Poder

Vereadores denunciam prefeito de Porto Franco à Promotoria por tentativa de suborno

Os vereadores de Porto Franco, Nalva Veras, Rubens Sá e Felipe Aguiar denunciaram o prefeito Nelson Horácio ao Ministério Público por tentativa de suborno.

Na denúncia, os parlamentares afirmam que o gestor tentou cooptá-los com intuito de manter a maioria na Câmara dos Vereadores, para que todos atuassem em prol dele.

Nalva, Rubens e Felipe chegaram a gravar o prefeito durante uma reunião, na ocasião ele tenta suborná-los. O Blog publicou com exclusividade trechos do áudio (reveja).

Veja abaixo os depoimentos dos parlamentares:

IMG-20170614-WA0067

IMG-20170614-WA0073

IMG-20170614-WA0074

IMG-20170614-WA0075

IMG-20170614-WA0076

IMG-20170614-WA0077

IMG-20170614-WA0078

IMG-20170614-WA0079

IMG-20170614-WA0080

IMG-20170614-WA0081

IMG-20170614-WA0082

IMG-20170614-WA0087

IMG-20170614-WA0088

IMG-20170614-WA0089

IMG-20170614-WA0090

IMG-20170614-WA0091


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeito de Porto Franco é gravado tentando comprar vereadores

DSC00406

O prefeito de Porto Franco, Nelson Horácio, foi gravado durante um encontro com vereadores, realizado na cidade de Imperatriz.

O Blog do Neto Ferreira teve acesso, com exclusividade, ao áudio que durou 58 minutos e 11 segundos. Na reunião, dialogam os vereadores Nalva Veras, Rubens Sá, Felipe Aguiar (oposição), Elias Pastinha, Semeão Sobral Vilela, e Gedeon Gonçalves, o Amigão (governo), e o prefeito Nelson, acerca de repasses que seriam feitos pelo gestor para que os parlamentares atuassem em prol da Prefeitura.

Em trechos da gravação, Nelson questiona a Nalva, Rubens e Felipe quais são as “demandas” que terão que ser resolvidas e oferece dinheiro a eles.

Leia o diálogo:

“Bota aí oh”, ordena Nelson ao falar sobre as “demandas” e o vereador Semeão questiona: as reivindicações? E o prefeito responde: “bota aí, fica conversando de mais. Reivindicações aí do governo.”

Em outro trecho, o vereador Elias Pastinha fala: “vou dizer uma coisa bem aqui, assim aí é interessante”; o prefeito pede: “vamos resumir, vamos falar no valor mensal.” E o Amigão confirma: “isso”.

Em seguida, todos os vereadores colocam as suas reivindicações para Nelson.

Logo após, o gestor fala: “esse aqui já disse que prefere combustível, às vezes tu prefere outra coisa, o Semeão tem as demandas dele. QUAL VALOR MENSAL?”. E continua: “não, eu tô falando sério pô, diga aí, nós não estamos fazendo nada de coisa errada não, isso aqui é a demanda que vocês vão precisar”.

O parlamentar Felipe entrega o papel com o valor combinado no valor de R$ 3.000 mil ao prefeito. Ao olhar o que estava escrito o papel, Nelson se assusta com o valor que constava: “égua dois mil (em tom de brincadeira, como que pedindo pra baixar o valor )”

A vereadora Nalva sorriu e Semeão afirmou que teriam que negociar. “tá querendo 3 mil por mês, aí vamos negociar”

Em outro trecho da conversa, Elias Pastinha pergunta sobre o vereador Rubens de Sá, querendo saber quanto o parlamentar iria pedir.

O prefeito volta a perguntar:” E aí? Quero saber se isso ai é a posição de todo mundo? Num olha olha pra mim não, tá olhando pra mim

Semeão confirma que para ele está bom o valor dado pelo prefeito: “tá bom de mais eu nunca ganhei esse tanto na vida!” E Nelson questiona novamente: “sim e AÍ? isso aí não? (Inaudível) deixa eu botar o celular bem aqui.”

E o Amigão pergunta “e o dela cadê?”, se referindo à vereadora Nalva.

A íntegra do áudio será divulgada na próxima matéria. Aguardem!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Motorista é preso por embriaguez ao volante em Porto Franco

IMG-20170601-WA0050

Na manhã desta quinta-feira (1), uma equipe PRF da Unidade Operacional de Porto Franco abordou no km 156 da BR 010, um automóvel com o condutor apresentando visíveis sinais e sintomas de embriaguez.

Os policiais realizaram o teste do etilômetro (bafômetro) que apresentou o resultado de 1.40 mg/l, o que consta embriaguez.

