Política

Humberto Coutinho prestigia Feira de Agricultura Familiar em Açailândia

“Nós temos que investir na agricultura familiar, porque a força de trabalho do nosso estado está na agricultura”. Com essas palavras, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Humberto Coutinho (PDT), marcou a sua presença na abertura da 1ª Feira de Agricultura, Familiar e Agroecologia de Açailândia, ao lado dos deputados Professor Marco Aurélio (PC do B) e Leo Cunha (PSC). A solenidade aconteceu na tarde desta quinta-feira (8), com a presença do governador Flávio Dino (PC do B).

Humberto Coutinho destacou a grande satisfação que sentiu ao ver que o modelo de agricultura familiar aplicado em Caxias serviu de incentivo para que o atual Governo do Estado promovesse as Agritecs. A primeira foi realizada em São Bento, a segunda está sendo em Açailândia e as próximas serão em Caxias, de 11 a 14 de novembro, e em Bacabal.

“O governo está trilhando o caminho certo e com investimentos em tecnologia, temos certeza que a produção da agricultura familiar no Maranhão renderá muito mais frutos”, disse Humberto Coutinho.

Ao discursar para uma plateia formada principalmente por pequenos produtores, o governador Flávio Dinho ressaltou a importância das Agritec’s no atual contexto político e econômico que o Brasil atravessa. Segundo ele, há um estado de crise fiscal e econômica no país, que afeta financeiramente estados e municípios, mas, “no Maranhão, não há crise política, desânimo ou falta de coragem. O que nós temos é muita determinação para enfrentar essa crise”.

Flávio Dino afirmou que o governo caminha na direção certa para que o Maranhão possa deixar para trás a principal marca pela qual o estado ficou conhecido, que é a marca da pobreza, da injustiça e da desigualdade social. “Nós não somos isso, somos muito melhores que isso e estamos articulando ações fundamentais para possamos enfrentar essas dificuldades momentâneas no Brasil e no Maranhão”.

De acordo com o governador, a realização da Agritec demonstra que só existe desenvolvimento verdadeiro se for para todos. Se for para poucos, não é desenvolvimento, é injustiça. “E para haver desenvolvimento para todos, é fundamental que no Maranhão, cuidemos da agricultura familiar e do extrativismo, que são o caminho certo para incluir as pessoas no progresso, no desenvolvimento e no crescimento da economia”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.