Poder

Ex-secretário de Paço do Lumiar é sequestrado

O ex-secretário da receita de Paço do Lumiar, Dr.Rocha, foi sequestrado na noite desta quinta-feira (20), quando estava na porta de casa, no loteamento Orquídea, no Tambaú.  Rocha, foi levado por cinco homens fortemente armados quando chegava em sua residência.

Empresário e político ele é proprietário do Comercial Alvorada, localizado no bairro onde mora.

De acordo com informações, ele foi libertado por volta de 1h no bairro do Parque Vitória, mas o carro foi levado pelos bandidos.

A polícia foi acionada mas ainda não localizou os assaltantes nem o veículo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Assessor da Assembleia é atrelado em esquema de desvios milionários

Uma empresa ligada a um assessor da Assembleia Legislativa e irmão da diretora de Comunicação Dulci Brito, que oferece serviços correspondentes a construção civil entre outras ramificações, tem sido alvo de favorecimentos por parte de associações que celebram convênios milionários com a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (Sedes), comandada pelo engenheiro Fernando Fialho.

De acordo com dados do Diário Oficial, a empresa SONORTEC (Sociedade Norte Técnica de Construções Ltda.) teve contrato de implantação do sistema de abastecimento de água no município de São Luís com dispensa de licitação. Em alguns contratos, a empresa é agraciada juntamente com a IM Construções e Serviços LTDA, de pertence a Zé Augusto.

Mas as irregularidades da empresa ligada a Arcelino Brito, o coronel, não param por aí. Contrariando as normas contratuais, a empresa além de não executar serviços na Raposa, teria feito a mesma coisa na periferia da capital.

Mesmo não constando o nome de Arcelino em documentações, ele se apresenta para classes política e empresarial como proprietário da marca SONORTEC, empresa localizada na estrada que dá acesso ao Araçagy.

O escândalo que envolve o assessor é tão grande que a diretora de uma associação afirmou ter assinado o convênio. Porém, não chegou a ver a cor dos R$ 3 milhões que seriam empregados em poços artesianos.

O envolvimento de um funcionário da Assembleia Legislativa no possível desvio de recursos do estado, deveria levar o presidente do Poder Legislativo, deputado Arnaldo Melo (PMDB), a se manifestar sobre tal fato. É claro, se necessário cobrar a exoneração do funcionário que permanece lotado no gabinete de um parlamentar.

Com a palavra Arnaldo Melo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Em São Benedito do Rio Preto, Fábio participa de inauguração de obras

Fábinho 03

O deputado Fábio Braga (PMDB) participou, no último final de semana, no município de São Benedito do Rio Preto, da inauguração de importantes obras públicas cobradas pela população e executadas por meio da prefeitura municipal, durante os primeiros cinco meses de administração do prefeito Maurício Fernandes (PMDB), que tem como lema: “Construindo um Novo Tempo”.

O parlamentar presenciou o prefeito entregar sete obras, beneficiando a população nas áreas de saúde, educação, segurança pública, inclusão social, além da melhoria na infra estrutura administrativa, com a inauguração da nova sede prefeitura, que estava fechada, sem condições de funcionamento e hoje abriga modernas e cômodas instalações, que possibilitarão uma melhor prestação de serviço aos sambeneditenses.

Foram inauguradas pelo prefeito Maurício Fernandes a Farmácia Básica, o Centro de Especialidades Médicas, o Quartel da Guarda Municipal, o Centro de Apoio a Cidadania, a Escola de Informática, a nova sede da Prefeitura de São Bendito do Rio Preto, a biblioteca e o cine teatro, que passaram por amplas reformas promovidas pela Secretaria Municipal de Obras.

Fábio Braga destacou que as inaugurações das importantes obras são apenas alguns dos avanços anunciados em campanha pelo prefeito Maurício Fernandes, que agora começam a tornar-se realidade para a população. “Depois de anos desacreditados, os sambeneditenses enfim se deparam com uma administração séria, com ações voltadas para o bem de sua comunidade”, afirmou.

