Poder

Edinho Lobão elogia Luis Fernando e diz: “será um governador maravilhoso”; confira entrevista

Edinho Lobão rasga elogios a Luis Fernando.

Edinho Lobão rasga elogios a Luis Fernando.

A sucessão da governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), se tornou um dos assuntos mais polêmicos e debatidos nos bastidores da politica maranhense. Dito isto, o senador Edinho Lobão (PMDB) levantou o assunto no programa Bom Dia Maranhão, da TV Difusora, e comentou sobre a possível candidatura de seu pai, o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, ao governo em 2014.

Questionado pela apresentadora se o ministro será o não candidato ao governo, Edinho respondeu que Lobão não está preocupado com questões de candidatura, mas sim com as obrigações que tem no Ministério.

Lobão Filho como é conhecido no Senado, demonstrou de forma carinhosa sua admiração pelo secretário Estadual de Infraestrutura, Luis Ferando Silva, e disse que “é um dos melhores valores técnicos do nosso estado”.

Ainda na entrevista, o peemedebista rasgou elogios e disse: “se Luis Fernando for candidato, será um governador maravilhoso”. Confira abaixo a entrevista de Edinho Lobão:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Minha vocação é empresarial, diz Edinho Lobão

Durante entrevista concedida ao telejornal Bom Dia Maranhão da TV Difusora, o senador Lobão Filho (PMDB), fez algumas declarações que deixaram a oposição do Maranhão alegre.

Edinho fez elogios a Luis Fernando.

Edinho fez elogios a Luis Fernando.

Quando se falou em refinaria, Edinho disse que não passa de especulações a paralisação das obras e lembrou que foram investidos até agora R$ 1 bilhão de reais para completar ele ressaltou:

“ Com R$ 1 bilhão não se brinca, “Ministro Edison Lobão não brinca com R$ 1 bilhão”, disse.

Quando indagado sobre a candidatura do seu pai, ele deixou claro que durante conversas com o pai a única preocupação no momento é o Ministério e que nenhum tipo de intenção com relação as eleições de 2014 foi despertada.

O ministro Edison Lobão ainda tem mas seis anos para trabalhar no ministério, esta é a real preocupação. “ Meu pai não vai usar o Ministério para campanha eleitoreira, o momento não é de politica e sim de trabalho, externou o senador.

Na entrevista para rádio, o senador sentiu-se mas a vontade chegando a rasgar elogios ao líder do governo na Asssembleia Legislativa César Pires e ao secretário de infraestrutura Luís Fernando.

Edinho Lobão falou da sua vida política e disse que vai deixar a politica assim que encerrar o seu mandato, ressaltando que sua vocação é empresarial e sua entrada na política foi apenas uma circunstância por causa do pai. Ele lembrou ainda que nas eleições percorreu 147 municípios com seu pai.  “ Não quero me candidatar a nada, quero voltar a minha vida normal, mas vou cumprir meu papel de senador, vou cumprir o que me foi ordenado”


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Ministra confirma à governadora Roseana: Petrobras busca parceria para obra da Refinaria Premium I

Durante audiência, nesta quarta-feira (27), em Brasília, a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, comunicou à governadora Roseana Sarney que a presidente da Petrobras, Graça Foster, está na Ásia, onde negocia parcerias com investidores para a construção da Refinaria Premium I, em Bacabeira. Segundo Roseana Sarney, a ministra confirmou que já há investidores interessados em ser parceiros da Petrobras na construção da Refinaria Premium I, até porque é um projeto estratégico para o país.

“Há um reconhecimento da Petrobras de que a crise existe, mas já uma sinalização de que essa parceria será concretizada e o Maranhão terá a viabilização desse importante projeto”, assinalou a governadora.

Nesta quinta-feira (28), o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, garantiu, durante entrevista coletiva no programa Bom Dia Ministro, que o Governo Federal está tomando todas as providências para a instalação das refinarias do Maranhão, Ceará, Pernambuco e Rio de Janeiro. “Essas refinarias são importantes para atender as necessidades internas”, ressaltou.

O ministro Lobão admitiu problemas de finanças enfrentados pela Petrobras, mas garantiu a participação de uma empresa asiática no projeto de instalação das refinarias no Brasil. “Não há nenhuma intenção de paralisar a do Maranhão, nem a do Rio de Janeiro e a de Pernambuco”, assegurou ele, afirmando que o projeto das refinarias é uma necessidade para o país.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Educação

Aluno usa ‘cadeira quebrada’ para estudar na Fundação Nice Lobão

Situação caótica na Fundação da família Lobão.

Situação caótica na Fundação da família Lobão.

Telhados danificados, estrutura metálica antiga, paredes sem pintar, portas velhas, irregularidades sanitárias e instalação elétrica precisando revisar. Estes são alguns dos graves problemas que passa a educação dos alunos do Centro de Ensino Integrado Rio Anil (Cintra), em São Luís.

