Política

Wellington fará dobradinha com Igor Lago durante campanha

Na noite de ontem quarta-feira (20), o candidato a deputado estadual, Wellington do Curso (PPS) esteve no lançamento da candidatura do candidato a deputado federal e companheiro de partido, Igor Lago. O evento, que contou com a participação de outros candidatos a estadual, aconteceu na Ícaros Recepções, localizada no bairro Ivar Saldanha. Igor e Welington farão dobradinha durante a campanha.

Ao fazer uso da palavra, Wellington do Curso afirmou que é necessário haver uma transformação no quadro político do Estado com um novo jeito de fazer política para um Maranhão mais justo e com oportunidades igualitárias para todos.

Para Igor Lago, é necessária uma Reforma Política, pois o sistema que impera há anos está desgastado, sem apresentar perspectivas para a população e o que se vê é o político distante do eleitor.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Após polêmica, Julião Amim é empossado como presidente do PDT

Julião é empossado como presidente estadual do PDT

Julião é empossado como presidente estadual do PDT

A polemica e confusão formada no Partido Democrático Trabalhista (PDT) não foi suficiente para desbaratar a posse do ex-deputado federal Julião Amin na Comissão Provisória da Executiva Estadual do PDT, realizada na sede do partido na noite desta segunda-feira (27).

Durante a posse, o pedetista evitou todos os meios não polemizar com suas declarações contra a viúva e o filho do ex-governador falecido, Jackson Lago (PDT).

Amim destacou os tramites da escolha do novo presidente do partido como um momento de disputa interna pelo comando da sigla.

“Tenho visto com tranquilidade essas atitudes, pois dentro de um partido plural como é o nosso, isso é normal, mas entendo que é o momento da disputa. Todos nós temos um carinho imenso pela Dra Clay, ela é a figura do Dr. Jackson aqui, espero que depois possamos sentar e dialogar e acabar com essas diferenças” enfatizou o ex-deputado federal Julião Amim.

Com isso, ocorreu a inédita formação da Comissão Provisória que terá como o presidente do partido o ex-deputado federal Julião Amin (PDT), como vice Jean Carlo, vice-prefeito de Imperatriz, na secretaria-geral o deputado federal Weverton Rocha e completando a chapa no cargo de tesoureiro o ex-vereador de São Luís Renato Dionísio.

Isso que é chapa…


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Clay Lago sai em defesa de Igor Lago e envia carta para Executiva Nacional do PDT

Clay Lago

Clay Lago

Na manha desta segunda-feira, 19, Clay Lago viúva do saudoso ex-governador do Maranhão, Jackson Lago (PDT), enviará uma Carta à Executiva Nacional do PDT contestando medidas que serão tomadas no Diretório Estadual do Partido.

Na carta Clay Lago defende a permanência de Igor Lago no comando da Presidente Estadual do Partido Democrático Trabalhista (PDT-MA).

Igor Lago chegou a criticar as possíveis mudanças que podem ocorrer no partido alegando que, ou o PDT se volta aos seus princípios democráticos e trabalhistas, ou se afundará nas armadilhas da política convencional e fisiológica.

Leia abaixo a carta de Clay Lago à Executiva Nacional do PDT:

É na condição de fundadora, militante, colaboradora em todos os momentos da vida política do PDT e companheira de Jackson Lago que, antes mesmo da fundação do partido, esteve engajada, sob a liderança histórica de Leonel Brizola, Darcy Ribeiro e Neiva Moreira, entre outros, na construção desta legenda, venho manifestar minha preocupação e surpresa diante dos rumos que vem tomando a nossa vida partidária no Estado do Maranhão.

Sou testemunha do esforço realizado sob a liderança de Igor Lago, no sentido da reorganização do PDT no Maranhão, após o desaparecimento físico daquele que sempre conduziu, com determinação e compromissos, as causas populares e democráticas, particularmente no combate ao Maranhão oligárquico. Foram décadas de lutas travadas que legitimaram a legenda do PDT que, sob a liderança do Jackson, governou por três vezes a cidade de São Luís e o Estado, quando neste cargo foi retirado através de um golpe político-judicial. Não é, portanto, segredo para nenhum maranhense e nenhum brasileiro que Jackson teve que enfrentar todos os poderes constituídos da República para manter a coerência política e ética de sua vida.

Portanto, após a constituição da Comissão Executiva Provisória Estadual, Igor, com os demais companheiros desta Executiva lançaram-se à tarefa que o Jackson, em reunião realizada em dezembro de 2010, havia atribuído a todos os seus companheiros: a reestruturação e reorganização do partido em todo o Estado do Maranhão. Assim foi instalado um processo democrático interno de criação de 211 Comissões Executivas Provisórias Municipais, entre os 217 municípios do Estado, destacando o fato que destas Comissões aproximadamente 50 já realizaram suas convenções e, legalmente, se constituíram em Diretórios.

Respeitando e preservando a memória do Jackson e a história do nosso partido, fundamentada sempre na sua democracia, venho expressar a minha profunda decepção com os rumos propostos pela Direção Nacional, na tentativa de intervenção do processo de construção democrática que até aqui vem sendo desenvolvido. Espero que a Direção Nacional do nosso partido não realize qualquer ato que se caracterize como atitude antidemocrática, preservando todos os compromissos até aqui assumidos.

Atenciosamente,

Clay Lago


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Igor Lago poderá perder comando do PDT no Maranhão

Carla Lima / O Estado do Maranhão
Igor Lago poderá perder o comando do partido

Igor Lago poderá perder o comando do partido

A Executiva Nacional do PDT deverá decidir amanhã sobre o comando estadual da legenda no Maranhão. Em pauta está a recondução de Igor Lago, filho do ex-governador Jackson Lago, que enfrenta a resistência do deputado federal Weverton Rocha e do ex-deputado Julião Amin, que querem um novo comando pedetista no Estado.

Em maio deste ano, uma comissão provisória do PDT no Maranhão foi nomeada pela Executiva Nacional. Para comandar a legenda, cujo objetivo era reestruturar a sigla após a morte de seu líder maior, foi escolhido Igor Lago. A comissão duraria seis meses, possível de ser renovada por igual tempo.

Em novembro, a validade dessa comissão provisória chegou ao fim e junto com ela uma crise interna no PDT maranhense devido a declarações de Igor Lago sobre os custeios de uma viagem feita pelo então ministro do Trabalho, Carlos Lupi, ao Maranhão.

As declarações de Lago criaram insatisfação, principalmente de Rocha, que em discurso na Câmara dos Deputados chegou a declarar que o filho de Jackson Lago perdeu a oportunidade de ficar calado, já que não têm qualquer história no PDT.

Mesmo com a crise interna, segundo Igor Lago, o agora ex-ministro do Trabalho fechou compromisso em encontro do PDT em Fortaleza de manter por mais seis meses a comissão provisória no Maranhão para somente depois convocar uma convenção para eleger a nova executiva estadual.

No entanto, as reuniões do partido no Maranhão têm demonstrado que as conversas caminham para outro rumo. Weverton Rocha e Julião Amin querem eleger uma nova comissão provisória que não terá mais o filho de Jackson Lago no comando. Tanto Rocha quanto Amin têm o apoio do vereador Ivaldo Rodrigues e de secretários municipais da administração do prefeito Castelo, como Clodomir Paz e Júlio França.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.