Política

Prefeito de Poção de Pedras comete na campanha “prostituição política”

O prefeito de Poção de Pedras, Augusto Inácio Pinheiro Júnior, o Júnior Cascaria (PRB), não é radical, mas é um político metido a esperto, a exemplo do jogo torpe de infidelidade e incoerência ideológica de quem será seu único representante na Assembleia Legislativa do Maranhão.

Cascarias que, diga-se de passagem, apoia três candidatos da base do governador Roseana Sarney para deputado estadual: Ana Mendonça, do PRB, Raimundo Louro e Camilo Figueiredo, ambos do PR. O titular do blog tentou contato telefônico com o prefeito, mas não conseguiu.

A esposa do prefeito Eunelio Mendonça, Ana Mendonça foi vítima da infidelidade do gestor. Raimundo Louro também foi deixado de escanteio, embora tenha destinado emenda para o município. Por ultimo, Júnior Cascarias teria enquadrado o vice-prefeito e vereadores para votar em Camilo Figueiredo.

De fato, a postura do prefeito de Poção de Pedras é classifica como prostituição política e, cada dia que passa, torna-se complicado entender a essência do politico maranhense.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Prefeito de Poção de Pedras demite “fantasmas” e compra briga com vereadores

Júnior Cascarias persegue funcionários em Poção de Pedras.

Júnior Cascarias persegue funcionários em Poção de Pedras.

O prefeito município de Poção de Pedras, “Júnior Cascarias” (PR), resolveu botar moral no terreiro: determinou a todos os secretários – grande maioria formada de tios, primos e sobrinhos – que elaborem uma relação dos funcionários que realmente estão trabalhando e colaborando com a administração municipal.

Os que realmente estiveram no exercício do trabalho diariamente serão poupados da “guilhotina”. Os que faltarem terão os dias descontados nos contra cheques. Foi detectado que existem funcionários efetivos do município, nomeados há mais de 11 anos, mas que nunca trabalharam e podem ser demitidos.

Com a determinação, o prefeito “Júnior Cascarias” comprou uma briga com a maioria dos vereadores, que certamente estão insatisfeitos, porque muitos “esquemas podres” que eles alimentavam caíram ou vão cair. O desfecho dessa guerra anunciada nem o velho “Pai Diassis de Obatalá” pode prever.

DESCONTO NO CONTRA-CHEQUE

O alerta foi dado por meio e uma nota emitida pela secretária de Educação de Poção de Pedras, Ângela Galvão, em resposta a críticas de alguns setores da imprensa, acerca de sua atuação na pasta. Na nota, Ângela Galvão deixa claro que o prefeito que acabar com “círculo vicioso” que dominava a administração municipal.

A nota diz que “o professor que se mantiver ausente de suas escolas terá o ponto cortado, registradas as faltas e debitada em seus contra cheques. Muitos professores que estão lotados nossas escolas nunca lecionaram em suas vidas. São professores concursados há mais de 11 anos, mas que não têm 50 minutos de aula dada em seu curriculum”.
De acordo com a nota, “esses professores fazem corpo duro para não trabalhar, correm atrás de advogados para encontrar uma forma ‘legal’ de tirá-los da sala de aula, mas não serão poupados e suas faltas serão informadas ao sistema, e podem causar prejuízos financeiros e de ordem trabalhista. A Promotoria foi informada da situação e uma sindicância está sendo instaurada”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeito imoral põe parentes como secretários de Poção de Pedras

Esbanjando imoralidade, o prefeito de Poção de Pedras, Júnior Cascarias (PRB), nomeou pelo menos quatro parentes como secretários municipais, em gesto carinhoso aos familiares.

Prefeito Júnior Cascarias.

Prefeito Júnior Cascarias.

Amigo e aliado do deputado estadual Raimundo Louro, Cascarias agraciou a esposa dele, Carla Cascarias, como secretária de Ação Social; o primo legítimo, Fabrício Pinheiro, ocupa a Secretaria de Finanças (a do dinheiro).

E mais: a sobrinha de Júnior Cascarias, Rahida Pinheiro, é a Chefe de Gabinete e o tio do gestor, Dr. Emilton Lins, é o secretário de Governo. Ou seja, está tudo em casa.

O Ministério Público deverá se posicionar a respeito do que não figura como nepotismo, mas sim uma farra de imoralidade da qual deveria ser coibido.

Júnior Cascarias que, diga-se de passagem, foi eleito após ludibriar a população de Poção de Pedras com o velho discurso de renovação, do qual acabou enterrando o ex-prefeito Gildásio Ângelo da Silva (PSDB).

Ao que parece, a única preocupação do prefeito foi em nomear a esposa, primo, sobrinha, tio, papagaio e periquito.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.