Esposa de Lobão, Nice é dona do projeto Cintra.

Esposa de Lobão, Nice é dona do projeto Cintra.

Mesmo recebendo recursos públicos para manutenção, estudantes do Cintra reclamaram das péssimas condições em que se encontra o prédio. Como – por exemplo -, para conseguir estudar durante aula em um dos mais antigos colégios da cidade, um aluno tem que enfrentar 5h, usando cadeira quebrada.

Com esses e outros problemas, como goteiras, cadeiras quebradas e banheiros sujos, educadores renomados da capital acreditam que a consequência desses do descalabro resultará na evasão escolar.

Para o promotor de Justiça, Paulo Silveira Avelar Silva, alunos e professores do Cintra correm um risco muito alto.

Atualmente a Fundação Nice Lobão que pertence a esposa do ministro de Minas e Energia, senador licenciado Edison Lobão (PMDB), tem em seus quadros aproximadamente 7.800 alunos e mais de 500 professores pagos pelos cofres estaduais.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Visando 2014, Luis Fernando vistoria obras em São Luís

Visando as eleições de 2014, onde o candidato fechado do grupo Sarney chama-se Edison Lobão (ministro de Minas e Energia), o secretário chefe da Casa Civil e interino da Secretaria de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, deve brigar com unhas e dentes para viabilizar seu nome como possível candidato ao governo.

Chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva.

Chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva.

Em uma das tentativas de manter no páreo junto a Lobão, a governadora Roseana Sarney (PMDB), insiste imensuravelmente no projeto deplorável voltado a peemedebista. E como forma de projeção na capital, o chefe da Casa Civil, visitou obras em execução do Governo do Estado, acompanhado dos secretários Victor Mendes (Estado do Meio Ambiente), Hildo Rocha (Assuntos Políticos) e equipe da Sinfra.

Luis Fernando que, diga-se de passagem, carrega o símbolo do prefeito mais bem votado no Maranhão, após ter seu concorrente abatido pelas entranhas dos tribunais.

Amigo e aliado mesmo quando não teve o apoio de Roseana para disputar pela primeira vez em Ribamar, o ex-prefeito atualmente percorre o Maranhão levando seu nome como candidato do grupo Sarney, mesmo sabendo que Lobão afirmou para blogs, prefeitos, deputados estaduais e federais, que ele brigará com o presidente da Embratur, o comunista Flávio Dino, pelo executivo estadual.

Mesmo sabendo da capacidade técnica do chefe da Casa Civil, membros de peso do grupo Sarney devem não aceitar a escolha pessoal da governadora em empurrar guela abaixo Luis Fernando como candidato em 2014.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Adeus, Luis Fernando! Lobão recebe prefeitos e fortalece projeto 2014

Terminou na quarta-feira (30), em Brasília, o Encontro Nacional dos Prefeitos. O evento que durou três dias reuniu antigos e novos gestores municipais de todo o país para a apresentação de projetos e programas do Governo Federal que auxiliam no desenvolvimento das cidades.

Para Ubiratan Jucá, gestor do município turístico de Carolina, que participou juntamente com uma comissão de secretários, o encontro foi de extrema importância na apresentação do Governo Federal.

“Tivemos aqui a oportunidade de conhecer o funcionamento e ações do governo federal e a partir daí vamos agora buscar tecnicamente a construção de projetos que possam captar recursos para as principais áreas de administração pública”, explica.

Ministro Lobão e prefeitos

Ministro Lobão e prefeitos

Além do evento, completa, “também cumprimos agenda de trabalho nos ministérios do Turismo, Minas e Energias e Trabalho. Temos um desafio longo pela frente na reconstrução da cidade e ao mesmo tempo correr para atender as necessidades urgentes da nossa cidade”.

Uma audiência com o Ministro de Minas e Energias, Edson Lobão, também pontuou a agenda. Na pauta, obras em atraso do Consórcio Energia Estreito, CESTE, como: casa da cultura, revitalização do córrego Lava Cara, reforma do hospital municipal, construção da rede de esgoto e expansão da rede de água.

“Cobramos urgência na realização das obras acordadas assim como a efetivação e pagamento das indenizações atrasadas”. Ubiratan Jucá.

O Ministro Edson Lobão se comprometeu em cobrar do CESTE as soluções para os problemas apresentados.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Fernando Sarney volta a ‘conspirar’ contra Luis Fernando

Empresário Fernando Sarney.

Empresário Fernando Sarney.

Empresário bem sucedido, sócio e irmão da governadora do Maranhão, Roseana Sarney, Fernando Sarney voltou a fazer nos bastidores da política maranhense um dos seus maiores hobbys: conspirar contra o candidato de Roseana ao governo.