REITEGRAÇÃO E PORTARIAS

Para Fábio Braga, houve por parte do governo municipal um reconhecimento aos funcionários que foram demitidos, por motivação política, e agora foram reintegradas pelo prefeito Maurício Fernandes. “Essa sem dúvida é uma atitude louvável. É um reconhecimento, mesmo que tardio, a essas pessoas e suas famílias. É um exemplo a ser seguido por todos os gestores”, disse.

Fábinho 02

Na avaliação do deputado Fábio Braga, outra significativa atitude do prefeito Maurício durante os primeiros cinco meses de administração, foi a entrega de portarias aos agentes de saúde do município de São Bendito do Rio Preto, uma antiga reivindicação da categoria, não atendida pelas gestões anteriores.

Também participaram das inaugurações o vice-prefeito, o presidente da Câmara Municipal, o vice-prefeito de Urbano Santos, representantes de entidades de classe e de vários povoados, funcionários públicos e populares de todos os municípios da região.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Roberto Costa repudia acusação de secretário de Holanda Júnior

O líder do Bloco Parlamentar pelo Maranhão, deputado Roberto Costa (PMDB), usou a tribuna da Assembleia Legislativa para parabenizar a atitude dos cidadãos que se manifestaram de forma ordeira em frente à Biblioteca Benedito Leite e que saíram em passeata para frente dos palácios dos Leões e La Ravardiere.

“Mais de 10 mil pessoas defendendo os interesses de toda a nossa população. Foi uma passeata organizada, muito ordeira, onde todo o sentimento que nascia dela era em função de dias melhores para todos os brasileiros, para todos os maranhenses e para todos os ludovicenses”, afirmou Costa.

Roberto Costa durante discurso na Assembleia.

Além de parabenizar, o parlamentar afirmou que foi possível perceber a participação de diversos setores da sociedade, inclusive da classe política organizada. Costa repudiou os atos de vandalismo e as acusações do secretário municipal de Comunicação, Márcio Jerry, em responsabilizar a juventude do PMDB por danos ao patrimônio público.

“Quero até repudiar a acusação que o secretário de Comunicação do município de São Luís, Márcio Jerry, nos coloca como responsáveis por atitudes de vandalismo. A passeata também foi formada por setores de todos os partidos políticos, como o pessoal da UJS (União da Juventude Socialista), que é o braço da juventude do PC do B; a turma do partido também do deputado Carlinhos Amorim; o pessoal do PPS assim como também o nosso partido PMDB, que tem uma força muito grande dentro do movimento estudantil. Por isso, eu repudio as declarações do seu Márcio Jerry quando nos acusa em relação aos ataques de vandalismo que houve contra a prefeitura. Agora eu não vou ser leviano em acusar aqui nem a juventude da UJS nem a juventude do PDT porque estavam lá, mas eu tenho certeza de que estavam em função do interesse maior do nosso país. Aqui também fica o meu repúdio aos atos de vandalismo contra o patrimônio público, que aconteceu tanto contra a Prefeitura de São Luís, quanto contra o Palácio dos Leões. Isso não é incentivado e nem admissível ”, afirmou Costa


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Empresa usada no esquema Fernando Fialho é encontrada após denúncia do blog

Deputados encontraram uma escola comunitária no lugar do Clube de Mães, durante a vistoria

Deputados encontraram uma escola comunitária no lugar do Clube de Mães, durante a vistoria

Após denúncia veiculada no Blog do Neto Ferreira com o titulo “Bomba! O “esquema” Fernando Fialho no governo do clã Sarney”, os deputados estaduais Rubens Pereira Jr (PCdoB), Othelino Neto (PPS), Bira do Pindaré (PT) e Marcelo Tavares (PSB) identificaram os convênios suspeitos, firmados pela Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (Sedes), que tem como titular Fernando Fialho. Desta vez, o “Clube de Mães Nossa Senhora das Graças”, na Ilhinha, que, na Verdade, trata-se de uma escola comunitária, constou como conveniado para execução de obras de poços artesianos e melhoramento de acessos, no valor de R$ 3.012.825,50 (mais de três milhões de reais), que teriam sido realizadas em comunidades de São Luís.

