Cidade

Mancha escura toma conta da praia na Litorânea

Mancha começa a se espalhar pelo mar

Mancha começa a se espalhar pelo mar

Um flagrante do desrespeito às belezas naturais e a população que aproveita os dias de sol nas praias de São Luís foi feito na manhã desta terça-feira (11).

Uma mancha escura toma conta do mar na Avenida Litorânea, próximo ao parquinho onde várias crianças brincam no fim de tarde. A mancha seria a mesma que está matando o Rio Pimenta.

Não se sabe de onde ela vem, mas fica o alerta as autoridades competentes, para que investiguem sua procedência e que os culpados sejam punidos.

O Ministério Público do Meio Ambiente agora tem um excelente motivo para apurar os fatos, que tem deixado a desejar, mantendo o foco apenas nos bares e quiosques da Avenida Litorânea e Barramar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Geral

Motoqueiro colide com carro na Litorânea

Um condutor de um veiculo que foi acusado de dirigir embriagado teria provocado acidente com um motocicleta motoqueiro, na noite de ontem quinta-feira 18), na Avenida Litorânea, em São Luís.

Nas imagens exibidas pelo Blog do Neto Ferreira, mostra a motocicleta de Rafael Filgueiras Ribeiro, destruida após o acidente. Ele teve fratura exposta na perna e foi levado para o Hospital UDI.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Uchôa lamenta liberação de jovem acusado de ter atropelado dois inocentes

 Imirante.com

Rodrigo Araújo Lima

Rodrigo Araújo Lima

O superintendente de Polícia Civil da Capital, delegado Sebastião Uchôa, lamentou a liberação, após pagamento de fiança de R$ 6 mil, do condutor do automóvel que atropelou e matou duas pessoas na noite do último sábado (5) na Avenida Litorânea, em São Luís. De acordo com Uchôa, os procedimentos policiais foram feitos de acordo com a lei apesar de acreditar que a liberação de Rodrigo Araújo Lima, condutor do veículo envolvido no acidente, tenha criado “sensação de impunidade”.

Sebastião Uchôa explicou que, apesar do motorista ter apresentado sinais de embriaguês e estar dirigindo o veículo em alta velocidade e com as luzes dos faróis desligadas, o crime teve de ser considerado homicídio culposo (sem intenção de matar). No entanto, essa nomenclatura poderá ser alterada para homicídio doloso (com intenção de matar) após a conclusão do inquérito policial no prazo de trinta dias.

“A delegada procedeu na forma da lei. Ela fez autuação em flagrante até porque ele tinha se evadido do local do crime e não prestou socorro às vitimas. Ela cumpriu a lei, mas, infelizmente, a lei é branda nesse sentido de liberá-lo mediante a fiança. Infelizmente a legislação nesse aspecto é muito branda beneficiando e gerando clima de impunidade. A legislação termina parabenizando o infrator, gerando sensação de impunidade perante a sociedade. O ideal é que haja mudança da legislação em caráter emergencial”, esclareceu delegado Sebastião Uchôa.

Apesar de o atropelamento das duas pessoas ter tido repercussão nacional, o fato não foi registrado no relatório da polícia. De acordo com o superintendente de Polícia Civil, houve um “esquecimento” por parte da escrivã. Sebastião Uchôa garantiu que a “falha administrativa” não irá prejudicar as investigações.

“Foi uma falha da escrivã. Ela esqueceu de colocar [no relatório], mas o auto de flagrante já está nas mãos da delegada Ana Claudia. Não foi no relatório do plantão, mas está no relatório do Ciops a ocorrência. É uma falha administrativa corrigida e não atinge a autuação em flagrante. Isso não vai prejudicar nada”, finalizou o delegado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Trágico acidente na avenida litorânea deixa duas pessoas mortas

Corola,após colisão

Corola,após colisão

Duas pessoas morreram atropeladas por um carro na noite de ontem (5) na Avenida Litorânea, praia de São Marcos, em São Luís. O acidente aconteceu por volta das 20h. As vítimas foram identificadas como Solange Maria Cruz Coelho, de 42 anos, e Ubiraci Silva Nascimento Filho, de 13 anos. Os dois estavam no canteiro central da avenida com outros familiares quando sofreram o acidente. Equipes do SAMU chegaram a socorrer as vítimas, mas a violência do atropelamento foi tão grande que o adolescente morreu no local. Solange Maria chegou a ser levada para o hospital, porém não resistiu aos ferimentos e também morreu. O marido da vítima, Osvaldo Coelho de Souza Filho, também foi atingido e teve algumas escoriações no rosto, nas pernas e pés.

De acordo com Osvaldo Coelho, o condutor do veículo Toyota Corola de cor prata, placa HPT 2549 de São Luís-MA, desenvolvia alta velocidade e os faróis do carro estavam desligados no momento do acidente.

No boletim de ocorrência registrado no Plantão Central da Beira-Mar, o condutor do veículo foi identifiado como Rodrigo Araújo Lima, de 22 anos, morador do bairro Vinhais. Segundo informações de testemunhas, após o acidente o motorista tentou fugir do local, mas foi perseguido por populares e obrigado a esperar pela polícia. Em seguida, policiais militares que passavam no local prenderam o motorista em flagrante e o levaram para a delegacia. Rodrigo Araújo foi solto na manhã deste domingo após pagar fiança.

Os corpos estão sendo velados na Pax União, na Rua Grande, no Centro. O enterro será neste domingo, às 15h, no Cemitério do Vinhais.


(As informações são do Imirante.com )


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.