Dono do Sistema Mirante de Comunicação, Fernando Sarney conspirou novamente dentro do governo contra o secretário-chefe da Casa Civil, Luis Fernando Silva, após entrevista que o ministro de Minas e Energia, senador licenciado Edison Lobão, afirmou que será candidato ao governo em 2014, e com apoio fechado do presidente do Senado, José Sarney, Roseana Sarney e do ministro de Turismo, Gastão Vieira, todos integrantes de peso do PMDB.

Ocorre, porém, as conspirações ferrenhas de Fernando – mesmo que elas sejam carregadas de interesses futuros que podem ser contrariados com a eleição de Luis Fernando -, fortalecem cada vez mais, a candidatura de Lobão ao governo.

Caso Luis Fernando não se articule de forma sagas, o rugido do Leão que é favorável a sua candidatura, poderá perder forçar perante as incansáveis conspirações ‘torpe’ de Fernando Sarney.

Com isso, é bom o Chefe da Casa Civil ficar de olhos bem abertos com as conspirações.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Edinho e Paulinha Lobão devem R$ 5,5 milhões ao Banco do Nordeste

Casal esbanja riqueza e é obrigado a pagar divida na Justiça;

Casal esbanja riqueza e é obrigado a pagar divida na Justiça;

Desde 2002 tramita na Justiça do Maranhão uma ação que tenta cobrar do senador Edison Lobão Filho (PMDB-MA) e mais três pessoas, uma delas mulher do parlamentar, o pagamento de uma dívida calculada, na época, em R$ 5,5 milhões (no processo, não há valores atualizados).

Em 2009, inexplicavelmente, o processo foi arquivado, sem que ninguém assim determinasse. No ano passado, ao descobrir o erro, o banco pediu o desarquivamento, mas, mesmo assim, embora desde agosto de 2011 esteja concluso, o processo continua parado.

O juiz que cuidava do caso, José de Arimatéia Correia Silva, da 5ª Vara Cível de São Luís, foi aposentado compulsoriamente em fevereiro deste ano pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Arimatéia foi acusado de agir com parcialidade em várias ações.

No meio do processo, entre tentativas de Lobão Filho de excluir seu nome como um dos fiadores de um empréstimo junto ao Banco do Nordeste (BNB), a empresa da qual foi sócio tentou substituir as garantias que havia dado por uma fazenda-fantasma.

Lobão Filho foi sócio da Bemar Distribuidora de Bebidas entre 1996 e 1998. Em julho de 1997, a empresa contraiu um empréstimo de US$ 648 mil —R$ 699 mil na cotação da época. O dinheiro foi utilizado para a compra de caminhões — há pelo menos três em nome do parlamentar. Como garantia pela liberação da verba, a Bemar não deu os próprios veículos, como seria comum — deixou alienadas para o pagamento da dívida 28.820 caixas de cerveja Schincariol.

O casal aos beijos durante o programa apresentado por Paulinha.

O casal aos beijos durante o programa apresentado por Paulinha.

O agora senador, sua mulher, a apresentadora e empresária Paula Lobão, e as sócias Maria Luiza Thiago de Almeida e Ana Maria dos Santos aparecem como fiadores do empréstimo que deveria ter sido pago em 30 prestações. A empresa, porém, não honrou o compromisso, e, desde 2002, o BNB tenta penhorar os bens da Bemar e dos fiadores.

Em 2008, quando Lobão Filho assumiu a vaga do pai, que virou ministro de Minas e Energia, veio a público a história de que ele havia transferido para uma empregada doméstica suas cotas da Bemar para tentar fugir da cobrança da dívida. Ele negou que tivesse conhecimento de que a sócia que entrava em seu lugar era uma laranja.

No decorrer do processo de cobrança da dívida, a Bemar sugeriu trocar a garantia dada pelo empréstimo: em vez das 28.820 caixas de cerveja, apresentou uma fazenda de 20 mil hectares em Sento-Sé, na Bahia, avaliada, segundo informava a empresa, em R$ 4,5 milhões. A distribuidora de bebidas também procurou retirar Lobão e os demais ex-sócios da condição de fiadores. No entanto, o BNB descobriu que a fazenda que a Bemar disse ter adquirido em abril de 2002 por R$ 10 mil não existia.

‘Até hoje estou pagando com a minha imagem’

A Bemar juntou avaliações que teriam sido realizadas no mesmo mês da compra da fazenda que afirmavam que o imóvel valia R$ 4,5 milhões. “Estranha-se, portanto, o fato de o imóvel sofrer uma valorização de mais de 40.000% no mesmo mês”, anotaram os advogados do banco num agravo de instrumento. O técnico do BNB que esteve no lugar enviou e-mail à chefia da instituição atestando que a fazenda não existia.

