Crime

Condenados quatro PMs por assassinato em São Luís

O 2º Tribunal Popular do Júri de São Luís condenou a 30 anos de reclusão o policial militar reformado do Estado do Maranhão, Ivaldo Freire Coelho, pelo assassinato de Erinaldo Almeida Cunha, conhecido como “Doidinho”. O jovem foi executado com quatro tiros de revólver, no bairro Vila Embratel. Na época, o policial era da ativa, estava de folga no dia do crime e na companhia de outros militares. Ele deverá cumprir a pena em regime fechado, no Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

Por homicídio culposo, culpa por negligência, já que não foram capazes de impedir que a vítima fosse executada, também foram condenados os policiais Josuel Inácio Diniz Sá, José Paulo Vieira Neto e Edvaldo Pereira da Silva. As penas, fixadas em aproximadamente um ano e três detenção, deverão ser cumpridas em regime aberto e cabe apelação da decisão em liberdade. Inicialmente eles foram levados a júri popular junto com Ivaldo Freire, mas o Conselho de Sentença afirmou que os réus não quiseram o resultado da morte, nem assumiram o risco de produzi-lo, transferindo para o juiz a competência de julgá-los.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.