Crime

Policial suspeito de atirar contra manifestantes é solto por determinação de juiz

PM matou jovem de 19 anos durante desocupação de terreno em São Luís (Biaman Prado / O Estado)

PM matou jovem de 19 anos durante desocupação
de terreno em São Luís (Biaman Prado / O Estado)

O cabo da polícia militar Janilson Silva dos Santos, preso como suspeito de atirar contra manifestantes durante uma operação de desocupação na Vila Luizão, foi solto ontem por determinação do juiz da Central de Inquéritos de São Luís, Osmar Gomes dos Santos.

Um tiro disparado por um dos policiais envolvidos no caso atingiu o jovem Fagner Barros dos Santos, de 19 anos, que morreu no local. O caso aconteceu no último dia 03 de agosto.

A decisão do magistrado ocorreu porque não ter sido possível verificar que efetivamente o projétil que vitimou Fagner saiu da arma do PM.

Outro policial envolvido no crime, o cabo Marcelo Monteiro dos Santos teve a prisão preventiva decretada pela Justiça.

O caso ainda está sendo apurado pela polícia militar do estado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

Acusados da morte do advogado Bruno Matos serão levados a júri popular

Bruno foi morto em outubro de 2014

Bruno foi morto em outubro de 2014

Saiu ontem (17), a decisão da juíza auxiliar Samira Barros Heluy, da 2ª Vara do Tribunal do Júri, que os acusados pela morte do advogado Brunno Eduardo Matos Soares serão submetidos a julgamento pelo Tribunal do Júri Popular, conforme determina o Art. 413 do Código de Processo Penal.

Carlos Humberto Marão Filho, o vigilante João José Nascimento Gomes e o estudante Diego Henrique Marão Polary ainda não tem a data do julgamento previsto, mas de acordo com a juíza, houve prova da existência de crimes dolosos’.

A juíza não determinou a prisão dos réus.

Bruno Eduardo Soares Matos foi morto em outubro de 2014, após sair da comemoração da festa do senador eleito Roberto Rocha (PSB). Bruno foi atingido com golpes de faca e não resistiu aos ferimentos. Ele partiu de briga que também deixou seu irmão ferido.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Adolescente de 14 anos é encontrado morto em Bacabal

Felipe Oliveira Silva era usuário de drogas

Felipe Oliveira Silva era usuário de drogas

Felipe Oliveira Silva, de 14 anos, foi encontrado morto na manhã de ontem (17), em uma área alagadiça no Parque Rui Barbosa, no município de Bacabal.

O menor era usuário de drogas e estava desaparecido desde a tarde do último domingo, (16). O corpo foi encaminhado para necrotério do Socorro de Bacabal e em seguida liberado para velório.

A polícia está investigando a causa da morte, mas até agora não há nenhuma informação sobre o caso. O delegado da polícia civil da cidade é quem está responsável pelas investigações.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Irmão de vereador é executado em Vitorino Freire

Manoel Sousa é irmão do Vereador Antônio Barros (PSB)

Manoel Sousa é irmão do Vereador Antônio Barros (PSB)

Dois homens em uma moto assassinaram Manoel Alves de Sousa, de 51 anos, na noite de ontem (13), por volta das 20h30, em Vitorino Freire.

Manoel foi alvejado com sete tiros no bairro Vila Nova, dentro da própria residência. O irmão do vereador ainda tentou fugir logo após os primeiros disparos. O Assassino o seguiu e efetuou o último disparo na cabeça, quando ele já estava dentro de casa.

A ação foi presenciada pela esposa da vítima, que estava sentada na sala quando o marido e os criminosos passaram correndo. Manoel deixou um bebê com 17 dias de nascido.

Acredita-se que o assassinato tenha sido um acerto de contas. E a suspeita é de que os bandidos sejam os mesmos que assassinaram o filho de Manoel ano passado. Populares afirmaram que Manoel estava planejando uma vingança contra a morte do filho.

A polícia ainda não tem o paradeiro dos assassinos, mas está investigando o caso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Oito pessoas são indiciadas pelo linchamento de Cledenilson Silva

Caso ganhou repercussão nacional

Caso ganhou repercussão nacional

Espancado até a morte no dia 06 de junho, Cledenilson Pereira da Silva, de 20 anos tentou assaltar um bar acompanhado com um menor, no bairro São Cristóvão. Desde então a polícia começou uma série de investigações para apurar a morte do rapaz e punir os envolvidos no crime.

Concluído no último dia 07, o relatório de investigação foi entregue ao Poder Judiciário e oito pessoas tiveram o pedido de prisão preventiva solicitada. O laudo do Instituto Médico Legal (IML), evelou que a morte de Cledenilson foi causada por uma facada no coração.