O senador Edison Lobão Filho (PMDB) negou que soubesse que era fantasma a fazenda que a Bemar Distribuidora de Bebidas queria dar como garantia para pagamento da dívida. Lobão declarou ao GLOBO que se arrepende de ter deixado a sociedade, porque, de acordo com ele, a empresa, que era deficitária, agora é muito lucrativa.

O senador disse que quando entrou na sociedade, em 1996, a empresa era pequena e faturava pouco. A Bemar, segundo contou, trazia cerveja da Bahia para revender no Maranhão.

—Entrei como avalista, e as dívidas começaram a se acumular. Com o tempo, fiz um acordo pelo qual eu saía sem nada, mas os demais sócios assumiam todas as dívidas.

Ele afirmou que procurou o Banco do Nordeste para retirar seu nome da condição de avalista, uma vez que já não era mais sócio da empresa, mas o banco não aceitou.

O senador Edinho Lobão.

O senador Edinho Lobão.

— Eu procurei o banco e disse que a empresa não havia falido e que meus ex-sócios estavam ricos. Pedi para transferir a dívida para eles porque eu não tenho mais nada a ver com o negócio.

O senador maranhense lamenta hoje sua decisão de sair da sociedade.

— A empresa está muito maior do que antes. Foi um péssimo negócio eu ter saído. Eles ficaram ricos com este negócio — repetiu.

Para o senador, é estranho o banco afirmar que a fazenda que seria dada como garantia não existe. Ele afirmou que há um ano, ao conversar com Marco Aurélio Costa, um dos sócios da Bemar, este lhe teria dito que havia comprado uma fazenda que havia valorizado demais. Continue lendo aqui.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Lobão arremata dois apartamento no Rio e Justiça anula leilão

Ministro Edison Lobão.

Ministro Edison Lobão.

Por força de decisão judicial, o leilão de dois apartamentos que foram arrematados no Rio de Janeiro, há dois anos trás pelo ministro de Minhas e Energia, Edison Lobão, foi anulado pela justiça fluminense.

Adquiridos em um prédio luxuoso na capital carioca, os apartamentos ficam localizados na Avenida Henrique Dumont 118, em Ipanema.

Até aí tudo bem, tudo bacana, tudo legal, ocorre que um dos imóveis foi arrematado em sociedade com o irmão do senador Edinho Lobão, também filho do ministro, e com o desembargador do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Marcelo Buhatem. Algo de se estranhar aos olhos do CNJ.

De acordo com informações, o ministro de Minas e Energia pagou R$ 450 mil Pelo imóvel que fica na zona sul carioca. É mole?

Situação complicada

A situação política de Lobão dentro do governo Dilma Rousseff não é nada agradável como – por exemplo -, a possível mudança no planejamento que pode ser feito no setor energético. Para o peemedebista, não há risco de ocorrer racionamento e o parque termelétrico continuará da mesma forma.

A presidente Dilma Rousseff chegou a perguntar ao ministro sobre os baixos níveis dos reservatórios, o que poderia levar parte do Brasil ao racionamento. Dilma questionou por telefone: “Lobão, estou lendo os jornais. O que está acontecendo?”. O ministro respondeu: “Não há nada disso presidente. Não haverá desabastecimento. Os reservatórios estão baixos. Mas não há o que temer”, respondeu.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Lobão afirma que Dilma tem interesse em vê-lo presidente do Senado

Do R7

Dilma afirma interesse na volta de Lobão ao Senado.

Dilma afirma interesse na volta de Lobão ao Senado.

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou na manhã desta terça-feira (19) que a presidente Dilma Rousseff tem a intenção de patrocinar seu retorno ao Senado, onde ele tem mandato a cumprir pelo PMDB do Maranhão.

Segundo Lobão, “há a ideia de que ele deve voltar ao Senado”, inclusive para presidir a Casa.

Embora tenha admitido que seria positivo retornar ao Congresso na condição de presidente do Senado, o ministro disse que, pessoalmente, não considera essa uma boa ideia.

— Saí da cadeira de senador e voltaria como presidente. É claro que é positivo.

Lobão ressaltou que prefere permanecer à frente do Ministério de Minas e Energia, função que ele assumiu em 2008, ainda no governo do então presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e voltou a desempenhar em janeiro do ano passado, com a chegada de Dilma ao Palácio do Planalto.

— A não ser que a presidente não me queira mais.

O ministro falou com a imprensa na abertura do evento Energias renováveis para o desenvolvimento sustentável, que integra a programação da Rio+20, a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, no Rio de Janeiro.

O nome de Lobão já foi mencionado em ocasiões anteriores como possível sucessor do atual presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), que deve deixar o posto em 2013 e de quem o ministro é aliado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.