Poder

Malucos atrapalham ao vivo repórteres da Globo; veja

Repórter é praticamente agredida

Repórter é praticamente agredida

Um grupo intitulado Merd TV é responsável por atrapalhar e realizar série de invasões de links ao vivo, nas últimas semanas.

Quase todas as emissoras já foram vítimas nos últimos meses, mas o grupo tem preferência pela Globo. Os Merds se aproveitaram da internação do ex-presidente Lula para recrudescer a tática “queremos aparecer custe o que custar”. Desde sábado já foram ao menos três “ataques” à Globo.

No sábado, o repórter José Roberto Burnier fazia uma passagem quando alguém gritou “Cala a boca, Globo”, seguido do nome do grupo. Assista:

 

Nesta segunda, a vítima foi a jornalista Monalisa Perrone, que foi empurrada por uma “turba” simulada, enquanto falava ao vivo da porta do Sírio-Libanês, onde Lula se internou para iniciar o tratamento contra o câncer. Veja o vídeo:

De forma elegante, Monalisa pediu desculpas ao telespectador pelo que considerou fato inusitado. “Em 20 anos de profissão isso nunca me aconteceu”, desculpou-se, recebendo apoio da âncora Sandra Annenberg, no estúdio, e do próprio colega Burnier, que presenciou a cena com a colega.

Em março, esse grupo já havia feito “bullying” em link da Globo, que cobria a internação do ex-vice José Alencar

do F5


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.