Poder

Empresário acusado de fraude no Ceará faturou milhões em Prefeituras do Maranhão

O empresário Francisco Zerbini Dourado Gomes, proprietário da F.Z. Construções e Serviços, que fica localizada em Tianguá (CE), fez uma verdadeira fortuna ao ganhar contratos milionários em Prefeituras do interior do Maranhão, segundo revelam extratos publicados no Diário Oficial (DOE-MA).

A sua atuação vem ocorrendo desde 2013, logo após de abrir a empresa em setembro de 2012, sempre executando serviços de limpeza urbana.

Por conta de ganhos vultuosos e supostas irregularidades, Zerbini está sendo acusado de integrar um “Cartel” que atuava fraudando licitações de prefeituras do Piauí, Ceará e Maranhão. Atualmente, ele encontra-se foragido da Justiça.

A investigação foi feita pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ceará, que apurou o envolvimento de 16 empresas nas fraudes, que contava com o suporte além dos seus funcionários, como servidores da prefeitura, e 35 pessoas sob suspeitas de serem ‘laranjas’. As empresas prestavam serviços de construção, aluguel de carros, fornecimento de materiais de expediente, limpeza pública.

No Maranhão, Francisco Zerbini ganhou contratos milionários em diversas Prefeituras, entre elas estão Itapecuru-Mirim, Codó, Presidente Dutra, Lago da Pedra, Timbiras, Grajaú e Buriticupu.

E o acordo contratual que mais se destaca é o de Buriticupu, pois foi no valor de R$ 7,2 milhões, celebrado em 2013. À época, o acordo gerou grande repercussão por conta do montante e, também, por causa da credibilidade da empresa.

Os valores recebidos pela empresa cearense ainda não foram contabilizados, mas estima-se que chega a ser mais de R$ 15 milhões.

Entenda o caso

Na última sexta-feira (7), foi deflagrada a operação Escamoteamento pelo GAECO e pela Polícia Rodoviária Federal. Na ocasião, foram presas 8 pessoas, inclusive Ana Carolina Portela Silva, 25 anos, que era uma operadora do esquema e responsável financeira pelas empresas Imediata Construções, Vicosel Locações, Premium Construções, F.Z Construções e L.J Serviços, e em uma das transações chegou a realizar saque referente a empresa Imediata, acima de R$ 2 milhões.

2017_04_10_fc3690c6-2903-47f0-8f29-1c54fd1b2594_file

Os desvios, segundo dados, ocorreram nos anos de 2013 a 2015, gerando movimentações de aproximadamente R$ 200 milhões. Foram presos, além de Ana Carolina, Carlos Kenede Fortuna de Araújo, Denis Fontenele dos Santos, Fernando Cícero Moreira Fernandes, Francisco Alílio Gomes Mendes,Jansem Nunes, Lucas Menezes de Oliveira, Wladis Bezerra Jerônimo.

Encontram-se foragidos, Francisco Zerbini Dourado, Joaquim Viana de Arruda Neto, José Dias Monteiro, Lenadro Gomes Batista, Rodrigo Fortuna de Araújo.

Veja alguns contratos firmados entre o empresário e as Prefeituras do Maranhão:

Francisco2

Francisco3

Francisco4

grajaú8


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.