Poder

Prefeitura Lago Verde vai pagar R$ 1,6 milhão em materiais de expediente e didáticos

Prefeito Raimundo Almeida

A Prefeitura de Lago Verde extrapolou na dose e vai torrar a absurda quantia de R$ 1.641.266,80 (hum milhão, seiscentos e quarenta e um mil, duzentos e sessenta e seis reais e oitenta centavos) com materiais de expediente e didáticos, no exercício de 2016.

O contrato absurdo foi garantido à empresa J. S. Rosendo, de São Mateus do Maranhão. O pacto foi acordado no dia 4 de fevereiro deste ano e vigora por cento e oitenta dias. Quem assinou o documento foi o prefeito de Lago Verde, Raimundo Almeida.

De acordo com o extrato do contrato, a prestação de serviço é para a manutenção das atividades das secretarias, departamentos e fundos do município de Lago Verde.

Essa parceria milionária deveria ser apurada pelo Ministério Público Estadual. Afinal, o valor do acordo desperta fortes indícios de irregularidade.

1

EMPRESA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.