Os parlamentares vão denunciar mais esse caso à Assembleia Legislativa, ao Ministério Público e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). Os deputados estranharam o fato de uma escola comunitária da Ilhinha firmar convênios para construção de poços e melhoramento de acesso em comunidades de São Luís, já que esses não são objetos de uma instituição educacional.

A vistoria, solicitada pela Comissão de Administração Pública, Seguridade Social e Relações de Trabalho, presidida por Othelino Neto, fez, na manhã desta quinta-feira (20), uma busca pelo endereço do “Clube de Mães Nossa Senhora das Graças”, na Ilhinha. Os parlamentares encontraram na Rua 09, na verdade, uma escola comunitária, dirigida por Lúcia dos Santos, que confirmou a existência dos convênios, admitiu que a instituição foi usada para o desvio de finalidade, porém negou que qualquer parte desses recursos tenha ficado com a entidade.

“Representantes do governo do Estado disseram para a gente que algumas comunidades de São Luís estavam precisando de poços artesianos e de melhoramento de acesso, aí nós assinamos o convênio para ajudar, só para ajudar. Mas esses R$ 3 milhões não passaram por nós”, tentou explicar a diretora Lúcia dos Santos em meio a palavras desencontradas.

Os convênios com a escola comunitária ou creche foram firmados no dia 04 de julho de 2012 e têm como objetos “Projeto de Sistema Simplificado de Abastecimento D´Água e rede de Distribuição”, no valor de R$ 2.392.257,43, e “Melhoramento de caminho de acesso”, no valor de R$ 620.568,07. Os dois totalizam R$ 3.012.825,50 (mais de três milhões de reais).

Durante a visita à sede do “Clube de Mães Nossa Senhora das Graças”, e ao ser questionada a diretora sobre o paradeiro dos R$ 3 milhões à creche. Diante das respostas, percebe-se que a entidade teria sido usada como laranja por pessoas ligadas ao Governo do Estado para desvio de verba pública.

Os deputados foram, ainda, à sede da empresa Sornotec, localizada na estrada que dá acesso ao Araçagy e que recebeu o valor dos convênios para a execução das obras. Mas lá, não encontraram ninguém. Segundo os parlamentares, essa construtora é sempre escolhida nos convênios firmados entre a Sedes e as associações beneficiadas. Há a suspeita de que por ela já tenham passado, pelo menos, algo em torno de R$ 15 milhões.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Filho de deputado federal e ex-secretário de Castelo passam por “vexame” em Fortaleza

Constrangimento. Vexame. Mico. Foram essas as situações que um filho de deputado federal – ex-namorado de uma filha de vereador do DEM – juntamente com o colega, o ex-secretário municipal de São Luís passaram na madrugada desta quinta-feira (20).

A dupla que não pode avistar uma mulher feia ou bonita e sai bicando igual pinto, desta vez resolveram agir em outros aeres, horizontes ou estado. Conhecido pelas gringas que se hospedam no Rio Poty Hotel, o ex-secretário de João Castelo que teve de vender ao próprio sócio 50% que possuía em um cinema, foi com o filho de um parlamentar do PSDB assistir o jogo da Seleção Brasileira, em Fortaleza.

Até aí, tudo bem, tudo bacana, tudo legal. Ocorre, porém, após o jogo e várias tentativas de azarar a mulherada e nada, eles decidiram retornar ao Maranhão. Ao tentarem embarcar no voo das 5h, já instalados nas poltronas confortáveis da TAM, uma aeromoça foi obrigada a chamar pelo microfone o nome da dupla e pediu que se retirassem do avião.

O motivo do constrangimento: as passagens aéreas foram adquiridas mais barata e ilegalmente com hacker. É mole?


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Falso delegado é preso em Codó

Uma investigação coordenada pelo delegado regional de Codó, Rômulo Vasconcelos, culminou na prisão de um homem que se passava por delegado. De acordo com os autos, ele se apresentava nas residências como profissional da Polícia Judiciária e dizia que estava em diligências para apreender armas.

