Crime

Preso homem que se passava por policial civil para extorquir comerciantes em São Luís

Nesta terça-feira (31), a Polícia Civil prendeu José Arnaldo Coelho Soares, integrante de uma quadrilha especializada em se passar por policiais civis para cometer crimes de extorsão, furtos e roubos a comerciantes da região metropolitana de São Luís.

Segundo informações policiais, José Arnaldo se dizia policial e apreendia máquinas caça-niqueis em diversos estabelecimentos, na ocasião ele aproveitava para extorquir os comerciantes. Além disso, destruíam as máquinas em busca de dinheiro. Certa vez, chegou a levar o dinheiro do aluguel de uma comerciante na BR-135.

Após a prisão, José foi encaminhado a Delegacia, e em seguida deverá ser recambiado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficará à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Estelionatário é preso com cartões e documentos falsos no Calhau, em São Luís

A Polícia Civil, através da Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico – SENARC, prendeu na segunda-feira (30), Angêlo Augusto de Oliveira Salviano, de 41 anos, suspeito de cometer crime de estelionato, em São Luís.

Com ele, foram apreendidas cédulas de identidade expedidas pela Secretaria de Segurança Pública, bem como lista de pessoas e demais informações referentes a CPF, PIS, e demais dados encontrados em anotações que seriam utilizadas na composição de cédulas para auferir vantagem ilícita, junto a Caixa Econômica Federal, além de equipamentos utilizados na confecção dos documentos, como: impressoras e notebook, e a quantia de R$ 637,00 em espécie.

A prisão ocorreu em virtude de denúncias anônimas que davam conta que Angelo estava armazenando e comercializando entorpecentes no bairro Calhau, bem como produzindo documentação falsa, utilizando dados de terceiros para receber benefícios referentes ao PIS/PASEP.

Os crimes estavam ocorrendo em seu aparatamento localizado no Residencial Grand Park, Parque Shalon.

Diante dos fatos, ele foi encaminhado à sede da SENARC onde foi autuado pela prática dos crimes de estelionato, falsificação de documento público e posse de substância entorpecente.

Ressalta-se que, o autuado já responde a processo criminal pelo crime de estelionato, no estado de Pernambuco. Após autuação em flagrante e expedição das comunicações legais e de praxe, Angêlo foi encaminhado ao Centro de Triagem de Pedrinhas, onde ficará à disposição da Justiça Federal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Dupla é presa após fazer 5 pessoas de reféns em assalto aos Correios de Santa Helena

Nesta segunda-feira (30), dois homens, que ainda não foram identificados, foram presos suspeitos de assaltarem a agência dos Correios em Santa Helena.

Segundo informações preliminares, os assaltantes fizeram clientes e funcionários de reféns. Mas os policiais fizeram o cerco e conseguiram libertar as vítimas e prender os bandidos.

Duas armas e uma grande quantia em dinheiro foram apreendidos.

Após os procedimentos cabíveis, os assaltantes devem ser encaminhados para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde ficarão à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Postos de combustíveis clandestinos são alvos da polícia em Barra do Corda

Postos de combustíveis em Barra do Corda foram alvo de uma operação de combate a venda de combustíveis em postos clandestinos. Batizada de “Tanque Cheio”, a operação ocorreu nos povoados de Três Lagos do Manduca, São José e Ipiranga.

Durante a operação da polícia, foram apreendidos cerca de 1000 litros de combustível. Nos três povoados foram encontrados postos de combustíveis instalados de forma caseira. Foram apreendidos também combustíveis que eram vendidos por comerciantes locais em galões de diversos tamanhos.

Na operação um homem, que não teve a sua identidade revelada, foi preso pelo crime de venda ilegal de combustíveis. Quatro suspeitos conseguiram fugir da prisão em flagrante, mas já estão identificados e já foram intimados a prestarem esclarecimentos à polícia.

A Polícia Civil informou que vai continuar fazendo esse tipo de operação com o intuito de preservar a vida e a integridade dos moradores dessas localidades.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

PCC planeja atacar fóruns de todo o país em busca de armas, afirma polícia

Da Folha de São Paulo

Com base em interceptações telefônicas, a Polícia Civil de São Paulo suspeita que integrantes da facção criminosa estejam planejando uma série de ataques a fóruns do país em busca de armas guardadas pela Justiça.