O caso visto como homicídio envolveu 15 pessoas e as indiciadas pelo inquérito podem responder pelo crime de homicídio triplamente qualificado e tentativa de homicídio, respectivamente, com pena que varia de 12 a 30 anos prisão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Policial mata jovem com tiro na Vila Luizão

Jovem foi atingido com tiro na testa

Jovem foi atingido com tiro na testa

Durante uma ação da Polícia do bairro da Vila Luizão, no final da manhã de hoje (13), o cabo Marcelo Monteiro dos Santos atirou contra o jovem Fagner Barros dos Santos, de 19 anos. Ele foi atingido na testa e morreu no local.

A ação era dispersar os invasores de um terreno na região e mais três pessoas ficaram feridas, entre elas uma criança.

O cabo foi preso e será autuado em flagrante por homicídio.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Sequestro em Pedreiras termina com três mortes

Antônio atirou em Nilde e depois se matou

Antônio atirou em Nilde e depois se matou

Mantida como refém pelo ex-namorado, Maria Nilde Silva Sousa foi morta com um tiro no ouvido na madrugada desta quinta-feira (13). Antônio Carlos da Conceição, de 27 anos, ainda atirou em um mototaxista, Carlos Humberto Rocha Maranhão, que também morreu ao tentar impedir o sequestro da vítima. Mais duas pessoas foram atingidas por Antônio, uma delas foi transferida para Peritoró em estado grave.

Antes das execuções, o sequestrador fez várias exigências à polícia para poder se entregar, mas transtornado cometeu os crimes e ainda atentou contra a própria vida. Ele chegou a ser levado vivo para o hospital, mas não resistiu.

O ex-namorado não se conformou com o fim do relacionamento e por isso manteve Maria Nilde em cárcere privado uma primeira vez, no dia 03 de julho. Ele havia sido solto no último dia 04 de agosto. Infelizmente o caso terminou em tragédia.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário

Condenação de Máximo Moura pela morte do delegado Stênio Mendonça é mantida

Máximo Moura

Máximo Moura

Condenado pelo crime de homicídio duplamente qualificado, Máximo Moura Lima, teve seu pedido de anulação de julgamento e processo negados pela 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA).

Condenado há 29 anos e 9 meses, ele foi um dos envolvidos na morte do delegado Stênio Mendonça, em maio de 1997, quando o mesmo investigava uma teia criminosa de roubo de cargas.O crime resultou na prisão de parlamentares e policiais, com destaque para os deputados José Gerardo e Chico Caíca e o delegado Luís Moura.

A defesa de Máximo recorreu à sentença de forma preliminar para anular o processo. A alegação apresentada foi de que seu nome teria sido incluído na ação penal sem individualizar a conduta e as circunstâncias do crime.

No julgamento do mérito, o desembargador Marcelino Everton considerou descabida a pretensão de anular o Tribunal do Júri, enfatizando que os documentos juntados ao processo para provar que Máximo Moura estava preso no Pará foram reconhecidos como falsos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Flanelinha é morto a tiros na Cohab

Marcelo foi atingido com três tiros

Marcelo foi atingido com três tiros

Identificado como Marcelo, um flanelinha foi morto a tiros no início da tarde desta quarta-feira (05), próximo a um supermercado na Cohab.

Segundo informações, dois homens que estavam em uma moto efetuaram três disparos contra a vítima, que ficou estirada por horas no chão até que o socorro chegasse. Mas ele não resistiu aos ferimentos.

Nenhum suspeito foi identificado e a polícia suspeita de que a motivação do crime tenha sido um acerto de contas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Políticos lamentam morte do vereador Zé Leão

Vereador Zé Leão faleceu após acidente de carro

Vereador Zé Leão faleceu após acidente de carro

O vereador de Grajaú, José Leão Batista de Amorim (PPS), de 53 anos, morreu em um grave acidente na noite do último domingo (02), na BR -22, nas proximidades do Posto Cigana, no município de Tuntum.

O vereador estava acompanhado da esposa, Inês Amorim, que sofreu apenas ferimentos leves e foi encaminhada para o hospital. As informações são de que o parlamentar viajava para Teresina (PI), quando capotou e sacou para fora o veículo, por não usar o cinto de segurança.

Zé Leão, como era conhecido, iniciou sua vida política em 2004, quando ganhou sua primeira eleição com 611 votos válidos. Em 2008 teve seu segundo mandato, com 608 votos. Ele foi o segundo vereador mais votado em Grajaú em 2012, com 1.052 votos pela Coligação Grajaú Feliz 2, quando exercia seu terceiro mandato. O estadista ainda foi candidato a deputado estadual em 2006 pelo PPS e seu sonho era torna-se prefeito da cidade.

No plenário da Câmara Municipal de Grajaú, amigos, familiares e colega lamentam a perca inesperada do parlamentar. Em sessão solene foi prestada homenagem póstuma ao homem público. Nas redes sociais, colegas de partido e oposição deixaram mensagens de apoio à família, solidariedade e comoção pela perda do político grajauense.

O enterro de Zé Leão ocorre nesta terça-feira (4). O horário e local ainda não foram informados.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.