O motorista foi autuado por embriaguez ao volante e os PRFs lavraram o Boletim de Ocorrência Policial (BOP) e encaminharam o condutor à delegacia de Polícia Civil da cidade de Porto Franco.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ex-prefeito de Porto Franco é preso em flagrante

f13d6cea-26bc-4e93-a6f2-1d6360478717

O ex-prefeito de Porto Franco, Aderson Marinho Filho (Adersinho), foi preso em flagrante delito, nesta sexta-feira (26), durante a operação Supressão, deflagrada pela Polícia Civil. O objetivo da ação foi apreender documentos e arquivos pertencentes à Prefeitura de Porto Franco.

Além dele, foram detidos, Raimundo Barros Moreira Santos (Raimundo Bió) – ex-Diretor da Fapap; Valderice da Mota Neves – ex-secretária de Administração; Vaner Marinho – ex-secretário de Finanças e irmão do ex-prefeito; Vânia Marinho – ex-secretária de Saúde e cunhada do ex-prefeito.

Segundo a polícia, foram cumpridos 6 mandados de busca e apreensão domiciliar, dos quais 5 cumpridos na cidade de Porto Franco e 1 na cidade de Imperatriz.

Após cumprimento do mandado foram localizados diversos documentos pertencentes à Prefeitura de Porto Franco na residências de Aderson Marinho, de Vânia Maria Mota, Vaner da Mota Marinho, Valderice da Mota Neves, Raimundo Barros Moreira.

Pelo crime de supressão de Documento Público, tipificado no art. 305 do CPB, todos foram presos em flagrante delito.

Veja aqui o auto de prisão Aderson Marinho


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeitura de Porto Franco vai gastar R$ 698 mil em pães

R$ 698.441.,55 mil. Esse é o valor exato que a Prefeitura de Porto Franco vai pagar em pães.

A fornecedora do produto é a C.S. Firmo-ME, que fica localizada no referido município. Os pães serão entregues nas Secretarias de Educação, Administração, Assistência Social e Saúde.

Para fornecer pães para a Semed, a empresa receberá R$ 499.541,55 (Quatrocentos e noventa e nove mil, quinhentos e quarenta e um reais e cinquenta e cinco centavos). Já para a Semad, o valor pago é de R$ 12.840,00 (Doze mil, oitocentos e quarenta reais).

E para a pasta de Assistência Social, o montante pago é de R$ 142.390,00 (Cento e quarenta e dois mil, trezentos e noventa reais), e para a Semus, R$ 43.670,00 (Quarenta e três mil, seiscentos e setenta reais).

porto franco 6

porto franco 7


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Empresas de locação ganham mais 2 contratos de R$ 1,9 milhão em Porto Franco

IMG-20170315-WA0041-1

Sede da Loc Eco em Pastos Bons.

As empresas Loc Eco, localizada em Pastos Bons, e Global Comércio, situada em Imperatriz, vão faturar alto na Prefeitura de Porto Franco.

Segundo o Diário Oficial, as locadoras ganharam contratos de R$ 1.972.842,30 milhão para alugar veículos para o transporte escolar de alunos da Rede Municipal de Ensino.

A Loc Eco vai receber R$ 925.322,30 (Novecentos e vinte e cinco mil trezentos e vinte e dois reais e trinta centavos) e a Global, que pertence à Anderson Lobão da Silva e Ana Caroline Cardoso Lobão, vai lucrar R$ 1.047.520,00 (Hum milhão e quarenta e sete mil e quinhentos e vinte reais).

Essa não é primeira vez que as empresas ganham contratos milionários em Porto Franco.

Além desse, a Loc Eco, cuja a identidade do proprietário não foi divulgada pela Receita Federal, já faturou 2 acordos contratuais que, se somados, chegam a R$ 4.038.698,97 mil (saiba mais)

A Global Comércio também já faturou um de R$ 345 mil.

porto franco

porto franco 1

porto franco 2

porto franco 3


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Construtora fatura contrato de R$ 1,4 milhão em Porto Franco

A Construtora Campo Alegre, localizada em Governador Edison Lobão, deverá embolsar cifras milionárias em Porto Franco.

O motivo é o contrato firmado entre a Prefeitura e a empreiteira para executar serviços de operação TAPA BURACOS em Ruas e Avenidas de Porto Franco.

O valor pago pelo Executivo municipal a Campo Alegre é de R$ 1.427.095,25 (Um Milhão Quatro- centos e Vinte e Sete Mil Noventa e Cinco Reais e Vinte e Cinco Centavos).

