Geral

Crianças que atrasam dois minutos são barradas em porta de escola

Uma medida adotada pelo colégio Sesi/Anna Adelaide Bello está revoltando pais de alunos. Por atrasos de apenas dois minutos, crianças do ensino fundamental estão sendo impedidas de assistirem às aulas. A Unidade de Ensino, localizada no bairro Alemanha, é vinculada ao sistema da Federação das Indústrias do Maranhão (Fiema).

Escola Sesi.

Escola Sesi.

Mãe de aluno na escola, a jornalista Conceição Castro publicou um desabafo em seu perfil na rede social Facebook, na tarde de ontem (26), depois do filho ser impedido de assistir aula. Segundo a mãe, a criança de 12 anos chegou ao local de estudo em sua companhia e ainda entrou no pátio, mas não pôde seguir para a sala de aula. Ainda segunda ela, não teria sido a primeira ocorrência da escola em barrar o aluno. O fato também vem se repetindo com outros estudantes desde o retorno às aulas após as férias de julho.

“Atenção Promotoria da Educação! Colégio Sesi está impedindo alunos que chegam com minutos de atraso de assistirem às aulas. Nesta segunda-feira (21), devido a lentidão no trânsito na Avenida dos Franceses, acabei me atrasando cinco minutos. Ele ainda adentrou ao pátio, mas a escola foi implacável e o barrou, impedindo a sua participação não apenas na primeira aula, mas em todas as atividades do dia, inclusive a realização de uma prova bimestral”, denunciou a jornalista.

Ainda conforme a publicação, a intransigência e o desrespeito da direção do Sesi seriam tamanhos que, nem mesmo acompanhado de algum familiar ou responsável, os alunos têm a permissão para entrar em sala de aula se não chegarem religiosamente dentro do horário fixado.

A Promotoria da Educação deve se manifestar e evitar que a escola continue com uma conduta que afeta diretamente náo só uma, mas várias crianças.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.