Nas conversas monitoradas, os criminosos falam de ordem dada por chefões do crime para a realização de levantamento de fóruns em todo o território nacional que possam ter estoques de “ferramentas”, maneira como os criminosos chamam as armas.

Tal orientação, segundo o relatório da polícia obtido pela reportagem, teria partido de Presidente Venceslau (interior de São Paulo) onde está presa a cúpula da facção, incluindo Marco Camacho, o Marcola, apontado pela polícia e pela Promotoria como o principal chefe do grupo.

A orientação dada aos subalternos é para que eles levantem informações sobre prédio e endereço e, em seguida, enviem fotos desses locais para auxiliá-los em futuras ações. “Tais informações irão subsidiar ações da facção que visam o roubo das armas em depósitos do Poder Judiciário em todo o Brasil”, diz trecho de documento.

Como o PCC está em guerra declarada desde 2016 contra facções rivais, como o CV (Comando Vermelho), a polícia acredita que o armamento eventualmente roubado venha a ser utilizado para equipar integrantes nos estados.

Um dos principais responsáveis pela cobrança do levantamento, segundo a polícia, era Wanderson Pessoa Lima, o Confusão, que aparece em ligações com comparsas de outros estados em que cobra agilidade na pesquisa. “Expliquei pros parcero lá, bati no salvero, bati na geral da capital, geral da rua, expliquei pros parcero que o trampo dos fórum é determinação, o barato tem que acontece, tá ligado meu?”, diz, em conversa com um homem de Roraima.

Apesar da prisão de Wanderson, ocorrida no final do ano passado, delegados ouvidos pela Folha afirmam que o plano de ataque aos fóruns está em “andamento” e pode ocorrer a qualquer momento. Se confirmados,acreditam os policiais, esses roubos devem ser semelhantes aos já ocorridos em São Paulo em junho do ano passado, quando criminosos levaram 566 armas dos fóruns de Guaruja e Diadema (Grande SP).

Nesses roubos, segundo o Tribunal de Justiça paulista, os criminosos demonstraram planejamento e chegaram a utilizar até dez homens em cada uma dessas ações.“Eles agiram do mesmo modo nos dois casos e conheciam profundamente a rotina dos espaços”, afirmou à época o presidente do Tribunal, Paulo Dimas Mascaretti.

Depois desses megarroubos, o TJ paulista criou medidas de segurança e, entre elas, de não mais receber armas para guardar em seus prédios. “Após a perícia [pela polícia], são remetidas para destruição ou para melhor equipar as forças de segurança”, diz nota do tribunal paulista.

Para os policiais, esses roubos de São Paulo não fazem parte, porém, da operação iniciada por ordem da cúpula, porque o levantamento teve início no final deste ano. As gravações feitas pela polícia ocorreram na chamada operação Echelon (do grego escalão) e que culminou na denúncia de 75 pessoas, não apenas do estado de SP.

A investigação teve início após apreensão, pela Secretaria da Administração Penitenciária, de bilhetes que presos tentavam se livrar pela descarga sanitária durante revistas de agentes. No meio da investigação, a polícia passou a monitorar ligações telefônicas de criminosos, incluindo alguns deles em presídios com bloqueadores de sinal.

Uma das informações que mais chamaram a atenção dos policiais foi, conforme a Folha revelou, a apreensão de celulares de pessoas suspeitas de contabilizar as mortes ordenadas pela facção. Pela quantidade de imagens, milhares de fotos e vídeos, os delegados passaram a afirmar que o PCC realiza um genocídio no país.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Homem é morto a tijoladas e tiros no Sacavém, em São Luís

Na noite de quarta-feira (25), um homem identificado como Marcos Vinícius Sousa Rodrigues, conhecido como Marcão, de 23 anos, foi agredido a tijoladas, pauladas e alvejado com vários tiros no bairro do Sacavém, em São Luís.

Segundo informações, a ação criminosa foi praticada por várias pessoas, que agrediram a vítima com paus e tijolos, além dispararem vários tiros.