A empresa pertence a Abraão Soares Santos Costa e Luana Santos Costa.

porto franco

porto franco 1

porto franco 2


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Léo Cunha vai à Sinfra em busca de melhorias para Porto Franco

WhatsApp Image 2017-03-29 at 11.21.54

O deputado estadual Léo Cunha (PSC) e o prefeito de Porto Franco, Nelson Horácio (PSD) se reuniram com o secretário de Infraestrutura Clayton Noleto na tarde de ontem (28) onde levaram importantes reivindicações para o município de quase 24 mil habitantes.

Entre as demandas, o parlamentar e o prefeito solicitaram que o Governo do Estado amplie as obras de recuperação e pavimentação de ruas e avenidas através do Programa Mais Asfalto. Também foi solicitado o envio de ambulância para a rede municipal de saúde. “Porto Franco é uma cidade em crescimento, o turismo é uma importante fonte de renda na região, por esses e muitos outros motivos a cidade merece mais desenvolvimento, viemos aqui solicitar ajuda do Governo para que beneficie a cidade com mais benfeitorias, é um clamor do povo”, ressaltou o parlamentar.

Também foi levado ao secretário Clayton o pedido de uma patrulha agrícola para o aumento da produção dos agricultores. Além de levar progresso a comunidades, a máquina também diminui o trabalho braçal. Também foi solicitada a distribuição do “kit feira” com equipamentos para os feirantes. O kit é composto por barracas, balanças, caixas plásticas, gaiolas, caixas de isopor, pallet, jalecos, bonés e camisas.

No final do encontro, o secretário Clayton afirmou que vai encaminhar todas as demandas e fazer um acompanhamento para que elas sejam prontamente atendidas e colocadas em prática. “No campo e na cidade, estamos trabalhando em busca dessas e de mais conquistas para Porto Franco”, afirmou o deputado Léo Cunha.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Empresas de locação de veículos faturam contratos de R$ 1,9 milhões em Porto Franco

As empresas Global Comércio Representações, Loc Eco, e a Ivel Veículos vão faturar cifras milionárias em Porto Franco.

Segundo o Diário Oficial do Maranhão, a Prefeitura firmou um contrato no valor de R$ 1.973.016,96 milhão com as referidas empresas. O acordo prevê locação de veículos para atender as demandas das Secretarias municipais.

A Global Comércio, localizada em Imperatriz, que tem como razão social G A COMÉRCIO E REPRESENTAÇÃO LTDA, e é de propriedade de Anderson Lobão da Silva e Ana Caroline Cardoso Lobão, vai lucrar R$ 345 mil com o contrato.

A Loc Eco, localizada em Pastos Bons, que tem como razão social M. DO CARMO COSTA – ME, vai lucrar R$ 826.632,00 mil. Além deste contrato, a empresa já faturou outro na Prefeitura de Porto Franco, no valor de R$ 3.212.066,97 (Três Milhões, Duzentos e Doze Reais, e Sessenta e Seis Reais, e Noventa e Sete Centavos), para locação de veículos pesados com fornecimento de mão de obra para execução dos serviços de limpeza pública.

Ao todo, a Loc Eco vai embolsar R$ 4.038.698,97 milhões no Executivo municipal.

Já a Ivel Veículos, de propriedade de Cayo César Franco Fonseca e Karine Carneiro Fonseca, também localizada em Imperatriz, vai faturar R$ 801.384,96 mil na Prefeitura de Porto Franco.
.

porto franco3

porto4

porto5

porto6

porto7

porto8


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Postos de combustíveis ganham contratos de R$ 3,1 milhões em Porto Franco

Os Autos Postos São Francisco e IM vão faturar cifras milionárias na Prefeitura de Porto Franco, em 2017.

Segundo o Diário Oficial do Maranhão, a gestão municipal firmou dois contratos com as empresas, que somados equivalem aos valor de R$ 3.127.700,00 milhões.

O acordo prevê o fornecimento de combustíveis para atender as necessidades das Secretarias municipais.

Ainda de acordo com o DOE-MA, o Auto Posto São Francisco, que tem como razão social Oliveira Combustível Ltda-ME e é de propriedade de Vanisia Maria Dias Oliveira, Cláudia Dias Oliveira e José Hélio Dias Oliveira, vai lucrar cerca de R$ 1.300.000,00 milhão com o abastecimento de veículos. A empresa fica localizada em Porto Franco.

E o Auto Posto IM, que tem como razão social Itamar Martins Macedo-ME, ficou com o contrato com o valor mais alto e vai faturar R$ 1.827.700 milhão.

Um ponto questionável a respeito da empresa é que ela não fica situada em Porto Franco, mas sim no município de Estreito. Isso quer dizer que os veículos da Prefeitura terão que se deslocar até a cidade para abastecer os carros?

Diante de tais informações, o Ministério Público terá que apurar tais acordos contratuais.

porto franco2

porto1

porto2

porto3


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.