Edmilson Pereira dos Santos foi detido, nesta quinta-feira (20), na sua residência, localizada na Rua Bahia, nº 1245, bairro Codó Novo, em Codó. Segundo a polícia, ele teria apreendido, pelo menos, 14 armas de diversos calibres.

O delegado Rômulo Vasconcelos descobriu ainda que o suposto delegado movimentava um esquema de venda ilegal de armas. “O alvo preferido do suposto delegado eram as fazendas. Seu porte físico ajudava a intimidar as pessoas”, contou o titular da regional de Codó.

Durante uma revista na residência do suspeito não foi encontrada nenhuma arma, contudo ele delatou o paradeiro de dois rifles, sendo um calibre 20 e outro 32. As armas foram encontrados na cidade de Timbiras.

Em depoimento, ele disse, também, que teria revendido outras 12 armas para caminhoneiros. Algumas vítimas já compareceram à delegacia e fizeram o reconhecimento do suposto delegado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Justiça proíbe pagamentos e novas adesões ao Telexfree

A 2ª Vara Cível da Comarca de Rio Branco julgou procedente uma ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Acre, e suspendeu os pagamentos e a adesão de novos contratos à empresa de marketing multinível Telexfree até o julgamento final da ação principal, sob pena de multa diária de R$ 500 mil.
De acordo com o MPE, os donos da empresa são suspeitos de montar uma pirâmide financeira. A decisão foi divulgada no final da tarde desta terça-feira (18).

Nesta quarta-feira (19) a promotora de Defesa do Consumidor, Nicole Gonzalez, deu uma entrevista coletiva onde explicou o que levou o MPE a formalizar a denúncia. De acordo com ela, a Telexfree no Brasil estaria fazendo o recrutamento de investidores e criando um esquema de pirâmide sob o disfarce de marketing multinível.

“Existem empresas de marketing multinível já consolidadas no mercado como a Herbalife, Mary Kay e Tupperware. Elas trabalham com esse sistema, no caso da Telexfree o interesse não é vender os produtos, mas recrutar novas pessoas”, explica. Ela acredita que cerca de 70 mil pessoas possuem contratos com a Telexfree no Acre.

Nicole diz que o foco da Telexfree no Brasil não é a venda de produtos ou serviços, mas a adesão de novas pessoas para alimentar o sistema de pagamento. Ela argumenta que o suposto produto oferecido pela Telexfree, um software para realização de ligações pela internet, deve ser comprado em kits. (Do Globo.com).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Servidores do DNIT entram em greve a partir de terça-feira, 25

Sem resposta do governo sobre sua pauta de reivindicações, os servidores do DNIT decidiram em assembleias por iniciar greve a partir do dia 25 de junho por tempo indeterminado em todo o país. Há mais de cinco anos sem reajuste e não tento firmado acordo no ano passado, a categoria segue buscando uma proposta que atenda as demandas mais urgentes do setor. A categoria já não aguenta mais o jogo de empurra do governo que teima em apresentar uma proposta de 15,8% – divididos em três anos – que já foi recusada pela categoria em três ocasiões.

Os servidores entendem que a greve é um processo difícil e que traz transtornos a toda a sociedade, principalmente porque afetará de sobremaneira as obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que estão em execução, mas, os trabalhadores sabem também que esse foi o único caminho que o governo deixou para a categoria.

No Maranhão os servidores já estão ultimando os preparativos para paralisar a Superintendência e as quatro Unidades Locais do Órgão – Pedrinhas, Caxias, Imperatriz e Barão de Grajaú.

Magnovaldo Sodré, membro do Comando de Greve, reuniu-se ontem com os diretores do Sindsep/Ma para preparar a programação de atividades a serem desenvolvidas pelos participantes do movimento paredista. Ficou acertado que o sindicato irá levar o advogado para esclarecer entre outras coisas sobre o direito de greve e como aplicá-lo.

