Mundo

"Marcha das Vadias" mobiliza centenas em Buenos Aires

Centenas de pessoas se mobilizaram na sexta-feira, 30, em Buenos Aires na “Marcha das Vadias”.

O lema da manifestação, inspirada em uma iniciativa canadense, contra a violência de gênero era “Não significa Não”.

Mulher mostra os seios na "Marcha das Vadias" em Buenos Aires

Mulher mostra os seios na "Marcha das Vadias" em Buenos Aires

“Temos temas que precisamos dar visibilidade como a violência que a mulher vive em seu cotidiano, um problema que devemos resolver como sociedade, e a palavra vadia deve deixar de ser usada para justificar qualquer ofensa contra a mulher”, afirmou Pamela Querejeta Leiva, uma das organizadoras.
A marcha começou no Obelisco e seguiu até o Congresso Nacional, enquanto aconteciam outras manifestações similares em Rosario (300 km ao norte de Buenos Aires) e Mar del Plata (400 km ao sul de Buenos Aires).

A “Marcha das Vadias” ou “Slut Walk” começou no Canadá, em abril, em resposta a um policial de Toronto que disse a universitárias que se não quisessem ser violentadas, elas deveriam deixar de se vestir como vadias. A marcha se disseminou para outros países, incluindo o Brasil.

Da Folha


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.