Política

Ex-presidente da Câmara de Bom Jesus das Selvas é denunciado por irregularidades

A apropriação de R$ 328.464,68 dos cofres da Câmara de Vereadores de Bom Jesus das Selvas pela ex-presidente do órgão, Luzimar Alcindo de Sousa, levou o Grupo de Promotores Itinerantes (GPI), do Ministério Público do Maranhão (MPMA), a oferecer, em 15 de junho, denúncia contra a ex-gestora, que administrou o órgão municipal no período de julho a dezembro de 2008.

A manifestação é fundamentada no Processo Administrativo nº 4639AD/2012, que trata da desaprovação, pelo Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA), da prestação de contas da Câmara, referente ao exercício financeiro de 2008.

SEM JUSTIFICATIVA

Segundo as apurações do MPMA, durante a gestão de Luzimar Sousa, os recursos destinados à Câmara de Vereadores de Bom Jesus das Selvas foram creditados, sendo apropriados “de forma deliberada e consciente” pela ex-presidente, sem que houvesse nenhuma justificação das respectivas despesas.

Na manifestação, os integrantes do GPI requerem que a ex-presidente seja condenada à pena de reclusão por período que pode variar entre dois a 12 anos, além do pagamento de multa.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Exploradora de menor é presa em Bom Jesus das Selvas

A Polícia Militar prendeu em flagrante delito, nesta última quarta-feira (22), Maia Gorete da Silva, 48 anos, suspeita de traficar drogas e explorar sexualmente uma menor de idade, no município de Bom Jesus das Selvas, a 460 quilômetros de distâncias da capital maranhense.

O delegado Regional de Açailândia, Vital Rodrigues de Carvalho, informou que, o Conselho Tutelar da cidade de Bom Jesus das Selvas recebeu denúncias anônimas sobre uma senhora que estaria explorando sexualmente uma adolescente de 16 anos, em sua residência, e então levou o caso até a delegacia daquela cidade, para que fossem tomadas as devidas providências.

Conforme explicou o delegado, além de exploradora de menor, a suspeita também trafica drogas. Foram apreendidas em sua casa, 11 cabeças de crack prontas para a venda e o consumo.

Maria estava em liberdade condicional, e na época foi presa por tráfico de drogas. Ela tinha a adolescente como um meio de sobrevivência, além das vendas dos entorpecentes, pois a colocava para fazer programas e ficava com todo o dinheiro que a mesma conseguia na noite” ressaltou o delegado Vital.

Maria Gorete foi autuada por tráfico de drogas e prostituição de menor. Ela foi encaminhada para delegacia de Bom Jesus das Selvas e ficará à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.