A greve no Dnit é uma realidade e é de responsabilidade do governo que forçou os trabalhadores a tomar essa decisão extrema frente ao conflito instalado. Os servidores seguem abertos ao diálogo e esperam que o governo tenha responsabilidade e apresente uma proposta capaz de dissolver os impasses e que o diálogo entre Planejamento, Transportes e Dnit traga êxitos nesse sentindo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

Justiça determina sequestro de bens do ex-prefeito de Pinheiro

O juiz da Comarca de Pinheiro, Anderson Sobral de Azevedo, determinou, através de medida liminar, o sequestro de bens do ex-prefeito de Pinheiro, José Arlindo Sousa [PSB]; do ex-secretário de Educação do município, José Ribamar Ribeiro Dias; do ex-gestor do Fundeb e compadre do ex-prefeito, Cezar Ronald de Jesus Salomão, e da empresa M de Jesus Ribeiro – ME.

A decisão, em caráter de liminar, resulta de Ação Cautelar de Sequestro ajuizada pelo município de Pinheiro contra o ex-gestor e aliados. Na decisão, Azevedo determina que seja efetuado o bloqueio, via penhora on line, da soma de R$ 375 mil reais do patrimônio individual de cada um e da empresa.

A Ação tramita na Comarca de Pinheiro desde o início do ano. Tem como base denúncia dando conta de transferência bancária, via Banco do Brasil, autorizada pelo ex-prefeito Zé Arlindo no dia 31 de dezembro de 2012, em favor da empresa M de Jesus Ribeiro, no valor de R$ 375 mil reais.

Detectada no incho deste ano, a transferência foi concretizada com o uso de senhas das contas do Município e do Fundeb pelo ex-secretário de Educação, Ribamar Dias, conhecido como Ribinha, e por Cezar Ronald.

A transferência, conforme dados da Ação Cautelar, teria sido feita à empresa M de Jesus Ribeiro para a cobertura de supostos serviços gráficos [impressos e outros]. Porém, depoimentos de servidores da Educação, colhidos pela Justiça, atestam que o referido material nunca chegou a ser entregue.

Dentre as provas constantes no processo, as mais fortes são os depoimentos prestados pelas servidoras Joycemara Correa Silva [coordenadora do Setor de Despesas e Patrimônio da secretaria de Educação], Raimunda de Araújo Furtado [responsável pelo almoxarifado] e pela atual secretária de Educação da Prefeitura de Pinheiro, Socorro Lima.

As três disseram desconhecer a existência no almoxarifado dos itens constantes na Nota Fiscal 0731, emitida pela empresa M de Jesus Ribeiro, datada de 28/12/12. Além disso, Joycemara Silva não reconheceu como sua assinatura aposta na Solicitação de Empenho Prévio n° 6433/12, constante no processo de pagamento da suposta despesa.

Ainda segundo o depoimento das servidoras, a partir de agosto de 2012, até o final do mandato de Zé Arlindo, material gráfico de nenhuma espécie deu entrada no almoxarifado da Educação. Alegaram, ainda, que o espaço físico do almoxarifado era insuficiente para receber a quantidade de impressos enumerada na nota.

Suspeita-se, que o verdadeiro motivo da transferência seriam pagamentos pendentes da campanha do ex-prefeito, que concorreu à reeleição em 2012, ou para uso pessoal dos réus e do grupo político liderado por Arlindo, utilizando-se da empresa como “laranja”.

Lembrando que o secretário Ribinha Dias foi alvo de notícias pouco abonadoras no início do ano. Em ação empreendida pela Justiça, foi apreendido na ocasião, em imóvel de propriedade do ex-secretário, vasto acervo documental da Prefeitura, processos de licitação inconclusos, notas fiscais, prestações de contas, dentre outros, referentes à administração de Zé Arlindo. O acervo vinha sendo manuseado por aliados do ex-prefeito, possivelmente com o objetivo de maquiar as contas do município e promover “limpeza de arquivos”.

Com base no sequestro dos bens, a Procuradoria do Município de Pinheiro já deu entrada em Ação de Improbidade Administrativa contra o ex-prefeito Zé Arlindo. Caso condenado, o ex-gestor pode engrossar o rol dos inelegíveis.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.