morte da estudante de direito Fernanda Lages Veras, 19 anos, seja investigada pela Polícia Federal (PF). O pedido foi feito durante encontro realizado nesta quarta-feira (26). A jovem foi encontrada morta no prédio da nova sede do Ministério Público Federal (MPF), em Teresina.

De acordo com o Ministério da Justiça, o pedido do governador foi aceito pelo ministro, que encaminhou o caso para a PF. A corporação deve requerer informações sobre a morte em breve.

No documento, Martins pede que policiais federais analisem o inquerito instaurado pela Polícia Civil para apurar o caso. No pedido, o governador alegou que o caso vem causando grande comoção em todo o estado, ganhando repercussões em redes sociais e na imprensa.

O governador ainda citou o empenho da polícia estadual em esclarecer o ocorrido, mas que as conclusões do inquérito Policial vêm sendo colocadas sob suspeição por integrantes do Ministerio Público Estadual (MPE). “Em verdade, desde o inicio das investigações as opiniões dos promotores vêm questionando os procedimentos adotados pala Polícia Judiciária, divergindo das conclusões e providências técnicas adotadas, acarretando desgastes entre as instituições”, disse Martins no pedido encaminhado ao ministro.

Do G1


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.