Maranhão

Veja destaca retirada de agricultores em território indígena no MA

O jornalista de revista nacional publicou em seu blog, nesta quarta-feira (26), um texto em que fala sobre o descaso e truculência com pequenos agricultores estão sendo tratados no noroeste do Estado do Maranhão, devido ao processo de desintrusão da região que recentemente foi integrada ao território indígena Awa-Guajá. Reinaldo criticou, ainda, a omissão da imprensa nacional para o caso, que pouco tem falado sobre o
assunto.

A causa vem sendo debatida constantemente na Câmara Federal, expõe o descaso do poder público para cerca de 1.200 famílias que estão sendo expulsas da localidade. O parlamentar critica os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), informando que apenas 224 famílias estão aptas ao reassentamento.

“Estamos falando de grandes proprietários de terra, de fazendeiros ricos, daqueles plutocratas do agronegócio, que só existem na imaginação dos esquerdopatas? Não, senhores! É gente pobre! As coisas estão sendo feitas nos costumes pela Secretaria-Geral da Presidência, comandada pelo companheiro Gilberto Carvalho. A Força Nacional de Segurança e a Polícia Federal chegam para garantir a operação, armadas até os dentes, os pobres-coitados tiram o que podem, e tratores começam a demolir as palhoças”, destacou Reinaldo em seu texto.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Polícia Federal, Exército e Ibama preparam megaoperação contra desmatamento

Homens da Polícia Federal, Exército brasileiro e Ibama estão sendo mobilizados em todo o país para uma megaoperação em quatro estados.

No Maranhão, mais de 200 homens estão sendo preparados para a operação, além de vinte viaturas do batalhão do exército. No interior do estado, é grande a atuação de madeireiros que enriqueceram os tubos através do desmatamento ilegal.

A operação irá demorar cerca de 40 dias. Os homem do Exército do Maranhão serão enviados para a cidade de Santa Inês e lá devem se dividir. Como os locais são bastante distantes e escondidos foi solicitado uma lista e mantimentos, além de notebooks e materiais de sobrevivência.

Ultimamente tem sido visto com frequência juízes e promotores no 24° batalhão.

Dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontam o desmatamento de 71,28% da floresta original no Maranhão, percentual equivalente a 105.195 quilômetros quadrados. Do restante das terras correspondentes a 42.390 quilômetros quadrados, 52% dessas reservas naturais estão destinadas aos índios que, por lei, têm a posse integral do espaço.

Ainda segundo o Inpe, 13% das áreas indígenas do Estado foram retiradas por ação do homem. O município de Amarante do Maranhão, a 679km de São Luís, é um dos que se destacam negativamente nos índices de desmatamento do Estado.

O Ministério Público Estadual (MPE), um dos responsáveis pela investigação sobre o desmatamento ilegal, informou que, além de Amarante do Maranhão, os municípios de Centro do Guilherme, Itinga do Maranhão, Grajaú, Barra do Corda, Jenipapo dos Vieiras, Buriticupu, Arame, Bom Jesus das Selvas, Centro Novo do Maranhão, Zé Doca e Santa Inês apresentam altos índices de devastação das reservas naturais.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Município de São Mateus passa por reconhecimento do Exército

Um grupo de soldados do 24º Batalhão de Caçadores realiza reconhecimento da área da cidade de São Mateus (84ª zona eleitoral). A ação acontece nesta quinta-feira (27) e faz parte dos preparativos para as Eleições 2012. O município foi o primeiro do Maranhão a ter pedido de envio de força federal autorizado pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Na noite da última terça-feira (25), outras 26 cidades maranhenses tiveram o envio autorizado pelo TSE. São elas: Benedito Leite, Bom Lugar, Santa Luzia do Tide, Santa Luzia do Paruá, Nova Olinda, Buriticupu, Bom Jesus das Selvas, Maracaçumé, Presidente Sarney, Barra do Corda, Fernando Falcão, Carolina, Chapadinha, Mata Roma, Godofredo Viana, Codó, Santa Inês, Bela Vista, Monção, Igarapé do Meio, São Vicente Férrer, Cajapió, Cajari, Grajaú, Formosa da Serra Negra e Itaipava do Grajaú.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.