Poder

Após denúncia, agiota é exonerado da secretaria de Finanças de Barra do Corda

Pedro Teles foi desmoralizado ao sair escorraçado da Prefeitura de Barra do Cora

Pedro Teles foi desmoralizado ao sair escorraçado da Prefeitura de Barra do Cora

No dia, 21 deste mês, o blog denunciou  que” O agiota Pedro Teles, preso pela Polícia Federal na Operação Astiages, reassumiu a secretaria de Finanças em Barra do Corda” (reveja).

Após a denúncia em que chama atenção do Ministério Público, os parentes e aliados políticos do prefeito Manoel Mariano de Sousa (PV), o Nenzim,  se reuniram e decidiram vetar a permanência do filho e agiota Pedro Teles, no cargo de secretário de Finanças do município.

Pedro Alberto Teles de Sousa se quer, chegou a passar (3) dias no cargo mais cobiçado do município, onde todos os recursos passam pela Pasta, só que o agiota foi escorraçado saindo desmoralizado da secretaria por meio de intervenção dos próprios familiares que rejeitam a sua permanência.

Segundo fonte que trabalha da prefeitura, as irmãs Sandra Maria Teles e Sandra Helena Teles de imediato queimou a permanência do agiota no posto, depois da “Operação Astiages” que resultou na prisão de filhos e parentes do prefeito,  Manoel Mariano de Sousa segue apenas as orientações das filhas e do deputado estadual Rigo Teles (PV) hoje desafeto de Pedro Teles.

A briga entre os irmãos por cargos na prefeitura, é de faca e foice, atualmente o ex-secretário de Finanças, vive isolado politicamente em Barra do Corda, onde voltará a atuar com força no ramo ilegal de agiotagem. Atenção Polícia Federa!!!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Agiota preso pela Polícia Federal reassume secretaria de Finanças em Barra do Corda

Pedro Telis irmão do deputado estadual Rigo Telis

Pedro Telis irmão do deputado estadual Rigo Telis

Atenção Ministério Público, o prefeito de Barra do Corda, Manoel Mariano de Sousa (PV) o “Nenzin”, efetivou novamente no cargo de secretário de Finanças do Município, o filho e agiota Pedro Teles.

Pedro Alberto Teles de Sousa que reassumiu na segunda-feira, 19, a secretaria de Finanças da prefeitura de Barra do Corda, em meio ao clamor da população que contestou sua entrada na gestão, devido o escândalo motivado pela “Operação Astiages” da Polícia Federal no dia, 03, de fevereiro deste ano, que resultou na sua prisão e da irmã, Sandra Maria, mas ambos acabaram libertados por força de uma liminar do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O agiota foi acusado de ser o mentor de uma organização criminosa, com um núcleo de “laranjas”. Pedro Teles na época, secretário de Finanças e Manoel Mariano de Sousa, o “Nenzin” prefeito de Barra do Corda foram acusados de ser os principais integrantes da quadrilha, que de acordo com a Policia Federal, movimentaram irregularmente R$ 50 milhões entre 2005 e 2010.

É  incorreto e imoral que Teles reassuma a secretária, depois do escândalo protagonizado após a operação deflagrada pela Polícia Federal, além do nepotismo descarado que fere o princípio da impessoalidade e da moralidade pública cometido pelo gestor que conduz como se estivese fazendo da prefeitura uma empesa particular, onde se nomea filhos e parentes.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.