A motivação do crime está sendo investigada pela polícia.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Sargento reformado da PM é preso por receptação de carro roubado em Caxias

O sargento reformado da Polícia Militar do Maranhão, identificado apenas como Araújo, Wemerson Barros e Ana Lúcia Pereira da Silva, foram presos em Caxias por envolvimento em roubo de carro em Teresina, Piauí.

Segundo informações policiais, Wemerson e Ana Lúcia roubaram o veículo GM Onix, de placas PIR-1849, na capital piauiense. Durante a ação criminosa, o casal fez o motorista, que trabalhar como UBER, de refém, mas logo o liberaram em um matagal.

Em seguida, a polícia foi acionada e localizou o automóvel, por meio do aplicativo de rastreamento, no interior da residência do sargento reformado, em Caxias. O policial militar ainda negou o crime.

O PM responde a processo em Teresina por receptação e porte ilegal de arma, enquanto seu filho Elenilson de Jesus, vulgo Lenon, responde a vários processos no Maranhão e Piauí. Wermerson e Ana Lúcia foram reconhecidos pelo motorista do UBER como autores do roubo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Preso mais um envolvido no “golpe do WhatsApp”

Na terça-feira (24), Rudson Januário Serra foi preso pela Superintendência Estadual de Investigações Criminais por envolvimento no “golpe do WhatsApp”, em São Luís.

Segundo informações, o golpista estava no condomínio Ecospace II, no Anil, quando foi detido. Ainda de acordo com a polícia, Rudson era o único da quadrilha comandada por Leonel Silva Pires Júnior que estava foragido.

O bando identificado como “golpe do WhatsApp” fazia clonagem de chips de políticos do Legislativo e Executivo tanto estadual quanto nacional com a utilização do aplicativo do WhatsApp. Entre as vítimas, a Governadora do Paraná, Deputado Adriano Sarney e Ministros de Estados do Governo Federal.

Os demais envolvidos continuam presos: Leonel Silva Pires Júnior, Erick Rapahel Reis Teixeira, vulgo Civi; Ivalnilde Nogueira Amaral; Eloah Christina Araújo Machado, Marksuel Pereira de Sousa, Ana Lúcia Miranda Rocha e Thatielle Cristina Cordeiro Silva.

Além dos que já foram presos, outras pessoas foram identificadas e indiciadas por participação na mesma quadrilha.

Rudson foi levado para a sede da SEIC, no Bairro de Fátima e após as formalidades legais foi encaminhado ao Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde permanecerá à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Metralhadora é encontrada dentro de veículo que seguia para Imperatriz

Uma metralhadora de guerra foi apreendida nesta terça-feira (24) na BR-153 em Guaraí, na região central do estado. A arma foi encontrada dentro de um carro que estava sendo transportado por um caminhão cegonha. A apreensão ocorreu durante fiscalização da Polícia Rodoviária Federal.

Conforme a PRF, a arma tem calibre 30 e é usada em assaltos a bancos e carros-forte. Também foram encontradas 100 munições intactas.

O armamento estava desmontado e escondido dentro da lataria do veículo. O carro tinha sido embarcado em Americana (SP) e seguia para Imperatriz (MA).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime / Poder

Homem é preso em Carolina após roubar R$ 60 mil de estabelecimento no Tocantins

Nesta terça-feira (24), a polícia cumpriu um mandado de prisão expedido contra Ciro Costa Brito, acusado de roubar R$ 60 mil do estabelecimento Filadélfia (TO) no dia 25 de junho.

De acordo com as investigações, Ciro munido de um revólver calibre 38, ameaçou o funcionário do estabelecimento PIPES, roubando a quantia aproximada de R$ 60.000,00 (sessenta mil reais).

Não satisfeito, ainda deflagrou um disparo contra o empregado que transportava a quantia, sendo ele atingido na perna esquerda.

No transcorrer das investigações, apurou-se que Robson da Silva Machado – funcionário do aludido estabelecimento e já preso preventivamente pelo mesmo crime – foi o mentor do delito, sendo responsável pelo levantamento de toda a rotina da empresa.

Acrescente-se que, com base nos elementos informativos até então colhidos, foi possível localizar parte da quantia roubada, vale dizer, R$ 12.000,00 (doze mil reais). Por fim, descobriu-se que Ciro já tinha trabalhado na empresa PIPES.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.