Maranhão

Em Bacuri, falta de gestão pública afeta apenas os pobres e oprimidos

Baldoino e Nixon: antes amigos e agora inimigos.

Baldoino e Nixon: antes amigos e agora inimigos.

O vice-prefeito de Bacuri Richard Nixon (PMDB), deixou um legado crítico para população. Ele assumiu pelo menos dois vezes o executivo municipal. Não muito diferente dessa realidade é a gestão do prefeito José Baldoino.

Com Nixon no poder, a população correu o risco de adoecer se precisasse de medicamentos fornecidos pela prefeitura.

Todos os lotes de medicamentos estavam vencidos.

Todos os lotes de medicamentos estavam vencidos.

R$ 125.483,60 (cento e cinco mil, quatrocentos e oitenta e três e sessenta centavos), foram pagos em processo de licitação com empresa J.J.R Viana, que forneceu os medicamentos vencidos. Além destes também foi adquirido material hospitalar, de acordo com a dispensa de licitação publicada no Diário Oficial.

A vigilância começou a fazer o descarte de medicamentos na cidade e os postos de saúde ficaram completamente desabastecidos de material para trabalhar. O que de fato pode agravar os problemas no município.

Baldino, prefeito de fato e direito, sequer possui entendimento e gestão pública. E isso é algo que afeta não somente Bacuri, mas vários municípios do Maranhão, que possuem prefeitos leigos em gestão.

E quem paga de uma forma ou de outra são os pobres e oprimidos.

Crianças vítimas de uma péssima gestão.

Crianças vítimas de uma péssima gestão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

Vice-prefeito de Bacuri é absolvido em decisão ‘relâmpago’ por desembargador Lourival Serejo

Do blog Luís Pablo

Desembargador Lourival Serejo

Desembargador Lourival Serejo

O desembargador Lourival de Jesus Serejo Sousa (vice-presidente e corregedor do TRE-MA) poderá enfrentar uma grave denúncia no Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Serejo concedeu uma decisão ‘relâmpago’ e cheia de suspeita em favor do vice-prefeito de Bacuri, Richard Nixon dos Santos (PMDB), que foi preso pela polícia por vender notas ‘frias’ a prefeituras maranhenses envolvidas com agiotas. Nixon passou a ocupar o cargo do prefeito Baldoino Nery.

A decisão de 15 laudas do magistrado em colocar o vice no cargo de prefeito levou apenas o tempo de 1h e 11min. Como pode?!

Mas o mais grave não é isso. É que o Blog do Luis Pablo apurou e descobriu que quando o processo subiu concluso (chegou no gabinete do desembargador no Tribunal de Justiça) e quando saiu a decisão, Lourival Serejo estava presente na sessão do Tribunal Regional Eleitoral.

Como pode?! O desembargador desafiou a lei da física, ou então é um The Flash – o homem mais rápido do mundo que é personagem de uma série da TV americana.

Lourival Serejo terá que explicar como estava em dois lugares ao mesmo tempo. Do contrário, cairá a forte suspeita de que a decisão já estava pronta, sem ele ter lido o processo, para apenas assinar uma liminar em favor de uma pessoa acusada de sagrar os cofres públicos.

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Aliados de vice tentam levar documentos da Prefeitura de Bacuri

A política em Bacuri, interior do Maranhão, tornou-se emaranhado em todos os aspectos perante o olhar observador da sociedade. E isso é decorrente a uma séria de escândalos envolvendo o prefeito José Baldoino da Silva Nery (PP), e vice-prefeito, Richard Nixon Monteiro dos Santos.

O retornar de Baldoino ao cargo, após decisão do juiz Marco Aurélio Barrêto Marques, gerou uma tentativa de subtraírem dezenas de documentos na carroceria de um veiculo, conforme mostra o vídeo acima.

A iniciativa de tentarem levar a farda documentação partiu de aliados do vice-prefeito, que passou dois meses comandando o Executivo Municipal. Houve um principio de confusão, mas foi controlado pela turma do deixa disso.

Nixon, que chegou a ser preso no mês passado envolvido com uma organização criminosa (Orcrim), tenta articular no Tribunal para derrubar o decisão do magistrado que mandou, inclusive, desbloquear os bens e contas bancarias.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.